História Irmãos?! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Daniel Salvatore, Elena Price, Los Angeles, Romance, Sexo
Exibições 16
Palavras 663
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente, eu sei que demorei, mas eu fico insegura de postar os capítulos, pois eu tenho muita dificuldade para escrever. Tenho muitas ideias mas na hora de escrever eu travo. Eu não vou desistir da fic não se preocupem e me desculpem pela demora e por ser um capitulo curto. Espero que vocês realmente gostem.

Capítulo 4 - Capitulo 3


Eu estava tão furiosa de ter que dividir o MEU quarto com aquele energúmeno que decidi tomar um banho frio para tentar fazer a raiva passar e esfriar a minha cabeça.
Como pode alguém me tirar tanto a paciência quanto aquele garoto. Com tantas pessoas no mundo logo ele tinha que ser meu "futuro irmão", em outra encarnação eu devo ter dançado a Ragatanga em cima da cruz.

Depois de banho tomado e ja vestida resolvo assistir um filme e convidar a minha irmã, para assistirmos a um seriado, decidimos assistir Bitten, essa serie é muito boa super recomendo.

Estávamos na metade de um dos episódios quando ouvimos batidas na porta e alguém entrando. Nosso querido futuro irmão mais velho estava na porta vestindo uma camiseta preta de banda e uma calça de moletom.

-Posso assistir tv com vocês? - Perguntou ele.

- Obvio que não! - Eu respondi.

- Mas por que? - questionou novamente.

- Deixa ele assistir Elena, não vai custar nada. - Minha irmã pediu tentando acabar antes que gera-se um discussão.

-Tudo bem garoto abusado, mas na primeira gracinha você vaza daqui. - Assenti contrariada.

Deitamos os três na cama da minha irmã. No começo ele estava muito quieto, porém durante uma das cenas mais "quentes" da serie começo a sentir uma mão subindo pela minha perna por debaixo da coberta, tentei ignorar fingindo que não estava ligando. e ele cada vez mais ia subindo a mão. Como eu estava com um short de pijama larguinho, ele logo estava com a mão na minha calcinha, tentei tirar a mão dele de onde estava para que a minha irmão não percebesse o que estava acontecendo, mas a tentativa foi falha ale conseguiu afastar as minhas mãos e começou a fazer movimentos circulares sobre o fino tecido, que aos poucos ia ficando encharcado. Eu já estava perdendo a razão e não tinha mais forças para tentar conte-lo aquela caricia estava me levando a loucura. Eu mordia fortemente o meu lábio inferior para evitar um gemido e que minha irmã percebesse que estava prestes s ter um orgasmo ao seu lado. Em um certo momento ele coloca a minha calcinha de lado tendo livre acesso ao meu clitóris e a minha entrada completamente encharcada, ele fica revezado entre fazer movimento circulares em meu clitóris e penetrando os dedos dentro de mim. Ate que eu gozo na sua mão e ele sem pudor algum leva a mão a boca chupando os dedos, com esse gesto eu coro não sabendo onde enfiar a cara me remexo na cama e minha irmão me olha e eu ainda estou vermelha de vergonha e fala:

- Nossa maninha, não sabia que você ficava tão envergonhada assim só de assistir algumas cenas picantes em um seriado censurado, quero ver quando você assistir a um pornô de verdade, vai ter um ataque cardíaco. - Ela fala com toda a naturalidade e eu coro mais ainda e me levanto da cama indo para o meu quarto morrendo de vergonha enquanto ela e o Daniel ficam rindo da minha cara.

Chego no meu quarto e me jogo direto na minha cama de bruços enfiando acara no travesseiro, quando ouço a porta bater sei que é o Daniel entrando mas não levando o rosto para olhá-lo pois não vou conseguir encará-lo depois do que aconteceu a poucos minutos.  De repente sinto uma respiração próxima a minha orelha me arrepiando toda.

-Não precisa ficar com vergonha maninha, eu sei que você não consegue resistir a mim. Não precisa se envergonhar disso. A e só pra constar você tem um gosto tão docinho que da até vontade de provar mais. - Dito isso sinto uma contração na minha vagina de excitação. Ele segue para o banheiro com um sorrisinho de lado no rosto, e eu com mais vergonha ainda fico com meus pensamentos: "O que esse garoto esta fazendo comigo? Vou acabar perdendo toda a minha sanidade morando na mesma casa que ele."


Notas Finais


até o próximo capítulo!!
beijooos lifelovebeautyb!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...