História Irmãos de coração! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Personagens Originais
Visualizações 43
Palavras 1.422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Incesto, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - Todos aborto!


Fanfic / Fanfiction Irmãos de coração! - Capítulo 2 - Todos aborto!

(7 anos depois)

Já tinha se passado 7 anos, desde que eu fui "adotada" pela família Freeccs, as pessoas da ilha, ficaram me chamando de "Kill Freeccs", bem, pra mim não tem problema porque não sei meu sobrenome real...agora, estou junto a Gon em uma árvore, pescando um peixão, se conseguimos, poderemos fazer o teste Hunter, ficamos um tempo lá, até que vimos que o anzol estava se mexendo:

Gon e Kill: ah - começamos a olhar fixamente ao anzol, o anzol vai mapa baixo, ERA ELE!

Gon: conseguimos, conseguimos, conseguimos! - ele e eu começamos a puxar, o peixe forte - pegamos ele de jeito

Kill: isso mesmo! - Gon deu a volta e começou a puxar, o peixe puxou mais forte, que o fez ir para frente, ele pula da árvore e dá umas voltas em volta do galho, eu pulo em suas costas e puxamos a vara, que fez o peixe sair da água - YEAH! 

Gon: CONSEGUIMOS! - ele fala com maior alegria

Levamos o peixe até a cidade, as pessoas ficam impressionadas, um homem diz:

Homem: Mito-san, venha ver! - ele sai da frente dela

Gon: Tia Mito, como prometido, capturamos ele, então, podemos fazer o exame Hunter agora? Né? 

Kill: como prometido! - dou um grande sorriso

Tia Mito: ...-fecha os olhos

Gon: eu vou dá o meu melhor - ele sai correndo e eu vou junto - prometemos que seríamos Hunters! 

Kill: e nada pode nos impedi! - dou um beleza pra ele

Gon: tem razão, além do mais, fizemos a promessa! - ele coloca o braço em volta do meu pescoço

Kill: e promessas não devem ser quebradas! - faço o mesmo

Avó: - observado da janela - esses dois são inseparáveis, hehe - rir de leve

Ficamos nos preparando para partimos, seria amanhã a imbricação para o porto de Dolli, vamos nos torna Hunter, custe o que custar! 

Já era de noite, após uma conversa com a Mito-san, fomos para o quarto, como sempre, dividindo a cama:

Kill: Gon! - jogo um travesseiro nele

Gon: sim? - pega o travesseiro 

Kill: você viu a minha pena? (Na capa) - fico de baixo da cama

Gon: sim, esta aqui - ele tira do bolso - é que você deixou cair, então, peguei e quase ia esquecendo de te entregar

Kill: Gon, o garoto que esqueceu as coisas, hahaha! - começo a rir que nem uma hiena - sabe que isso é importante pra mim

Gon: eu sei - coloca no meu cabelo - foi meu presente para você

Kill: e o meu foi uma bandeja de frutas - deito na cama 

Gon: bom, amanhã, será um grande dia! - ele sorrir

Kill: tem razão! - levanto o braço para cima

Gon: boa noite! - ele deita

Kill: boa noite! - me aconchego na cama

(No dia seguinte)

Acordei sendo balançado pro lado e pro outro, quando acordei por completo, eu pego os braços do esverdeado e dou um sorriso:

Kill: bom dia!! - o Abraço que faz a gente cai no chão

Gon: bom dia!! - ele me abraça como todas as manhãs - isso acabou virando rotina

Kill: eu pulando em você que faz a gente cair e você me abraça? - levanto

Gon: isso mesmo! - ele levanta

Eu e o Gon fazemos nossas rotinas e vamos para fora, o Gon não larga a vara, bem, é que nem eu que eu não largo a pena, Mito-san fica na nossa frente, começamos a conversa, depois, fazemos um juradinho! 

Tia Mito: - com lágrimas nos olhos - ...

Gon: beijooooo! - ele a olha e ela nos abraça

Tia Mito: Gon...Kill....- ela diz em um tom meio triste

Gon: obrigado, Mito-san - abraça ela

Kill: obrigada mesmo - Abraço ela

Fomos para o barco, lá, todos da ilha se despediram da gente...um tempose passou e o capitão, que estava do nosso lado, disse que uma tempestade, provavelmente, viria, mas, Gon vai para cima e confirma que uma tempestade iria vir, ele e seus sentidos aguçados...

Todos vão para dentro do barco e Gon estava certo mesmo, uma tempestade veio, uma onda enorme estava vindo, dava pra percebe pelo movimento da água, é, uma onda veio mesmo, o barco estava girando...Após a onda, a maioria fica mal...:

Kill: aqui, tome isso - dou uma erva para ele - se sentirá melhor

Homem: obrigado...- ele pega e começa a mastigar

Capitão: vamos ver...- abre a porta - (hum, como esses homens querem se torna Hunters se nem conseguem aguentar uma onda?) - olha pra gente - (parece que teve sobreviventes) vocês, vem comigo! 

Kill: eh? - todos os seguimos até o ponto de controle do barco

Capitão: então, porque estão aqui? - ele diz fumando seu charuto (eu acho)

Gon: vim porque quero me torna um Hunter e procura meu pai! - ele diz em um tom alegre

Kill: estou aqui para me torna uma Hunter e assim, ir com meu irmão! - coloco o braço em volta de seu pescoço

Capitão: (irmão? Não sabia que Ging tem uma filha) E você? - ele olha pro loiro

???: me recuso a falar - ele fecha os olhos - não sou obrigado a revelar informações para outras pessoas que não sejam importantes

Capitão: é assim? - ele fica com uma cara um pouco alegre - diga ao conselho Hunter que já temos 2 desqualificados

Todos: quê? - ficamos impressionados

Capitão: o conselho nos contrata para esse tipo de coisa para avalia-los - ele diz sem expressão nenhuma no rosto, o exame já começou

Todos: eh? - fomos pegos de surpresa

???: ...sou o último sobrevivente do clã Kuruta - ele diz abaixando a cabeça - 4 anos atrás, meu clã foi assassinado por um bando de bandidos, desejo me torna Hunter e caça-los, a Genei Ryodan! 

Capitão: mesmo sendo um Hunter, iria jogar sua vida fora - ele o olha sem brilho nos olhos

???: não tenho medo da morte - ele diz em um tom calmo

Capitão: parece está determinado a isso - ele olha para o de terno

???: eu me chamo Leorio e pretendo ganhar uma grana com isso - ele sorri

???: isso é uma completa falta de experiência, Leorio - ele diz como os olhos fechados

Leorio: é Leorio-san pra você! - ele fica irritado

???: porque? Você não é importante pra mim - ele diz sem se mover

Leorio: QUE?! - saindo fumaça de seus ouvidos

Gon: Hey! - chama a atenção dele

Leorio: eh? - o olha

Gon: porque está aqui, Leorio-san? - ele diz em um tom amigável

Kill: você ainda não disse porque está aqui - fico do lado do esverdeado

Leorio: vou ser breve - ele fica em posição normal - dinheiro!

Kill: dinheiro? - fico um pouco surpresa

Leorio: sendo ele, posso ganhar milhões, ter uma casa - fundo com uma casa enorme - carro luxuoso - fundo de carro - e bebidas ótimas! - fundo de bebidas 

???: isso é egoísmo, ser um Hunter, é ser nobre e nada egoísta, Leorio - ele diz o olhando

Leoiro: ahg, Gon, o que você acha, ser Hunter é ganhar muito dinheiro! - ele diz em um tom que o deixa sem palavras

???: Kill, ser Hunter e uma coisa nobre e não pra ganhar dinheiro! - ele me deixa sem palavras

Kill e Gon: eu...- cara Poker Face

Leorio: pela cara dele, ser Hunter é isso!! - ele se vira para o loiro

???: pela expresso dela, ser Hunter é ser nobre, Leorio! - ele se vira para ele

Leorio: já é a terceira vez - os dois começam a discutir e logo, vão para fora

Capitão: hey, ainda não acabei! - ele ia atrás dele, mas, Gon e eu os impedimos de fazer isso

Gon: não, eles mesmo que de fazer isso - ele diz em um tom alegre

Kill: as vezes, é melhor não se intrometer - faço o mesmo

Marinheiro: capitão, v-veja! - ele aponta para um furacão

Capitão: droga, já sabem o que fazer! - ele vai para fora

Gon: vamos ajuda-los! - ele vai para fora

Kill: sim! - o sigo

Começamos a ajudar os marinheiros a ergue as velas, em um momento, um tripulante caiu do barco, Leoiro e o loiro tentaram pagar ele, mas, em sorte, Gon e eu pulamos do barco e cada um pegou uma perna, os dois nos pegam e nos puxam para dentro do barco:

Tripulante: o-obrigado! - ele se vai

Gon: não a de que! - ele sorri

Após a tempestade, tínhamos chegado no porto, o cara que tinha caído do barco, nos agradeceu de novo e fomos para fora do barco, o capitão diz para nós falou onde devemos ir, após isso, agradecemos:

Gon: bom, pelo menos já sabemos por onde ir! - ele sorri

Kill: Aye, sim! - cara kawaii

Gon: ah, qual o seu nome? - ele pergunta pro loiro

???: me chamo Kurapika, prazer - ele sorri

Gon: parece que vamos juntos!!

(Fim do Cap)


Notas Finais


Em um momento, pensei que Kurapika era mulher !-!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...