História Irmã Adotada - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Tags Imagine, Incesto, Jay Park
Visualizações 122
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Hentai, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem, eu voltei depois de passar dias sem algum aviso ou capítulo, então vou tentar fazer um capítulo um pouco maior para compensar vocês, huh?

Capítulo 29 - Amigos?


[ S/N 20:30 ] 

Ver Jimin ali foi como um choque, parecia que ele iria tirar alguma arma de seu bolso. Ele mantinha uma sorriso sínico em seus lábios e Jay com sua mão na minha, ele apertava minha mão com uma certa forç que chegava até a doer. Pude perceber que ele estava mais nervoso quê eu, ele sabia do que Jimin era capaz ele quase me matou e isso já não é o bastante para ele saber o quão Jimin era perigoso? Mesmo ele tendo esse rosto angelical e aparência fofa, qualquer um iria se enganar do monstro que ele era.

Fui até todos os meninos que estavam sentados no sofá e cumprimento todos, seria legal agir normal para ninguém descobrir ou suspeitar de algo, certo?

Assim que Jay se senta no sofá faço o mesmo e deito minha cabeça em seu ombro logo suspirando baixinho enquanto encarava Jimin, ele também me olhava, confesso que ainda tinha medo dele. Porra, ele matou "nossa" família e saber disso acabou muito comigo, meu irmão era um assassino, só não entendia o motivo dele matar nossa família e ainda tentar me matar eu tinha feito algo para ele e não sabia disso?? Era provável, mas o que eu tinha feito para o Park Jimin.

- S/N?? - Ouço a voz de JungKook me chamando, eu realmente tinha me distraído com meus pensamentos. - Vai querer alguma bebida? - Pergunta ele.

- A-Ah, sim claro. - Disse envergonhada. - Uma garrafa de Soju por favor. - Disse e logo o garoto me dá a garrafa de Soju, preferia cerveja de maçã mas só tinha Soju, Whisky e Vodka então beberia essas mais tarde talvez. Jay começou pela Vodka e o resto dos meninos tirando JungKook começaram com o Whisky. Logo saiu uma menina do corredor usando um vestido rodado florido e foi até JungKook sentando ao seu lado. - Sua namorada Jeon? - Me pronuncio um pouco curiosa mas ao mesmo tempo sem dar muita importância para isso.

- Ah! Sim, essa é a Lisa, minha namorada...- Disse ele baixinho e cumprimento a garota com um aceno com a cabeça.

- Ela é linda. - Diz Jay me deixando enciumada, acabei por suspirar alto fazendo Jay me olhar mas logo desvio o olhar dele

[ S/N OFF ]

[ Jay Park ON ]

Confesso que a namorada de Jeon era bonita e gostosa? Ao chamá-la de bonita ouvi o suspiro alto de S/N me fazendo a olhar, assim que ela desviou seu olhar de mim segui a olhando esperando que ela me olhasse mas o que ela fez foi pegar seu celular começando a mexer em suas redes sociais como de costume, eu tinha feito algo de errado em chamar Lisa de bonita? Aquilo foi só um elogio, nada demais. S/N realmente me amava e por isso ela tinha ciúmes, ela tinha medo de me perder assim como eu tinha medo de perdê-la para outro garoto que seja melhor que eu em várias coisas. Permaneci olhando para S/N na esperança que ela me olhasse algum momento, mas ela nunca me olhava. Ela realmente ficou brava comigo pelo elogio que dei para Lisa.

S/N já tinha tomado três garrafas de Soju e agora estava bebendo Whisky ainda vidrada no celular, ela só desviava o olhar do celular para pedir mais das bebidas, ela tinha me esquecido, vi a mesma se levantar enquanto colocava o celular no bolso traseiro de sua calça jeans. Ela de certo tinha ido para a cozinha, vi Jimin se levantar também e ir atrás dela. Como não estava raciocinando direito deixei os dois sozinhos; estava bêbado até demais. Eles demoraram para voltar para a sala com um sorriso de satisfeito nos lábios o que fez meu sangue ferver. O que eles tinham feito para voltar com essa expressão?

Assim que ela se sentou ao meu lado a olhei e ela me olhou logo selando nossos lábios, o que ela estava fazendo? Aposto que tinha dado para o próprio irmão em cima do balcão da cozinha enquanto o pessoal estava na sala conversando e bebendo.

[...] 

Minutos depois já estávamos no quarto do hotel, não tínhamos trocado uma palavra sequer quando ela falava algo eu sempre a ignorava, não queria falar com ela tão cedo sobre hoje na casa de Jeon.

- Amor por que está me ignorando? - Ela perguntou me fazendo suspirar, não queria brigar com ela, teríamos nossa primeira discussão depois de namorando á alguns dias mas o namoro só estava oficial á um dia, seria ruim ter uma discussão agora, sim?

- Porque eu quero, simples assim. - Disse seco sem olhar para ela.

- O que? Como assim Jay? - Ela parecia estar confusa com o aquilo, mas iria refrescar a memória da mesma se preparasse. - Não estou te entendendo. 

- O que?! Como assim não está me entendendo?! Você vai para a cozinha com o Jimin e quando voltam estão com um sorriso de satisfeitos no rosto! Eu sei que fez aquilo só por vingança. - Antes que ela pudesse falar a interrompi novamente. - Você deu para seu próprio irmão na cozinha e agora se faz de desentendida? Sabe, já quê fez isso eu posso ter a liberdade de dizer o quanto Lisa é gostosa e  como eu quero comer ela. - S/N se encontrava com os olhos marejados e minimamente arregalados com o que eu estava dizendo.

- N-Não foi isso que aconteceu seu idiota! - Diz a menina em um um baixo em falho, ela parecia que queria sair daquele quarto. - Eu e ele fizemos as pazes por isso voltamos sorrindo para a sala, e o único irmão para quem eu dei foi para você! Você acha que eu iria transar com o Jimin por vingança? Jay eu não sou as vagabundas que você levava para casa e fazia o que bem entender com elas. - Disse a garota quase gritando enquanto as lágrimas escorrendo por seu lindo rosto, suas bochechas e olhos já se encontravam vermelhos por causa do choro.

Agora sim todas as peças tinham se encaixado, os sorrisos dos dois, as conversas dos dois os abraços dos mesmos. Eu tinha sido um idiota por falar com ela daquele jeito. Sem pensar duas vezes fui até ela e abracei a mesma sendo empurrado fazendo-me cair sentado na cama enquanto mantinha o olhar abaixado.

- Você foi um idiota falando comigo daquele jeito e agora que viu que está errado vem me abraçar?! - Ela quase gritava enquanto mantinha meu olhar abaixado. - Não encosta mais em mim. - Diz ela ainda chorando, agora sim eu estava me sentindo  um idiota por falar com ela daquele jeito. Vi ela se deitar logo virando de costas para mim. - Não quero que me abrace Jay Park.

[ Continua... ] 


Notas Finais


Esse foi o cap desculpe se ficou pequeno ou algum erro na escrita.
Bye!~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...