História Iremos Nos Encontrar Algum Dia! - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias UP10TION
Personagens Jinhoo, Kogyeol, Kuhn, Personagens Originais, Wei, Wooshin, Xiao
Tags Imagine, Up10tion, Wooshin
Exibições 78
Palavras 3.344
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIE GENTE, como vocês estão? Espero que bem. Quase não teve capitulo hoje ksksksks Sabem por quê? Eu estava com preguiça de escrever :v Mas ainda bem que saio <3 Vou parar de enrolar.
Boa leitura ^^

Capítulo 27 - My Decision


Quinto Dia

 

Durante a madrugada eu acordo, mas não é por lívia espontânea vontade não, bem, o motivo é simples, um certo ser apareceu no meu quarto, ele parecia estar chorando. Como eu sei disso? É porque ele estava fungando… Enfim, continuando… Até aquele momento eu não tinha acordado totalmente, eu fui realmente acordar quando ele se deitou na minha cama e me abraçou escondendo seu rosto no meu pescoço me causando um certo arrepio. Ainda estando meio dormindo eu o abraço vendo que ele estava chorando…

O tempo ia passando e ele continuava a chorar baixinho no meu pescoço, eu tentava mexer no cabelo dele para ver se ele se acalmava um pouco, mas nada mudava.

 

— X-Xiao… O que aconteceu? - Eu tomei coragem e finalmente consegui fazer com que as palavras saíssem da minha boca. Por uns minutos eu pensei que ele ia ignorar a minha pergunta, mas eu estava enganada.

— Estou… Com…Medo… - Cada pausa que ele dava o som de suas palavras ficava mais baixa se tornando um pouco difícil que eu as ouça, mas não impossível.

— Do que? - Eu falo e vejo que ele se afasta de mim e me olha. Consegui ver que seus olhos estavam muito vermelhos e parecia que seu rosto estava roxo… Alguém bateu nele?

— De mim mesmo Wey… - Ele falou com uma voz ríspida, só de ouvir ela eu fiquei com um pouco de medo. Ele deve estar dormindo, será que ele é sonâmbulo?

— Xiao você bebeu alguma coisa? - Eu perguntei e vi que a fisionomia dele não mudou, ele continuou sério e com os olhos vermelhos. Isso quer dizer um não?

— Você não está entendendo… - Ele afunda o seu rosto no travesseiro me deixando sem reação. Era para mim entender algo?

— Então me explique - Eu falo e ele nem sequer se move. Isso está me deixando nervosa, eu quero ajudar ele… — Olha para mim Xiao! - Ele olha para mim com os olhos estando um pouco fechados.

— Wey… Ele está voltando… - Ele fala colocando a mão no rosto, parecia que estava sentindo dor.

— Ele quem? - Eu falo colocando minha mão no cabelo dele e acaricio o mesmo.

— O meu antigo “eu” - Ele fala tirando a mão do rosto e me olha — Antes que pergunte qualquer outra coisa… Nesse momento eu estou lutando contra mim mesmo, uma parte de mim quer que eu me afaste de você e que te machuque… - Suspira — E outra parte quer estar junto com você, quer um carinho… Uma proteção… - Ele para de falar por uns segundos, como eu não estava entendendo muita coisa eu resolvi ficar quieta — Eu sei que pode parecer estranho, mas eu já fui assim… Uma pessoa que machuca aqueles que ama, mas eu tinha conseguido mudar, eu pensei que essa minha segunda personalidade nunca mais iria voltar… Bem, eu estava certo até eu começar a sofrer e voltar a ficar deprimido… - Ele me abraça — Wey… Me ajuda a voltar ao normal… Me… Faça feliz…

 

MINHA NOSSA, PERAÍ MUNDO. Eu ouvi direito? Acho que estou com cera no meu ouvido… Não pode ser verdade, eu finalmente conquistei ele ou… Ele só está me pedindo isso por que eu sou última opção?

Ele pode estar pedindo isso como amigo não é? Aish… Isso não importa, independente de qual for o motivo dele ter pedido isso para mim, eu vou e quero ajudar ele mesmo assim.

Como ele tinha me abraçado eu o abracei de volta, tentando dar proteção a ele. Eu sei que sou fraca, mas o que vale é a intenção não é mesmo?

 

~Umas Horas Depois~

 

Bem, depois daquele ocorrido de madrugada, Xiao e eu acabamos pegando no sono naquela posição… (Estávamos abraçados okay?). De manhã eu acabei acordando por que eu estava me sentindo incomodada, sabe quando você tem a impressão que estão te observando? Então era isso que estava me incomodando. Bem voltando… Quando eu abro os olhos me deparo com o Xiao estando muito próximo do meu rosto, na mesma hora eu corei, não sabia como agir nesse momento até por que eu nunca pensei que isso iria acontecer comigo.

 

— Bom dia - Ele fala dando um sorriso — Eh… Obrigada por ontem - Ele aproxima mais nossos rostos e dá um beijo na ponta do meu nariz.

— B-bom d-d-dia.. - Droga eu gaguejei! Vamos se recomponha Wey — Não precisa agradecer - Eu sorrio de volta tentando demonstrar meu nervosismo. — Bem… Que hora é agora?

— Agora é 8 da manhã. - Ele fala se deitando de barriga para cima e fica observando o teto.

— OITO???????? MEU DEUS ESTAMOS ATRASADOS! ATRASADOS É POUCO! - Eu falava enquanto ia me levantar, mas não conseguia por que um certo Xiao ficava me segurando.

— Ei, ei, calma teu coração ta? Não vamos a aula hoje, você vai sair comigo - Ele fala fazendo um pequeno biquinho.

— V-vou? Quer dizer… Ah sim vou - Eu dou um sorriso. EU NÃO CREIO QUE EU VOU SAIR COM O XIAO! ISSO É UM SONHO NÃO É? Me belisquem por favor…

— Bem, eu vou arrumar as coisas, depois do almoço vamos ta bom? - Ele fala aproximando nossos corpos enquanto me abraçava.

— Eh… Mas aonde vamos? - Eu pergunto e ele se afasta dando um pequeno sorriso.

— Segredo - Ele sorriu e beijou minha testa — Agora tenho que sair - Falou se levantando da cama e saindo do quarto.

 

Como eu estou agora? É simples, sabe aquelas meninas apaixonadas (?) que ficam super ansiosas para sair com o crush? Pois é eu estou umas três vezes pior… Eu acho que não sou normal, mas… É normal ficar assim não é? ME DIZ QUE SIM!

Enquanto eu to conversando comigo mentalmente o meu celular apita recebendo uma mensagem.

 

Mensagens

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Meu amor!!!! Você está bem? Por que não veio a aula? ;-;

 

Eu: Primeiramente, não seu “amor”. segundamente não te devo satisfações…

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Quem disse que não? A partir do momento que eu começo a me preocupar com você, você teria que pelo menos me dizer se está bem ou não -.-

 

Eu: Estou bem, deu feliz?

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Se está bem por que faltou a aula?

 

Eu: Agora isso já não te diz a respeito…

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Claro que sim! Sinto que você está me escondendo algo… Você não pode esconder nada do seu futuro namorado -.-’

 

Eu: Quem disse que eu quero namorar você?

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: (Machucou, mas tudo bem.) Você vai namorar comigo querendo ou não meu amor, sabe o por quê?

 

Eu: Não sei e não quero saber~

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Desde quando você se tornou tão rebelde? Aposto que tem o dedinho daquele Xiao.

 

Eu: Ahn?...

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Sabia! Você matou aula por causa dele não é? Saiba que isso entre vocês dois não vai durar muito.

 

Visualizado

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Não me dá vacu!Ah quer saber, você ainda vai descobrir o outro lado do Xiao e vai vir correndo para mim!

 

Eu: Kogyeol… Vai a merda antes que eu me esqueça. Vai estudar que você ganha muito mais.

 

Ser Chato Chamado Kogyeol: Aharam… Claro…

 

Mensagens

 

Que raiva desse menino! Quem ele pensa que é?! O meu dia estava ótimo até agora, ou melhor dizendo, eu recém acordei e ele já estragou totalmente o meu dia, ele é bipolar ou o que? Vamos combinar né? Ontem ele tava todo fofo, legal comigo, não estava tão chato, mas hoje… Aish que raiva! Sinto que ele quer me pôr contra o Xiao, mas espera… Como ele sabe da parte do Xiao ser agressivo? Ele não iria espalhar por aí que é meio louco… Ou será que… Não pode ser! Isso só pode ser coisa da minha cabeça né? Mas parando para pensar o Kogyeol nunca demonstrou nenhum sentimento por mim, e do nada ele começa a demonstrar esse tal sentimento por mim… Por que isso só acontece comigo?

 

~Um Tempo Depois~  

 

Nesse exato momento eu acabei de sair de casa junto com o Xiao, ele havia chegado a pouco tempo em casa, eu pensei que ele ia almoçar em casa, fiz até um almoço para ele, mas no fim ele disse que não estava com fome… Se eu fiquei triste? Que isso, imagina…

Enquanto nós dois caminhávamos pelas ruas eu ficava pensando na vida, na verdade é o assunto do Kogyeol mesmo, eu estou começando a ficar com medo das coisas agora… Será que tudo vai ficar bem no final?...

 

— Wey, você está me ouvindo? WEY? - A voz do Xiao faz com que eu acorde para a vida. Desde quando ele estava me chamando?

— Ah?... Sim estou - Eu dou um pequeno sorriso tentando dar uma disfarçada na situação.

— Aé? O que eu estava falando então? - Ele pergunta enquanto cruza os braços. Ta agora ele me pegou…

— Eeer… - Eu olho para o chão e ouço ele dar uma pequena risada.

— Você está bem? Foi isso que eu disse…

— Ah, sim estou - O olho dando um sorriso e vejo que ele balança a cabeça negativamente.

— Não parece… Você está distante aconteceu alguma coisa? - Ele pergunta dando pequenos passos até se aproximar mais de mim.

— Não - Sorrio novamente — Onde vamos ir? - Tento trocar de assunto. Acho que ele percebe e solta um suspiro no entanto um pouco “pesado”.

— É segredo, ah, já que estamos próximos do local eu queria que você fechasse os olhos, e se você espiar eu vou ficar bravo - Ele faz bico. Ta… Não vou mentir deu vontade de agarrar ele ali mesmo, mas como eu sou menina civilizada eu me contive e fiz o que ele pediu.

 

Logo depois que eu fechei os olhos eu senti os seus dedos se entrelaçar com os meus, não sei por que mas acho que meu rosto vai explodir. (Autora: Você fica vermelha fácil... / Wey: Você fala isso por que não é você no meu lugar >///<)(Ta parei ;u;) Sentir a mão quente e macia do Xiao foi a melhor sensação que eu já tive, ta certo que eu não tive muitas, mas né…

Com calma ele ficou me guiando para algum lugar que não fazia a mínima ideia onde é, mas dava para mim ouvir uns gritos, na verdade é um alvoroço, PARA ONDE ELE ESTÁ ME LEVANDO???

 

— Pronto, pode abrir os olhos. - Ele fala e imediatamente eu abro os olhos e me deparo com um lugar cheio de brinquedos. Sim, é um parque de diversões, por incrível que pareça eu nunca fui em mim…

— Um Parque - Eu falo sorrindo enquanto olho o local cheio de pessoas.

— Sim… Eu fiquei sabendo que você nunca foi num, mas sempre quis ir… - Ele falou olhando para o chão, parecia estar sem jeito. Ain ele é tão fofo!!

— Sim, é verdade, obrigada… - Eu falo olhando para ele — Agora vamos andar neles - Pego a mão dele e puxo pelo parque.

 

~Cinco Horas Depois~  

 

Infelizmente já está escurecendo, isso quer dizer que temos que ir embora daqui algumas horas… Aish eu não queria, está sendo tão bom ter esse tempo com o Xiao. Nós dois fomos em todos (Menos na Roda Gigante), o primeiro brinquedo que nós fomos foi a casa do susto… Eu só tenho uma coisa para dizer.... AQUELE BRINQUEDO NÃO É NORMAL! SURGEM VOZES NO MEIO DO NADA PARA TE ASSUSTAR, EU NÃO GOSTEI NENHUM POUQUINHO DAQUILO NÃO!

Bem… Nós fomos basicamente me todos, várias vezes, menos na casa do susto, não preciso nem dizer o por que não é?

Enfim, vocês talvez estejam se perguntando o por que de nós não ter ido na Roda Gigante não é? Isso é simples, é que nós decidimos ir de noite, a vista da cidade a noite é bem mais bonita a noite.

Enquanto nós esperávamos o tempo passar ficamos caminhando pelo parque por que ele era tipo muito GRANDE. Enquanto nós caminhávamos passamos na frente de uma barraca de tiro ao alvo, eu como sou curiosa eu fui ver os prêmios que ganhava, e vi que tinha um coelho de pelúcia entre os prêmios, eu quase enlouqueci, claro que foi por dentro, por que por fora eu estava quieta…

 

— Você quer não é? - O Xiao fala pegando a minha mão e me puxa até a barraca. Ele dá uma boa olhada nos prêmios — Eu quero tentar uma vez - Ele fala colocando o dinheiro no balcão e o dono da barraca entrega a arma para ele.

 

Ele tinha que acertar 6 alvos para ganhar o coelho, eu estava quase tendo um treco, eu queria aquele coelho...

Ele começou a atirar, acertou o primeiro, o segundo, o terceiro. Nessa altura eu tava quase dando um grito, só faltam três! Acertou o quarto, o quinto e errou o terceiro. Eu quase me atirei no chão quando eu vi que ele errou, mas o estranho é que parece que ele queria errar…

Enfim, o dono da barraca entregou dois colares que onde cada um tinha a metade de um coração e quando os junta o coração fica “inteiro”.

 

— Você errou… - Eu falei fazendo um pequeno bico, arrancando o sorriso do mesmo. Ele se aproximou de mim e dirigiu seus lábios até minha orelha.

— Eu queria errar.... - A voz dele saiu um pouco grossa que fez com que eu ficasse toda arrepiada. Logo que ele termina a fala dele, ele coloca uma da corrente no meu pescoço e depois coloca a outra nele. — Nunca tire ele ta? - Ele fala e eu apenas confirmei com a cabeça estando com um grande sorriso estampado no meu rosto. Ele está sendo tão fofo… — Sabe Wey… Eu queria te pedir…

— Olha que coisa linda - Uma voz grossa surge atrás de nós dois interrompendo o Xiao. — Ainda bem que eu resolvi vir para cá hoje, Posso saber o que a minha namorada faz aqui com você Xiao? - O Kogyeol passa o braço entre os meus ombros dando um abraço de lado, que não durou muito por que eu o empurrei na mesma hora.

— Sou sua namorada em seus sonhos, não, acho que nem em sonhos… - Eu falei e vi a cara do Kogyeol se tornar triste.

— Por que você fala esses tipos de coisas para mim?... Eu sempre tento te agradar, o que eu faço para você ver que eu realmente amo você? - Ele fala com os olhos estando cheios de lágrimas.

— Ah, para de drama Kogyeol! - O Xiao fala ficando na frente dele. — Você acha mesmo que vai ganhar ela apelando pelo lado sentimental?

— Pelo menos eu não machuco ela, não bato nela, não uso ela para esquecer os outros - Ele fala e o Xiao revira os olhos.

— Eu nunca… - Ele para de falar por uns segundos — Eu não uso ela para esquecer os outros.

— Oh, vejo que você não desmentiu os outras… Então é verdade… - Ele me olha — Por que você continua com ele? É por que ele te trata mal? Você gosta de ser maltratada?...

— Wey… Me desculpa, você sabe meus motivos e - O Kogyeol corta ele.

— Agora tem que ter motivos para machucar alguém que você gosta?! Wey… Me dá uma chance… Por favor eu não vou ser igual ao Xiao…

— Wey, você sabe que eu realmente gosto de você… Você vai mesmo me deixar?...

 

Essa conversa estava simplesmente me deixando louca! Eu não estou sabendo o que fazer, o que responder… Os dois estão fazendo com que eu fique perdida no meio dos sentimentos deles, isso tudo está se tornando um grande labirinto, pior que o labirinto do Exo...

Como eu não sabia o que falar… Eu simplesmente saí dali correndo. Enquanto eu corria eu ouvi eles chamando meu nome, mas simplesmente ignorei, aquilo poderia ter me deixado pior se eu tivesse ficado por mais alguns minutos…

Nunca na minha vida eu cheguei em casa tão rápido, logo que eu cheguei eu fui para o quarto de hóspedes e arrumei minhas roupas na mochila, peguei os meus dois ursos e fui para a minha verdadeira casa… Eu preciso de um tempo sozinha… Graças a Deus amanhã é sábado e eu não vou ser obrigada a olhar para a cara deles…

Quando eu entro dentro de casa eu vejo que a minha mãe não está em casa, então eu deixo um bilhete na geladeira avisando a ela que estou em casa, eu não quero que ela chegue e quase morra do coração…

Vou para o meu quarto e vou direto dormir, se eu ficar acordada irei ficar pensando demais e no fim de tudo não vou conseguir dormir…

 

Sexto Dia

 

Acordo mais uma vez por causa do meu celular, ele nunca tocou e recebeu tanta mensagem na vida eletrônica dele, sério! E eu não consegui dormir até tarde como eu planejava, isso é frustrante… Me levanto da cama desistindo de dormir mais. Vou para o banheiro e tomo um banho bem demorado até, acho que eu escolho os momentos errados para se pensar na vida, mas tudo bem…

Logo que eu saio do banheiro, vou direto para a cozinha sentindo o cheiro de panquecas, a mãe estava com saudade da sua comida…

Chego na cozinha e já me sento na mesa recebendo um “Bom Dia” da minha mãe.

 

— Por que você voltou dois dias antes de completar uma semana? - Ela pergunta trazendo o prato de panquecas para mesa.

— Eu queria um tempo para pensar… - Eu falei e comecei a comer. Vi que a minha mãe estava olhando para meu pescoço.

— Que linda… Quem te deu? - Ela pergunta se referindo a corrente.

— Ah, o Xiao… Mãe, se importa em não falarmos sobre isso só hoje? Eu realmente quero um tempo disso tudo… - Falo baixo.

— Tudo bem - Ela sorri.

 

Tomamos o café da manhã em silêncio, mas ainda bem que não estava um clima pesado e nem estranho entre eu e minha mãe. Logo que eu terminei de comer, lavo a louça e vou para o meu quarto, pego meu celular e meu fone de ouvido para depois deitar na cama.

 

~No Fim Do Dia~

 

Bem, vamos dizer que eu fiquei o dia inteiro no quarto escutando música e rejeitando mensagens e ligações... Eu só saia do quarto para comer por que senão a minha mãe me matava.

Nesse dia todo ao som de músicas bads, me ajudou muito, eu pensei muito no que fazer. Eu pensei em tudo no que os meninos falaram para mim e tudo que fizeram para mim. Vocês querem saber o que eu pensei? Ta bom.

Bem, eu pensei em tudo que o Kogyeol me falou, por um lado ele está certo, o Xiao sempre me fez sofrer e além do mais ele me machucou fisicamente… Mas Xiao teve os “Motivos” dele.

Xiao não falou muitas coisas, ele tentou é mais se defender, mesmo ele sabendo que ele tem uma grande culpa no cartório… Mas eu tenho que pensar que o Xiao ele gosta de mim, ele só está com problemas, ele está confiando em mim para ajudar ele a mudar, para voltar ao normal dele…Xiao também disse que o Kogyeol estava sendo dramática demais, mas eu não acho… Ele estava falando a verdade, que fez com que eu ficasse com muita culpa…

Bem… Eu decidi que eu vou escolher um deles… E já sei qual vai ser…

 

Mensagens

 

Eu: Desculpa não ter respondido, eu quero falar com você, mas só amanhã ta?

 

Visualizada

 

Digitando….

 

‘Saio da janela dessa conversa’

 

‘Entro em outra janela’

 

Eu: Eu só queria dizer que… Sinto muito por ontem, eu não estava aguentando vocês tive que “Fugir” de vocês e pensar no que fazer e em que eu devo escolher… No fim eu já escolhi, e não foi você.

 

Visualizada

 

Mensagens Off

 

Largo meu celular na cabeceira da minha cama e me deitei na cama. Fecho os olhos e suspiro.

Espero que eu tenha feito a escolha certa… Que eu não me arrependa depois! Amanhã vai ser um dia cheio.


Notas Finais


Pronto, capitulo da semana entregue. Espero que tenham gostado do capitulo ><
Até semana que vem ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...