História Irresistible - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony
Tags Derliah, Gauren, Imagine Lovatic, Lesbian For Demi
Exibições 81
Palavras 1.661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá

Capítulo 14 - Deported To Brazil


Merliah Haverlly Jauregui Point of view

Demi Lovato uma cantora mais conhecida como a minha namorada, estava dançando Worth it na minha frente e eu estava literalmente babando por ela . Mas graças a Deus ela não percebeu nada. Mordi os lábios tentando conter o gemido e ela me deu um sorriso cafajeste, chamei a mesma com o dedo indicador, para que ela viesse até a mim e pedi que ela se sentasse em meu colo, Lovato estava me provocando,rebolando em meu colo e passando as mãos pelo meu corpo e cantando a música em meu ouvido eu estava louca.

Demi - Baby, I'm worth it. - Cantarolou baixo com uma voz rouca e eu joguei a cabeça para trás, sentindo suas reboladas ficarem mais rápidas de acordo com a música.

Merliah - Meu Deus! - Disse ofegante, meu corpo inteiro tremia - Amor, não me provoca. - Disse baixo e logo seus lábios se curvaram em um sorriso provocativo. - Demi, você está me fazendo perder a minha sanidade - Disse entre gemidos e ela sorriu me puxando para um beijo de tirar o fôlego. Maldita!

Senti ela rasgar meu vestido e suas mãos irem para os meus seios, tombei a minha cabeça pra trás e movi os meus quadris mais rápido que pude pra aliviar a minha excitação, mas Demi saiu do meu colo e me levou para o sofá e sua boca foi de encontro ao meu pescoço, enquanto suas mãos vagavam pelo seu corpo e me arranhavam sem pudor algum. Fechei as pernas e ela me olhava com raiva por ter feito aquilo. Eu fechei os olhos e logo depois pude sentir algo extremamente quente em minha intimidade completamente molhada. Abri os olhos com dificuldade, joguei o meu tronco para frente, na intenção de ver o Demi estava fazendo, mas minha visão estava embaraçada demais para que eu pudesse ver alguma coisa. Meu tronco voltou ao encosto do sofá com rapidez, senti Demi colocar uma de minhas pernas em seus ombros, segurando os dois lados do meu corpo colocando seus dedos e sua língua, cada vez mais fundo.

Deixei meus lábios entreabertos e xinguei todos os palavrões existentes na face da terra e segurei os cabelos de Demi para que ela fosse um pouco mais fundo,toquei meus próprios seios, fechando os mesmos entre meus dedos, enquanto rebolava em sua boca.

Merliah - Para,agora mão. -Disse ofegante e ela me olhava confusa

Demi -Eu te machuquei? -perguntou preocupada e eu neguei com a cabeça.

Merliah - Não. Eu só quero gozar junto com você. -Disse abrindo minhas pernas para que Demi pudesse se encaixar entre elas.- Hm- gemi ao sentir sua intimidade tão molhada quanto a minha. Minhas mãos estavam firmes em sua costas, onde eu cravava minhas unhas ali, enquanto rebolava junto com ela, seguindo seu mesmo ritmo.

Demi - Você é um demônio, Jauregui. - Disse entre gemidos e eu joguei a minha cabeça pra trás, sentindo Demi cravar suas unhas em meus ombros e sem aviso prévio, coloquei três dedos em sua intimidade - Merda! Mel,mais -mais - Meus dedos escorregavam em sua intimidade com rapidez e Demi logo estava falando palavras desconexas e xingando diversos tipos de palavrões e eu não conseguia evitar de ficar excitada com aquela visão que estava na minha frente. - Oh! Eu vou...- Tirei meus dedos de sua intimidade com certa violência e ela gemeu em reprovação. - Por que você parou? -perguntou séria e eu ri - Tudo bem, eu posso usar meus dedos para isso - Disse e começou a se tocar na minha frente. Deus, eu posso morrer agora, eu estou no paraíso!

Merliah - Demi - Soltei um gemido arrastado e rouco e coloquei sua mão em minha intimidade pedindo para ela me tocar e assim ela fez.

Demi - Me toque por favor. -  Pediu tirando sua mão da própria intimidade, enquanto me tocava com força. Coloquei meus dedos dentro dela, um pouco mais forte do que antes e ela gemeu alto.

Nós duas gemíamos juntas, sentindo um calor infernal tomar conta de nossos corpos, nossos dedos se movimentavam cada vez mais rápido com certa agilidade e precisão. Corpos suados, corações acelerados, uma troca de olhares foi o suficiente para fazer com que nós soubéssemos que nós estávamos nos amando de uma forma intensa e indescritível.

Meu corpo tremeu de uma forma intensa e eu não conseguia evitar os gemidos que ficavam cada vez mais altos, Demi aumentou a velocidade das estocadas e eu logo estava sentindo meu corpo ficar mole e cansando, por conta do orgasmo e não demorou muito para logo ela chegasse ao seu ápice também e caísse exausta encima de mim. Acariciei suas costas suadas esperando que ela se acalmasse e ela beijou meu rosto, logo em seguida.

Merliah - Acho melhor irmos tomar um banho para relaxar e dormir, porque eu estou muito cansada, estou exausta na verdade. -Ela riu assentindo e se levantou em seguida, e me pegou no colo - Eu ainda sei andar, Demi. -Disse sorrindo

Demi - Eu sei disso muito bem, mas eu quero ser a namorada romântica aqui. - Brincou rindo

Merliah - Bom, então você pode me dar um banho também, não é? - perguntei sorrindo - Eu estou cansada, sabe? E acho que você deveria me dar um banho. - Ela sorriu largo e assentiu.

Demi - O que eu não faço por você, não é mesmo? - perguntou sorrindo e eu retribui o sorriso.

Demi Lovato Point of view

Acabei dando um banho demorado em Merliah e ela realmente estava muito cansada, porque assim que acabou de tomar banho, se jogou na minha cama e dormiu.

Tomei banho e lavei o meu cabelo, troquei de roupa e logo me joguei na cama e fiquei velando o sono de Merliah, me perguntando como eu poderia ter tanta sorte de ter encontrado alguém tão incrível como ela.

Fiquei mais algumas horas, observando a minha namorada dormir, mas finalmente fui vencida pelo cansaço, abracei sua cintura com força e comecei a acariciar seu cabelo, fazendo com que ela viesse até a mim e finalmente consegui pegar no sono.

E a única certeza que eu tinha naquele momento era que eu amava uma certa garota de olhos verdes chamada Merliah Haverlly Jauregui.

Dia seguinte :

Gabrielly Nohara Point of view

Lauren, ainda dormia tranquilamente. Seus cabelos estavam espalhados pelo travesseiro, seu rosto tinha uma expressão de serenidade e um de seus braços seguravam a minha cintura de forma possessiva. Como ela pode ser tão linda? Suspirei apaixonada pela centésima vez naquele dia, Lauren era a única pessoa que despertava o melhor de mim, em todos os sentidos. Beijei seu rosto diversas vezes, mas ela apenas se mexeu e soltou alguns murmúrios em resposta.

Gabe - Hey, Laur. Será que você pode acordar? -perguntei acariciando seu cabelo e ela negou com um som nassal - Que pena, porque eu estou morrendo de saudades da minha namorada, sabe? Mas ela insiste em continuar dormindo, vamos lá, abra os olhos, meu amor. Eu realmente estou com saudades desses olhos verdes me encarando. -Disse sorrindo e ela virou e ficou me encarando. - Buenos días, mi amor. -Disse sorrindo e dei um beijo demorado em seus lábios.

Lauren -Bom dia, amor da minha vida -Disse em português e eu olhei pra ela incrédula e ela riu. - Acordar com você falando em espanhol é uma tentação. - Disse sorrindo e eu bati em seu braço. - Hey, calma porque eu estou toda dolorida. -Eu arqueei a sobrancelha e ela deu de ombros - Você acabou comigo, Gabrielly.

Gabe - Eu claramente  não tenho culpa nenhuma se você atiçou meu alter ego, Lauren. - Disse sorrindo - agora, eu quero que você vá tomar um banho, porque eu vou te esperar lá na sala. -Disse saindo da cama - Eu não vou tolerar atrasos, Michelle. -Disse saindo do quarto e desci as escadas e meu celular indicou que havia uma nova mensagem.

Filhote : Hey, Mommy. 💞

Eu : Hey, little babe. Está tudo bem? 💞

Filhote : Nope.  :(

Eu: O que aconteceu? Não me lembro de ter esquecido de nada. Mel, o que está acontecendo?

Filhote : Acho que vou voltar pra o Brasil.

Deixei meu celular cair no chão. Como assim voltar para o Brasil?

Eu: Como assim? Merliah você vai me explicar isso, agora.

Filhote : Eu não sei como explicar.

Eu : foi a Demi?

Filhote : Nope.

Eu : Mel, você está me deixando nervosa.

Filhote : Promete que vai cuidar da minha irmã pra mim, porque eu não sei se  vou voltar.

Eu : Vou descobrir o que está acontecendo, Mel.

Filhote : Okay. Eu vou falar o que está acontecendo. O meu pai, descobriu que eu voltei para os Estados Unidos e a justiça americana me deportou de volta para o Brasil, pois meu pai disse que eu  estava envolvida  com a máfia. Mas, essas provas não são reais. 

Eu: A Demi sabe disso?

Filhote : Ela não acredita em mim, Gabe. Eu acho que acabou. Portanto, quanto mais rápido eu for embora, melhor. Eu tenho que ir, Mommy. Amo você. ❤

Eu não tive tempo de responder nada, pois ela ficou offline, Lauren estava sentada ao meu lado e pegou o celular rapidamente das minhas mãos.

Lauren - Ele não fez isso. - Disse dando um suspiro pesado

Gabe - Ele fez isso, Lauren e a Mel vai embora. -Disse baixo, pois estava prestes a chorar.

Lauren - Eu vou acabar com isso, custe o que custar. -Disse me abraçando

Gabe - O que você vai fazer? -Perguntei claramente preocupada

Lauren - Eu vou atrás do meu pai, ele não pode me afastar da minha irmã de novo. Não pode!- Disse saindo de casa e indo em direção ao seu carro. 

Eu sabia que nada seria fácil, mas que Lauren enfrentaria seu pai com unhas e dentes se for preciso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...