História Irmã perdida - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Jungkook, Namjoon, Rap Monster
Exibições 178
Palavras 3.392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


FOTENHA ALEATÓRIA DOS BIAS *----*

Aproveitem o cap. ❤ boa leitura

Capítulo 13 - Reencontro


Fanfic / Fanfiction Irmã perdida - Capítulo 13 - Reencontro

- Estamos quase chegando. - disse Namjoon.

"Ai caramba... Que nervoso..". Chegamos em uma parte um pouco afastada de Seul, percebi que estávamos passando por condomínios luxuosos, onde as casas pareciam verdadeiras mansões. Paramos em frente a uma casa enorme, com alguns seguranças na frente, mas aí eu olhei para os lados.

- Namjoon..


- Já vi.

Tinha repórteres espalhados por todos os lugares, quando viram o carro de Namjoon parar em frente a casa, começaram a correr em nossa direção, já que estavam um tanto afastados por estarem escondidos. Namjoon acenou de dentro do carro para os seguranças que entenderam o recado e se aproximaram.

- YangMi vamos ter que correr. Os seguranças vão nos dar suporte.


- Tá.

Não deu tempo de correr. Os repórteres chegaram até a gente e começaram a fazer perguntas, fotografar e gravar. Foi um verdadeiro sufoco, os seguranças ao nosso redor e quase não conseguimos sair do lugar por conta dos empurrões. Enfim, conseguimos entrar na casa. Ficamos ofegantes.

- Agora sabe o que tenho que passar. - disse com dificuldade - Bem vinda a minha vida.


- Como aguenta tudo isso Nam ?


- Nem eu sei. Vem, vamos falar com eles.

Foi me puxando até que parei no caminho e apertei a mão dele.

- Não, não, não.. Eles sabem que estou aqui ?


- Não, esqueci de avisar, mas.. Qual o problema ?


- Aish ! Tô nervosa Nam.. Nem sei os nomes deles.. E se..


- E se nada - me cortou - vamos.

Fomos andando por um corredor de paredes brancas e com algumas fotos penduradas. Vi várias pessoas que não conhecia no que deviam ser reuniões de família, se fosse no Brasil eu diria que eram fotos daqueles churrascos de domingo, até que vi uma foto deles. Eu achava que era eles pelo menos, estavam com Namjoon na foto. Chegamos em um outro cômodo, era a sala. Era exageradamente grande, com um sofá preto em formato de L, uma televisão enorme, um tapete todo desenhado no chão e tinha uma pequena mesa no centro, com alguns bibelôs. Vi duas figuras ali sentadas, não tinham notado nossa presença até Namjoon começar a falar.

- Omma ? Appa ?

Eles viraram surpresos em nossa direção, eu estava um pouco pra trás, não sabia o que fazer. Eles alternaram os olhares entre mim e Namjoon. Pareciam surpresos por vê-lo, mas seus olhares de descrença recairam sobre mim.

- Namjoon ? Essa é.. - disse a senhora com lágrimas nos olhos.


- Nossa pequena rosa... - disse o senhor, segurando as lágrimas.


- Sim.. Ela está aqui.

Ele se virou pra mim e estendeu a mão. Acabei dando um passo involuntário para trás. Não conseguia pensar em nada, meu coração acelerou a tal ponto que pensei que ia ultrapassar as leis da física, minha respiração acelerou e Namjoon veio até mim.

- Não fique com medo. Somos a sua família. - E sorriu mostrando aquelas covinhas.

Ele pegou minha mão e a apertou levemente. Me passando segurança. Fui até aquelas duas pessoas, estava nervosa, sentia que podia desmaiar a qualquer momento. Eles pareciam tão nervosos quanto eu. Encarei os mesmos. Eles pareciam com medo de me tocar.

- O-omma ? A-appa ? - resovi tomar a iniciativa e acabei gaguejando - é.. Eu..

Não pude terminar, os dois me abraçaram ao mesmo tempo e senti lágrimas descerem pelo meu rosto. Aqueles eram meus pais, que me deram a vida e amor mesmo que por um curto período de tempo.

- Namjoon meu filho - disse o senhor - venha aqui.

Namjoon que também vi chorar se aproximou. Ficamos apenas ali, sentindo o calor uns dos outros sem dizer uma palavra sequer. Até que fomos interrompidos, mesmo com os olhos fechados senti um pequeno clarão, e ouvi aquele som típico de câmeras fotográficas.

- Que droga ! - Namjoon gritou - Será que não se cansam ?


- Essas pragas ! - Disse meu pai caminhando até a janela e a fechando - Estão aqui desde o término da entrevista que vocês deram.

A omma não tirava os olhos de mim e acariciava meu rosto.

- Tão bonita. Como cresceu.. Já é uma moça. - disse sorrindo.


- Ela não cresceu tanto assim - Namjoon disse sarcástico.

O fuzilei com os olhos. Ele ia me pagar outra hora, no momento só queria aproveitar meus pais... "Meus pais.. É YangMi, as coisas estão caminhando nessa sua cabeça de vento".

- Estão com fome ? - Perguntou o Appa - Parecem cansados.


- E estamos. Hoje foi um dia corrido. - Namjoon respondeu.


- Vou preparar algo pra comerem, depois conversamos - disse a omma, que logo foi pra cozinha.

Namjoon segurou minha mão e sentou junto comigo no sofá. Se alguém não me conhecesse diria que éramos um casal. "Sabe, quando a namorada vai na casa dos pais do namorado e fica com vergonha de tudo ?". Era eu naquele momento, só que era 2x mais vergonha. Appa se aproximou e tocou meu rosto. Acariciou e uma lágrima caiu de seu rosto.

- Tão bonita.. Tão delicada.. Minha pequena rosa.. - eu me levantei e o abracei - ah jahgi, como senti sua falta minha filha.

Eu poderia ficar ali pra sempre. Senti as batidas do coração acelerado dele. Namjoon e ele eram muito parecidos, inclusive na altura. Aish ! Pequenas ali só eu e minha mãe. Ela voltou e também me puxou pra um abraço. Eles estavam revezando.. Acabei rindo com a situação.

- É.. Omma.. Preciso respirar.


- Ah, me desculpe - disse me soltando - é que esperei tanto por isso minha pequena.

Namjoon começou a rir nasalado.

- Ela não vai querer te soltar, acho que perdi o lugar nessa casa - disse fazendo cara de chateado.


- Não seja bobo - disse a Omma - agora.. Eu quero saber da sua vida YangMi, como passou todos esses anos longe de nós.


- Prometo que responderei o que quiserem mas.. É.. Não sei nada sobre vocês.. Podem me dizer seus nomes ?


- Não contou nada sobre nós a ela ? - Disse a omma chutando Namjoon de leve


- Ai ! Não eu.. Esqueci.

Appa apenas riu e a omma suspirou.

- Bem.. Me chamo Choi SunHee e seu pai se chama Kim ChinHwa.


- Ok. E.. Sabem o motivo de eu ter sido levada ?


- Não... Tentamos descobrir mas até hoje não entendemos tudo isso. Assim que começamos a ter condições de vida melhores, Namjoon contratou um detetive. E descobrimos o destino horrível que deram a você. - Disse meu pai.


- Nos sentíamos culpados todos os dias, por vivermos bem aqui e não saber se você estava bem ou.. Até mesmo viva. - Namjoon falou. - Por sorte te encontrei. - sorriu.


- Como você vivia no Brasil ? Seus pais de lá te tratavam bem ? Queremos muito poder conversar com eles. - perguntou minha mãe


- Eu vivia bem, nunca deixaram faltar nada pra mim e sempre me trataram muito bem. Sobre conversar.. Vou tentar falar com eles.. Liguei hoje pra minha mãe brasileira mas.. Ela foi fria comigo, parecia que nem queria mais contato.


- Sobre isso.. Como eles te adotaram ? - Namjoon perguntou.

Lembrei que ele não entendeu essa parte da conversa naquele dia por não falar português.

- Eu fui comprada por eles..


- Eles te sequestraram ? Estavam envolvidos nisso ? - Meu pai perguntou um pouco alterado.


- Não, não. - disse com pressa - Na verdade eu ia ser vendida a alguma família rica, mas eles cancelaram e iam me matar.. Eles souberam e salvaram minha vida.


- Ah sim.. E.. Como está sua vida escolar ? Seus sonhos ? Planos ? Já namorou ? - perguntou minha mãe.


- Calma né omma, assim também já é demais. - Namjoon riu baixinho.

Eu ri junto. Eles queriam saber tudo de uma vez, ia levar um tempo até me acostumar, afinal eles ainda eram estranhos mas.. Já gostava deles.

- Sobre minha vida escolar, Namjoon e eu fomos fazer minha matrícula hoje, mas ainda preciso fazer uma prova de admissão.


- Ela vai estudar na mesma escola que Jungkook estudou omma - Namjoon disse.


- E por falar nele, como ele está ? Anda fugindo ainda ? - meu pai perguntou.


- Sabe.. Agora que mencionou.. Ele não tem saído muito desde a nossa volta da turnê. Mas do jeito que é pegador, logo logo está de volta. - Namjoon disse.


- Por que ele mudou tanto ? Ele era tão tímido, ainda o acho um bom rapaz, traga ele aqui mais vezes junto com os outros -  disse a minha mãe.

Espera.. Que que tá acontecendo aqui ? Jungkook não tem saído ? Meus pais são próximos dele ? Que ?

- Enfim.. YangMi está aqui e temos que aproveitar, não podemos ficar aqui por muito tempo. - Disse Namjoon.


- O que ? Vão ter que voltar ? - Omma perguntou e olhou chocada. O olhei do mesmo jeito.


- Sim.. ChungHo não gosta da idéia dela ficar aqui. Ele diz que é melhor ela voltar comigo ao dormitório, vai entender. - Disse Namjoon.


- Então não temos muito tempo, vamos aproveitar.. E vamos comer né ? - disse meu pai rindo.


- Ah por favor, meu estômago está roncando.


- Essa daqui tem um buraco negro na barriga - Namjoon disse.


- Sinal de boa saúde. - eu disse sarcástica

Todos rimos e fomos para a mesa de jantar fazer um lanche. Durante o lanche eu ia esclarecendo coisas da minha vida e eles me contavam sobre a vida deles. Agradável era a palavra que definia nossa conversa. Até que o tempo passou rápido e tivemos que ir embora. Os repórteres ainda estavam lá fora.

- Eles não vão desgrudar não é ?


- É.. Sua vida vai ser agitada irmãzinha, mas só por enquanto, a notícia é recente, logo eles te deixam em paz é só não ligar pra eles. - Namjoon olhava a janela


- Tentar não ligar né ? - frizei.


- É, precisamos ir.


- Queria tanto que ficassem aqui conosco - disse nossa mãe.


- Também queria ficar omma, mas o tal ChungHo oppa não acha certo que fiquemos aqui - eu disse tocando suas mãos.


- Tudo bem.. Vamos ter mais tempo - disse tocando meus cabelos.


- Bom, até outro dia, amamos você jahgi - disse meu pai me abraçando.

Namjoon se despediu e os seguranças nos levaram até o carro particular do Namjoon que ainda estava rodeado de repórteres. Saímos de lá as 10h da noite e eu só pensava em dormir, depois de um dia cansativo e uma noite maravilhosa com meus pais eu estava realmente cansada. Namjoon percebeu isso.

- Não pense que vai dormir assim que chegarmos lá.


- E quem é você pra me impedir ? - disse em tom de brincadeira.


- Aaah vou receber visita esqueceu ? Quero que esteja lá, não vai fazer essa desfeita certo ? - disse ele fazendo beicinho.


- Só se me disser quem vai lá hoje.


- Um grande amigo meu, somos muito próximos.


- Isso não ajuda Namjoon.


- Tenho certeza que vai querer jantar e vai adorar conhecê-lo. Pronto !


- Pra que esse mistério todo ?


- Ele é um amigo idol meu.


- Por que não disse antes ? Quem é ? - perguntei curiosa, ai Deus.. Quem seria ?


- Você vai descobrir.


- Que droga ! Não vai contar mesmo ?


- Não.

Rápido chegamos no prédio. O zelador estava na portaria e quando nos viu sorriu e fez uma curta reverência, o imitamos e pegamos o elevador. Comecei a ficar com certa raiva por ele não querer me contar quem viria hoje, então acabei fazendo pouco caso e realmente não queria mais saber. Quando chegamos na porta do dormitório eu ia saindo pro meu apartamento, ele me puxou e entramos. Ouvimos música um pouco alta na sala e risadas vindo da mesma. Minha curiosidade voltou com tudo. Quem estaria fazendo toda essa bagunça ? Quando enfim saímos do corredor e chegamos na sala, vejo os meninos espalhados pela sala. Jin estava servindo bebidas. Yoongi estava com uma garrafa de cerveja na mão direita e na esquerda estava o celular, ele gravava tudo. Jimin também bebia, percebi que estava animado demais, tive certeza que não tinha comido nada antes de beber. Jungkook não estava ali, ou não tinha saído, ou tinha ido no banheiro. Optei pela primeira opção. Taehyung e Hobie dançavam sensualmente com uma pessoa. Ele estava com o boné aba reta virado para trás, usava um tênis vermelho, uma calça preta, camisa azul escura e uma jaqueta preta... Eles riam feito loucos e fiquei realmente surpresa com tudo aquilo. Até que a tal pessoa virou e..

- Ora ora ! Se não é meu rapper preferido. - veio até Namjoon e o abraçou.


- E aí ? - Namjoon o cumprimentou.


- Essa é sua irmã ? - o escutei sussurrar.


- Sim.. YangMi.

Fiquei paralisada igual uma tonta. Aquele era..

- Annyeong ! Prazer - ele sorriu e apertou minha mão, me olhou dos pés a cabeça - acho que você sabe quem eu sou, mas não custa falar. Sou Jackson amigo do seu irmão.

"O JACKSON DO GOT7 TÁ AQUI NA MINHA FRENTE ! MEU DEUS ! NÃO ACREDITO ! CALMA YANGMI, RESPIRA E TENTE AGIR NATURALMENTE. AGORA FALA COM ELE SUA TONTA !" pensei.

- Annyeong ! Prazer.. Sou YangMi. - corei e disse tentando sorrir.


- Olha Namjoon sua irmã é bem mais bonita pessoalmente. - olhou malicioso para Namjoon.

Fiz cosplay de pimenta, meu rosto estava realmente quente.

- Fique longe dela - disse Namjoon, sério.


- Ciúmes ? Nunca imaginei você assim - Jackson riu.


- YangMi ! - Hobie me chamou.


- Oi Hobie ! - Sorri pra ele.

Ele estava sorrindo e percebi que estava bêbado. Nunca imaginei Hobie assim, era de certa forma engraçado. Veio meio cambaleante até mim e me abraçou.

- Vamos dançar ?


- Depois, agora eu quero comer.


- Aqui YangMi.. Coma - Jin me ofereceu um pacote de batatas chips.


- Bebe alguma coisa ? - Yoongi perguntou levantando a garrafa de cerveja.


- Não sou de beber. Vai que eu me empolgo.


- Isso não seria ruim. Seria ? - Jackson sorriu pra mim.


- Quem sabe.. - devolvi o sorriso.


- Não está com vergonha de beber só por que seu irmão está aqui não é ? - Yoongi perguntou, sorrindo maliciosamente.


- Claro que não. Só não tenho o costume.


- Mas já bebeu ? - perguntou Jimin


- Uma vez. Em um aniversário de uma amiga.


- E se empolgou ? - perguntou Namjoon rindo.


- Digamos que sim - ri também - acabei deixando tudo sensual demais.


-  Uooooou ! O que fez ? Estou realmente curioso porque de empolgação eu entendo - Jackson se sentou ao meu lado.


- Ôh se entende ! - Taehyung que até então estava calado, disse e depois riu.

                 // FLASHBACK ON//

Eu nem queria ir àquela festa. Ia ser na casa de uma amiga classe média minha. Era quase rica aquela ali. Como eu era popular vivia sendo convidada a festas assim. Não estava no clima, mas ela encheu o saco a tarde toda.

- Vamos ! É meu aniversário, você tem que ir.


- Não estou no clima.


- Aaaaaah - disse manhosa - por favooooor.


- Tá bom caramba !


- Leve biquíni, vai ter garotos e muita bebida.


- Sabe que tenho vergonha e que não bebo.


- Pra tudo tem uma primeira vez mana.

Coloquei uma roupa simples. Se tratava de uma blusa de gola alta, mangas compridas e que mostrava a barriga, era listrada e um short fino e curto preto. Arrumei o cabelo e passei uma maquiagem não tão discreta, terminando com um batom vermelho. Chegando lá, chamei mais atenção do que queria. Procurei a aniversariante, aquele lugar tava lotado. Até que a encontrei.

- Sophia ! Parabéns !


- Barbara ! Que bom que veio ! Admito que duvidei e obrigada ! - nos abraçamos. - uau ! Você tá linda.


- Obrigada..


- Vem, vamo beber alguma coisa.


- Não.. Sabe que não gosto.


- Só experimenta, se não gostar dos coquetéis que tem aqui você não bebe ué.


- Tá - disse revirando os olhos.

A segui até o bar que tinha lá e ela pediu uma bebida pra mim.

- Aí experimenta. Tem uva, sei que é sua fruta preferida.

Experimentei. E adorei, você sentia o gosto das frutas e notava o álcool no fundo.

- Porra ! Isso é muito bom.


- Eu disse. Aproveita a festa, vou receber mais convidados.

Acabei ficando ali o bar, eu podia até ser popular mas não tinha verdadeiros amigos, algumas pessoas vieram falar comigo mas logo as dispensava. Comecei a beber mais e me empolgar com a música, fui me levando pelo doce daquela bebida e nem percebi que estava completamente alterada. Fui pra pista de dança e comecei a dançar, de repende já estava em cima de uma mesa ouvindo gritos de "tira ! Tira !" e comecei a sensualizar e levantar mais a blusa. Graças ao bom Deus não cheguei a tirar, pois Sophia viu aquilo e me tirou a tempo.

                // FLASHBACK OFF //

- Eu ia tirar a roupa na frente de todos - disse rindo por ter lembrado daquilo.


- Meu Deus ! Você fez mesmo isso ? - Namjoon riu.


- Ainda bem que me empediram de fazer besteira - ri nasaladamente.


- YangMi e seus segredos - Jin riu malicioso.

Comecei a comer e vi Jimin com a cabeça pendendo.

- Gente.. Não é melhor levar ele pro quarto ?


- Jimin ? Não, daqui a pouco ele acorda - Disse Taehyung rindo.


- Vocês estão alegres hein - ri junto.


- Vem YangMi, vamo dançar ! - Hobie me puxou e vi Jackson aumentar um pouco a música.


- Gente - eu ria muito - os vizinhos podem reclamar.


- Não vão.. Estão acostumados - disse Yoongi.

Dei de ombros e comecei a sentir a música. Comecei a dançar com Hobie. Namjoon começou a beber. Jackson logo veio até mim.

- Toma. - me deu uma garrafa de cerveja - não é justo que só você fique sóbria.


- Tá, vou aceitar.

Ele começou a dançar perto de mim, logo depois me sentei, estava cansada. Provei aquela bebida, amarga no começo mas depois fica suave na boca. Jackson se sentou do meu lado.

- Já tem 18 anos ?


- De certa forma sim, mas meu aniversário é só em agosto.


- Aaah sim, quando for seu aniversário vamos todos em uma boate, feito ? - disse no meu ouvido por conta da música alta - assim te apresento os outros.


- Outros ?


- Sim, os membros do GOT7.

"AI SENHOR !" pensei.

- Claro. - sorri - apesar de não gostar muito de boates.. Não fará mal se eu for.


- Isso aí - ele sorriu.

Jackson era diferente. Ele era muito caloroso e divertido, gostei disso.

- Onde está o Jungkook ? - Namjoon perguntou.


- Ficou na Big Hit, acho que ele saiu com Jihyun. - Yoongi lançou um olhar malicioso a Namjoon - Já sabe o que ele foi fazer.


- O que ele foi fazer ? - Jackson perguntou fazendo cara de inocente.


- O que eu também queria fazer.. Ele foi transar Jackson - Yoongi riu, ele estava muito bêbado.

Como se tivesse sido ensaiado, Jungkook abriu a porta e entrou junto com uma garota. Súbito a reconheci, era a tal de Jihyun, a tal estagiária da Big Hit. "Por que aquele idiota trouxe essa piranha pra cá ?". Nos encaramos por um instante e ele pareceu surpreso ao me ver ali. Óbvio que não gostei do fato de ele estar com ela, o que ele queria ? Me provocar ? Cruzei as pernas sorri pra ele e logo meu virei, dando atenção total a Jackson.

- Trouxe a transa pra casa Kookie ? - Yoongi estava mesmo alterado. - Não era melhor ir pro motel ?


Notas Finais


E AÍ GENTE ? JACKSON APARECEU E JÁ SE TORNOU PRÓXIMO DA YANGMI
JUNGKOOK APARECEU COM JIHYUN E YANGMI FICOU COM CIÚMES KKK'

O QUE VAI ACONTECER ?

Obrigada por ler ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...