História Internato François Dupont - Um conto de Herois - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Exibições 37
Palavras 1.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eae , 1000 blz? ;)

Capítulo 2 - Internato François Dupont


Fanfic / Fanfiction Internato François Dupont - Um conto de Herois - Capítulo 2 - Internato François Dupont

                         -Marinette-

Os Akumas me pegaram , não há mais saída. Agora vou para o lugar que eu tanto odeio. Não acredito...

                                *

Depois da viagem , cheguei até o Internato. Não acredito que essa é a realidade da França. Parece o castelo do Harry Potter , numa versão menor e mais triste. Os Akumas me mandaram sair do carro. Fingi que não ouvi. Então me puxaram a força , como se dissessem : "viu o que acontece quando nos desobedecem?". Isso só me deixava mais revoltada. Entrei nos portões gigantes e protegidos do "colegio". Aquele lugar era horrível, equipado com tecnologia de ponta. Lá tinha guardas a cada esquina. Eles se achavam melhores que todos que estavam la. Me olhavam com desprezo , até que...

Chloe vinha até mim. Queria dar as "boas vindas" na escola onde governava.

- Olhaa , se não é a Marinette Perdedora Dupain-Cheng. - dizia ela , com a mesma vozinha irritante.- Entrou pro mundo do crime, foi?

- Cala a boca, Chloe.

- Hmpf... Tirem essa pequena delinquente da minha frente.

Ela não merecia sequer minha palavra. Mas...

- Me levem para a minha "cela" , "carcereiro". É bem melhor do que estar na presença dela.

Vesti meu capuz e continuei andando. Eu não acredito que estou aqui. Todo dia eu via no jornal(quando tínhamos jornal) alguma pessoa vindo para cá e ficava me perguntando por que ela foi tão burra a esse ponto. Agora , tentando avisar as pessoas que poderíamos mudar... acabei fazendo o mesmo.
Assim, pensando , acabei chegando na minha cela. Opsss... "quarto".

- Aqui está sua nova hospedagem, aproveite. - disse o Akuma , sarcasticamente.

- Isto não é um quarto , é uma CELA. - gritei.

Ele me jogou para dentro e bateu a porta. 

- Aproveite.- ele disse com um sorriso no rosto. Dever cumprido , pra voce , não é?

O "quarto" era um cubículo. Então esse é o reformatório François Dupont. Que lugar horrível. Quando queriam dizer que é para criar malcriadas estavam falando a verdade. Respiro fundo... Parece que vou ficar um tempo na "prisão" François Dupont.

- ehehehhehehe... Parece que temos uma Novata aqui. - uma voz estranha.

Procuro de onde vem a voz, e acho uma pequena entrada de ar. Desparafuso ela e falo.

- Q-quem é...?

- Oi Novata , prazer. Ou desprazer se você preferir. Meu nome é Alya , mas me chamam de Wifi por aqui! E você , como se chama?

- ( fiquei com receio , mas...) M-marinette.

- É tímida ? Não vai durar um dia. Novatos não são muito populares por aqui... Mas eu posso te ajudar... Vi o que fez com a Chloe e ... Adorei. A "Rainha" perdeu a sua coroa. Escuta um conselho... Quando mais conhece as pessoas é mais fácil de se conviver. Escuta...

- Calem a boca aí dentro... - gritou o guarda.

- Eles normalmente não ligam pra conversa , mas não gostam quando novatos ficam conversando muito... - Alya sussurrou.- A maioria das pessoas aqui tem apelido. Vão te chamar de Novata ate que você faça alguma coisa que a defina.Vou te mandar uma coisa.

Alya empurrou um papel pela entrada de ar. Lá dava para ler: 

"• Adrien Agreste - "Gato" , filho do Gabriel Agreste , o estilista , foi mandado por rebeldia contra o pai.

• Chloe Borgeois - "A Rainha do Internato" , não foi mandada para cá pelo prefeito ,seu pai , mas governa o lugar , como ele governa Paris.

• Eu - "Wifi" , vim aqui pelo meu instinto de notícias , descobri algumas coisas sobre a prefeitura e postei no meu blog. Poucos minutos depois , a prefeitura bloqueou meu blog e me trouxe para cá . 

• Nino - "Rapper" , veio para cá por desafiar o prefeito Borgeois , dizendo , através das músicas , que Paris era injusta.

• Nathaniel - "Pichador" ,entrou aqui   depois de ter pichado todos os muros do Internato... Foi pego instantaneamente.

• Sabrina - "Serva" , veio para cá de livre e espontânea vontade e reina ao lado de Chloe , servindo a ela.

• Juleka - "Sinistra" , menina esquisita , veio pra cá quando ignorou as leis do prefeito Borgeois.

• Lila - "Raposa" , simplesmente não se meta com ela.

• Rose - "Flor Negra" , não por que veio , mas tenho certeza que a Chloe tem algo a ver.

• ??? - "Hawk Moth" Ninguém sabe como ele é e nem como veio parar aqui.

• Você - "Novata" , como veio para cá ?"

Eu virei o papel e escrevi:

"Eu queria que a realidade da nossa Paris mudasse , como um milagre de uma joaninha, então escrevi Miraculous no muro da prefeitura."

Dei o papel para ela e ela falou.

- Você é genial , garota. Daqui a alguns minutos é a hora de dormir , de recolher. Mas a gente não faz exatamente isso. Vou sair para encontrar a turma , e você , quer ir?

- Tenho alguma escolha?

- Claro que tem, aqui não é como na cidade. Todos podem ser o que quiserem.

Com aquela frase , comecei a respeitar o lugar , pois era como eu desejava que fosse Paris , só que numa versão "cadeia".

                              **

Já tinha passado meia hora desde o toque de recolher. Wifi falou que devemos esperar os guardas "recolherem" também.

Ela destrancou primeiro a sua cela , depois veio até a minha é abriu. 

- Como você faz isso? - falei , impressionada em ver Wifi e não somente a sua voz.

- Aprendi. Depois eu te ensino. Vamos , temos apenas meia hora antes da próxima ronda neste corredor.

-Ronda?- perguntei

- Sim, os guardas tem algumas rondas cronometradas , mas temos que ter cuidado , eles sempre mudam e nos não sabemos como funcionam em todos os corredores e andares. 

Segui Wifi pelos corredores.E chegamos até onde Wifi queria me levar.

- É aqui. Você é novata , Novata. Vai ter que fazer um teste de iniciação.

Glup , engoli em seco.

No final , foi fácil. Eu tive que fazer alguns testes mas eu entrei para a "turma" e todos tiraram as capas. Reconheci um rosto instantaneamente. Gato - Adrien Agreste , da minha antiga escola.

Luzes. Luzes por todos os corredores. Eu gelei. Os guardas. Nós todos corremos cada um para uma direção. Eu não conhecia nada. Tive que seguir Wifi.

Ao chegarmos nos nossos "aposentos" , Wifi se despediu de mim e fui me deitar na cama dura.


Notas Finais


Tchau , tchau , borboletinha!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...