História Invasion - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Super 8
Exibições 8
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Imagem - Joe Lamb
Ficção científica só para descontrair
Baseado em todas as obras do titiu Steve, Jorge Lucas e J.J Abrans

Capítulo 1 - Algo cai do céu


Fanfic / Fanfiction Invasion - Capítulo 1 - Algo cai do céu

Era uma noite mais que comum na pequena cidade no sul da Califórnia, Rosewood, as estrelas no céu estavam radiantes e era lua cheia , eu estava olhando pelo meu telescópio algumas constelações, quando de repente avistei um corpo celeste em queda, algo que não identifiquei , obviamente não era um cometa, era algo extremamente pequeno mas muito luminoso, depois dessa simples observação, foi possível escutar um pequeno estrondo, que não seria perceptível para quase ninguém, afinal todos estavam ocupados de mais com suas novelas, seus jogos , afazeres, principalmente o meu pai .
Enfim você deve estar bem curioso para saber o que aconteceu após tudo isso e é claro quem sou eu então sem mais delongas vamos ao que interessa.
Sou Alice Grum, tenho exatamente 12 anos, moro com meu pai George Grum que é escritor e (quase não fica comigo) ,
minha mãe Pérola Visley Grum faleceu á 7 anos, eu sinto muita falta dela, ela morreu em um acidente de carro , o que foi muito doloroso, ela era jornalista, ela e meu pai se conheceram em um lançamento de um livro do autor Grenville Lee Dunstan, não sei o nome do livro pois o meu pai não toca muito nesse assunto, e eu prefiro não perguntar nada.
Voltando para mim, eu não tenho amigos ,talvez seja porque ninguém tem os mesmos interesses que eu, eu estudo no 8 ano do ensino fundamental no instituto Sanbray Cllesh , o nome do institudo é em homenagem ao primeiro prefeito de San Adreans.
Gosto muito de astronomia, afinal as estrelas são as minhas únicas amigas , depois do Cometa é claro, o Cometa é o meu cachorro ele é um Golden Retriever muito companheiro.
Gosto muito de ler livros de ciência, mais precisamente de astronomia e cosmologia 
Voltando ao começo dessa história inteira 
Após ouvir o estrondo, resolvi procurar a suposta cratera que haveria de ter se formado, a minha casa fica exatamente perto da floresta das corujas, ninguém é maluco o suficiente para andar por aquelas bandas , afinal diziam que animais peçonhentos lá era o que não faltava.
E advinha a luz extremamente forte vinha de lá, mas a curiosidade falou mais alto que eu resolvi ir até lá, então eu peguei minha mochila e coloquei lanterna, corda, bússola dentre outras coisas afinal se tratava da floresta das corujas.
--------------------------------------------
Joe Lamb POVS
Eu estava a noite com os meus amigos gravando um filme caseiro (A casa secreta), era o filme do Rayan, para o campeonato de filme caseiro de San Adreans , estava tudo bem legal o cenário, a maquiagem o figurino a luz, tudo estava muito bom, nós gravávamos o filme sempre a noite ,não só pelo fato do filme ser de suspense e terror mas também pelo fato do meu pai me proibir de ajudar os meus amigos em suas tarefas, o meu pai é um homem legal, mas um pouco rígido as vezes. Nós gravávamos perto da famosa floresta das corujas, porque lá perto havia uma casa abandonada , realmente parecia uma casa de filmes de terror.
Enfim antes de contar tudo o que aconteceu nesta noite, vou lhe contar um pouco sobre a minha vida-
Meu nome é Joe Lamb, tenho 12 anos, moro com o meu pai Jackson Lamb que é delegado na pacata cidade San Adreans no sul da Califórnia, não cheguei a conhecer minha mãe, mas meu pai me disse que ela era maravilhosa. Estudo no instituto Sanbray Cllesh, tenho dois amigos
Rayan Lee e Charles Samb
Rayan é bem mandão mas é bem legal somos amigos desde o primário.
Charles é bem legal e divertido nós somos amigos desde a 2 serie.
Tenho um cachorro ele é o Trovão e ele é um labrador de 4 anos.
Eu sempre gostei secretamente da Alice Grum, ela é linda , tem olhos azuis, cabelos bem loiros, e uma pele bem branca, Alice é bem misteriosa, mas ela nunca falou comigo, acho que ela nem sabe o meu nome.
Gosto muito de Ciências e de filmografia , tenho uma câmera é uma super 8 é uma câmera antiga, mas é bem útil nas filmagens do filme do Rayan.
Voltando ao que aconteceu naquela noite, estávamos gravando uma cena em que o caça fantasmas mata o zumbi, quando ouvimos um forte estrondo e Rayan disse
–O que foi isso
–Não sei! 
–Eu estou com medo, vai que existe monstros lá fora.
–Rayan monstros não existem!
Para colocar mais medo em Rayan, Charles disse
–Deve ser ets, afinal foi um grande estrondo, como se alguma coisa tivesse caído.
–Ets.Eu não quero que eles me levem!!!
–Hahahahahaahahaha!!! Riu Charles.
–Não existem Ets Rayan vamos até lá ver o que está acontecendo!
–Eu não vou! Disse Rayan
–Tudo bem, você pode ficar sozinho aqui na casa abandonada.
–Nãão , sozinho não , tudo bem eu vou com vocês!!!
Quando saímos da casa fomos em direção á floresta das corujas, lá dava pra ouvir o barulho da floresta, que era um pouco assustador.
--------------------------------------------

Alice Povs
Assim que terminei de fazer minha mochila, resolvi pular a janela, afinal provavelmente meu pai estaria dormindo e eu realmente não iria querer acorda-lo e ter que contar para ele tudo o que aconteceu , afinal ele não acreditaria em mim.
Quando cheguei na floresta das corujas liguei minha lanterna e peguei minha bússola (eu não queria me perder ali) , e continuei andando, aquele barulho era de dar medo, mas eu estava um pouco ansiosa para descobrir o que era aquilo que não consegui identificar (Afinal eu sei tudo que está relacionado a qualquer tipo de ciência),estava andando um pouco quando ouvi um barulho, não parecia barulho de animais mas sim vozes!

Então resolvi parar atrás de uma árvore para observam de quem era as supostas vozes. Quando depois de alguns segundos surgiram três garotos, como eu havia desligado minha lanterna(afinal não queria ser vista), não deu para saber se os conhecia, mas logo depois percebi que conhecia um daqueles garotos e era o chato do Rayan, um garoto bem irritante pois é bem mandão , eu havia estudado durante um ano com ele lá no instituto, até que me lembrei do Joe ele é um garoto que estuda em uma sala afrente da minha, nunca vejo ele com ninguém que não seja o Rayan por isso tiro a simples conclusão de que deve ser um chato também , afinal ele é filho do delegado e provavelmente deve ser achar superior aos outros por isso, todos os meus pensamentos foram interrompidos pelo chato do Rayan

–Eu não aguento mais andar...
Até que Joe o interrompeu

–Mas, nós temos que encontrar a cratera, pois provavelmente alguém mais deve estar procurando o que caiu aqui, e nós não podemos deixar que mais ninguém encontre além de nós!

Eles estavam procurando a cratera, eu não podia permitir que encontrassem antes de mim, até que eu os interrompi

–O que vocês estão fazendo aqui – perguntei apontando a lanterna para os três. Todos estavam com uma expressão de susto e dúvida. Até que Rayan disse.
–Quem é você
–Sou Alice Grum estudei com você na sexta serie .
–E se estão procurando o corpo celeste podem desistir afinal eu vi pelo meu telescópio do que se trata..

Charles me interrompeu dizendo

–Nós estávamos aqui perto quando ouvimos o estrondo, só queríamos saber do que se tratava...
–Provavelmente não se trata de ETS para garotos procurarem...Fui interrompida por Rayan
–Ei garotos não são bobos para acreditar em ETS!!!
–Tudo bem, mas acho melhor vocês irem embora .
–Nós não vamos embora coisíssima nenhuma! Disse o chato do Rayan, eté que Joe disse

–É melhor irmos todos juntos, afinal todos nós ouvimos o barulho!
Tudo bem, vejo que não vou conseguir convencer nenhum de vocês a ir embora.
–Nós não sabemos por onde estamos andando...
–Tudo bem, eu calculei latitude e longitude , sei exatamente para aonde devemos ir , fica daqui dois quilometros ao sul !

E assim seguimos eu e aqueles garotos , até que aquele Joe não me parecia mais um chato, me parecia inteligente, mas um pouco desorganizado, enfim o fato é seguíamos em direção a algo muito estranho.

 


Notas Finais


Comentem PLEASE
A história vai ser bem curtinha então comentem todos os capítuloss...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...