História Iremos Nos Encontrar Algum Dia! - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias UP10TION
Personagens Jinhoo, Kogyeol, Kuhn, Personagens Originais, Wei, Wooshin, Xiao
Tags Imagine, Up10tion, Wooshin
Exibições 81
Palavras 2.566
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIE DE NOVO, vocês devem estar pensando... "Teve capitulo ontem e ela disse que só ia ter capitulo semana que vem". Sim eu disse, mass, hoje é aniversario da minha amiga, e ela pediu um capitulo de aniversario... O que eu não faço pro meus amigos? Enfim... Vou parar de enrolar.
Boa leitura ^^

Capítulo 28 - The Chosen


Fanfic / Fanfiction Iremos Nos Encontrar Algum Dia! - Capítulo 28 - The Chosen

Sétimo dia

 

Acordo como todos os outros dias normais da minha vida, mas tem um problema, hoje não vai ser um dia normal… Hoje eu é o dia que eu coloco um ponto final em toda essa confusão da minha mente. Dependendo de tudo que acontecer hoje vai mudar as coisas para meu lado, bem assim espero.

Me sento na cama e me espreguiço e dou uma bela de uma bocejada, ah que preguiça… Hoje é domingo, está bom para mim ficar dormindo mais um pouco… Eu não posso resolver essas coisas depois? Não? Ta bom…

Me levanto da cama indo direto para o banheiro para tomar um banho gelado para me acordar porque eu ainda estou meio que dormindo… Como eu sei disso? É simples, quando eu me levantei eu bati nos móveis do meu quarto umas três vezes… Pois é.

Ao sair do banheiro eu vou até meu roupeiro pegar uma roupa para mim vestir. Olho minhas roupas e decido colocar uma calça jeans preta e uma blusa branca com umas pedrinhas na cor prata que formava uma estrela. Ao terminar de me vestir eu vou para a cozinha comer alguma coisa, por algum motivo a minha mãe não estava em casa, eu fiquei preocupada por uns minutos, mas felizmente ela deixou um bilhete onde dizia que ela tinha ido no mercado comprar umas coisas.

Poxa ela foi no mercado e não fez nada para mim comer, estou chateada, acho que ela quer me matar de fome… Infelizmente eu tive tive que fazer pão para mim comer, por que nem pão tinha em casa… Aish. Só em fazer o pão eu gastei umas duas horas da minha vida, sem contar que o meu celular estava tocando toda hora, ainda bem que eu deixei ele lá no quarto, por que imagina só… O celular não para de tocar por nenhum minuto eu ia enlouquecer se tivesse com ele aqui tocando toda hora nos meus ouvidos, ou ia sair cantando e dançando, por que a música do meu toque é Fighter do Monsta X, ai já viu não é? Vou a loucura.

Depois de um tempo eu já tinha conseguido comer, e nada da minha mãe voltar, ela deve estar comprando o mercado só pode… Enfim, eu fui para meu quarto pegar meu celular que tinha 30 chamadas perdidas, 20 mensagens não lidas… Em toda a minha vida eu nunca recebi tantas ligações e mensagens, mesmo eu sabendo que isso é puro desespero dos meninos… Vamos dizer que talvez eu tenha me sentido um pouco importante ou amada… Sei lá.

Acho que está na hora de eu responder o… E falando nele, ele acabou de mandar uma mensagem agora…

 

— Me responda por favor, não estou mais aguentando ficar esperando, o que você quer tanto falar comigo? - Eu leio em voz alta com um sorriso estampado no rosto. Ele mandou tantas mensagens, ele não merece isso, senti pena dele agora…

 

Mensagens

 

Eu: Desculpa, eu tinha ido dormir, e de manhã eu estava meio ocupada, vamos nós encontrar na praça do centro da cidade as duas da tarde, tudo bem para você?

 

Visualizada

 

Digitando…

 

Mensagens

 

Largo o meu celular na cama e vou para a cozinha preparar uns sanduíches, bem, eu acho que ele gosta, eu nunca parei para perguntar quais lanches ele gosta… Isso talvez seja um problema, Aish, como eu sou burra! Bem eu posso levar chocolate também, a tática do chocolate nunca falha, a maioria das pessoas gostam de chocolate… Então acho que não vai ser tão desastroso. Eu estou me sentindo um homem, por que geralmente é o homem que arruma tudo no encontro para surpreender a amada, talvez eu seja o homem da relação, meu Deus o que eu estou falando?

Enfim, faltam quatro horas para o “encontro”, eu estou quase comendo meus dedos por que as minhas unhas eu já roí tudo… Estou nervosa, e se ele está bravo comigo? Até eu ficaria brava comigo comigo mesma se eu fosse ele, imagina… Depois de tudo que ele falou para mim eu simplesmente saio correndo deixando ele falando sozinho, eu sou uma idiota na maioria das vezes eu sei. Mas eu tenho que rezar, orar, fazer uns rituais para que ele não esteja puto da vida comigo, porque eu ainda não respondi a maioria das mensagens dele, muito menos as ligações… Acho que eu estou sendo uma, espera… Desculpa a palavra, mas estou sendo uma filha da mãe.

Eu tenho que parar de falar comigo mesma mentalmente, porque o tempo ta passando e eu não estou fazendo quase nada, olha que lindo, eu ainda tenho que preparar algumas coisas e o tempo está esgotando pro meu lado, lindo não?

Chega de papo! Bora fazer as coisas, tenho que dar uma de flash, porque eu tenho exatos 3 horas e 25 minutos para mim resolver tudo e correr para a praça arrumar tudo. Vai ser corrido? Claro, mas fazer o que? Fiz merda e vou ter que concertar…

 

~Duas Horas Depois~

 

Adivinhem só! Eu consegui fazer tudo em duas horas, estou tão orgulhosa de mim mesma, mas estou realmente cansada… Deu aquele ligeirão sabe? Eu suei tanto, vocês não tem noção, mas por sorte as coisas já estão prontas, só falta eu ir para a praça e arrumar tudo direitinho no lugar. Esperem, não pensem que eu já posso ficar aliviada, porque eu não posso não! Eu vou ter que tomar outro banho, vocês não acham que eu vou para lá toda suada não é? Nem morta vou…

Vou parar de falar e me arrumar logo senão o tempo vai acabar e o negócio vai ficar feio para meu lado, e não vai ser pouco, imagina ele chegar lá e eu não estou lá? Ele vai pensar que eu fiz ele de bobo… Não quero nem pensar nisso! Vou tomar banho! Tchau.

 

~Uma Hora Depois~

 

Vocês acreditam que quando eu estava saindo de casa a minha mãe estava recém chegado? E adivinhem só, ela não tinha tantas sacolas em mãos, isso está muito suspeito… Ela que me aguarde quando eu chegar, vamos ter uma conversa de menina para mulher, onde já se viu mentir para a filha, não estou gostando nada disso… Enfim, voltando a minha surpresa… Eu consegui arrumar tudo, eu peguei uma parte da praça onde tem uma árvore grande, e como tinha sol hoje eu resolvi colocar as coisas em baixo de baixo da árvore para nos proteger um pouco do sol. E até que não foi uma má escolha o lugar que eu escolhi, pois ele iria tornar o ambiente bonito, e sabem por quê? É simples, todos sabem que as árvores têm folhas não é? Então, as folhas não eram grudadas então tinha uns espaços meio que vazio onde deixava que os raios solares passarem por eles. Deixou aquilo bonito na minha minha opnião… Bem voltando. Logo que eu escolhi o local que iríamos ficar, eu já estendi uma toalha no chão, que seria o local onde ficaríamos, logo em seguida tirei os três potes que tinham dentro da minha mochila, neles tinham sanduíches, pastéis e bolo de chocolate. Tirei uma garrafa de refrigerante, as duas barras de chocolate e dois copos. Ajeitei tudo em cima da toalha para depois pegar meus celular e ler a mensagem que ele me mandou.

 

“[16/10/2016 10:20] Ta bom”

“[16/10/2016 14:17] Onde você está?”

 

Mensagens

 

Eu: Embaixo da maior árvore da praça…

 

Mensagens

 

Não demora muito eu vejo já de longe ele vindo até mim, à medida que ele ia se aproximando dava para ver suas olheiras, pela cor e a “fundura” dava para saber que ele não dormiu quase nada a noite, Aish! Isso é por minha culpa... Meu coração doeu agora, eu saber que eu deixei ele assim, eu não queria fazer com que ele sofresse… Eu sou muito idiota né?

Eu não estava mais aguentando esperar que ele chegasse até mim, eu mesma me levantei e corri até ele e o abracei com força. Ele estava um pouco confuso, mas me abraçou de volta, quando eu senti que ele me abraçou de volta eu encostei minha cabeça no peito dele e no mesmo momento ele começou a acariciar meu cabelo. Ficamos assim por longos minutos, apenas aproveitando a presença e os carinhos que um dava no outro. Naquele momento nós não falávamos nada, pois, nenhuma palavra era necessário para aquele momento.

Depois de um tempo nós nos separamos, ele estava com um pequeno sorriso nos lábios igual a eu, só com aquele toque fez com que nós dois ficássemos felizes.

 

— Eer… Você me chamou aqui para?... - Aquele pequeno sorriso que estava estampado em seu rosto havia sumido nesse exato momento, acho que ele deve estar entendendo tudo errado...      

— É para nós conversarmos, eu tomei uma decisão… - Eu falei dando um pequeno sorriso ao terminar a minha frase, e vamos dizer que meu sorriso não foi correspondido, ele ainda continuava sério.

— Ah, então você me chamou aqui para jogar na minha cara que você escolheu ele e não eu? Ah ótimo - Ele solta um suspiro insinuando estar aborrecido e triste com o que acha que vai acontecer.

— Não, não foi por isso que eu te chamei seu idiota - Eu falo e o mesmo me olha com uma expressão confusa e talvez feliz ao mesmo tempo.

— Então quer dizer que você me escolheu ao invés dele? - Ele perguntou e eu apenas afirmei com a cabeça e ele deu um sorriso de orelha a orelha. — Eu pensei que você ia escolher ele… Você tem certeza que não quer ele ao invés de mim? - Ele pergunta enquanto a sua fisionomia muda, de alegre ele fica sério, parece que está certo no que está falando.

— Eu tive um dia inteiro para mim pensar, então eu acho que e tenho certeza dessa escolha, então para de reclamar se não eu mudo de ideia… - Eu falo e ele dá um sorriso.

— Tudo bem não está mais aqui em falou aquilo - Ele fala se aproximando de mim e me dá um abraço. — Obrigada por me escolher… - Ele sussurra no meu ouvido.

 

~Um Tempo Depois~

 

Depois daquela melação toda que eu adoro, nós dois fomos comer o que eu trouxe, ele disse que achou muito fofo da minha parte ter preparado tudo aquilo para ele, mas mal sabe ele que eu fiz para mim comer também… Voltando, eu acho que não vou me arrepender da minha escolha, acho que ele vai se esforçar para me fazer feliz como eu vou me esforçar para fazer ele feliz…

Essa tarde está definitivamente sendo a melhor de todas, eu não sei se é por que eu comi bastante chocolate ou é por que eu estou passando esse momento com ele, ta eu estava zoando na parte do chocolate, é óbvio que é por causa dele…

Infelizmente o sol já está se pondo, daqui a pouco nós dois teremos que ir embora… Eu quero ficar para sempre assim, próxima dele… Nesse momento nós estamos deitados na toalha olhando para o sol que está num tom alaranjado enquanto as nuvens estavam rosadas, a imagem está tão linda, eu nunca parei para olhar o céu no pôr do sol…

 

— Sabe Wey… Já que você me escolheu… Eu vou pedir uma coisa que eu ia pedir no dia do parque… - Ele falou sem tirar os olhos das nuvens que estavam passando bem devagar pelo céu.

— Fala… - Eu tiro meu olhar do céu e passo a olhar ele. No mesmo momento ele olha para mim e sorri.

— Vejo que você está usando a corrente que eu te dei - Ele continuou sorrindo. — Bem… Eu queria te pedir em namoro… - Ele se senta e fica olhando a grama. Ele está com vergonha, que fofo!

— Claro que eu aceito! - Eu falo me sentando e o abraçando de lado. Ele olha para mim e sorri.

— Sério? - Ele me olha se aproximando de mim devagar.

— Não, é rindo. - Eu termino de falar e mostro a língua. Ele faz uma cara feia, mas eu sei que ele ta rindo, pelo menos por dentro…

— Boba - Ele suspirou e se aproximou mais de mim e selou nossos lábios. Ao contrário do nosso primeiro beijo esse não foi só o encontro de nossos lábios, esse teve movimentos lentos e intensos, que com o desenrolar do beijo ele foi se tornando mais rápido e excitante.

Ele começou a me deitar na toalha fazendo com que o corpo dele ficasse em cima de mim. Não demorou muito para nossos pulmões implorasse por ar, nesses momentos eu acho desnecessário o fato do ser humano precisar de ar…

Nós nos separamos e ficamos nos olhando e tentando controlar nossas respirações que estavam pesadas, enquanto eu observava ele percebi que os lábios dele estavam avermelhados, e isso estava me dando vontade de voltar a beijá-lo… Aish, se controla Wey!

— Wey… Eu… Gosto de você - Ele fala pausadamente por causa da falta de ar.

— E-eu também gosto de você Xiao… - Eu falo e ele sorri e deposita um beijo na minha testa.

 

~Horas Depois~

 

Quando começou a escurecer o Xiao me levou para casa. No meio do caminho ele estava tentando me convencer a ir dormir lá na casa dele, ele está virando pervertido! Mas tem uma grande possibilidade dele estar fazendo isso para mim ficar vermelha, porque quando ele falava isso eu ficava vermelha e ele começava a rir da minha cara. Eu vou bater nele!

No momento que chegamos ele me puxou para um abraço, não entendi muito o por que, mas né, eu correspondi. Depois de uns segundos ele me soltou e deu um beijo na minha testa. Ele disse para mim me cuidar e que eu tenho que esperar ele amanhã, por que ele ia me levar para o colégio. DESDE QUANDO ELE SE PREOCUPA TANTO COMIGO? NÃO ESTOU ENTENDENDO ISSO PRODUÇÃO.

Bem, eu entro dentro de casa e vejo a minha mãe falando no telefone, e não parecia estar falando com uma amiga e muito menos com o papai… Ai ai, isso não vai dar em coisa boa, será que ela está traindo o papai?... Ta certo que ele não dá muita bola para mim e muito menos para ela, mas ela não deve trair ela… Se bem que ele nem para em casa direito, então tem grandes chances dele trair ela também, Oh vida!

Ah não vou me importar com isso, pelo menos não agora, eu tenho que dormir, hoje foi um dia cheio, mas não quer dizer que não foi bom Okay?

Vou para o meu quarto largo a minha mochila num canto e vou tomar banho. Depois eu de ter tomado o banho e ter colocado meu pijama eu pego meu celular e vejo que tem novas mensagens.

 

Mensagens

 

‘Primeira Conversa’

 

Xiao ❤: Boa noite My Baby, durma bem ta? Até amanhã ^^

 

Eu: Boa noite, durma bem ❤ ^^

 

‘Segunda Conversa’

 

_____(S/N): Então, como foi essa semana? Conseguiu se acertar com o Xiao?

 

Eu: Amanhã conversamos ta bom?

 

_____(S/N): Tudo bem, boa noite~

 

‘Terceira Conversa’

 

Um Ser Chato Chamado Kogyeol: Felicidades ao casal…

 

Mensagens

 

Ai… Amanhã estou prevendo um dia agitado, que G-Dragon me ajude, Amém!

Me deito na cama e vou dormir, por que amanhã eu tenho que estar com a carga toda pois pelo jeito amanhã vai ser um dia puxado...

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^ Ah, nessa semana não vai ter capitulo, só na outra... Nessa semana eu tenho muita coisa da escola para fazer então só vou ter tempo para escrever só na próxima, me desculpem ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...