História Interlaced Destinations - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Atlas, Bianca di Angelo, Charles "Charlie" Beckendorf, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Dakota, Dionísio, Eros (Cupid), Frank Zhang, Frank Zhang, Gleeson Hedge, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hazel Levesque, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Íris, Jason Grace, Jason Grace, Júniper, Leo Valdez, Luke Castellan, Malcolm, Nêmesis, Nico di Angelo, Niké (Nice), Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Piper Mclean, Piper McLean, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Sally Jackson, Silena Beauregard, Thalia Grace, Travis Stoll, Treinador Gleeson Hedge, Tyson, Will Solace, Zeus
Tags Annabeth Chase, Frank Zhang, Hazel Levesque, Jason Grace, Leo Valdez, Nico Di Angelo, Percy Jackson, Piper Mclean, Solangelo, Will Solace
Exibições 37
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Super Sentai, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, primeiramente eu peço desculpas pela demora, e depois, Desculpas pelo capítulo ter ficado tão ruim :(
Sério, eu odiei. Eu ia excluir e escrever tudo de novo, mas demoraria mais uma eternidade, e o bloqueio de criatividade continuaria de todo jeito. Enfim, boa leitura 📖💕

Capítulo 2 - Flashback


Pov Lucian.

Lucian segurava as barras de sua jaula, como se estivesse prestes a parti-las ao meio. O olhar permaneceu fixo em Ryan.

- Lucian. - Ryan disse em um tom firme, sem hesitar uma só vez. - Viemos te salvar.

O garoto-lobo não pareceu muito satisfeito com a resposta, seu olhar fuzilou Ryan por vários segundos, antes de Aj finalmente quebrar o silêncio.

- Bom, tecnicamente, eu vim aqui pelos animais. - Revelou o garoto. - Mas te salvar também parece uma boa idéia.

Lucian não se importou muito com o garoto, que pareceu um pouco chateado com a indiferença do menino-lobo.

- Eu estou bem aqui. - Disse Lucian. - Por favor, vão embora.

- Você? Bem? - Perguntou Ryan. - Desculpe minha intromissão, mas onde estão os outros garotos? Por que você é o único humano na jaula?

É, ponto pra ele. Ryan parecia ter acertado diretamente em uma ferida de Lucian, algo que o garoto normalmente não deixava transparecer.

- É porque eu sou especial. - Respondeu Lucian, hesitante. - Não sou como os outros garotos.

- Isso é o que ele diz, Lucian. - Respondeu Ryan, elevando um pouco seu tom de voz. - Na verdade, o dono do circo não quer que você fuja, quer prender você para sempre.

- Isso não...

Lucian não conseguiu terminar o que estava dizendo, o toque de Ryan em sua testa, o fez entrar em uma espécie de transe.

Pov Ryan.

Ryan tocou a testa de Lucian, o colocando em transe. Aj, achando que o garoto faria algum mal a Lucian, segurou em seu braço, para impedi-lo.

- Ei, o que você está fazendo? - Perguntou Aj.

- Essa não... - Murmurou Ryan, antes que os três começassem a se dissolver em uma espécie de redemoinho.

.......

Quando abriu os olhos novamente, Ryan estava no interior de um trailer. Os outros dois também já tinham acordado, Aj tentava descobrir onde estávamos, Lucian sabia de quem era aquele veículo.

- O que estamos fazendo aqui? - Perguntou o garoto.

- Apenas espere um pouco. - Respondeu Ryan.

Alguns segundos depois, dois homens entraram no trailer. Um deles era bem alto e musculoso, já o outro era baixo e magro, Ryan o conheceu de sua visão.

Lucian e Aj se esconderam, o segundo parecia temer que algo acontecesse a eles. Ryan continuou imóvel, sabia que não poderia ser visto ali.

- O senhor não vem com a gente? - Perguntou o mais alto.

- Não. Eu não posso ser reconhecido por ele, você precisa fazer isso sozinho. - Respondeu o homem baixinho, ou, como Ryan sabia, o dono do circo. - O garoto é muito importante para os nossos planos. Lembre-se disso, Wandere.

- Sim, senhor.

O maior assentiu. Em seguida ambos os homens saíram do trailer, e Aj e Lucian deixaram seus esconderijos.

- Vamos! - Chamou Ryan.

O garoto saiu do trailer, sendo seguido de perto pelos outros dois. Ryan já esteve naquele lugar antes, em sua visão, e sabia que Lucian também sabia onde estavam.

Os garotos entraram em uma mata. A expressão de Lucian, denunciava que ele lembrava do lugar. Aj, pareceu encantado com o lugar, mesmo sem saber onde estavam.

- Por que você nos trouxe aqui? - Perguntou Lucian.

Ryan não o respondeu, apenas apontou para um lugar à frente deles, onde uma rodinha de homens armados, cercava algo. Ryan sabia o que.

Os três foram se aproximando dos homens, Lucian e Aj se escondendo atrás de árvores. Ryan chegou perto dos homens, que não o notaram, e então, os outros dois foram até ele.

- Por que eles não nos notaram? - Perguntou Aj.

- Não é como se estivéssemos aqui. - Respondeu Ryan. - É uma percepção. É como espiar, por uma cortina, a vida de outra pessoa. Ou no caso dele, - Ryan apontou para Lucian. - a própria.

Lucian parecia assustado, desolado, estava irreconhecível. O menino-lobo encarava a si próprio, entre os homens armados, ele tentava fugir, mas eles o impediram.

Lucian, achou que poderia escapar daqueles homens se transformando em lobo, mas eles já esperavam por isso. Quando o garoto deu início a transformação, uma bala de prata acertou-o na perna, impedindo-o de se transformar. Lucian caiu, derrotado, e então os homens colocaram uma coleira de prata em seu pescoço.

- O que estamos fazendo aqui? - Perguntou Lucian, transtornado com a cena de si próprio sendo capturado, meses atrás. - Por que você está me mostrando isso?

- Aquele - Ryan apontou para o homem segurando a corrente que prendia a coleira de Lucian, na visão. - É o mesmo cara que estava com o dono do circo agora pouco. Foram eles que fizeram isso com você.

- Por que você... - Lucian parou o que iria dizer, mas logo continuou. - Por que está me mostrando isso?

- Eles estão usando você, Lucian. - Respondeu Ryan. - Há uma profecia, e você está nela. Se eles puderem te manter em cárcere, poderão realizar... realizar o que querem.

- Aquele... Aquele é Lucian? - Perguntou Aj, impressionado. - Por que eu posso ouvir os pensamentos dele?

Lucian olhou para Aj, confuso, mas o garoto parecia saber ainda menos do que ele. Logo os dois desviaram o olhar para Ryan, em busca de respostas, mas ele também não sabia o que estava acontecendo.

- Vamos voltar. - Disse Ryan.

Ryan colocou as mãos nos ombros dos outros, uma em cada. Logo os três garotos estavam de volta ao circo, Lucian, enjaulado, parecia ainda mais desolado do que antes.

- Você pode nos levar pra qualquer lugar? - Aj perguntou à Ryan. - Quer dizer, eu sempre quis conhecer o tempo dos dinossauros.

- Não funciona assim. Eu posso ver coisas, não visitar lugares. Eu espiei o passado de Lucian, não estava visitando a floresta que ele viveu.

- Hã... Eu não entendi. - Aj coçou a cabeça. - Você está dizendo que não veremos os dinossauros? Poxa, cara...

- Ryan, né? - Perguntou Lucian, interrompendo o garoto. Ryan afirmou. - Você disse algo sobre uma profecia, como é isso?

- Existe uma profecia. - A expressão de Ryan mudou. - Um descendente de Licáon, o último deles. Há um homem...

- O dono do circo? - Perguntou Aj, interrompendo. Ryan concordou.

- Ele tem interesse em um poder, um poder enorme, que caso venha a cair na mão dele... - Ryan parou, aparentemente procurando por palavras.

- Vai dar muita merda. - Ajudou Aj, fazendo os outros dois rirem.

- Isso, vai dar muita merda. - Concordou Ryan. - Enfim, para conseguir esses poderes, ele precisa de você. Mais precisamente, de um dente seu.

- Um...

Passos ecoaram no local, cortando o que Lucian diria. Logo pudemos enxergar algumas sombras, uma alta e forte, e uma segunda, bem mais baixo.

- Precisamos ir, Lucian. - Disse Ryan. - Vamos! Tem que ser agora.

Aj parecia estar com medo, olhava para as sombras chegando cada vez mais perto, e algo dentro de sua camisa, parecia pular. Lucian parecia relutante em aceitar, um pouco confuso.

- Tudo bem, tudo bem. - Disse Lucian. O garoto quebrou a jaula, com uma facilidade impressionante. - Pra onde vamos?

- Um acampamento.


Notas Finais


Enfim, eu disse que estava ruim, me desculpem. Vamos lá, vocês desconfiam o motivo do Aj conseguir ouvir os pensamentos do Lucian ? Enfim, comentem 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...