História Irmãs sobreviventes - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler, Tyreese
Tags Carl, Chandler Riggs, Daryl, Norman Reedus
Exibições 104
Palavras 744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - Precisamos converar


Estava dormindo, então batem na minha porta. Levantei e era Sophia.

- O que você quer encosto?- Falei depois de ver ela toda suada e ofegante

- O Daryl... Ele acordou e ta te chamando.

- É serio?- falei começando a chorar de alegria- Sophia, não brinca comigo

- É, agora vai se arrumar logo mulher! Seu namorado ta te esperando.- falou e fechou a porta

Sai correndo e fui colocar uma roupa, então percebi que minha barriga já estava começando a aparecer. Não tenho uma camiseta mais larga, fui até a gaveta do Daryl e peguei uma de sua camisetas. me vesti e sai correndo. Depois de uns poucos minutos avistei a enfermaria.

- É verdade que ele acordou?- perguntei para Tyreese que foi a primeira pessoa que consegui ver.

- É sim, ele estava te chamando.

- Obrigada!- Falei animada e entrei correndo.

Parei perto de sua cama, logo sua cabeça se movimentou e parou onde eu estava parada. Seus olhos abriram, e pude ver aquele lindo tom de azul novamente. Ele sorriu fraco.

- Allana...- falou quase em um sussurro.

Corri até ele sentando na cama e o abraçando. encostei minha cabeça em seu peito e não consegui conter o choro.

- Eu senti saudades- falei enquanto chorava

Senti suas mãos em meu cabelo e a outra em meu rosto limpando minhas lágrimas. Olhei para ele que não tinha mais os hematomas no rosto. Ele já estava normal, como antes.

 

Ficamos nos olhando, então selei nossos lábios em um selinho demorado, como eu senti saudades dele.

- Eu não aguento ficar mais aqui- falou perto da minha boca com a testa colada na minha

- Eu não sei quando você vai poder ir para casa, mas eu pergunto depois para o medico novo.

Algumas horas se passaram e eu estava sentada olhando Daryl que dormia, seu rosto estava com a expressão calma, a qual eu só vejo quando ele dorme. comecei a mexer em seu cabelos suados pelo calor que estava fazendo.Ele estava todo suado e então eu tinha que ficar colocando um pano umedecido para refresca-lo. -Como vai ser quando ele descobrir que eu estou gravida? Será que ele vai reagir bem? Será que ele vai aceitar? Enquanto eu estava avoando, então o medico entrou no quarto me tirando de meus pensamentos.

- Vim ver como ele está e se dá para ele ir para casa. Pode acorda-lo para mim?- falou e assenti

- Dar, acorda.- falei mexendo de leve em seu braço e ele abriu os olhos de vagar

- Você pode tirar a camiseta pra mim olhar os pontos?- assentiu e eu ajudei a tirar sua camiseta

Ele foi examinado e tirarando seus pontos, ele já estava bem, só precisava descansar, então fomos para casa. quando chegamos não deu outra, Henrique viu Daryl e veio correndo. Então grudou na perna dele, que até esqueceu de mim.

- Agora, a Sophia e o Rick vão fazer companhia pra você porque eu preciso pegar algumas coisas pra fazer a janta, e Sophia preciso falar com você rapidinho- falei e saímos do quarto- Ainda não fala pro Dar que eu to gravida ok?

- De qualquer jeito eu não falaria, é você que vai contar

- Obrigada, fica de olho nele por favor.

Fui até a enfermaria e encontrei o doutor.

- Eu posso falar com você?- falei batendo na porta

- Claro, entra.- entrei e sentei em uma cadeira.

-Então o que foi?

- Bom é que a uns dias eu descobri que estava gravida, só que eu não sei se é bom o Daryl saber agora, ele pode não reagir bem.- falei meio preocupada

- Bom ele realmente não pode se estressar no momento, é melhor você contar quando ter certeza que ele esta bem. E depois, volta aqui com ele pra fazer um exame em você.

- Bom, era só isso. obrigada.- falei levantando e saindo.

5 DIAS DEPOIS

Daryl já estava 100%  eu tinha que contar pra ele, aproveitei o momento de ele estar deitado na cama sentei ao seu lado.

- Daryl a gente precisa conversar.- falei seria e vi Daryl ficar tenso, segurei suas mãos

-Então fala.

- Não fica bravo, por favor. Eu não fiz isso sozinha

- Você me traiu?- Falou tirando suas mãos das minhas em um movimento brusco

- Não! não foi isso

-Então o que foi?- falou bravo

- Daryl, eu, eu to gravida- falei e ele ficou sem reação

 

 

 


Notas Finais


Acho que agora da treta...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...