História Intensamente Larry 》Larry Stylinson 》2016 FanFic《 - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Boyxboy, Gay, Larry, Larry Stylinson, Romance, Zian Palik
Visualizações 58
Palavras 716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Intensamente Larry - Capítulo 3 Parte Final


  P.O.V. Louis 🌼

Louis sempre foi uma das pessoas mais corretas possíveis... Ele é legal, tem um belo corpo ( também dono de academia) e ainda corre todas as manhãs cinco quadras sem parar( Aí Louis, porque você não é um cantor do Brasil, quem sabe eu te dava uns pega). Louis estava na sua corrida matinal, digamos assim, e sempre na sua última volta, o maior sentava-se em um banco que se encontrava abaixo de uma árvore enorme, e na cabeça de Tomlinson aquele era o melhor lugar para apreciar todas as manhãs, ou simplesmente descansar abaixo da sombra da árvore. Louis não se importava com quem estivesse sentado no mesmo, ele sentava. Quando Tomlinson estava se aproximando do banco viu um menino de cabeça baixa que aparentava estar chorando por algum motivo.

O mesmo aproximou-se do banco e sentou-se ao lado do cacheado que nem notou a sua presença, Louis podia o xingar por estar no banco, ou perguntar por que estava chorando, porém, preferiu o silêncio pois como o Harry, Louis também acha que o silêncio as vezes é a melhor coisa oi resposta.

Louis percebeu que o cacheado ainda não percebeu a sua presença naquele lugar, então ele resolveu puxar um assunto qualquer e fazer um novo amigo, no entanto sua mente dizia que não... Não era para ele fazer isso, porém, por impulsividade ele disse o que estava preso em sua garganta.

— O-Oi — O menor olhou para o maior, e percebeu que o mesmo sim! estava chorando — Você quer conversar? — O calafrio passou sobre o corpo de Louis quando viu Harry ali, indefeso e sensível.

Tomlinson percebeu que o cacheado ficou meio surpreso com a sua presença ali, e como resposta para a sua pergunta o menor balançou a cabeças querendo dizer que sim... Mas Louis não entendeu, se ele queria falar, porque não fala? O forte dele nunca foi sentimentos.

Louis se continuar assim, você literalmente está fudidamente fudido.

— E-e meio que problemas pessoais... Você não intenderia. — Diz o menor com a cabeça baixa enquanto fitava ao seus próprios pés.

Louis olhou para um lado e para o outro percebendo assim que na rua não tinha ninguém.

— Eu também estou cheio de problemas pessoais, minha namorada me deixou porque eu brochei, meu pai não aceita eu ser bi sexual... — Louis percebeu que Harry estava centrado em cada palavra que o mesmo dizia, pois essas eram coisas íntimas e Louis falava como algo normal com um estranho no meio de um banco.

— Bom, acho que meus problemas não chegam nem aos pés dos seus.... Ou pelo menos por enquanto— Diz Harry com um sorriso de lado que parecia bem acolhedor — É meio irônico, eu queria saber como falar para o menino, que eu gosto dele mas não sei como — Mas uma lágrima caio em seu rosto e Tomlinson a limpou com o polegar.

— Nunca chore por namorados e namoradas, eles não merecem as suas lágrimas — O maior olhou para o relógio em seu braço e percebeu que já era 8:35 e que tinha que ir para casa.

Louis não se emportava com a opção sexual de ninguém é nem é acustumado a dar conselhos, principalmente para estranho, porém, dessa vez ele abriu uma exceção.

Louis sentiu um pouco de pena pelo menor, pois ele estava indefeso com relacionamento.

— Você chega para ele e diz que o ama, é simples — O maior diz isso é sai dali sem excitação e sem delongas.

🌼

P.O.V. Harry Styles

Harry sentiu seu celebro queimar pelas informações que estavam agora em seu domínio. O seu amor falou com ele e Styles ficou meio antissocial com Tomlinson... Tratou ele mau, porém, Harry gostou do conselho que o mesmo o deu: você chega para ele é diz que o ama, simples. Harry estava destinado a seguir o conselho do maior. Styles se pois de pé e foi para casa esquecendo completamente da escola, e lembrando da pequena discussões que teve com sua a mãe homofóbica ( pelo menos é o que Harry pensava). Ao chegar em casa a cabeça de Harry estava um turbilhão de emoções, então o mesmo foi tentar esquecer de tudo isso dormindo um pouco, esperando assim ter o melhor sonho possível.

🌼


Notas Finais


Sei que está meio curto, mas se acostumem, que de agora em diante todos os capítulos vão ser assim amores da minha vida.
# Votem
# Comentem 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...