História Invasão no hotel - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 3
Palavras 402
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo 3


 Adam combinou o local, a data e horário com o pilantra e com o guarda em sigilo e conversou com Tommy para ele não se exaltar, pois se tudo der certo eles ficarão livres de uma vez por todas e ele estará preso.
 - Mas se algo falhar?
 - Relaxa. Tem que dar certo. E mesmo se não der, o guarda desfarçado estará lá para ajudar. Ele não terá como escapar.
 - Tomare... Só vou relaxar quando você estiver aqui de volta são e salvo.
 - Também estou muito nervoso. Preciso me acalmar. Não posso encontrá - lo desse jeito.
 - Vem cá que eu te acalmo. 
 Tommy e Adam ficaram juntos até adam se sentir mais confiante e calmo.
 - Bom. Está na hora. Me deseje sorte.
 - Boa sorte. Se beijaram e adam saiu.
 Adam pegou o dinheiro que conseguiu á muito custo e foi ao encontro. Respirou fundo e entrou no prédio combinado.
 - Finalmente chegou. Pensei que não viria mais e eu teria que ligar para alguém vir pegar tudo o que tenho sobre você e seu amiguinho.
 - Cheguei. Não precisa ficar muito feliz de ter que acabar com a minha vida.
 - Trouxe o dinheiro? Quero ver.
 - Trouxe. Está aqui. Está com meu computador?
 - Só entregarei depois de conferir se você não me trapaceou. 
 - Pode conferir. Não estou com pressa.
 Adam estava já ansioso com a demora e não via a hora de ir embora e o cara ser pego.
 - Pronto. Ví que você é um homem de palavra. Está aqui seu computador. Mas cuidado: se abrir o bico com alguém, eu ainda tenho uma 
cópia de tudo.
 - Não acredito! E o que combinamos?
 - Você acha que eu não ia me prevenir de qualquer coisa? Engano seu mas está tudo aí.
 - Você é louco.
 - Olha lá como fala comigo, ou além de mandar publicar sua vida particular eu ainda posso fazer coisa muito pior e nem queira experimentar.
 - Tá bom. Só por isso eu já estou de saída.
 Assim que Adam saiu ele fez um sinal para o guarda dIsfarçado que esperou o bandido finalmente sair para abordá - lo.
 - Tommy, estou ligando para dizer que já falei com ele, dei o dinheiro e peguei o computador. Agora vou voltar e esperar me ligarem para saber que ele foi preso. Depois eu conto como foi. Beijo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...