História Um irmão quase perfeito - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias VIXX
Personagens Hongbin, Hyuk, Ken, Leo, N, Personagens Originais, Ravi
Visualizações 17
Palavras 898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Incesto, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oin vortei nesses próximos cap vou focar mais bo trabalho deles mas ainda sim tem coisas ótimas por vir

Capítulo 3 - Noite longa


Fanfic / Fanfiction Um irmão quase perfeito - Capítulo 3 - Noite longa

Leo on

Nós olhamos por uns segundos e fiquei a espera de uma resposta mas Hani não dizia nada.

- OK eu te perdôo, mas... Porque você fez isso tudo? - Ela pergunta cruzando os braços.

Por mais que eu queresse dizer tudo eu ainda me sentia estranho e sem saber o que dizer.

- Ah esqueça isso, vem vamos embora. -digo pegando sua mão e entrelaçando nossos dedos.

Eu queria ficar assim com ela mais vezes tipo sempre, mas por que eu via isso como um sonho que nunca se realizará?

- Oppa? Posso voltar a chama-lo assim? - Ela me olha com um sorriso tímido.

- Ah mas e claro! - Digo bagunçando seus cabelos e lhe dando um beijo na testa. - Vamos, você veio de carro?

- Não eu estava no hospital e vim correndo já que e próximo.

- OK então vamos para casa.

- Não Leo eu tenho que voltar pro hospital estou no turno da noite.

- Mas você não estava de folga Hani? - Digo entrando no carro.

- Pois e mas você sabe como o meu pai é. - Ela diz meio triste.

- Ei! Mas me conte o que e aquele papel de transferência? Seu pai vai te transferir? - Pergunto com o coração apertado.

- AFF Leo e tão difícil dizer isso mas sim, e eu tenho que fazer porque se não se fosse pelo meu pai ver meu potencial hoje eu ainda seria uma residente.

- Você se formou muito cedo mesmo, mas seu pai deve saber o que fazer. - digo em um tom baixo.

- Leo? Você passou do hospital. - Ela diz rindo.

- Desculpe eu não prestei atenção.

-Percebi! - Ela diz com uma risada irônica.

- Pronto chegamos! -Digo parando o carro.

- Obrigada oppa. - ela diz piscando.

Devolvo um sorriso e dou partida em direção a minha casa, minha mente estava confusa não sabia se essa aproximação toda daria certo e quando ela se mudar? Hani já e uma mulher formada e eu não posso fazer nada para prende lá a mim e isso me deixava cada vez mais irritado comigo mesmo, ate quando eu vou ser esse idiota?

(...)

Chego em casa e logo Lili mãe de Hani me recebe.

- Olá meu querido boa noite. - ela pergunta parando no encosto da porta.

- Boa noite. - digo com um sorriso meio fraco.

- Aconteceu algo? Você e Hani brigaram de novo? - Ela pergunta preocupada.

- kkk calma senhorita Lili, até pelo ao contrario nós fizemos as pazes. - Digo e ela abre um sorriso.

- E você e meu pai? Estão bem agora? - Pergunto pois os dois viviam em pé de guerra.

- Ah estamos bem melhores um com o outro.

- Lili me perdoe mas vou dormir.

- Ah sem problema, mas Leo você sabe da Hani? To preocupada não a vi hoje.

- Ah ela voltou pro hospital o pai dela ligou dizendo que precisava dela no turno da noite, ela só volta amanhã a tarde.

- AFF essa danadinha nem me liga ou avisa só sai e some. - Ela diz rindo. - Pode ir Leo eu sei que você esta cansado.

- OK, boa noite.

- Boa noite.

Vou direto para meu quarto e pego minhas roupas e vou para a suite tomar um banho para relaxar.

Leo off

Hani on

Ser medica parece legal quando você não é, e um trabalho cansativo pra caralho quase não tenho uma vida social folga? Muito difícil, todos sempre me enchem de perguntas como "nossa você só tem 22 anos e já se formou?" meu pai e diretor de 3 hospitais de Seul e um nos EUA e sim ele vive viajando.

Eu só me formei tão rápido porque meu pai acredita no meu potencial e eu vivo pra isso, ai você pergunta mas e os amigos? E as paixões? E muito difícil eu tive um namorado mas como ele quase não me via ele acabou terminando comigo, e os outros caras que dão em cima de mim e só pelo meu dinheiro eu sou a única herdeira da familia Ong e isso faz olhares virem sobre mim, Leo foi o único cara que eu tive uma super paixão mas isso e coisa do passado e foi super unilateral.

Por mais que eu diga "ai eu vivo para os livros" mas eu também não sou uma chata exemplar na verdade eu vivo para salvar vidas mas nunca encontrei alguem para salvar a minha e isso parece triste né? Realmente é mas eu amo o que eu faço e vou me dedicar cada vez mais.

Hoje a emergência estava com casos mais leves graças a Deus pois estávamos com poucos médicos na emergência.

- Ei Hani? Você pode me dizer o que eu posso aplicar nessa garota? Ela aparenta coma alcoólico. - Joon meu residente pergunta desesperado

- Primeiro a coloque na posição lateral para evitar sufocamento, agora aplique o soro na veia e logo após glicose mas tem que ser muito rápido. - digo explicando calma.

- OK obrigada Noona.

- O que mais tem nessa emergência e coma alcoólico e o Joon ainda não pegou experiência? - Minha amiga Sullyn diz rindo.

- Mas geralmente os casos são mais graves porque o pessoal cai e acaba em lesão e sempre e nós que resolvemos não os residentes. - Digo rindo também.

- Mas o Joon até que esta sendo o melhor residente porque a minha sempre fica tremendo e faz merda, já o Joon desespera mas faz certo.

-Pelo visto nossa noite vai ser longa em. -Digo suspirando



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...