História Intensidade - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Visualizações 173
Palavras 1.391
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que apreciem, algo um pouco mais quente, feito numa madrugada insone, fiz sem qualquer pretensão, resolvi brincar um pouco com as palavras num estilo de texto que ainda não tinha feito.


*********** Dragon Ball não me pertence bla bla bla ***********

Capítulo 1 - Jogos


Fanfic / Fanfiction Intensidade - Capítulo 1 - Jogos

Sinto teus olhos em mim, noto devorar-me  com o olhar  de  cima  abaixo, por mais  incrível  que pareça mantenho–me calma , sei  bem o que  significa  tudo isso.

Devagar sem desviar o olhar me aproximo de ti , quero mantê-lo próximo a mim , com passos  lentos vou diminuindo  a  distancia  entre  nós, de  repente sustenta  meu olhar  no teu ,  parou  de  percorrer meu corpo, isso me deixa  completamente  extasiada , me  excita como vejo o fogo em teus  olhos , labaredas incandescente fulminando com extrema audácia , estuda  meus  movimentos, sorri pra mim de lado , compreendendo  minha  real  intenção ,  quer  ver ate  onde  eu posso  ir,  se  irei  manter  meu olhar  em ti  como faz  comigo, é puro desafio, eis  algo que  não suporto  nem admito , ser  desafiada, isso aquece meu sangue, me deixa  profundamente  abalada , não  consigo evitar.

Ao  me  aproximar  o suficiente  para  sentir  sua  respiração quente  bem perto de minha pele , eu apenas passo por  ti dou –lhe  a volta ,me observa com o canto do olho ,fica parado ao me  ver  circula-lo, analisando cada pedaço seu, ao ficar novamente na tua  frente paro , sua vez  de fazer um movimento, então  acontece  ...    Pega minha mão leva aos  lábios, beija  suavemente ,e ergue o olhar  segurando ainda minha  mão beija entre  os dedos e ao final passa a  língua , continua  me olhando esperando minha  reação, arfo pois  fui pega  desprevenida e  sem dar me conta solto um suspiro, meu peito sobe  e desce por conta  da  respiração, é  algo inesperado , admito que  essa possibilidade  deveria  ter passado pela  minha  cabeça ,seguro o ar  novamente  é  um movimento involuntário, estou apenas reagindo  ao seu toque.

Com isso percebe que eu fui pega num movimento pelo qual eu não esperava, abre ainda  mais o teu sorriso ,tua  confiança aumenta, então faz  algo impensado por mim outra  vez , te  afasta brevemente  apenas  por uns  segundos , sem soltar minha  mão e quando eu percebo  já  esta  de volta a mim , tão próximo  quanto antes , fico  confusa ,  ate que  percebo  que  estava  apenas observando o movimento dos  meus  seios com a respiração  subindo e  descendo e queria  aproveitar  melhor  a  visão , onde  crer  possuir  total controle  da  situação, com isso desperto agora  é minha  vez  de pegar–te desprevenido , eu recupero meu auto controle , mantenho o olhar  firme  ao teu e passo o língua nos lábios e mordo meu lábio inferior, imediatamente sinto teus  desconforto, quando percebo o brilho que ascende  em teus olhos ,me  olha  e sorri zombeteiro aceitando que sim, foi pego , o silencio entre  nós  é tão  sedutor nesses poucos  minutos  que  parecem  carregar  uma eternidade  de promessas de prazer inimagináveis,  estou  certa mais uma vez , me puxa pra ficar ainda mais próxima  a  ti , ao circular  as  mãos pela  minha  cintura estamos quentes, nossos lábios  quase tocando, mais  ainda  assim, não me beija , quer  ver  ate onde  posso ir ,repete o desafio , de novo eu gemo de frustração e um pouco irritada, pensei ter  deixado claro que não  gosto de  ser  desafiada  dessa  forma.

Então é minha vez novamente, eu passo a mão pela sua nuca e afundo meus dedos  em seus  cabelos, o vejo  fechar os olhos e  suspirar ,sem  se  afastar nem um milímetro, quer manter–me  o mais  próxima  possível, nossos corpos estão praticamente  colados um ao outro , sinto quando aspira e sente meu cheiro, abrindo os olhos enfim inclina a cabeça e pause teus lábios em frente a minha boca, não resisto  e lhe  ofereço meu beijo, dessa  vez sou eu que fecho os  olhos, ouço seu riso baixo , prepotente e arrogante como quem  sabe que  ganhou o jogo , o deixo pensar  assim , ate que sinto teus lábios tocar o meus , sua  mão vai para minha nuca e desce lentamente pela minha coluna  chegando ate o final da  mesma mas não toca em minhas  nádegas , eu suspiro em tua boca ,então sim alisa  minha bunda  e  da um apertão e aprofunda  o beijo , deixando  claramente todo  desejo transbordar , eu não me  faço  de  rogada , sou um pouco mais  impaciente  e percorro também sua coluna com as  pontas dos dedos, e passo  a mão pelas  suas nádegas mas com um pouco mais  de ousadia eu trago minha mão ate parar sobre seu membro onde percebo que tua ereção esta visível , paramos  o beijo para podermos respirar por um segundo e então me pressiona e me empurra na parede me imobilizando com isso não tenho outra alternativa e toco seu membro por inteiro, seus  beijos descem pelo meu pescoço, levanta minha perna ,e demoradamente fica passando a língua sobre o meu colo sem tocar de fato em meus  seios, mas usa seu polegar para brincar  com o bico de  meu mamilo sob o tecido, sim com isso acabo amolecendo e você  percebe, que  só agora  rendi-me por  completo  e então  sim, pousa teus lábios  em meus mamilos e fica vários minutos, degustando como se fosse a fruta  mais  saborosa, sabe que agora não tenho mais  forças  para  resistir, suas mãos deslizam ate  minhas  pernas ,e aperta  minha coxa, suspiro inebriada  pelo momento , e deixo um gemido rouco sair  de minha  garganta, com isso levanta os olhos ,me  sorri  e toma  meus  lábios com mais malícia  se  isso é possível, teu corpo me pressiona ,  ainda mais ,sinto tua  ereção ainda maior, isso me  deixa  extasiada , levanto o olhar pra  encontrar  teus olhos  e  sorrio presunçosa  quem é que  tem mesmo o domínio  da situação, e puxo mais perto  de mim, tu me  olhas  confuso e leva algum tempo  ate  perceber o que  pretendo  com isso, quando entende abre um sorriso enorme, é a primeira  vez  que  sorri  abertamente,  pois não há  vencedores  e  sim estamos  empatados.

Com isso  me levanta ,e  eu circulo minhas  pernas  em volta  de  sua cintura , e  me carrega ate a cama macia que esta alguns  passos  de nós ,sem interromper o beijo , me  divirto bagunçando teus  cabelos naturalmente bagunçados, o meus caem pela sua  face ,mas tu não te incomodas  nem um pouco  com isso, ao deitar –me na  cama, te afasta apenas o suficiente para me observar  por um breve  momento, estou com o rosto corado, os cabelos  espalhados  pelos lençóis , minhas  pernas flexionadas ,os braços ao lado do corpo tentando me apoiar nos cotovelos para pode  ter  olhar  também, porem não me  da  tempo para  isso e  vem novamente  para mim , teus movimentos são graciosos , mas firmes e seguros , vem engatinhando na cama , ate parar bem em cima de mim e tomar  meus lábios  mais uma  vez, meu vestido esta na altura da minha  cintura, com certa destreza , baixa  as  alças fazendo o vestido descer ate minha barriga, com isso  fico completamente  exposta  a  ti , sem deixar  de  sustentar  meu olhar, e sem dizer uma única palavra  beija –me outra  vez, tento protestar , mas  me cala de forma tão autoritária, que nada mais  me  resta  senão entregar-me  ao beijo profundo e  cheio de  desejo  ,que me  incendeia  inteira, suas  mãos  ágeis  percorrem  cada  curva do meu corpo, percebo apenas que desliza o que  ainda  resta do vestido me  cobrindo, puxa minha sandália e faz uma trilha  com as  pontas  dos  dedos  da  panturrilha  ate alcançar a parte inferior  de minhas  coxas, lentamente massageia minha pele sob a calcinha  que ainda estou  vestindo, o que não dura muito, pois com um rápido e certeiro movimento , a  rasga, desisto de  protestar , já passamos  disso  a muito tempo, ao olhar novamente  em meu rosto , vê  que eu estou na  expectativa pelo que vá fazer  em breve, me lança outro  sorriso que me  deixa sem qualquer  reação, e  então  penetra um dedo , e logo após  outro, e fica me encarando, estudando  todas  as reações que consegue  captar  de meu rosto, e  se delicia quando eu arqueio as  costas e sussurro teu nome Goku, como  se  fosse um suplício, estou inteiramente entregue, não há nada mais a  fazer , e lhe  imploro , possua-me .

Você apenas, mantém o olhar no meu,e então sem deixar de me  olhar penetra –me  de uma vez só.

 

 

Fim.


Notas Finais


Apenas meu primeiro hentai, em breve pretendo publicar outra historia, de casal aqui, ainda estou trabalhando no texto, esta foi escrita por impulso, direto no Word e passada pra cá, enfim minha inspiração reivindicou passagem, espero ter conseguido passar a emoção na medida certa.
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...