História IReunite With Victorious - Irmão Gêmeo Da Jade 2 Temporada. - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, David Henrie, Elizabeth Gillies, ICarly, Jennette McCurdy, Leon Thomas III, Miranda Cosgrove, Victoria Justice, Victorious
Personagens André Harris, Beck Oliver, Carly Shay, Cat Valentine, Erwin Sikowitz, Freddie Benson, Gibby Gibson, Personagens Originais, Rex Powers, Robbie Shappiro, Sam Puckett, Spencer Shay, Tori Vega
Tags Bade, Cabbie, Crossover, Gêmeos, Icarly, Seddie, Tandré, Victorious
Visualizações 52
Palavras 2.506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Luta, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Este capitulo marca a volta de um personagem que apareceu apenas em um dos especiais de Brilhante Victoria.

Capítulo 38 - Provações


Enquanto isso, no Rv do Beck, ele e Robbie estavam jogando cartas.

Beck: Quer dizer que você está praticando agora para que na hora, você vença todo mundo no jogo?

Robbie: A-hã!

Beck: É...A pratica leva a perfeição, mas não se pode ganhar todas.

Robbie: Veremos na hora.

Beck: Vamos nessa, você têm um valete?

Robbie: Não, você têm cinco de copas?

Beck tira um cinco de copas e coloca na mesa.

Robbie: Eu me pergunto por que a Trina sempre ganha da gente? Será que ela têm alguma carta escondida?

Beck: Vai saber.

De repente o Pearphone de Robbie toca.

Robbie: Ai justo agora?

Beck: Atende, vou buscar um refrigerante para gente.

Beck sai e Robbie atende o Pearphone, era Freddie.

Robbie: Oi Freddie!

Freddie: Você não me disse que a Sam trabalhava de babá!

Robbie: Eu esqueci de dizer!

Freddie: Esqueceu de dizer também que ela chamou o Jesse para dormir na cama dela?

Robbie: Eu não sabia disso, espera ai? Dormir na cama dela? Isso não soou meio estranho?

Freddie: Nem Jesse entendeu direito, ele e a Cat disseram que a Sam pediu para ele amaciar a cama dela.

Robbie: Por que? Estava dura?

Freddie: Eu não sei, vai ver ela sabia que eu viria atrás dela, mas a Cat falou que ela precisou ir cedo fazer não sei o que.

Robbie: Ah tá explicado.

Freddie: Acredita nisso?

Robbie: Está insinuando que a Cat esteja mentindo?

Freddie: Eu não falei isso, mas a Sam deve ter pedido para ela.

Robbie: Cat não consegue guardar segredos, quanto mais mentir!Tinha uma vez que eu pensei que ela tivesse mentido para mim, mas depois eu fiquei sabendo que não, Cat não é e nunca foi uma mentirosa!

Freddie: Tá o pior de tudo que ao invés de encontrar a Sam, eu encontrei o Jesse, ele disse que vai me ajudar, mas que eu terei que passar por alguns castigos.

Robbie:Então que a sorte esteja com você.

Freddie: Você falando essa frase de Jogos vorazes não diminui a minha preocupação.

Robbie: Freddie, eu não quero destruir as suas esperanças com a Sam e tal, mas você não acha que ela foi embora por causa do Jesse?

Freddie: Como assim?

Robbie: Se tem uma garota que é muito próxima de Jesse, além da Jade, é a Sam, os dois são praticamente melhores amigos, e ela gosta muito dele, tinha alguns momentos que eu achava que ia rolar algo entre os dois, mas não acontecia nada, mas eu ainda tinha uma pulga atrás de orelha em relação a isso.

Freddie: Eu também achei que Sam gostava de Jesse, os dois são muitos parecidos, eu espero que isso não passe de amizade.

Robbie: Talvez, ouvi a Sam conversando com o Beck dizendo que Jesse sempre foi como um irmão para ela.

Freddie respira aliviado ao ouvir aquilo.

Robbie: E que por causa disso o Beck é como se fosse o cunhado dela.

Freddie: Cunhado?

Jesse: Freddie, anda logo!

Freddie: Tô indo para o calvário, tchau!

Robbie: Tchau e sobreviva.

Freddie desliga o Pearphone e vai até Jesse, eles estavam no quintal de uma mansão abandonada, Sinjin estava com eles.

Freddie: Ok,o que eu tenho que fazer?

Jesse: Para começar, tira a roupa e fica só de cueca.

Freddie: O que? Para que?

Jesse: Faz o que estou dizendo!

Freddie tira a roupa e fica só de cueca.

Freddie: Tá e agora?

Jesse: Vai até aquele canto cheio de galinhas e deita de bruços.

Freddie: Não estou gostando disso...

Jesse: Não é para você gostar, é para você sofrer.

Freddie se deita de bruços, Sinjin espalha grãos de milho nas costas do Freddie e coloca umas galinhas em cima das costas.

Freddie: Por que esse tipo de coisa sempre acontece comigo?

As galinhas começam a se agitar, algumas enfiam as unhas nas costas de Freddie.

Freddie: Ai!Ai Ai!

Uma das galinhas vai até o traseiro de Freddie.

Freddie: Ai!Ai! ELA ESTÁ APERTANDO MEU TRASEIRO, JESSE!!!

Jesse estava apenas curtindo aquele momento e rindo.

Ai minha bunda!-Freddie geme de dor-AHHH!

Nessa hora, Tori e Jade aparecem no local.

Tori: Aham! Ai está você!Passamos na casa da Cat e ela disse que você e o Freddie vieram para cá e...O que você está fazendo com ele?

Freddie: ALGUÉM ME AJUDA! POR FAVOR!

Jesse: Cala a boca, Benson, isso é apenas o começo!

Jade:Gostei desse método de tortura.

Tori: Jesse, você não pode fazer isso com ele!

Jesse: Se ele quiser falar com a Sam, ele vai ter que passar por isso e muito mais, aqui se faz, aqui se paga!

Tori: Engraçado vindo de alguém que não pensa duas vezes em magoar as pessoas, até mesmo seus antigos amigos de escola!

Jesse: Do que você está falando?

Tori: Eu soube de sua discussão com a Carly, você foi grosso com ela e a fez chorar!

Jesse: Não se meta, Vega, isso não é da sua conta.

Tori:É muito da minha conta sim, Carly é minha amiga, eu não vou deixar você sair batido nessa.

Jesse: Se você está achando que vou me arrepender e pedir desculpas para ela, você deve ter perdido o cérebro.

Jade: Não duvido muito não.

Tori: Jade!

Freddie: Escuta aqui, Jesse, eu não gostei nadinha de saber que você fez a Carly chorar, então se prepare que eu vou--

Freddie tenta se levantar, mas as galinhas se agitam cada vez mais nas costas dele e ele desaba no chão.

Jesse: Você não vai fazer nada.

Tori: Você não devia ter feito isso, ela sempre foi tão legal com você.

Jesse: 1-você não sabe de nada, 2- se ela chorou, só pode ter sido depois de eu ter ido embora da festa, por que eu não a vi chorar.

Jade: Beck e eu somos testemunhas, mas parecia que ela ia chorar assim que voltou correndo para o hotel.

Tori: De qualquer jeito, você causou isso!

Em resposta a isso, Jesse levanta a mão aberta e a deixa parada na frente do rosto da Tori.

Jesse:Fala com a mão.

Tori: Isso ainda não acabou.

Tori vai embora do local

Jesse:Acabou sim, por que têm uma coisa esperando por ela e pelo André na casa dela, hoje a noite.

Jade:É o que eu estou pensando?

Jesse: Sim...Mas e ai? Quer ficar para assistir o espetáculo?

Jade: Claro!

Enquanto isso, no apartamento onde Carly, Spencer e os outros estavam hospedados, Carly que já havia saído do banho e se vestido, estava conversando com André.

Carly: Estou na mesma situação que o Freddie agora, ele está tentando falar com a Sam, e eu estou tentando falar com o Jesse, mas ele não quer ver mais a minha cara.

André: Ele disse isso?

Carly: Não, mas acho que ele não precisava nem dizer.

André: Por que vocês discutiram?

Carly: Eu não se se posso falar sobre isso com você, André, não me leve a mal.

André: Tudo bem, Carly, Tori e eu estamos apenas tentando ajudar.

Carly: Obrigada.

André: Mas seria melhor se você falasse, não sei se você sabe, mas assim que nós voltamos de viajem, Jesse começou a agir estranho e se afastar da gente.

Carly: A Sam já me contou, será que isso tem a ver com a foto que ele viu no Pearphone dele?

André: Foto? Que foto?

Carly: Não, nada, não foi nada!

André: Você falou de uma foto que--

Carly: Você quer tacos de macarrão?

André:...Quero.

Carly: Vou buscar!

Carly se levanta do sofá e vai até a cozinha pegar os tacos de macarrão que estavam prontos.

Voltando ao quintal da mansão abandonada, Jesse estava prestes a submeter Freddie a mais um castigo, enquanto Jade apenas assistia sentada.

Jesse: Está na hora do rango, Freddnerd.

Freddie: E o que vamos comer?

Jesse: Nós não, você vai comer.

Freddie: E o que eu vou comer?

Jesse: Sanduíche de minhoca.

...Minhoca frita?-Pergunta Freddie.

Jesse: Minhoca viva.

Freddie arregala os olhos surpreso, ele iria digerir minhocas vivas que indiscutivelmente possam estar cheias de doenças e para piorar, vivias, Sinjin trás um deposito que tinha algumas minhocas e duas fatias de pão.

Freddie:Eu não vou comer isso tudo, é muita minhoca!

Jesse coloca as minhocas em cima de uma das fatias.

Freddie: Você nem lavou, estou sentindo cheiro de fezes daqui!

Jesse: Sem frescura, Freduardo.(pensando) Ó nome ridículo! Só mesmo uma mulher como Marisa para dar um nome desses para o filho.

Freddie pega o sanduíche relutantemente, uma das minhocas estava quase saindo, ele levanta o sanduíche com uma cara cheia de nojo, Jade estava morrendo de rir e quase caindo da cadeira, Freddie cheira o sanduíche e afasta na mesma hora virando a cara com mais nojo ainda.

Jesse: Não cheira que é pior! Se você cheirar não vai conseguir comer.

Freddie: Vou vomitar, estou avisando.

Jesse: Vomita.

Depois de alguns segundos, Freddie finalmente morde o sanduíche, e com algumas minhocas na boca, ele imediatamente abre a boca e as minhocas caem e começa a tossir.

Jesse: Você não comeu.

Freddie: Você nem sequer cortou a minhoca.

Jesse: Faz de conta como se fosse macarrão.

Freddie: Podia pelo menos tirado a terra, pelo menos a terra...

Freddie morde o sanduíche mas tosse novamente e as minhocas caem no chão.

Freddie: Já chega, Jesse, por favor, não dá mais.

Jesse: Hahahahahahahaha! Acho que está bom por hoje.

Freddie: Como assim por hoje?

Jesse: Você acha que é só isso que você têm que passar? Se enganou, esteja na Hollywood Arts, amanhã, na hora do intervalo, na sala do Sikowitz, e é melhor que não falte.

Freddie: E eu lá tenho escolha?

Jesse e Jade: Nenhuma.

Enquanto isso, na mansão onde Nevel e sua equipe estavam escondidos, especificamente em um quarto fechado, tinha muitas fotos dos membros do ICarly nas paredes e em porta retratos, Nora estava sentada em uma cadeira no meio do quarto, olhando para as figuras.

Seus sentimentos atuais pelos iCarlys estavam misturados e confusos, amor, ódio, admiração, ressentimento, e também duvida, em um dos últimos videos que ela estava assistindo do iCarly mostrava ao lado de Sam um garoto que ela nunca viu antes.

Nora: Quem é você?

Assim que ela termina de ver o programa, ela pergunta.

Nora: E onde você está agora...Jesse?

Enquanto isso, O Cabeça da operação que Nevel estava envolvido, estava discutindo por computador com um "sócio".

Terá a porcaria do seu armamento assim que você cumprir a sua parte, Chanceler-disse ele.

Chanceler de Yerba(Quem assistiu o episodio especial de Brilhante Victoria-Presos, sabem quem é ele): Eu não vou poder lhe fornecer o que você quer se os rebeldes ainda estiverem no território!

Se vira, dê o seu jeito, você é o chefe de seu próprio pais, Yerba é uma verdadeira ditadura militar, devia ter dado um jeito nisso há muito tempo!-disse ele.

Chanceler de Yerba: Está dizendo que sou incapaz de comandar meu próprio pais?

O que você acha? Você nem sequer tem mais olhos para enxergar, você prendeu uma garota americana que fez isso e os amigos dela que mataram o seu octópode, e depois eles mesmos fugiram de sua prisão "a prova de fugas", e tudo que eles precisavam era dançar e cantar uma musica de um cantor já falecido-disse ele.

Chanceler de Yerba: Pelo menos eu não transformei o meu pais em um inferno, assim como você fez com o seu, Príncipe.

Naquela noite, na casa da Tori e da Trina, especificamente na sala, Tori e André estavam tendo sua noite de filmes, André vai até a cozinha e pega os refrigerantes e a pipoca, enquanto Tori bota o filme, ela percebe que André estava demorando e vai para a cozinha enquanto o conteúdo do DvD passa, chegando lá, ela encontra André tentando tirar a garrafa de refrigerante do freezer, que estava congelado, Tori começa rir com a cena, André ouve e olha para ela.

André: Tá achando engraçado, não é?

Tori: Desculpa, é que eu nunca imaginei uma situação dessas antes e pelo que estou vendo você já está ficando cansado.

André: Essa garrafa está aqui desde ontem não é?

Tori: Acho que sim, é por que eu não tinha tempo para comprar ainda hoje, mas e ai? Quer ajuda?

André: Claro, né.

Tori ajuda André a tirar a garrafa de refrigerante do freezer e consegue.

André: Aleluia!

Tori: Fala a verdade, você já estava agonizando, não é?

André: Obvio, você acha que foi facil?

Tori: Tá, vamos assistir o filme.

André: Não esquece da pipoca.

Tori vai até o microondas que já estava desligado e coloca as pipocas em uma tigela.

André: E ai? Como foi a conversa com Jesse?

Tori: Duro na queda como sempre, mas não vou desistir, ainda vou enfiar juízo na cabeça dele.

André: Cuidado para não o irritar muito e ele enfie outra coisa na sua cabeça.

Tori: André!

André: Sabe que estou brincando.

Tori: Tá, e sua conversa com a Carly?

André: Está triste, mas aguentando firme, mas quando eu mencionei que assim que voltamos de viagem e Jesse começou a se distanciar da gente, ela falou de umas coisas que não entendi direito, e quando perguntei, ela mudou de assunto.

Tori: Estranho...

André: Eu acho que a Carly está escondendo alguma coisa.

Tori: Vamos investigar isso depois, está preparado para o filme.

André: Mais do que pronto!

André e Tori saem da cozinha e vão até a sala, mas ao chegarem lá, eles ficam paralisados ao verem o que estava passando na TV, o conteúdo do DvD, era um vídeo deles se beijando, tanto Tori quando André ficaram sem reação ao ver aquilo, tirando o fato de que tinham profundos sentimentos platônicos um pelo outro, eles não se lembravam de ter feito aquilo, a unica vez em que se beijaram foi no trabalho em dupla de atuação, o mesmo dia em que Beck e Jade voltaram a namorar, e depois disso...Momentos imprevisíveis ou tentativas fracassadas.

Tori realmente não se lembra desse acontecimento, e também do modo que estava vestida de calça curta e top(não sei o nome para aquilo) e o jeito que estava o seu cabelo, no vídeo, o cabelo dela estava liso e tinha uma franja, parecia que ela tinha terminado de lutar ou coisa parecida, mas Tori não sabe lutar, pelo menos, não era experiente.

André estava igualmente atordoado com aquilo, mesmo depois do beijo de atuação com Tori, ele nunca imaginou beijando-a novamente,pelo menos fora da atuação, apenas por ele não conseguir lembrar disso, confundia sua cabeça, se isso realmente aconteceu, então quem filmou?Mas logo ele pensa, isso pode realmente não ter acontecido, quando ele conheceu Tori, ela já tinha esse cabelo e logo na primeira semana dela na Hollywood Arts ela mudou o estilo do cabelo.

Aquilo estava começando a deixar as coisas ficarem estranhas entre eles dois, o conteúdo do vídeo era praticamente o espelho do que eles mais queriam, mas se mantiveram firmes não importavam o que não iriam se afastar ou deixar de falar um com o outro por causa disso.

Tori: Sosias?

André:Pode ser...Ou clones.

Tori e André se olham e trocam sorrisos sem-graça.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Até o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...