História Interesse - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Romance, Sasusaku
Exibições 66
Palavras 2.625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem pela demora.
Boa leitura, Nekos.

Capítulo 3 - Terceiro


Sakura acordou no dia seguinte antes de Sasuke e vestiu uma calça preta jeans e uma blusa preta com algo escrito em branco, e fez suas higienes matinais quando decidiu acordar o moreno com um copo de agua fria.

 

_ Mãe... não tenho aula. _ Sasuke resmungou voltando a dormir após Sakura ter jogado algumas gotas de agua gelada no mesmo. Então resolveu jogar o copo todo. _ Que droga. _Gritou se levantando

_ Bom dia, bela adormecida. _Sakura riu.

_ Sua... _ O Uchiha começou a correr atrás da Haruno até agarra-se a cintura dela

_ Me solta, babaca. _Começou a se debater.

_ Pelo visto acordou bem. _Afirmou beijando a bochecha de sua noiva

 

Já eram reconhecidos como um casal oficial com duas semanas de namoro, Sakura estava morando no apartamento de Sasuke que era o triplo do que ela estava acostumada a morar, e já que havia tirado “férias” da empresa para ficar mais tempo com seu “amado”, ambos estavam felizes por mais que talvez fosse uma farsa, estavam bem e algumas vezes pareciam apenas melhores amigos.

 

_ Tenho uma surpresa para você. _ Sasuke se afastou de Sakura e foi em direção ao quarto

_ O que é? _Sakura o segui impaciente.

_ Deixa eu me arrumar, e depois irei levar você a um lugar, para pegarmos a surpresa. _ Sasuke contou e fechou a porta antes de Sakura poder entrar.

 

Sakura desceu as escadas e se sentou no degrau até esperar sasuke, se arrumar, o que ela não entendia era do porque não deixar ela entrar, não tinha nada ali que ela não pudesse ver, ficou ali sentada esperando.

 

_ Vamos? _ Colocou a mão no ombro de Sakura afastando os pensamentos da mesma

 

Sakura sorriu e o acompanhou até o carro dele, Sasuke fez questão de estacionar o carro um tanto longe de seu desdino justamente para fazer a rosada se estressar.

 

_ Me conta, onde vamos? _ Sakura insistiu mais uma vez, enquanto andavam pela calçada

 

Sasuke não respondera nada, apenas continuou  seu percurso, até que chegaram em uma loja de animais, Sasuke a puxou para entrar mais que depressa.

_ Bom dia. _ a atendente veio os receber com um sorriso

_Olá, eu quero um animalzinho... Gato ou Cachorro, amor? _ Sasuke fitou Sakura esperando uma resposta

_ Você vai me dar um bichinho? Ah, Sasuke, que fofo. Acho que um cãozinho, moça. _ Sakura sorriu

_ Gostou da ideia? _Sasuke riu acompanhando a entende pelos extensos corredores

_ Gostei, as vezes fico sozinha quando você sai, e minha mãe não me deixa voltar para a empresa

_ Então, qual raça vocês dois preferem? _ A atendente se virou para ambos

_ Um pequeno, que não cresça muito, que de preferência não solte muitos pelos, e não de trabalho... _Iria olhar para Sakura para confirmar suas exigências, quando percebeu que a haruno fitava e brincava com um filhote de Yorkishire fêmea. _ Você gostou? _Se aproximou de Sakura

_ Sim, podemos leva-lá? _Pediu com um sorriso

_Vai ser essa aqui, moça. _Fitou a atendente que logo abriu a gaiola onde a cadela se encontrava e a entregou para Sakura que a colocou nos braços

 

Logo que terminaram a papelada toda e as compras para a filhote, voltaram para o apartamento.

 

_ Olha, bebe, esta é sua casa. _ Sakura se abaixou e a soltou para conhecer o apartamento

_ Qual será o nome dela? _ Sasuke perguntou fitando a cadelinha tentar subir as escadas

_ Sandy. _ Virou e disse para Sasuke. _ Sasuke, Sakura e Sandy. _ Deu o sorriso, o sorriso doce que fazia Sasuke cair aos seus pés. Sasuke riu, 

_ Vou acompanhar a Sandy, só pra garantir que ela não estraga seus sapatos. _Sakura correu e tentando alcançar a cadelinha

 

naquelas duas ultimas semanas que haviam se passado, estava tudo claro ele queria uma vida inteira ao lado daquela mulher, ela sim era aquela que o passava segurança, mesmo que fosse tudo fachada, não importava para Sasuke. Ficou parado até sentir o celular vibrar no bolso da casa

 

_ Alo. _Sasuke atendeu o celular

_ Ah, oi Sasuke.

_ Naruto...

_ Então... eu não consegui te representar na reunião aqui na empresa...

_ Não acredito, eu tirei o dia pra passar com a Sakura, confiei a empresa a você, e não consegue lidar com os sócios?

_ Desculpa, cara é que...

_ Segura as pontas aí, que só irei vestir um terno e já estou indo. _Sasuke desligou o celular

 

Subiu as escadas e entrou no quarto de casal, abriu a porta e viu Sakura deitada na cama dormindo com Sandy. Foi até o closet  e pegou um terno preto e vestiu e deixou um bilhete no criado mudo do lado da cama e saiu de casa. Na portaria encontrou com Mebuki

 

_ Olá Sasuke. _Mebuki sorriu

_ Oi. _ O Uchiha cumprimentou friamente. _ Sakura está lá em cima. _ Entregou as chaves do apartamento para a loira e foi para o estacionamento. _Droga. _ Sussurrou esperando que a sogra e mais ninguém escutasse

 

Mebuki pegou o elevador e subiu até o apartamento do casal e abriu a porta e depois entrou, subiu direto para o quarto em que Sakura estava e abriu a porta que era de madeira maciça, e teve a visão de Sakura com um coque desarrumado e um vestido verde.

 

_ Oi filha. _ Mebuki entrou no quarto sem nem pedir licença

_ Oi. _ A rosada fechou o notbook que estava usando colocou Sandy no colo

_ Então... eu queria saber quando que vai sair o casamento.

_ Lá pro mês que vem. O Noivado vai ser semana que vem.

_ Sakura, o casamento tem que ser o mais próximo possível, eu e seu pai estamos desviando dinheiro das nossas contar bancarias para manter a empresa sem contar que vendemos metade das nossas propriedades.

_ Affz, qualquer coisa eu peço o Sasuke para fazer um cheque para vocês, ele não marra dinheiro.

_ Sakura, ele não tem um cofre por aqui não? Me de suas joias para poder penhora-las

_ Opa, minhas joias não, e sobre o Sasuke ter um cofre ou algo do tipo eu não sei.

_ Então trate te descobrir, e pegue o que estiver lá dentro.

_ Mãe, posso até ser interesseira, mas não ladra. Não mexerei em um dustão de Sasuke, até o casamento. _ Sakura fitou a mãe com um olhar mortal

_ Não é roubar, é ser esperta filha, precisamos de dinheiro o mais rápido possível, caso contrário a empresa poderá fechar as portar por tempo indeterminado

_ Segurem mais um pouco, eu sei que vamos sair dessa, somos os Haruno’s temos milhões e não é possível  que não conseguiremos mater  a empressa de pé, mais um pouco.

_ Sakura, é sério, a empresa está falindo eu e seu pai estamos desviando dinheiro da nossa conta bancaria, não estou de brincadeira com você.

_ Mãe, se você puder se retire do meu apartamento, amanhã eu irei depositar um chegue na conta da empresa.

 

A loira foi embora do apartamento sem nem olhar para trás, Sakura se manteve firme, ela não achava justo as palavras de sua mãe, roubar? Nunca precisou ser tão baixa a ponto disso e não seria agora que faria algo assim. Sakura pegou um livro na estante do quarto e começou a ler, quando se deu conta já estava de noite, saiu do quarto e desceu para a cozinha acompanhada de Sandy, procurou algo ‘descente’ para comer mas acabou achando um pacote de coxinhas, colocou a gordura para esquentar, e colocou um pacote que continha 15 cozinhas para esquentar, e procurou um refrigerante para acompanhar, quando as coxinhas estavam prontas ela as retirou da panela e colocou em um prato com guardanapo e comeu todas com ketchup e maionese tão rápido que mal pode sentir o gosto.

 

_ pô Sakura, eu estava com fome. _ Sasuke entrou na cozinha tirando a gravada

_ Estou nem ai pra se você está com fome ou não. _ Sakura mostrou a língua pra Sasuke

_ Gatinha desobediente, você hein. _ Sasuke refez o gesto de Sakura

_ Sou mesmo, babaca. _ Sakura sorriu. _ Posso te pedir um favor?

_ Sabe que eu não te nego nada, pode pedir qualquer coisa. _ Sasuke se sentou na cadeira encarando Sasuke

_ Preciso de um chegue pra minha empresa, estamos ficando muito quebrado e... _ Sakura explicou em um tom de preocupação

_ é claro _Sasuke retirou a carteira do bolso e fez um chegue de $ 50,000._ Aqui querida. _ Entregou o chegue para Sakura e sorrio

_ Obrigada. _ Sakura pegou o chegue e o fitou com um sorriso meio sem graça com a situação.

 

Quebrar seu orgulho, cassar por dinheiro, enganar e ficar em uma farsa, ela mesma já estava se achando uma hipócrita por fingir, tudo o que ela queria era continuar na empresa como princesa em seu império e dar ordens, ir a festas da alta burguesia solteira e chamar a atenção dos homens ao seu redor e ser desejada apor todos era tudo o que Sakura almejava, mas agora iria se tornar a senhora Uchiha, deveria começar a se portar como merecedora desse sobrenome.

 

_ Desculpa. _ Sasuke despertou Sakura dos seus pensados mais uma vez

_ Pelo que? _ Sakura perguntou curiosa

_ Eu tirei o dia pra passar com você, sendo assim coloquei o Naruto para me representar e ele não conseguiu então tive que ficar lá pra cobrir a merda que o Naruto fez.

_ Estamos falando do Naruto, tipo... é o Naruto. Como você deixa a empresa com ele? Não tem medo de falir? _ Sakura cassou

_ Um pouco... na verdade nem sei como não o despedi ele ainda, aquela plasta nunca faz nada desde que entrou. _ Sasuke soltou uma leve risada, cassoando do amigo

_ ele me lembra um pouco a Ino, ela se distrai com facilidade e fala altas merdas, e quando esta bêbada então... não há quem aquente.

_ Não sei como o Itachi e a Ino começaram a Namorar pra mim parece tão improvável, eles são tão diferentes, não dariam certo nunca. _ Sasuke começou a revirar os armários procurando algo para comer, afinal ninguém aguenta lidar com sócios e ficar de barriga fazia.

 

Sakura o fitou um deu um leve sorriso, pegando Sandy no colo e a acariciando

 

_ Como ela se comportou hoje? _ Sasuke voltou para a cadeira com o pacote de biscoito de chocolate nas mãos.

_ Essa coisinha mais dormiu do que tudo. _ Sakura sorrio

_ Espera até se acostumar, ai quem não vai dormir somos nos. _ Sasuke    tirou o paletó do terno e foi para o quarto deixando Sakura na cozinha

 

Sakura o fitou com uma expressão o tanto confuso da mudança de humor de Sasuke , e resolveu ficar vendo uns desenhos na TV enquanto brincava com Sandy de pegar a bolinha, ficou cerca de uma hora e meia na sala e resolveu ir tomar um banho e dormir, ao chegar no quarto fitou Sasuke dormindo em cima da cama.

 

“Ele parece cansado”

 

Pegou seu roupão preto de cetim e foi para o banheiro e começou a se banhar, saiu do banheiro e fez um coque froxo em seu cabelo e se deitou ao lado de Sasuke e acariciou seu rosto de leve para que não sentisse seu gesto e dormiu.

 

Acordou com alguns raios de sol em sua face, no início ela se negava a levantar da cama que era aconchegante e macia e logo se sentou na cama e coçou os olhos seguido de um bocejo, seu olhar estava cabisbaixo até a sacada do quarto de casal e se debruçou-se no parapeito e ficou contemplando o céu distraída.

 

_ Acordou de mal humor foi? _ Sasuke envolveu seus braços na cintura de Sakura

_ Não, pelo menos eu acho ne. _ Sakura deu um sorriso para Sasuke.

_ Espero que não. _ Sasuke retribuiu o sorriso da rosada. _ é melhor eu me apressar... tenho que ir pra empresa. _Deu um beijo na bochecha de Sakura e entrou para o quarto para trocar de roupa

 

Sakura continuou contemplando o céu enquanto se formava um sorriso no rosto e começou a cantar For You by;Azu, após isso entrou para o quarto e se despediu de Sasuke e trocou de roupa e ficou lendo algumas revistar na sala, estava tudo tão calmo, Sandy estava brincando com algumas pelúcias e não incomodava Sakura, tudo estava tão calmo até chegar uma visita, Sakura foi receber a visita

 

_ Oi Sakura. _ Foi recebida com um abraço por Mei, sua prima distante que não a via a bons três anos.

_ Oi. _ Sakura deu um sorriso falso. ­_ Quem lhe deu meu endereço?

_ A tia Mebuki, ela me falou que você está noiva e então eu resolvi te visitar. _ Mei solrou Sakura do abraço

_ Mei... eu adoraria conversar com você por horas, só que eu prometi pra Ino que ia ajuda-lá a fazer um bolo de chocolate. _ Sakura colocou Mei para fora e fechou a porta.

 

Mei Haruno, a maior fofoqueira depois de Ino Yamanaka, o problema de Mei era que amava se cabar demais, e Sakura nunca tinha paciência para esse tipo de coisa. Subiu novamente para o quarto e se arrumou e saio de casa e foi para o Starbucks, o lugar não tinha muita movimentação então Sakura foi atendida rapidamente e foi para a praça de alimentação do shopping e ficou mexendo no celular enquanto tomava seu café, até que foi interrompida por uma adolescente de 16 anos;


_ A senhora é a Sakura Haruno? _ A adolescente perguntou Sakura.

_ Sim, sou eu. _ Desligou o celular e deu um sorriso

_ Na verdade em uma das suas lojas e gostei muito das roupas que você desenhou... eu queria muito que você desenhasse um vestido exclusivo para mim.

_ Claro, você quer que eu começo agora?
_ Poderia? _ A garota deu um sorriso
_ Sim, vocês me acompanhariam até meu apartamento. _ Sakura se levantou da cadeira. _ Só que estou apé, hoje. _ Sorriu um pouco sem graça

_ Não tem importância. Ah, eu esqueci de me apresentar, meu nome é Danielle

_ Prazer. _ Sakura começou a andar até a porta de saída do shopping

 

Ao chegarem Sakura destrancou a porta do apartamento e entrou.

 

_ Pode ficar à vontade, eu só vou pegar meu caderno de desenhos lá em cima e já desço. _ Disse subindo as escadas correndo

 

Danielle foi direto para uma estante que ficava próxima a porta que dava acesso a sacada e começou a dar uma olhada nos livros e quadrinhos que Sasuke gostava de ler o que a deixou mais intrigada era alguns filmes que ele possuía de comedia, ação, terror e até romance.

 

_ Voltei, desculpa a demora meu noivo parece que esconde as coisas de mim. _ Sakura se explicou e sentou no sofá, Danielle logo fez o mesmo.

_ Essas coisas são suas? _ Perguntou apontando para a estante

_ São do meu noivo. _ Sakura sorriu. _ Me diga como quer o vestido.

 

Danielle foi contando cada detalhe do vestido, era um pouco difícil para Sakura entender o gosto de uma garota com 16 anos, em um certo tempo Sakura começou a entender o gosto da garota e se pôs a fazer o vestido(autora-chan; link do vestido na descisão), depois de Sakura terminar tudo e ser aprovada por Danielle e combinarem o orçamento e a dada de entrega do vestido ficaram jogando conversa fora, Sakura se lembrava claramente dos seus 16 anos, dos garotos, do colégio, das festas.

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...