História Interligados - O encontro entre almas - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Tisdale, Channing Tatum, Fifth Harmony, Hotel Transylvania, Ian Somerhalder, Paul Wesley, The Vampire Diaries, True Blood, Vanessa Hudgens, Zac Efron
Personagens Ally Brooke, Ashley Tisdale, Channing Tatum, Damon Salvatore, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Stefan Salvatore, Vanessa Hudgens, Zac Efron
Tags Drama, Monstros, Romance, Violencia
Visualizações 4
Palavras 1.401
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Lauren Jauregui como Rachel Green

Zac Efron como Luke Evans

Ian Somerhalder como Damon Salvatore

Vanessa Hudgens como Lisa Willians

Channing Tatum como John Evans

Adam DeVine como Kevin Summer Jr.

Ashley Tisdale como Vanessa Jones

Jenna Dewan-Tatum como Jenna Evans

Allyson Brooke como Hannah Houston

Dinah Jane como Caroline Del Manchester

Normani Kordei como Úrsula Grincourt

Rene Grincourt como Dominick D'Angelo

Capítulo 2 - The Boy In Black


Fanfic / Fanfiction Interligados - O encontro entre almas - Capítulo 2 - The Boy In Black

Correndo rápido pela mata na escuridão era o que ele fazia sem pensar. Não tinha escolha,não tinha saída e não tinha tempo nem mesmo para respirar. Cada vez que olhava para trás,ou que sentia o vento mais forte sobre seu corpo sabia que eles estavam perto e cada vez mais. A mata alta entrecortada por árvores de troncos fortes fazia-o mudar de caminho sem saber aonde ir,não tinha nem um caminho ou luz que não fosse a lua refletindo entre as folhas e iluminando pequenos pontos ao redor.

E dali,nada mais se via. Ele parou encostando-se em uma árvore de tronco largo olhando para os lados a sua volta em uma tentativa falha de achar que pelo menos sentiria a presença de seu inimigo,porém nada foi visto ou pelo menos sentido aos instintos frágeis e agitados de seu corpo.

Ele suspirou e respirou fundo,seu corpo estava suado e com o esforço alto que fez para fugir podia ouvir o disparate de seu coração como uma Escola de Samba em pleno Carnaval. E a pulsação não estava longe disso. Mas ainda tentava se acalmar apesar de estar bastante assustado. E logo estaria pronto para achar o caminho da estrada o único modo de ir pra casa.

Mas antes que pudesse sair foi puxado com força para trás. Não havia mais tempo. A morte o pegou e estava preste a levá-lo consigo para a escuridão.

Dream Of

Savannah,Cidade da Georgia,New Hampstead School,Tempo atual...

"Com licença,posso entrar?!" A voz grave e rouca soou a partir da porta para toda a sala chamando atenção dos presentes 

A mais velha da turma girou seus calcanhares em salto alto pretos para a direção de onde surgia aquela distração momentânea. E a  visão se focou na figura ruiva,de pele morena e traços maduros com suas típicas vestimentas sérias e sociais como se ela fosse uma espécie de empresária de sucesso ou algo similar. E ao encarar o jovem suspirou alto e profundamente.

O mesmo correu seu olhar pela turma vendo-os todos alinhados em suas cadeiras por ordem alfabética e revirou os olhos ao notar que teria de sentar-se no meio da sala por aquele motivo julgado por si mesmo como ridículo.

"Está atrasado Sr. Evans. Alguma explicação pra isso?!" A voz da professora soou calma encarando seu aluno diretamente nos olhos com um certo sarcasmo e desafio.

"Eu creio que a senhora não esteja tão interessada nos meus assuntos particulares. Encurtando a história acordei tarde." Evans a encarou diretamente recebendo olhares não tão surpresos da turma. Estavam acostumados a audácia do rapaz.

A professora bateu o livro de Matemática que tinha em mãos contra a mesa com força fazendo a turma se espantar sobre a atitude violenta da mesma.

"Ora! Além de se atrasar para minha aula tem a audácia de usar de sua grosseria comigo! Seu garoto petulante!!" Ela exclamou com um tom explícito de raiva e indignação para o garoto que não se preocupou e esconder o fato de revirar os olhos em explícito tédio. "Você não tem o mínimo de consideração e respeito ao fato de que isso é um colégio!! Acham que podem fazer o que querem! Pôs,comigo não senhor Luke Evans!! Está suspenso das minhas aulas até que seu responsável apareça." Ela foi enfática fazendo a turma se encolher diante do ataque de raiva repentino.

Porém,diferente da maioria Luke Evans não se abalou. Ele apenas deu um meio sorriso e respirou aliviado.

"Pelo menos essas preces Deus ouviu." Ele respondeu ouvindo a turma rir,mas não por muito tempo diante do olhar furioso da professora.

"Quero você na diretoria,Evans! Agora!" Ela exclamou e foi encarada por Luke que ficou sério novamente,mas não saiu dali sem deixar um mero aceno de despedida que se carregaria de um deboche nada velado.

Se ele se arrependeria depois? Talvez. Agora teria que ouvir o discurso da diretora que seria seguido de um longo sermão em casa antes do fim do dia. Sua culpa era a audácia e a prepotência de não levar desaforo para casa de uma professora que o odiava sem o menor motivo aparente. Afinal,nunca havia feito nada por ela! Porém,a empatia foi algo que simplesmente não aconteceu. Agora pagaria o preço de querer que ela realmente vá para o quinto dos Infernos,mesmo que não fosse dizer isso a ninguém.

[...]

"Já voltou?!" A figura exclamou ao vê-lo adentrar a sala com as mãos nos bolsos e as típicas roupas pretas que usava. "Juro que pensei que fosse ficar o resto do ano sem te vê." Ela riu sem humor voltando aos seus afazeres enquanto o mais novo se acomodava à sua frente. "Doce ilusão!"

"Eu não tenho culpa se a Sra. Pattinson me odeia. Ela decidiu que agora estou suspenso das aulas dela até o John voltar." Ela riu sarcástica e foi encarada por um Luke com uma sobrancelha arqueada,um ato comum dos Evans.

"E você não tem absolutamente nada haver com isso?!" Ela o encarou em desafio e sarcasmo ao girar sua cadeira a fim de ficar frente a frente com o jovem loiro.

"Jenna,eu..." Ela o interrompeu.

"Sra. Evans! Estamos no meu trabalho,lembra?!" Jenna impôs vendo-o suspirar e respirar fundo fechando os olhos.

"Sra. Evans,eu sei que posso não ser o certo,mas eu não tenho culpa se essa mulher me odeia e ainda fica arrumando motivo pra tentar me fazer de palhaço o tempo inteiro!" Ele exclamou irritado ao lembrar que não era a primeira vez que a professora demonstrava a notável falta de simpatia por ele.

"Tudo bem,não é como se ela tivesse a maior simpatia do mundo por você ou por ninguém,só que de qualquer forma você está errado! Do momento em que você usa seu sarcasmo e começa a respondê-la,está errado. E sabe disso." Ela explicou vendo-o assentir com certo tédio.

"Ok,eu sei. É aquele história de 'você perde sua razão' e coisa e tal,mas..." Jenna o interrompeu fazendo-o bufar.

"Mas,nada! Então,você sabe muito bem que está errado e não é na base da agressividade que se resolve as coisas!" Ela suspirou e respirou fundo recostando-se na cadeira enquanto retirava seus óculos.

"Ok,me desculpe." Luke se arrastou na cadeira. "O que me sugere?"

"Por enquanto nada. Só vá beber uma água e depois volte para as próximas aulas,ok? Vou ver o que posso fazer." Ele assentiu em silêncio se levantando para aceitar o conselho da Diretora. "Mas,veja bem,isso não quer dizer que a sua barra está limpa,então tome cuidado." Ela aconselhou-o que assentiu e saiu batendo a porta devagar porém,forte.

[...]

Ao sair dali,Luke se deixou seguir pelo concelho da Diretora e foi tomar uma água para refrescar. Por mais que não fosse isso que quisesse exatamente,ele sabia que não tinha muito tempo para aquilo então apenas bebeu água e voltou a atravessar o corredor que se encontrava novamente vazio e quase silenciado se não fosse pelos murmúrios das salas fechadas das aulas em andamento.

Ali,ele podia caminhar tranquilo mantendo suas mãos nos bolsos de sua vestimenta preta. Que aliás,era só o que usava normalmente. Ele não era de muitas cores e se houvessem eram escuras e frias,talvez,apenas um reflexo de como ele era em si. Ou o que havia se tornado em todo caso.

Ele caminhou virando-se para o primeiro caminho em baixo da escada que daria para um novo lance,mas parou ao ouvir um estranho estalo no ar. Parecia que alguém havia derrubado algo. Luke respirou devagar e baixo mantendo-se em completo silêncio enquanto aguçava sua audição para o que poderia ouvir daquele atalho curto. E como um mapa planejado sua mente trabalhou sobre o longo corredor de três saídas,o lance de escadas que dava pro terceiro e quarto andar e aquele pequeno corredor onde se encontrava o armário do zelador.

Por um minuto chegou a pensar na turma de drogados que poderia estar matando tempo ali ou talvez fosse alguém do time de Futebol ou de Basquete tendo relações ali com alguma jovem iludida. Não era difícil de acontecer. Mas antes que ele pudesse formular algo o barulho foi ouvido novamente fazendo-o hesitar em caminhar novamente.

Porém,logo surgiu um grupo de garotas populares dispersando suas suspeitas de algo além do previsto. Talvez,seja só o seu instinto acostumado a não confiar em nada. Mas nada tiraria da sua mente o pequeno beneficio da duvida do ou não. De qualquer forma não ficaria ali para confirmar isso. Ele continuou seu caminho respirando fundo e impaciente,ainda seria uma longa manhã...


Notas Finais


E ai,gostaram do nosso estranho Luke Evans na pele de Zac Efron?! Eu sei que talvez tenha ficado meio fraco,mas ainda é só o começo,vem muito mais por ai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...