História Into You - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui
Tags Camren, Camren G!p, Lauren G!p
Visualizações 608
Palavras 6.527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Surpresa! Olha quem voltou aqui hoje com mais um capitulozinho para vocês, porque ama vocês! Eu mesma. Boa noite!❤️

Como estão hoje, huh? Espero que todos estejam bem, quentinhos em casa, devidamente alimentados, felizes. Huh? E caso precisem conversar, não exitem em me chamar, ok? De verdade.

Bom, sem mais delongas, vou deixá-los ler.

Capítulo 14 - Brighton.


Fanfic / Fanfiction Into You - Capítulo 14 - Brighton.

Nem quatro meses se passaram a partir do dia em que a conheci, só que foi inevitável me apaixonar perdidamente pela garota que dormia ao meu lado, serena, conseguindo estar linda até nessas horas. Desde o primeiro momento em que a vi, Camila me prendeu a atenção. Primeiro, obviamente, pela aparência, já que ainda não nos conhecíamos, mas depois que a conheci, só fiquei ainda mais interessada nela. Todos os dias eu penso em como sou sortuda por Camila retribuir o que eu sinto, por ter uma pessoa como ela por perto. E me sentia ainda mais sortuda por tê-la dormindo ao meu lado depois de passarmos um dia legal juntas. Eu sequer tinha coragem de acordá-la, então permaneci velando o seu sono por um longo tempo, até decidir ir tomar banho para agilizar a ida à praia quando ela acordasse.

Enquanto a água quente caia sob minhas costas, comecei a pensar sobre nosso relacionamento e eu cheguei a seguinte conclusão : "Já deveria tê-la pedido em namoro, como estou atrasada!". Isso foi o que martelou na minha cabeça no banho todo, mas depois tive que me arrumar. Vesti uma sunga na cor preta por baixo de um short jeans e a parte de cima de um biquini na mesma cor, optando por vestir uma regata cinza, soltinha, por cima. Depois de pentear meu cabelo, voltei para o quarto e sorrio ao constatar que Camila ainda se encontrava na mesma posição de antes.

- Até dormindo é linda, como pode? - Me pergunto baixinho enquanto ia até a cama, me deitando de novo ao seu lado, de frente para ela.

Acariciei seu rosto levemente, com os dedos contornando cada parte, seus olhos, sua boca, nariz, suas sobrancelhas. Meus planos eram de acordá-la e cá estava eu, de novo, encantada demais para isso. Mas teria que fazê-lo para que ela fosse se arrumar, ou não duvido que os nossos amigos viriam fazer isso.

- Boo? - Chamo calmamente, ainda acariciando seu rosto e ela sequer moveu um músculo, me fazendo rir baixinho - Camz? - Me aproximei mais e deixei um beijo na ponta do seu nariz, vendo-a contorcer o mesmo de modo adorável - Hora de acordar, pequena. - Falo e ela me abraça, enterrando o rosto em meu pescoço - Bom dia, linda. - Falo retribuindo o abraço e deixando um beijo em sua cabeça.

- Bom dia, Lo. - Murmura baixinho e eu sorrio, me encolhendo quando sinto seu lábios em meu pescoço em um beijo casto.

- Eu não queria mesmo ter que te acordar, mas precisamos nos arrumar para descer e ir à praia. - Falo.

- Tudo bem, eu realmente poderia ficar um bom tempo dormindo se você não me chamasse, então foi melhor assim mesmo. - Dizia. Eu sentia seus dedos brincando com meu cabelo em minhas costas.

- Oh, temos aqui uma dorminhoca. - Brinco e ela ri.

- Achei que já soubesse disso. - Ela fala e eu rio baixinho, com certeza eu sabia.

- Claro que sim, a frequência com que você manda mensagem dizendo que chegou atrasada na escola foi uma pista. - Eu brinco e ela ri novamente, mordendo o meu pescoço.

- Nem é tanto. - Ela murmura e eu rio da sua cara de pau em dizer aquilo.

- Claro que não, só cinco vezes por semana. - Ironizo e ela morde meu pescoço novamente, mas com mais força dessa vez - Au, Camz! Sua vampira! - Faço drama e ela ri contra minha pele.

- Exagerada. - Ela diz e começa a dar um monte de beijinhos onde mordeu.

- Assim é melhor. - Eu falo, ainda que me encolhendo e arrepiando às vezes.

Depois de enrolarmos um pouco mais naquele clima leve, Camila disse que iria tomar banho, mas claro que eu só deixei ela ir após um beijo descente, que ela não queria me dar por ter acabado de acordar. De qualquer modo, eu consegui o beijo e ela foi tomar banho.

- Camz? - Chamei do lado de fora e ela questionou o que eu queria. - Eu vou esperar lá embaixo, ok?

- Tudo bem, Lo. Não demoro. - Ela fala e eu assinto, mesmo sabendo que ela não veria.

Enquanto ela não saia, desci para a cozinha e pude perceber que todos os meus amigos já estavam à mesa sentados. Eles comiam e falavam entre si, mas pararam e sorriram ao me ver.

- Olha quem resolveu acordar... - Keana disse enquanto eu descia as escadas.

- Ei! Eu já acordei faz tempo, mas ainda tive que acordar a Camz depois de me arrumar. - Eu logo me defendo.

- Laur, você tem que provar essas panquecas maravilhosas que Vero fez. - Jake diz e eu arquei minhas sobrancelhas me aproximando.

- Você cozinhando? - Eu pergunto parando no lugar, fingindo espanto e ela me mostra seu dedo do meio.

- Foi só porque a Keana pediu! - Rio quando Zayn denuncia.

- Eu devia imaginar. - Murmuro e logo vou dar um beijo em cada um deles, sentando ao lado de Jade.

Não demorou muito para Camila se juntar a nós também, sentando-se ao meu lado, de modo que fiquei entre ela e Jade. Depois de todos zoarmos um pouco Verônica, que foi defendida por Keana, comemos rapidamente para podermos ir à praia.

-Só vou buscar minha toalha. - Diz Zayn subindo.

- Pega a minha, por favor! - Jake, que dividia quarto com ele, pede.

- Uh, hoje o sol está tão forte, já me vejo vermelha. - Reclamo e Camila ri com Keana.

- É verdade, qualquer solzinho basta pra Laur ficar vermelha! - Disse Keana e eu mandei língua para ela, resmungando.

- Mas é um bebê. - Camila disse apertando minha bochecha e eu revirei os olhos, fazendo-a rir.

- Camz! - Tentei brigar, mas acabei rindo junto.

Fomos à praia em dois carros. Eu levei Camila e Jade no meu. Keana levou Verônica, Zayn e Jake no seu. As duas garotas que me acompanhavam só quiseram saber de me zoar durante todo o percurso por motivos já citados : eu viraria um tomate vivo. Entretanto, o trajeto até a praia foi rápido, de modo que elas não tiveram tanto tempo para zoar com a minha cara.

- Ai, mal vejo a hora de mergulhar, sente esse sol... - Jade disse ao saírmos do carro.

- Podiam ser graus negativos e você ainda estaria doida para mergulhar. - Eu brinco e ela ri.

- Definitivamente. - Ela diz pondo seus óculos de sol.

O carro de Keana logo estacionou ao lado do meu e fomos procurar um bom local para sentar quando todos estavam fora dos veículos.

- Vamos ficar por aqui? É perto o suficiente daquele quiosque e da água. - Jake diz depois de nós andarmos um pouco.

- Por mim está ótimo. - Digo dando de ombros, logo os outros também concordaram.

Enquanto nos ajeitávamos ali, alguns já iam passando protetor, como Camila passou em mim e em Zayn. Depois de arrumarmos as coisas na mesa e Verônica pedir bebidas para um garçom que veio atender nossa mesa, Jade, Keana e Jake não tardaram a sair correndo para a água, o que nos fez rir.

- Vamos, Lo? - Camila me chamou tirando a blusa e não pude evitar que meus olhos percorressem o seu tronco coberto apenas pelo biquini, pigarreando em seguida, vendo que Camila sorria divertida.

- Vamos, claro. - Digo toda errada ainda, tentando evitar os pensamentos impuros enquanto pensava em Sofia me matando lentamente por tê-los.

Depois de tirarmos os shorts, que não serviam para nadar, apostamos corrida até o mar, corrida essa que eu deixei Camila ganhar apenas pra poder ver seu sorriso quando a alcancei, abraçando-a por trás.

- Meu Deus, mas essa menina corre rápido demais. - Falei e ela riu.

- Querida, você está falando com a sucessora do Usain Bolt. - Diz se gabando e eu gargalho, ouvindo-a rir junto e se virar-se para mim.

- Você é linda, sabia? - Digo perdida em sua beleza e ela para de rir, ficando sem jeito.

- Lo... - Murmura desviando o olhar e eu rio.

- Cadê aquela menina convencida de segundos atrás? - Pergunto mordendo sua bochecha e ela sorri.

- Ela não sabe reagir a seus elogios. - Responde e eu sorrio travessa.

- Espero que reaja aos meus beijos. - Falo antes de colar nossos lábios, sentindo-a sorrir durante o beijo.

A água nos cobria até os quadris, o que deveria causar um friozinho pelo choque de temperaturas da água e do ar, mas naquele momento eu sentia tudo menos frio. Camila conseguia facilmente me causar isso. Sua língua serpenteando na minha boca em sincronia com a minha não ajudava muito, tampouco minhas mãos que passeavam livremente por sua pele macia, quase descoberta. Tentava tomar o controle do beijo, mas ela se divertia me impedindo todas as vezes. Apertei sua cintura com força e ela arfou, puxando meu cabelo na mesma intensidade. O beijo foi interrompido quando começaram a jogar água na gente.

- Fazer filhos só depois. - Keana diz rindo e eu reviro os olhos.

- Vocês só podem nos amar muito mesmo. - Eu falo e Jade ri dando de ombros.

- Eu amo encher o saco de vocês, é a frase mais correta. - Ela brinca e Camila olha pra ela arqueando uma sobrancelha - Mas eu também amo a Mila sim. - Fala puxando-a de mim.

- Fui trocada. - Murmuro com bico.

- Que desperdício deixar a Laur de fora, vem cá. - Keana diz me puxando e abraçando, retribuo, mandando língua para Camila e Jade.

- Eu sobrei mesmo. - Jake diz e nós rimos.

Ficamos um tempo ali conversando até Vero nos chamar para dizer que os pedidos chegaram, então fomos nos juntar a ela e Zayn na mesa. Só havia seis cadeiras na mesa, então puxei Camila para sentar no meu colo.

- Não quer chamar a Keana pra sentar no seu colo? - Pergunta irônica apenas pra mim e eu rio.

- Não, quero você. - Abraço-a de forma possessiva - Não acredito que está com ciúmes dela, Boo.

- Não estou... - Ela diz e deita a sua cabeça em meu ombro, não querendo admitir.

- Então me dá um beijo. - Eu peço.

- Não. - Ela responde com um bico do tamanho do mundo e eu sinto vontade de morder.

- Por que não? - Pergunto tentando não rir por amor à vida.

- Porque não. - Murmura e eu beijo sua testa.

- Nem um beijinho? - Pergunto já não evitando um sorriso sapeca, vendo-a comprimir os lábios na tentativa de evitar um sorriso quando olhou para mim.

- Se você estivesse merecendo... - Ela diz e eu arqueio as sobrancelhas por ter conseguido fazê-la falar.

- E eu não estou? - Pergunto.

- Não. - Fala com bico.

- Por que não? - Pergunto - E "porque não" não é resposta. - Pontuo antes que ela pudesse responder dessa forma e ela ri baixinho, mordendo o lábio inferior para tentar evitar a risada.

- Você é muito chata, sabia? - Ela pergunta e eu rio.

- E você é muito linda, mais ainda com ciúmes, mesmo que eles sejam desnecessários. - Eu falo e ela revira os olhos sorrindo.

Tento reprimir um sorriso quando Camila segura meu rosto e cola nossos lábios demoradamente, mas não passou disso, porque sempre tem quem atrapalhe.

- Não começa, casal. - Vero disse rindo provocativa depois de jogar uma batata em nós.

- Ow, Vero! Elas são fofas! Deixa elas... - Jade diz jogando uma batata na garota e eu rio.

- Ei! Parem de desperdiçar comida, eu tô com fome! - Zayn diz e todos rimos, inclusive ele.

- Nunca vou entender pra onde vai toda a comida que esse garoto come... - Keana disse e nós rimos mais.

- Pra barriga, oras! Eu não tenho esse corpo por nada, eu malho, poxa. - Ele diz com falsa mágoa e ela ri.

- Claro que malha, uma vez no mês. - Ela zomba e ele levanta as mãos em rendição.

- Não quer dizer que não malho. - Ele fala sorrindo orgulhoso.

Continuamos conversando naquele clima agradável antes de Verônica, Jake, Zayn e Jade irem pra água, restando apenas Keana, Camila, e eu, tendo minha amiga me chamado para jogar frescobol com ela, algo que sempre fazíamos quando íamos para alguma praia.

- Claro, trouxe as raquetes e a bola? - Eu pergunto e ela assente, levantando e ajeitando o cabelo.

- Vou lá no carro buscar, é rápido. - Ela diz pegando suas chaves na bolsa e eu assinto.

- Espero que se divirta muito com a amiguinha. - Camila diz levantando do meu colo e sentando em outra cadeira, me fazendo segurar um sorriso antes de ir até ela e sentar no seu colo - Não, Lauren... - Ela diz tentando me empurrar, mas eu era mais forte, definitivamente.

- Mas o que eu fiz, Camz? - Eu lhe pergunto segurando suas mãos e entrelaçando nossos dedos.

- Lauren, eu sei que às vezes você é lenta, mas não nesse nível. - Ela diz e eu rio, mas paro com seu olhar.

- Mas Camz, você sabe que ela é minha amiga, que ela e a Vero estão ficando e que eu só tenho olhos pra você, não sabe? - Ela da de ombros mordendo o lábio inferior para não sorrir com a parte final.

- Bom jogo. - Ela fala e eu vejo que Keana estava voltando.

- Vamos, Laur? - Me chama e eu assinto.

- Eu sou apaixonada por você, sua boba. - Sussurro e beijo a sua bochecha algumas vezes antes de levantar, vendo-a sorrir com o que eu disse.

Era sempre divertido jogar com a Keana, porque criávamos metas a bater de quanto tempo a bola tinha que ficar sem cair, o que só fazia com que errássemos mais quando chegávamos perto de completar a meta. Até Camila ria de nós. Por falar nela, ela até se juntou a nós depois de um tempo, mostrando que sabia jogar também.

- NEM ME CHAMAM, VIADAS. - Jade vinha correndo molhada e logo pegou a última raquete na mesa antes de se juntar a nós, fazendo-nos rir do desespero.

- Vamos em dupla? - Keana sugere e topamos - Vamos, Jade, nós duas contra o casalzinho. - Ela diz e eu rio.

- Vamos acabar com elas, Camz. - Eu falo baixinho pra ela e ela sorri assentindo.

Traçamos uma quadra não tão reta e equidistante quando gostaríamos na areia, com uma linha divisória no meio, e ficamos jogando, rindo, sendo que ninguém estava realmente contando os pontos até os demais chegarem e formarem grade, começando a contar por nós.

- Tô torcendo pro casal vinte ali! - Zayn diz rindo por estarmos ganhando, apenas para provocar as amigas.

Depois de Camila e eu ganharmos dois jogos, perdemos quando Keana e Zayn se juntaram contra nós, porque os dois juntos não deixavam uma bola cair.

- As bicampeães precisavam de um descanso... - Eu brinco quando nós perdemos.

- PERDEDORAS! - Vero zomba e eu rio, mostrando o dedo do meio.

Sentei em uma cadeira, pegando uma latinha de cerveja e tomando um gole após abrir. Logo Camila veio sentar no meu colo de novo.

- Vem sempre aqui, linda? - Ela me pergunta e eu rio.

- Só quando a minha garota deixa, sabe? - Entro na brincadeira e ela sorri.

- E como a sua garota é? - Pergunta se atrevendo a me tirar a latinha e tomar um gole.

- Eu sou apaixonada por ela, acho que já diz muito. - Falo e ela sorri largo - Por mais que ela saiba ser ciumenta quando quer. - Eu ouço sua risada e a abraço contra mim.

Acabamos voltando para a água e isso nos rendeu beijos quentes regados a muita mão boba antes de nossos amigos chegarem para nos interromper de novo, então todos ficamos conversando em uma roda.

- Meu Deus, olhar pra esse casal só me faz lembrar há quanto tempo eu tô sem beijar. - Jade diz fazendo drama e nós rimos.

- Não é por falta de pretendentes. - Zayn diz como quem não quer nada, mas todos notaram o climão.

- Sempre tem espaço pra mais uma no clube, querida. - Vero diz e nós rimos.

- Vem fazer trio com a gente, vem. - Keana brinca abraçando a amiga que ria. Sabia que elas estavam tentando melhorar o clima.

- Eu sempre sobro né, acho que vou mudar de time também, o que acham? - Jake brinca e nós rimos.

- Pode crer, a gente aproveita e se pega. - Zayn entra na brincadeira, fazendo-nos rir ainda mais.

Depois de um bom tempo ali, assim que começou a esfriar, decidimos sair da água e ir sentar, optando por comer algo ali na praia mesmo. Já eram cerca 02h30PM.

- Peçam qualquer coisa, só quero comer. - Vero diz enquanto nós discutíamos o que pedir.

- Alguém que me entende! - Zayn diz e eles fazem um high-five.

Em poucos minutos, os gostos de todos se encaixaram e o pedido enorme foi feito, o que nos fez rir com o garçom, que se perdeu em um determinado momento em meio a tantas anotações.

- Mais tarde podemos ir na rampa daqui. - Eu digo, rapidamente chamando a atenção de Zayn.

- Tem uma rampa aqui e você me diz isso só agora, Jauregui? - Ele pergunta surpreso e eu rio.

- Trouxeram skates, crianças? - Eu pergunto.

- Não, poxa. - Keana diz fazendo bico.

- Nem eu! - Ele exclama e eu rio.

- Calma, o que não falta nessa casa dos meus pais são velhos skates meus. - Eu comento e eles sorriem aliviados.

- Você costumava andar na rampa daqui? - Jake pergunta.

- Não costumava, era mais comum eu esvaziar aquela piscina e fazer de rampa. - Eu falo e eles riem de mim junto comigo - Mas já andei lá também e é um espaço enorme. - Vejo os olhos de Zayn brilharem.

- Vamos chegar lá logo afrontando os donos do pedaço. - Ele diz.

- Claro, claro. - Keana diz irônica.

- Eles podem não ser tão bons, ué. - Ele diz dando de ombros.

Permanecemos naquele assunto até a comida chegar, junto com mais uma cadeira para Camila, que só sentou lá para comer mesmo, já que eu sabia que depois ela voltaria a sentar comigo.

- Meu Deus, eu nem lembro mais quantas latas já bebi. - Vero diz abrindo uma nova latinha de cerveja.

- Pelo menos você é forte pra isso, Iglesias. - Eu falo e ela sorri.

- Não podia ser de outro jeito. - Ela fala e eu rio negando.

- Queria ser forte pra bebidas. - Jake diz com falsa tristeza.

- Você é mole demais para isso. - Keana diz rindo e ele acompanha.

- Altas histórias. - Ele diz e ela assente.

No momento seguinte, Keana e ele já nos contavam das vezes em que iam juntos em festas e Jake ficava bêbado rapidamente, fazendo as maiores merdas, tendo Keana que ficar vigiando-o muitas vezes e cuidando do mesmo.

- Quando ele subiu na mesa e tirou a camisa foi hilário. - Ela disse rindo e todos ríamos juntos, até mesmo Jake, que estava também envergonhado.

- Eu estava nesse dia, eu lembro disso. - Jade disse rindo - Ele começou a dançar e só não tirou as calças porque não deixamos. - Fala rindo alto.

- Eu nem sei o quanto bebi nesse dia, cara. - Ele fala pondo a mão no rosto claramente sem graça, nos fazendo rir.

Assim que acabamos de comer, Zayn não escondeu a animação sobre a rampa, então decidimos seguir para casa para nos trocar antes de ir para lá.

- Pode tomar banho aqui, Camz, eu tomo no do corredor. -  Eu digo enquanto estávamos no closet atrás de uma roupa adequada para a ocasião.

- Tudo bem, Lolo, vou tentar não demorar, mas se eu demorar, é culpa do meu cabelo. - Ela diz sorrindo amarelo e eu rio.

- Não tenha pressa, bebê, pode ter certeza que Jade vai demorar bem mais do que qualquer um. - Eu falo e ela concorda sem me entender de fato.

Jade sempre foi a mais organizada entre nós, obviamente ela detesta desorganização, muita bagunça e sujeira. Por isso foi a primeira a se oferecer a ter um quarto só pra si quando chegamos, ela sabe que todos somos o oposto dela nesse sentido. Em outra viagem que fizemos juntos, eu dividi o quarto com ela e ela quase me matou por ter deixado a toalha molhada em cima da cama. Por isso ela não sairia daquele banheiro tão cedo, só depois de tirar cada grão de toda aquela areia do corpo e, principalmente, cabelo.

Optei por pegar uma calça em um estilo mais esportivo, azul com listras brancas na lateral. Ademais, peguei uma blusa branca sem qualquer estampa e um sapato da mesma cor. Com isso e a toalha em mãos, fui para o banheiro do corredor. Confesso que demorei um pouco também para lavar meu cabelo, pois esse já estava grande e precisando urgentemente de um corte novo. Entretanto, me apressei para sair dali, caso contrário, até Jade estaria pronta antes de mim. Ao sair debaixo do chuveiro, desliguei o mesmo já puxando a toalha e fui me enxugando. Vesti a cueca rósea, um sutiã da mesma cor e depois não demorei a vestir o restante da roupa, enrolando a toalha no cabelo.

Quando saí do banheiro, voltei pro quarto e vi que Camila ainda estava no banho, o que até me deixou um pouco aliviada por não ter demorado tanto quanto pensei. Em frente ao espelho, penteei e sequei meu cabelo com o secador, arrumando-o de um modo que me agradasse. Quando iria sair do quarto para descer a roupa suja, Camila saiu do banheiro já vestida.

- Quer que eu desça suas roupas sujas também, Camz? - Pergunto.

- Uh, por favor. - Ela pede me dando e não perde a oportunidade de me dar um selinho, me fazendo sorrir para ela antes de sair dali.

Cerca de meia hora depois, todos esperávamos apenas por Jade, eu inclusive já havia entregado skates para Zayn e Keana, que eram os únicos ali que sabiam andar além de mim.

- Nunca vi demorar tanto pra se arrumar quanto a Jade. - Jake reclama.

- Eu ouvi isso. - Ela diz descendo as escadas e todos levantam na hora afim de sair logo.

- Amém, irmãos. - Keana diz e nós rimos, fazendo Jade revirar os olhos.

De carro, fui na frente e Keana me seguia com o seu, pois apenas eu conhecia o lugar. No entanto, não tardamos a chegar, visto que a pista ficava perto da casa. Zayn e Keana ficaram impressionados com o quão maior aquele espaço era comparado a pista que nós frequentamos em Londres.

- Cara, eles são bons... - Zayn disse já avistando alguns praticantes por ali.

- Era de se esperar, né... - Keana diz e eu assinto.

Andamos um pouco por ali afim de conhecer o local - que no caso eu era a única a conhecer - e nós não demoramos a fazer amizade com uns skatistas da área : Colson Baker, Melissa Benoist e Shay Mitchell.

- Nunca vi vocês por aqui, novos na cidade? - Colson pergunta.

- Na verdade, só estamos pegando uma praia, passando o final de semana. Somos de Londres. - Keana fala e ele sorri assentindo.

- É bastante comum aparecerem londrinos aqui. - Ele diz em tom amigável enquanto suas amigas conversavam com Jade, que já havia usado seu jeito extrovertido para se enturmar - Mas quero ver se vocês são melhores do que os que já vieram. - Ele diz sorrindo de canto.

- Isso você vai ver. - Zayn diz, adorando o desafio.

Em pouco tempo, já estávamos em desafio. Seríamos Zayn, Keana e eu contra os três já citados. Mas toda a rivalidade era apenas na parte da competição, pois todos ríamos entre nós e nos divertíamos.

- Cara, essa garota sabe o que faz. - Zayn murmura enquanto Melissa arrasava na rampa, realizando uma das manobras consideradas mais difíceis : Fakie To Fakie 900.

- Porra, ela quer humilhar. - Eu falo vendo-a cair em perfeito equilíbrio em cima da prancha novamente.

- Ela manda bem demais, além de ser linda né... - Zayn confidencia, me fazendo rir pelo nariz e negar com a cabeça.

- Depois dela quem entra é você, vai ter que impressionar também, quem sabe ela não pensa o mesmo de você. - Falo dando um tapinha atrás da sua cabeça e ele ri.

- Espero que sim. - Ele fala.

Assim que Melissa terminou a sua sequência e saiu, inevitavelmente aplaudida por nós dois, meu amigo não demorou para entrar em ação, começando com manobras mais simples nos primeiros momentos para ganhar segurança, mas pude ver a cara dos nossos adversários quando ele realizou um impressionante No Grab 720, passando de uma rampa para a outra, e voltou com um Ollie 360 Flip : eles estavam surpresos, até eu estava.

- Cara, ele arrasou! - Keana disse se aproximando animada.

- Definitivamente. Eu nunca sequer vi ele fazer essas manobras. - Falo ainda perplexa pelo nível de dificuldade.

- Ele estava treinando nas últimas semanas. Sempre estamos lá na rampa juntos e ele realmente vem trabalhando muito nisso. - Ela diz.

- Eu não sabia... - Murmuro vendo-o executar apenas manobras mais simples antes de sair e Colson entrar.

- Espero que ele não seja melhor do que a primeira. - Ela diz.

- Calma, você e o Zayn mandaram bem, vou tentar não decepcionar, vamos ganhar isso. - Eu falo e ela sorri assentindo.

- Ainda falta a tal Shay também, eu só espero que eles não estejam deixando o melhor pro final também... - Ela murmura.

Colson executou perfeitamente um 720 shove-it depois de ganhar uma maior confiança. Entretanto, ainda não superava Zayn e nem mesmo Melissa, do seu próprio time. Depois de um 720 triple flip, as coisas realmente melhoraram para o garoto loiro, só até ele tentar um regular beta flip e acabar perdendo o equilíbrio, caindo da prancha e prejudicando sua sequência. Assim que ele saiu, eu entrei com apenas uma coisa na cabeça : 

"Não estrague tudo."

Dei algumas voltas na na rampa em forma de piscina, não passando de manobras simples a princípio. Mas depois de um tempo, peguei maior velocidade e executei um 720 biggerflip, sabendo que ainda iria precisar ser bem melhor do que isso pra vencermos, ainda mais sabendo que ainda faltava a garota chamada Shay depois de mim.

- Vamos, Laur! - Keana incentiva de fora.

Depois, segui com um flatground benihanna, me preparei para uma manobra mais difícil. Pegando um enorme impulso e velocidade, por mais que quase caindo quando retomei o contato com o solo, realizei um 1080 que me fez ouvir os aplausos, provavelmente de Keana e Zayn. O fato de eu ter me desequilibrado foi pelo espaço que tive para fazer a manobra, que é normalmente executada em mega rampas.

- MANDOU BEM, GAROTA! - Ouvi um grito de Melissa, que também havia arrasado anteriormente.

Para encerrar, eu teria que fechar com chave de ouro, então optei por outra manobra típica de mega rampas, mas que pude executar com excelência : Armadillo, que é a manobra assinatura de Shaun White. Respirei aliviada e fiz apenas manobras simples antes de deixar a pista.

- Caralho, Laur, você arrasou! - Zayn disse quando eu saí.

- Disse aquele que mandou um No Grab 720! - Eu exclamo animada e ele ri, levantando a mão e fazemos um high-five.

- Tô sentindo que essa menina vai mandar muito bem. - Ele fala no momento em que Shay entra.

- Ela vai... - Murmuro.

- Gente, o que importa é que nós fomos bem demais. - Keana diz animada e nós concordamos rindo.

- Nem nas rampas de Londres nós já fizemos isso. - Zayn diz.

- Deveríamos, poderíamos tirar a Avril do trono. - Keana responde e eu rio, ela sonhava em derrotar Avril Lavigne. 

Assim como pensamos, Shay Mitchell arrasou na pista, tendo um desempenho ainda melhor do que o de Zayn, mas, segundo meus amigos, ela não havia sido melhor do que eu, o que me fez crer, também levando em conta a queda de Colson, que havíamos vencido.

- Wow, vocês definitivamente foram muito melhores do que os outros londrinos que vieram aqui. - Shay comenta quando nos juntamos de novo.

- E melhores que a gente, óbvio. - Melissa pontua.

- Mas vocês arrasaram também, sério. Acho que nós tivemos um dia de sorte hoje, porque foi a primeira vez que acertei no No Grab 720, eu arrisquei. - Zayn fala.

- E se saiu perfeitamente bem, cara! - Colson diz animado - Na hora eu nem consegui pensar em aplaudir de tão impressionado, mas você mereceu aplausos!

- Valeu. - Zayn diz sorrindo de canto, orgulhoso de si.

Chamamos as meninas e Jake para ficar conosco e eles chegaram elogiando a todos, impressionados. Não demorei a puxar Camila pra perto e ela se aconchegou em meus braços.

- Nossa, Lo, não tinha noção de que era a sucessora do Tony Hawk. - Ela diz brincando e eu rio, beijando sua bochecha.

- Tenho que estar à altura da sucessora do Bolt, não é? - Eu respondo e ela ri também.

- Ah, casal, nem comecem. - Vero, como sempre, enche o saco, mas apenas por saber que atrapalhava, e por adorar me tirar do sério.

- Chata. - Mando língua, vendo que todos riam de nós.

Depois de pouco tempo ali entre conversas, Colson nos chamou para ir lanchar com eles em um dos quiosques que havia nos arredores do local, o que topamos de primeira.

- Se tratando de comida, nunca negaríamos. - Vero diz brincando e eles riem.

- Ah, o que mais eu poderia pedir? Arrasam no skate e sabem apreciar o melhor da vida, comida. - Shay brinca passando os olhos em nós três e Camila me abraça ainda mais possessiva, o que me fez passar o braço pelos seus ombros apenas para tentar passar segurança a ela, que devia estar enciumada.

Paramos na Costa Coffe, cafeteria bastante conhecida por todo o Reino Unido. A maioria de nós pediu chocolate quente para beber e, para comer, pedimos muffins, croissants e sanduíches.

- Cara, finalmente alguém, achei que seria a única no colegial de novo. - Melissa diz conversando com Camila. Aparentemente, ela também cursava o Ensino Médio ainda, assim como Camila.

- Como é o curso de administração, Laur? - Shay pergunta.

"Laur? Acho que Camila poderia afogá-la no seu capuccino a qualquer momento. De onde veio essa intimidade afinal?"

- Uh, é bastante cansativo. Mas até que você acostuma depois de um tempo. - Eu falo dando de ombros, evasiva.

- Você cursa há quanto tempo? 

- Estou no quarto ano, ou seja, vou concluir agora. - Respondo e ela sorri.

- Que maneiro, agora que estou no segundo ano de artes cênicas, mas mal posso esperar pra concluir e estrelar grandes filmes. - Ela fala sonhadora e eu sorrio de canto.

- Tenho certeza que vai. - Digo simpática.

Respirei bem mais aliviada quando Verônica, Keana, Jake e Colson se juntaram à conversa. Começamos comentando sobre os skatistas que mais gostávamos, com excessão de Vero, que não sabia nada sobre o assunto, e depois a intimidade foi melhorando e puxamos assuntos ainda mais divertidos, o que nos rendeu muita risada. Entretanto, no momento em que começou a ficar mais escuro, às 06h30PM, todos resolveram que era hora de partir.

- Cara, não creio que vocês já vão embora amanhã, vocês têm que voltar mais vezes aqui. - Colson, que se mostrou uma pessoa muito bacana, disse.

- Ah, claro que voltaremos. - Eu falo - Mas vocês também têm que ir lá em Londres pra nossa pista. 

- Pode deixar! - Ele diz sorrindo.

- Bom, Zayn já tem o meu número, então não deixem de mandar mensagem. - Melissa comenta e eu sorrio sugestiva pro meu amigo, que fica sem graça.

Depois de nos todos conseguirem se despedir, fomos de volta para a casa, exaustos, mas animados com o dia de hoje. Fiquei um tempo com Zayn e Keana na sala enquanto os demais subiram para tomar banho antes de nós. Falamos sobre Zayn ter o número de Melissa, o que o deixou sem graça, e sobre a garota chamada Shay ter me arrumado alguns problemas que eu teria que resolver, o que me fez logo subir para o quarto.

Entrei no mesmo e vi que Camila já havia tomado banho, mas já não estava aqui. Provavelmente deveria estar com Jade. Aproveitei para ir tomar meu banho, mas não demorei tanto quanto mais cedo. E dessa vez, vesti um short qualquer para dormir e um suéter azul escuro. Apenas escovei os dentes antes de sair e ver que Camila já havia voltado, ela estava deitada na cama e mexia no celular.

- Camz, acha que pode secar meu cabelo? - Peço tentando agir naturalmente, na esperança de que ela fizesse o mesmo.

- Talvez a Shay possa. - Ela diz nem tirando os olhos do celular e eu não demorei para ir até ela, sentando ao seu lado na cama.

- Mas eu não quero ela, eu quero você. - Falo segurando sua mão livre, ela não solta, o que me deu um certo alívio.

- Mais cedo não parecia. - Fala e eu pego seu celular, bloqueando e lhe devolvendo em seguida.

- Por que? Eu estava conversando com ela, assim como você e a Melissa estavam. - Falo e Camila suspira.

- Mas a Melissa não deu em cima de mim em momento nenhum. Da sua nova amiga não posso dizer o mesmo... - Responde prontamente.

- Camila, eu não estava realmente preocupada com ela estar ou não dando em cima de mim, e mesmo que ela desse, eu não retribuí em momento algum, porque eu não tenho qualquer interesse nela ou qualquer outra pessoa que não seja você. - Digo calmamente e ela não responde.

Acariciei sua mão com a minha e ela desviou o olhar para lá, então voltando a olhar para mim depois, suspirando.

- Sabe disso, não é? Eu não consigo pensar em mais ninguém, Camila, só em você. Talvez você ainda não tenha noção do que eu sinto, mas é uma coisa que eu nem consigo pôr em palavras, algo que eu nunca senti antes, por ninguém, e nunca trocaria o que temos por nada. Eu não quero que fique chateada comigo ou que briguemos, viemos aqui pra passar um tempo legal juntas, lembra? - Termino e ela assente, mordendo o lábio inferior e deixando seus ombros caírem.

- Me desculpa? Eu só fiquei com ciúmes, porque você tendo visto ou não, retribuído ou não, ela deu muito em cima de você e eu você continuava conversando com ela, então eu fiquei chateada. - Ela diz.

- Eu só estava falando com ela para não deixá-la no vácuo, porque ela estava falando comigo. Queria que eu não respondesse? - Pergunto bem humorada e ela parecia mais tranquila, sorrindo.

- Queria. - Fala com bico e eu puxo-a pro meu colo, com uma perna de cada lado.

- Não queria não, porque você não é assim. - Eu digo acariciando seu rosto.

- Eu sei, mas estava com ciúmes, me desculpa? - Pede de novo.

- Não tem o que desculpar, vem cá. - Falo segurando seu queixo e me perdendo em seus olhos enquanto acariciava seu rosto antes de tomar seus lábios com os meus, sendo retribuída de imediato.

Pedi passagem com a língua e ela entreabriu os lábios, permitindo a entrada, e eu tratei de explorar de novo cada pedacinho da sua boca enquanto minhas mãos faziam o mesmo pelo seu corpo, passando por suas costas, sua bunda, coxas, quadris, cintura. Camila passava as mãos pelos meus braços vez ou outra, sempre retornando para a minha nuca afim de puxar meu cabelo, sabendo dos efeitos que aquele ato me causava. Não pude segurar um gemido quando ela chupou minha língua e suas mãos foram descendo pelo meu corpo, adentrando meu suéter, usando das unhas para arranhar superficialmente minha barriga. Eu nem sabia mais aonde estava, nem do meu nome lembrava naquele momento. Suspirei quando ela começou a rebolar lentamente no meu colo, e rapidamente levo minhas mãos para seus quadris, ajudando-a naquilo antes que ela pensasse em parar. Aquele beijo estava tirando qualquer resquício de sanidade que eu tinha, levando meu bom senso para o espaço. Camila foi me puxando mais para si enquanto se afastava, afim de sair de cima de mim sem parar o beijo, me puxando para cima dela enquanto a mesma deitava. Assim que o ar se fez necessário, encerrei o beijo chupando seu lábio inferior e descendo os meus para o seu pescoço, distribuindo mordidas, beijos e chupões, ouvindo os suspiros pesados de Camila.

- Meu Deus... - Ela disse baixinho próximo ao meu ouvido, contorcendo embaixo de mim, quando quando minha mão subiu até um de seus seios corajosamente, por debaixo da blusa e por cima do sutiã, apertando-o.

Afim de maior contato, começou a rebolar embaixo de mim, fazendo minha situação já crítica conseguir piorar. Pressionei meu quadril contra o seu, ouvindo seu suspiro alto pelo contato, e voltei a tomar seus lábios em um novo beijo urgente, sendo recebida por ela na mesma intensidade. Eu sentia as pulsadas, o que indicava que logo eu estaria dura, e nossos quadris roçando um no outro não eram de grande ajuda para o meu estado atual. No entanto, como sempre tem um belo balde de água fria, começaram a bater na porta, fazendo Camila me empurrar de cima dela, me fazendo deitar ao seu lado.

- GAROTAS, AKILAH PEDIU PARA EU CHAMAR VOCÊS PRA JANTAR! - Ouço a voz de Keana e suspiro.

- Meu Deus, que timing da porra. - Murmuro e ouço a risada de Camila - JÁ VAMOS DESCER! - É tudo o que digo, virando novamente para a garota ao meu lado, que olhava para mim.

- Está chateada? - Perguntou, e eu diria que ela estava receosa, o que me fez franzir o cenho e chegar mais perto dela, passando meu braço pela sua cintura.

- Claro que não, Camz, eu só diria um pouco frustrada, mas aposto que você também. - Falo e ela ri junto comigo, assentindo.

- Vamos descer, para então depois nós continuarmos isso. - Ela fala e pisca antes de levantar sem nem me esperar, indo em direção a porta.


Notas Finais


OPA! Parece que as coisas esquentaram um pouco para o nosso casal, não é? E logo pegarão fogo, huh?😏🔥

Opiniões, palpites, sugestões, para qualquer coisa, vocês estão convidados a comentar. Gosto de ler o que cada um de vocês está pensando sobre a história, huh? E podem ter certeza que responderei um por um💜

Antes de me despedir, queria lembrá-los, especialmente nesse mês, que fazer o bem nunca poderia ser algo ruim. Ouçam mais as pessoas, elogiem mais, abracem mais, beijem mais, amem mais. O mundo precisa de mais amor e menos ódio, em todos os sentidos. Se cada um de nós tentar ser um alguém melhor todos os dias, não tem ódio que vença. Espalhe amor.

"If you wanna make the world a better place
Take a look at yourself, and then make a change." - Michael Jackson.

Beijinhos, anjos! Até o próximo.
Love only💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...