História Intrigas - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassinatos, Misterios, Romance
Exibições 4
Palavras 532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - Nascimento e Sequestro


Fanfic / Fanfiction Intrigas - Capítulo 17 - Nascimento e Sequestro

Douglas - Falei que dedo duro morre cedo! Não quis acreditar! 

Quando Douglas abre a porta pra sair dá de cara com Gabriella

Gabriella - O que você... (Ver Luciene morta) Ai meu Deus você matou a Luciene! Seu desgraçado. 

Douglas - Cala a boca garota!

Gabriella - Eu não vou me calar, vou chamar a polícia

Quando Gabriella se vira pra sair Douglas atira na nuca dela que cai morta... Ele sai correndo. Na mansão

Mateus - Ai meu Deus, ele está demorando muito, será que foi pego? Tomar que não.

Nathália - O que faz aqui na sala sozinho?

Mateus - Esperando o Douglas chegar. A garota lá que ele estava pegando, a Luciene descobriu que ele é noivo e ameaçou vazar o caso deles para a imprensa. (Falando baixo) Sugeri então que ele a matasse! Mas está demorando muito. Será que foi pego?

Nathália - Ai meu Deus. Tomara que não.

Douglas chega.

Mateus - Ai que bom que chegou. E aí? Conseguiu?

Douglas - Foi fácil eliminá-la, mas quando estava saindo do apartamento dela eu dei de cara com a Gabriella que viu a Luciene morta, ela então ameaçou chamar a polícia e então meti bala na nuca dela.

Mateus - Nossa matou logo as duas. Que pena a Gabi era tão gostosa. 

Nathália - Agora ela vai exibir a "gostosura" dela lá no além. Fez certo primo, entrou no caminho executa!

Douglas - Pois é gente! Agora deixa eu ir para meu quarto, Cléo deve está lá me esperando.

Mateus - Vai lá primo!

Douglas sobe.

Mateus - Poxa, mas ela era tão gostosa!

Nathália -  Ah para de sentimentalismo, nem era isso tudo. Você já pegou melhores.

Mateus - Enfim, vou dormir irmã. Boa noite.

No quarto de Douglas

Douglas - Oi meu amor. Cheguei.

Cléo - Ai amor, demorou!

Douglas - Desculpa amor! 

Cléo - Mas o que você foi resolver tão tarde?

Douglas - Ah amor, nada demais. Só coisas chatas de trabalho. Tem empresários que preferem ir à barzinhos e conversar sobre trabalho em um ambiente mais descontraído. 

Cléo - Entendi amor. 

Douglas - Vou tomar um banho amor!

Cléo - Ta ok amor.

Passagem de tempo. Alguns meses depois. Já ocorreu casamento de Douglas com Cléo. Cléo está grávida de 2 meses. Tamara começa a sentir contrações

Tamara - Gente, pelo amor de Deus. Me ajudem. Meu bebê está nascendo. Por favor gente.

Rafael - Calma meu amor. Vamos pro hospital. 

Douglas - Vamos logo gente! 

Diogo - Vamos! Vamos!

Eleonora - Ai Jesus. Meu netinho

Eles correm desesperados.

Tempos depois no hospital

Rafael - Ai que demora gente

Eleonora - Calma meu filho. Parto demora mesmo. 

Douglas - Mas mamãe dessa vez está demorando muito. Ai eu já estou assim só com meu sobrinho e imagina quando meu filho nascer! 

Cléo - Vai infartar meu amor.

Dr Marco Antonio chega.

Dr Marco Antonio - Quem é o pai ?

Rafael - Sou eu o pai

Dr Marco Antonio - Então Senhor. Fizemos o parto. E tudo deu certo e o senhor é pai de uma linda menina. Parabéns!

Todos comemoram.

Nos fundos do hospital

Mariela - (Com uma bebê no colo) que sorte os pais das gêmeas não querer saber na época das ultras som se era menino ou menina ou eram gêmeas. Foi mais fácil pegar uma delas sem que ninguém desconfie. Agora vamos pra casa! (Sorriso malvado)







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...