História Invincible - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson
Tags Comedia, Humor, Love, Michael Jackson, Romance
Exibições 30
Palavras 1.324
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Se tiver erros gramaticais, me perdoem.

Capítulo 1 - Prólogo


Eu disse para mim mesma para manter a calma, afinal essa podia ser a grande chance da minha vida. Eu estava esperando essa promoção a mais de dois anos e agora ela tinha chegado....eu tinha certeza.

A secretaria que vestia um terninho verde marinho e que estava atrás de um balcão a minha frente atendeu ao telefone da sua mesa e sussurrou alguma coisa para a outra pessoa do outro lado da linha, eu estava sentada esperando impacientemente que Logan, meu chefe, me chama-se, por isso não consegui ouvir o que ela falou. Eu estava concentrada de mais em roer minhas unhas.

-Senhorita Clarice, - A moça de terninho se levantou e desligou o telefone – queira me acompanhar, por favor.

-Sim, claro- Falei dando um pulo da cadeira e me dirigindo ate ela que caminhava em direção a uma porta branca gigantesca onde ficava o escritório do meu chefe. Ela a abriu para minha passagem e eu entrei com o coração batendo forte contra minhas costelas. Fiquei parada ali vendo Logan rodar na sua cadeira de chefão e parar olhando para mim

-Sente-se – Disse indicando a cadeira a sua frente, atrás dele havia uma janela de vidro onde deveria ser uma parede comum. Aquele escritório me incomodava, mas respirei fundo e segui suas ordens.  –Acredito que já saiba por que a chamei ate aqui.

- Tenho minhas duvidas– Falei dando um risinho estúpido de quem tenta quebrar o gelo de uma conversa.

-Há algum tempo você me pediu uma promoção, para ser mais exato você pediu o cargo chefe da redação do jornal- Sim, sim, sim! Ele vai me promover! Não consegui esconder minha alegria, já estava com um sorriso de orelha a orelha. –Bem, eu realmente acho que você é a pessoa certa para o cargo– Vai! Vai! Me contrata! Ele fez uma breve pausa, se levantou e ficou de costas para mim olhando para a vista da sua ultra mega janela – Mas... – virou-se novamente e me fitou, meu sorriso murchou com a idéia da palavra ‘mas’ naquele discurso. – Precisamos de você agora em outro trabalho.

- Co...Como assim?

- Clarice, você deve ter ouvido as últimas noticias, não se fala em outra coisa a não ser Michael Jackson e abuso sexual com aquele meni...

-Possível abuso sexual – Interrompi, sabendo que ainda não havia nada comprovado – Não existem provas concretas. –Disse quase que em sussurro, ficando corada e me xingando por ter interrompido alguém como Logan.

- Que seja- Praguejou com um pouco de raiva e caminhou para onde eu estava – É para isso que precisamos de você.

-Desculpa, mas eu não entendo- Falei em tom fraco e desamparada com aquela situação.

-Clarice, - Falou como se estivesse explicando algo para uma criança de 6 anos e se sentou na cadeira vazia que estava ao meu lado- Você é uma ótima jornalista, uma das melhores!  É ainda é bonita. Michael iria pirar em você. – Vinquei ainda mais minhas sobrancelhas completamente perdida naquele assunto. O que um cantor famoso teria a ver comigo?

- E onde eu entro nessa historia?

- Você só precisa arranjar provas de Michael abusou daquele garoto. Consiga isso é o emprego é seu! – Disse com um sorriso como se conseguir isso fosse a coisa mais simples do mundo. Fiquei olhando para ele como se ele fosse um doido total. Que tipo de chefe pensa em algo como isso? Depois de um tempo notei que ele falava serio.

- Eu...eu...Logan... –Tentei falar algo, mas nada saia.

-Minha querida, -Colocou o dedo no meu queixo e me faz olhar para o seu rosto – Essa é a sua chance! Sei que deve parecer algo horrível, mas isso é por que você ainda é muito nova. Daqui a alguns anos você ira implorar por uma oportunidade como essas.

- Eu não quero enganar ninguém. -

- Isso não é enganar ninguém! Você só vai provar para o mundo todo o como esse homem é louco. Acha certo que alguém capaz de machucar uma criança mereça andar por ai livre só por que é famoso? –Esperou um pouco e depois voltou a falar- Ele é que esta enganando o mundo dizendo ser inocente.

Eu não respondi nada, estava assustada de mais com aquilo tudo. Achei que viria ate aqui e ganharia minha promoção, mas foi totalmente ao contrario.

-Eu, eu preciso pensar –Falei me levantando –eu não posso responder a isso agora.

-Imaginei que fosse dizer e isso. Você tem três dias para me ligar e falar o que vai fazer. –Fiz com a cabeça um sinal de positivo e caminhei ate a porta, deixando Logan sentando sozinho – Só mais uma coisa Clarice, se você não aceitar, pode dar adeus para suas chances de ser algum dia chefe da redação.

Abri a porta e sai. Era como se agora estivesse um peso enorme nos meus ombros. Sentei em uma das cadeiras de espera e me curvei colocando minhas duas mãos no meu rosto. Ser editora chefe sempre foi meu sonho, desde que eu entrei na faculdade de jornalismo quis trabalhar com isso. Já estava trabalhando em um dos melhores jornais do país e agora era a oportunidade.

Acabei fechando meu expediente mais cedo naquela tarde e indo para casa com a cabeça explodindo.

***

Três dias depois eu liguei para Logan e aceitei o emprego. Isso é errado eu dizia a mim mesma enquanto me arrumava para o evento que Logan disse que Michael estaria. Eu duvidava que alguém capaz de machucar uma criança e que tem uma acusação horrível nas costas teria a coragem de sair de casa e ir a publico. Mas Logan não me ouviu e me mandou colocar um vestido branco que eu havia achado um pouco justo demais nos seios, mas não reclamei. Se Michael fosse quem a imprensa diz que é ele não olharia para mim.

Passei novamente em frente ao espelho do banheiro do meu mini-apartamento pela sexta vez para ver se estava tudo o.k. ajustei um pouco da minha –pouca- maquiagem e balancei meu cabelo na tentativa de consegui algum volume, o que como sempre, não serviu para muito. Continuei com um loiro sem graça e sem volume de sempre.

Às nove horas um carro preto veio me levar ao tal lugar, que ninguém parecia preocupado em me dizer o que e onde era. Logan estava lá no banco do passageiro ao lado do motorista e no banco de trás estava um homem moreno e alto que eu não conhecia.

-Olá Clarice –Logan falou animado enquanto o carro saia da minha rua, ele se virou no banco para olhar para mim  e continuou a falar –Esse ai do seu lado é o Jon, ele é um grande amigo do esposo da senhorita Elizabeth Taylor, sera o cupido disso tudo.

-É prazer conhecê-la- Jon disse de forma galante enquanto arrumava gravata do seu terno preto.

-Igualmente– Disse já cansada e sem ir muito com a cara dele– Vamos acabar logo com isso. O que eu preciso fazer?

- Calma, por hoje você só irar conhecer ele e trocar de telefone- e voltou a se sentar olhando para frente.

-Que tipo de celebridade da o numero de telefone para uma mulher que acabou de conhecer?-perguntei seca. Eu já estava vendo o fracasso que seria, o que Logan queria que eu fizesse? Nunca que eu iria conseguir, mesmo que michael fosse a esse tal lugar.

-Não me interessa como você vai conseguir o numero dele, apenas consiga. –Falou com raiva, mas sem subir o tom de voz – Jon já vai fazer a parte dele, o resto e com você. –Dei um suspiro pesado e me joguei com força contra o banco do carro.

Eu nunca fui o tipo de mulher capaz de seduzir. Para falar a verdade quase nunca namorei. E agora aos meus 26 anos sou obrigada a conquistar o coração do homem mais desejado do mundo da musica. Era praticamente lutar contra algo que eu já perdi. 


Notas Finais


No geral eu costumo escrever mais, mas como é só o prólogo não quis exagerar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...