História Irmãozinho - Imagine Jimin - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Jimin, Irmãozinho, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Shogi, Suga
Visualizações 1.006
Palavras 1.488
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores!!!!
Antes que vocês me crucifiquem, deixem - me me justificar.
Sei que demorei muito! Sei que prometi melhor, mas dessa vez não foi culpa minha! Meu computador está com problemas e não consigo escrever sem ser nele. Como demorei MUITO pra atualizar, não tive escolha, então escrevi pelo celular mesmo. Espero que fique bom!
Sei também que ainda não respondi os comentários de vocês, mas prometo responder logo!!
Boa leitura amores!
Espero postar a continuação loguinho!

* Nas notas finais tem recomendação da música que ouvi enquanto escrevia o capítulo, espero que gostem.

Capítulo 15 - Como uma criança.


Fanfic / Fanfiction Irmãozinho - Imagine Jimin - Capítulo 15 - Como uma criança.

[...] 

 

Acordei já indisposto. Não queria se quer sair da cama, muito menos ir à escola.

Fiquei ali deitado pensando em tudo o que estava acontecendo em minha vida e observando Shogi dormir.

Seu sono era leve, o que não demorou muito para que ela despertasse.

- Irmãozinho... - diz ela passando levemente sua mão em meu rosto - Tudo bem?

Eu apenas assenti com a cabeça sinalizando que sim.

- Por que não me acordou? Vamos nos atrasar novamente! - diz ela sem sair do meu lado

- Eu não vou... - digo sem demonstrar alguma expressão

- Por que não? É por causa do telefonema de ontem? Por causa do assunto que te deixou assim?

Eu apenas a fitava atentamente.

- É tão grave assim?

- Por que não ficamos em casa hoje? Aproveitar a presença um do outro...?

- Tudo bem, vejo que precisa desse tempo... - diz ela se levantando

- Aonde vai? Não me deixe aqui sozinho... - digo fazendo aegyo para não ser abandonado

- Vou fazer um chá bem quentinho para o meu bebê! - diz ela sorrindo docemente para mim - Por que não aproveita e toma um banho?

- Não queroo!! Me dê banho irmãzinhaaa!! - digo a olhando com um sorriso malicioso

- Jimin! Você já é bem grandinho! Eu já volto! Prometo!

- Promete?

- Prometo! - Diz ela vindo em minha direção

Logo ela deposita um leve e doce beijo em minha testa e em cada bochecha minha.

- você é tão fofo!! - diz ela apertando minhas bochechas

- Aish! - digo passando minhas mãos no lugar levemente dolorido

- Hoje você está tão manhoso!!! Você é realmente muito fofo! Meu Gwiyomi!!!

- você não tinha um chá pra fazer? - digo desviando o olhar

- Verdade! Já estou indo... Senhor manhoso! - diz ela saindo

Antes que eu pudesse me levantar da cama a ouço gritar do corredor. 

- TÃO FOFO!!! PARK JIMIN!!!

Confesso que isso me fez rir. Eu realmente estava muito manhoso hoje. 

Senti que precisava de toda a atenção dela só para mim. Senti inveja até mesmo do "chá" que receberia sua atenção por alguns minutos. 

O assunto em que tratei ontem com minha mãe me deixou muito pra baixo, mas eu não podia dizer nada a Shogi. Ela se aborreceria muito com tudo isso. 

A verdade é que eu mesmo tinha medo da reação dela. Ela poderia querer ir realmente embora!!

Se isso acontecesse eu não suportaria. Ela! Ir embora por sua própria vontade, seria pior do que ela ser obrigada a isso! 

Seria o mesmo que ela dizer que não suporta minha presença! 

Afastei-me destes maus pensamentos e fui tomar banho, assim como minha querida irmãzinha havia me dito. 

 

[...]

 

Assim que sai do banheiro só com minha boxer, notei que Shogi ainda não havia voltado. 

Decidi me vestir e descer até a cozinha.

E assim que cheguei lá, a avistei distraída preparando o tal chá. 

Me aproximei de fininho e a abracei por trás. 

Percebi que ela se assustou com minha aproximação repentina, mas não a soltei por nada. 

- O que você tem meu pequeno??

- Eu preciso de carinho...

- Assim que eu terminar seu chá lhe darei toda a atenção que você precisa! Ok?! Agora se afaste porque a água já está fervendo... Você pode se queimar...

- Ei! Não sou mais uma criança!  - digo fazendo aegyo a soltando

- Ei meu pequeno Jimin! Não fique emburradinho! - diz ela afagando meus cabelos

- Vai demorar muito?? - digo me sentando em um dos banquinhos do grande balcão de centro da cozinha

- Não! A água já está no ponto, agora é só esperar!  - diz ela se debruçando sobre o balcão

- Eu não quero chá! Eu quero você! - digo me debruçando sobre o balcão ficando bem próximo de seu rosto

- Jimin, você precisa desse chá! Precisa relaxar... Apesar de estar todo brincalhão e carente, sei que está tenso! Deixa eu cuidar de você! 

- Você cuida de mim todos os dias amor! - digo me aproximando mais dela

- Por que não deixa eu te conhecer melhor, senhor Park Jimin? - diz ela olhando curiosa 

- O quer saber? - digo me aproximando mais dela

- Você não tem primos ou alguém com quem dividiu a infância? 

- Minha família é rodeada de mulheres. Só primas! Agora... Falando de infância... Eu e Tae passamos a nossa unidos! Ele sempre foi meu amigo! Passamos por boas e más coisas! Ele sempre me ajudou muito!

- Notei isso desde que o conheci! - diz ela sorrindo docemente

- Mas e você senhorita Shogi? 

- Nada a declarar! - diz ela levantando as mãos em sinal de rendição - Você tem fotos dessa época?

- Não sei se tenho com o Tae, mas talvez eu tenha algumas minhas... Não saia daí! - digo me levantando para ir em direção até meu quarto

Assim que cheguei ao cômodo fui direto ao meu armário. Lá encontrei uma pequena caixa com alguns pertences meus, os quais não via há muito tempo. Era uma caixa de recordações, uma caixa de lembranças.

Rapidamente desci as escadas e retornei a cozinha com a caixa nas mãos. 

- O que é isso? - diz ela curiosa

- Uma caixa com memórias minhas daquela época!  

- Você tem fotos aí? 

- Tenho sim!

Rapidamente vasculhando no interior da caixa encontrei um pequeno maço de fotos envolvidas por uma fita azul bem escuro. 

- Aqui! - digo lhe entregando as fotos

- Uau!! - diz ela boquiaberta

- O que foi? - digo fitando a foto em suas mãos

- Desde essa época você já tinha essas bochechinhas maravilhosas! - diz ela as apertando

- Aish! Não faça isso! Dói, sabia?!

- Olha só! Aqui! - diz ela apontando pra uma das fotos - Esse é você! E aquele é o Tae! 

- É mesmo... Bons tempos... - digo nostálgico - Sabe por que estávamos todo sujos? 

- Não! Isso é lama? 

- Correção! Bolo! - digo rapidamente antes que ela deduzisse outra coisa, o que foi em vão

- Bolo? 

- Bolo!... De chocolate! Tava uma delícia! Humm... - digo fechando os olhos lembrando-me do sabor

- Por que estavam assim? Não sabiam comer civilizadamente? - diz ela né provocando

- Nós roubamos! Roubamos um "pedaço" do bolo...

- Por que diz "pedaço"?

- Por que nós fizemos um arrombo no bolo! - digo rindo - Era aniversário da minha avó. A festa estava parada e estávamos com fome! Então unimos o útil ao agradável! 

- Aposto que levaram uma bronca! 

- Errou! 

- Errei?!

- A vovó assumiu a culpa! Disse que não aguentava mais esperar, e então resolveu comer o bolo.

- Quem tirou a foto? 

- Meu avô... Eram pessoas maravilhosas! Você precisava conhecê-los! 

- Ah! Sinto muito... Eu não sabia... - diz ela sem graça

- Foi ele quem ajudou a nos limpar sem que minha mãe visse!

- Que fofo! Deve ser muito bom relembrar essas histórias de uma infância que você viveu com pessoas tão queridas! 

Antes que eu pudesse dizer algo o chá ficou pronto e ela foi busca - lo. 

- Açúcar ou adoçante? 

- Açúcar! 

- Aqui! - diz ela colocando a xícara no balcão - Tem mais fotos? 

- Olha essa aqui! É muito boa! - digo tomando um pouco do chá que estava ótimo e muito quente por sinal

- Você está incrível nessa foto! 

- Eu sei! Sempre fui muito lindo! 

- E muito convencido também! - diz ela sussurrando

- Você também devia ser uma gracinha! - digo beijando a ponta de seu nariz

- Aish Jimin!  

- Tá vendo como é bom irritar os outros?! - digo rindo dela

- Já terminou seu chá? 

- Sim senhora! - digo mostrando a xícara vazia a ela

Ela pegou a xícara de minhas mãos e foi em direção a pia com a intenção de lavar-la. 

- Ei! Deixa isso aí! A Lia lava depois! - digo me levantando - Vem! 

Puxei-a até a sala, me sentei no sofá e fiz com que ela caísse sobre mim. 

- Você está tão quente... - digo acariciando uma de suas bochechas com um sorriso no rosto

- Jimin! - diz ela se levantando e se sentando na outra ponta do sofá

Isso me fez rir. Apesar de passarmos muito tempo juntos ela ainda sentia vergonha algumas vezes.

- Ei! Não precisa ter medo! - digo rindo e lhe estendendo a mão

Assim que ela pegou em minha mão eu a puxei para mim deitando-a sobre mim.

- Te amo! - digo selando rapidamente nossos lábios

- Também te amo, Park Jimin! - diz ela me olhando atentamente

- Posso te contar uma coisa? 

- Claro irmãozinho! - diz ela acariciando uma de minhas bochechas

-... Tenho medo de te perder!

 

~ CONTINUA

 


Notas Finais


Olá amores!
Espero que não tenha ficado muito enjoativo!
*Vai ter Hot logo logo?
VAI!!
~ Eu espero kkkk
*Uma recomendação minha de música que usei para escrever parte deste capítulo é a música Converse High - BTS
Link aqui - https://youtu.be/AULbIHbNMHo
Desculpem-me pela demora novamente amores!
Sejam bem vindos os leitores novos!!! Fico muito feliz por estarem aqui!!
Beijinhos a todos e até loguinho!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...