História Irmãos de coração! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Personagens Originais
Visualizações 124
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Incesto, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 3 - Perguntas e Farsa


Kurapika, é um nome bem legal, bem, é melhor que o nome "Kill", eu e o Gon íamos até a árvore que capitão tinha nos falado, logo, Leorio começa a falar:

Leorio: nós estamos aqui e a árvore que você disse fica na direção oposta - ele diz arrastando seu dedo no mapa

Kurapika: não entenderam errado o que ele disse? - ele fala com os braços cruzados

Gon: não, ele nos disse para seguir na direção daquele centro - ele olha pra árvore

Kill: ele falou claramente isso - aponto para a árvore

Leorio: esse conselho não está ajudando em nada...para onde exatamente teremos que ir em Zaban - ele olha pra trás

Kurapika: nossa tarefa é encontrar o centro de exame utilizando uma quantidade limitada de informações - ele fala olhando para ele - apenas outro teste antes de estarmos e fazer o exame Hunter

Leorio: é-é óbvio! - ele fica com vergonha - eu sabia disso!

Gon: de qualquer forma, vou para lá - ele começa a andar

Kill: o capitão parecia confiável - o sigo

Leorio: hey, o ônibus está bem ali, ele já vai parti - ele aponta para o ônibus e Gon acena para ele sem olhar para trás - droga, eles têm de aprender a não acreditar sempre nos outros

Kurapika: ...- os segue 

Leorio: hey! - ele fica surpreso

Kurapika: o comportamento desses dois ao capitão é interessante - ele diz sem olhar pra trás - vou com eles

Leorio: ah, é assim, né?! - ele se vira - nos vemos lá, foi bom te conhecer - o de terno vai até o ônibus, não demorou para ele ouvir que o ônibus não levava até a cidade Zaban, que isso era mentira - OYE, ESPEREM POR MIM!! 

Kill: nunca pensei que isso seria tão divertido! - coloco os braços atrás da cabeça

Gon: hehe, é isso que eu gosto em você - ele sorri

Kill: eu gosto desse seu jeito humilde - retribuo o sorriso

Kurapika: vocês são parentes? - ele fica do nosso lado

Gon: somos irmãos! - ele o olho com um enorme brilho nos olhos

Kurapika: irmãos? - tenta nos compara - vocês nem se parecem - gotinha na cabeça

Kill: não somos de sangue - fecho os olhos

Kurapika: isso já faz sentido - ele olha pra frente

Leorio: ESPEREM! - corre até nós

Kill: ele voltou - olho para trás

Kurapika: pensei que fosse de ônibus - cara de chinês

Leorio: eh mudei de idéia, eu não vou deixa-los sozinhos! - ele fala tentando disfarçar a vergonha

Gon: hehe - ele começa a rir de leve

Fomos andando em direção a árvore, fomos até um beco, lá, várias coisas, que pareciam bonecas de pano com cabelo estranho, eles fazem várias perguntas, logo, uma velha aparece e começa a falar umas coisas, logo, ela faz uma pergunta, antes de pensarmos, um hgaroto com pães nas costas parece e pediu para ir primeiro, logo, a velha pergunta:

Velha: "bandidos sequestraram sua namorada e sua mãe, e você só pode salvar uma, quem vai ser?" 1- namorada ou 2- mãe? 

Leorio: isso é um tipo de quiz! - ele fica impressionado

Carinha do pão: hmft - ele aperta o botão - 2

Velha: porque? 

Carinha do pão: namorada você pode substituir e a mãe e só uma - ele sorri

Velha: certo, pode passar - ela abre caminho e o Carinha vai e o caminho se fecha

Leorio: O QUE?!! - ele fica irritado

Leorio começou a ficar irritado, a velha fez outra pergunta:

Velha: "sua filha e seu filho foram sequestrados, e você só pode salvar um, quem seria?" 1 ou 2?

Após ela falar isso, Leorio começou a ficar muito puto, ele pega um pedaço de madeira e começa a fazer um tipo de "ameaça", se passou um tempo e ela diz:

Velha: reposta correta 

Todos: eh? - ficamos confusos

Velha: a resposta é silêncio - ela faz passagem

Kill: é sério? - fico um pouco confusa

Kurapika: Gon, você não precisa mais pensar - ele se vira para ele

Gon: eu sei, mas, e se aparecer uma situação dessas? - ele nos olha

Kill: ele tem razão - fico do seu lado

Kurapika: demos um jeito! - ele sorri

Gon: tem razão, vamos? - ele vai na frente

Kill: vamos! - vou logo atrás

Fomos andando até a árvore, já era noite, vimos uma casa lá, ao chegar, Leorio bate na porta, mas, ninguém responde, a porta se abre e quando vimos, estava destruído e tinha um mostro lá, no chão, um homem com um ferimento nas costas:

Kill e Gon: é um monstro! - ficamos em alerta

Kurapika: Kiriko, em um monstro que consegue se transforma, ele pode se transformar em humano e são extremamente inteligentes - ele diz sem tirar os olhos da criatura

Gon: ele está com uma mulher! - ele vai um pouco para frente

Leorio: o homem no chão, ele precisa de cuidados médicos urgente! - ele fica preocupado

Kiriko pula da janela, fugindo com a mulher, Leorio vai até o homem ferido, Gon e Kurapika vão para a janela:

Homem: p-por favor, salvem minha esposa...- ele estica o braço

Kurapika: Leorio, cuide dele! - nós 3 o seguimos

Leorio: certo! - ele pega um remédio

Kill: eu vou para uma outra direção para ver se eu consigo pega-lo! - pulode árvore em árvore 

Gon: certo! - ele vai atrás de Kiriko

Kill: vamos ver...- avisto ele não muito longe - te achei! (Ele me parece diferente) 

Kiriko: isso foi rápido - ele rir e sai

Kill: não vai fugir não! - pulo da árvore e me agarro em um galho e me lanço para frente, que me faz ficar perto dele - espera, além de você ser diferente, não está com a mulher! 

Kiriko: diferente? - ele entra em uma árvore que me faz o perde de vista

Kill: certo...- uso as chamas para ver o calor dele (sim, tenho habilidade com fogo) - haha! - quando eu sai das folhas, ele estava em uma árvore, mas...:

Kill: quem é você? - fico sem expressão no rosto

Kiriko: eh? - ele fica surpreso

Kill: você é homem, dá pra ver pela sua forma e pelagem - cruzo os braços

Kiriko: isso é a coisa mais incrível que eu já vi! - ele fica na minha frente

Kill: sério? - ouvimos uma voz dizendo "ei, querido" "venha aqui!" "Vai adorar isso!"

Kiriko: eu digo o mesmo! - vamos para a casa novamente, lá, estava Kurapika, Leorio e meu irmão, aquelas pessoas eram filhos dos peludos, eles começaram a dizer que passamos no teste

Filho: Leorio, mesmo você não notando que tudo era uma enganação, você cuidou de meus ferimentos que nem um outro médico faria e  me tranquilizou dizendo que minha esposa estava a salvo

Leorio: p-pare com isso, tá me deixando embaraçado - ele vira o rosto

Filho: por isso, passou no teste! - ele sorri

Leorio: beleza! - ele pula de alegria

Filha: já você, notou que era uma enganação por causa disso - ela mostra uma tatuagem em seu braço - isso significa que eu ficaria virgem até a morte, com muita atenção, passou no teste

Kurapika: obrigado - ele sorrir

Kiriko Female: você notou nossas diferenças, coisa que quase ninguém iria saber, então, passou!

Gon: eba! - ela fica mega feliz

Kiriko Male: e você, além de saber nossas diferenças, soube onde estava com o calor do meu corpo, passou! 

Kill: yeah! - dou um grande sorriso

Os dois se transformam e nos levam, eu agarro a perna de Gon só por querer mesmo, isso é tão divertido! 

(Fim do CAP)


Notas Finais


Fim do CAP!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...