História Irmãs sobreviventes - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler, Tyreese
Tags Carl, Chandler Riggs, Daryl, Norman Reedus
Exibições 109
Palavras 1.349
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente me perdoem eu sumi porque os PCs que eu usava pra postar quebraram. Sim! Muita sorte mesmo

Capítulo 30 - Pedido


POV. DARYL DIXON

Estava andando por Alexandria procurando por Rick, então Julie me para

- Oi Daryl- falou em uma tentativa falha de parecer sensual

Ignorei e continuei meu caminho

- Daryl espera!- falou me seguindo- Eu tenho um probleminha em casa, me ajuda?- falou mordendo o lábio i ferior

Olha garota- rosnei- Eu não sou a porra do seu cachorrinho pra te obedecer e também não sou idiota. Para de dar em cima de mim cassete- gritei e comecei a andar.

Julie segurou meu braço e me beijou mas eu não correspondi. Do nada ela parou e só consegui ver uma Allana puta da vida socando a garota. Por mim não tinha problema, mas ela não podia se estressar muito por causa do bebê. Com cuidado segurei Allana pela cintura tentando afasta-la da Julie que já estava inconsciente.

- Me solta filho da puta!- gritou fiquei parado porque não conseguia explicar à ela o que estava acontecendo- Não vai falar nada?- permaneci calado, Allana acertou um soco em mim e eu não fiz nada, estava triste e eu realmente mereci. Continuei a encarando tentando falar com ela mas nada saía de mim, todos já estavam prestando atenção em nós uma lagrima escorreu de seu rosto. Me senti a pior pessoa do mundo naquele momento, eu nunca me senti assim. Vê-la chorar por minha culpa foi a pior coisa, o pior sentimento de todos. Ela saiu correndo e logo foi amparada por Maggie e as outras Chase arrastou Julie do meio da rua depois de ter rido da cara dela e falado "bem feito". Eu estava com raiva. Raiva de Julie, raiva de mim mesmo por magoar Allana. Precisava quebrar alguma coisa, ceminhei na direção re uma arvore e comecei a soca-la o mais forte que consegui então alguém me chama. Olhei e era Sophia

- Se você veio aqui me enxer o saco sobre o que aconteceu e me xingar por Allana estar chorando melhor você ir agora- falei fechando o punho

- Não.- respondeu calma- Daryl eu vida oque aconteceu, não foi sua culpa, Julie que te beijou e você estava deixando ela no vácuo. Eu vim te ajudar

- Não quero a sua ajuda respondi de forma rude

- Foda-se, enfia esse não no cu. Eu vou te ajudar do mesmo jeito. Eu vou falar com a Maggie e quando a Allana estiver um pouco mais calma você tenta falar com ela. Se não a gente usa um plano b, porque esse eu sei que ela nunca recusaria.

-Como?

- Lembra aquilo que você pediu minha premiação um dia, foi meio disfarçadamente mas foi

- Puta merda como eu esqueci disso.- falei indignado

POV SOPHIA

Caminhei até a casa de Maggie e quando entrei vi Carol, Michonne e Tara falando com ela tentando acalma-la

- Eu não quero mais, cabaou tudo não quero mais. Ele me traiu, nunca na minha vida eu pensei em fazer isso porque eu o amo, amo até de mais, mas acho que ele nunca se importou com migo

- Lanna, ele te ama. Ele não conseguiu encontrar as palavras certas para se explicar naquele momento. Mas pela cara dele, naquele momento dava pra perceber que ele estava triste e arrependido, se acalma e tenta falar com ele depois, e só depois disso, depois de ouvi-lo você decide se é o que realmente quer. - Maggie falou

- Não, eu não quero mais falar com ele. Nunca mais- olhou para mim Sophia me ajuda a arrumar as coisas dele depois?

- Tem certeza que você quer isso?- ela assentiu- Maggie posso falar com você

Fomos para um quarto e eu fechei a porta.

- Eu vi a tudo que aconteceu desde antes do beijo. Não foi culpa do Daryl, eu tava procurando o Carl e Julie parou o Daryl. Ela começou a dar em cima dele, então o Daryl gritou com ela e foi saindo só que a Julie puxou ele e o beijou e o resto você já sabe.

- Serio? Então o que a gente vai fazer?

- Bom eu falei com ele e combinei de deixar ela se acalmar e tentar fazer ela conversar com ele. E como isso não vai adiantar. Então tem uma segunda coisa...- contei o plano para Maggie, ela sorriu e concordou

- Vou contar para elas- falou sorrindo e dando pulinhos

- Vai la Maggs- falei e passei a mão por sua barriga que já estava bem grandinha

POV DARYL DIXON

Passaram-se vinte minutos que mais pareciam horas então Sophia chegou. Allana estava calma e eu tentaria falar com a mesma. Andamis até o local que ela estava. Sophia entrou na casa e eu me escorei no batente da porta. Comecei a olhar  para Allana. Ela estava com uma feição triste, os olhos perdidos estava vermelha de tanto chorar. Só queria poder abraça-la e tocar o foda-se em tudo, foda-se no que eu acho, foda-se para aquele mundo, foda-se para não gostar de contato em publico. Acho que a encarei de mais porque ela olhou pra mim, seus olhos marejaram e então ela falou

- Eu não quero falar com ele por favor- falou segurando o choro- por favor

- Só tenta ouvir ele só agora, por favor Lanna- Sophia falou, ela balançou a cabeça negando e começou a olhar para um ponto fixo na parede.

Entrei na casa e sentei do seu lado, quando fui toca-la ela se afastou Sophia olhou para mim e fez um sinal para mim ficar calmo.

-Ei- chamei e ela continuou me ignorando, mas sabia que ela me ouvia- Eu tava procurando o Rick então ela chegou me referi a Julie- Deu em cima de mim e eu gritei com ela e tentei ir embora- falei tentando manter a calma- Só que ela não deixou e acabou me beijando, eu não queria isso e ainda não quero, porque eu não gosto dela. Eu... Amo você.

Allana me olhou com os olhos marejados, os fechou e balançou a cabeça em negação. Ela tentava acreditar em mim, eu sabia que tentava mas não conseguia, Allana me amava por isso estava sofrendo assim.

- O que eu tenho que fazer pra você acreditar em mim?- ela nada respondeu e isso me machucou, olhei para Sophia e desfarçadamente ela fez o sinal de dois.

FLASHBACK ON

Saí do banho que Allana me obrigou a tomar me troquei e desci as escadas. Vi Allana cozinhando passei por todos fui até seu lado coloquei minha mão na panela e retirei um pedaço de coelho de dentro da mesma colocando na boca em seguida. Allana deu um tapinha em minha mão e falou baixinho "para com isso Dar" em seguida me deu um selinho enquanto ninguém olhava. Sai de casa e sentei na varanda para limpar minha besta.

Minutos depois Glenn apareceu e sentou ai meu lado.

- Que foi?- perguntei

- Nada... É que... Você e a Lanna estão juntos?- Percebi o rumo que a conversa tomou, mas mesmo assim continuei lá.

- Acho que sim mas...

- Mas?-  perguntou e bufei

- Mas as vezes eu acho que não consigo demonstrar o que sinto por ela - Glenn sorriu-

- O que foi?- per guntei já me arrependendo por não ter saido de la antes

-Por que você não a pede em casamento? - Arregalei os olhos com a pergunta- Vai eu te ajudo e ela vai aceitar de qualquer jeito. Ela te ama e não vai recusar o pedido.

FLASHBACK OFF

Levantei do sofá e corri ate minha casa. Subi a escada e entrei no meu quarto, abri uma das gavetas e tirei um de noivado de la voltei ate Allana e sentei do seu lado, ela ia se levantar mas eu a segurei.

- Por favor. Olha pra mim só mais uma vez- tirei o anel do bolso e estendo para ela, ela olhou para mim e para o anel repetidas vezes como se não estivesse acreditando- Você quer... Olha foda-se Allana, casa comigo?

Ela me olhou por uns segundos tentando entender o que aconteceu respirou fundo e disse

- Não!


Notas Finais


Calma, não me matem isso foi ideia de uma amiga minha querem matar alguem matem ela. E só queria lembrar que a Allana e zuerinha. Lembrem-se disso e pensei no que eu acabei de falar. Mais coisas estão por vir para o casal Allana

Bjs de purpurina dessa vez eu não demoro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...