História Inversão - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anime, Drama, Escolha, História, Leitura, Romance, Yaoi
Visualizações 27
Palavras 358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, leitores. Minhas histórias geralmente mostram o que eu sinto em códigos, mas dessa vez não tem como expressar nesse capítulo, pois planejei colocar ele há algum tempo.

Capítulo 6 - Erro fatal


Fanfic / Fanfiction Inversão - Capítulo 6 - Erro fatal

No momento que meus olhos escuros encontraram com os dele, senti um grande calafrio, maior que uma nevasca. Comecei a tremer, pensando o pior do garoto, afinal, ele também estava desobedecendo a lei da hora noturna.

Corri os olhos pelo lado da porta que o corpo dele não cobria e percebi que tinha mais pessoas que o normal dentro do bar, aproximadamente cinco homens, sem contar com o dono, já que não consegui avistar ele.

O garoto loiro de olhos azuis sorriu com um sorriso sarcástico e disse no mesmo tom do sorriso:

- O que um garotinho pequenino faz desobedecendo a lei? Ainda por cima em um bar.

Os homens que estavam dentro começaram a rir quando ele disse isso, pois, pela minha aparência, parecia ter menos de quinze anos, mesmo tentando parecer que tenho, realmente, 17 anos.

Fiquei paralisado por causa da voz dele, mediana - esse tipo de voz não se encontra tão fácil hoje em dia, sem falar nos olhos.

- Vai ficar quieto na porta? - Ele disse interrompendo o silêncio com uma voz calma.

Balancei a cabeça para os lados, afirmando que não pretendia ficar para fora.

- Eu tenho dezessete anos! - Resmunguei.

Ele me puxou para dentro com o braço e me fez sentar em uma das cadeiras que estavam vazias. Percebi uma circulação de olhos tremenda por toda a sala.

- Meu nome é Yuto - Ele se apresentou e foi para trás do balcão. - O que vai querer?

- Quero vinte litros de cerveja... - Respondi

Os homens continuaram sorrindo e olhando para mim, como se eu fosse o centro das atenções deles.

Yuto me entregou os vinte litros em cinco garrafas e tomei todas elas em menos de duas horas. Tenho certeza de que fiz coisas constrangedoras na frente deles, mas não sabia o que; apaguei.

Quando acordei, me vi em uma cama de casal num quarto escuro, então percebi que minha roupa do corpo não estava em mim, mas no chão; tinham alguns raios refletidos de cima de uma janela. Tinha um lençol encima de mim.

- O que eu fiz?... - Perguntei para mim mesmo.

Ouvi ruídos vindos de uma porta encima do teto, alguém abriu a porta.

- Finalmente acordou...


Notas Finais


Obrigado pela leitura!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...