História Irresistívelmente controladora. - Spoby - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Personagens Originais, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Tags Pretty Little Liars, Spencer, Spoby, Toby
Visualizações 78
Palavras 1.932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem 💜

Boa leitura 😍💙💙

Capítulo 2 - Iludindo e iludida.


POV Toby 

Eu escutava atentamente Spencer contando sobre o que passou com Alex. Talvez ela fosse forte desse jeito, como aparenta, por causa dele. Lágrimas Caiam dos olhos para as bochechas, ela era tão perfeita para sofrer por aquilo, e eu estou disposto a fazer esse cara pagar.

- Já quer ir ? - Eu perguntei secando suas lágrimas.

- Se você quiser... - Eu concordei e esperei ela levantar.

- Eu só vou pagar e... 

- Eu pago. - Ela disse, e eu neguei, eu iria pagar, era o mínimo. 

Fomos até meu carro e de lá voltamos para meu apartamento, Spencer se jogou no sofá, fazendo eu rir.

- Me desculpe... É só... Eu estou tão cansada. - Ela disse resmungando.

- Tudo bem... Você irá dormir na cama e eu no sofá. - Ela me olhou confusa.

- Não, eu dormirei aqui ! - Ela chegou mais perto de mim.

- Eu não deixarei a Srta. Hastings dormir no sofá ! - Ela riu, então aproximei meu corpo do dela.

- Não acha que estamos muito próximos Sr. Cavanaugh ? - Ela me olhou e sorriu.

- Eu não acho e você ? - Ela negou, mas logo se afastou de mim.

Ela pegou o celular e foi até meu quarto, parecia que já conhecia o apartamento inteiro. Vi ela sentada na cama, e fiquei olhando para ela, apenas na porta.

- Irei falar com Alex... - Ela disse e eu apenas assenti.

- Deixarei vocês a sós. - Ela sorriu e eu caminhei até a sala.


Eu estava assistindo tv, quando escutei a voz de Spencer e de Alex, o celular estava no viva voz pelo o que eu percebi.

- Não irei dormir aí hoje !

- Você irá sim ! Ou irei até onde você está !

- Eu não vou, Alex...

- Você sabe o que pode acontecer !

- Eu vou dormir na casa de uma amiga, apenas isso...

- Não importa ! Quero você aqui daqui cinco minutos, se não irei fazer você se arrepender.

- Pare Alex ! Pare com isso ! Você é louco !

- Te aguardarei... 

- Então ficará me aguardando ! Eu não vou voltar tão cedo... Adeus.

Ela então desligou o celular e na mesma hora desliguei a tv, fui até ela e a vi deitada na cama chorando. Quando a vi daquele jeito, meu coração se partiu, como um cara consegue fazer isso ? Fui até ela... 

- Me desculpe pelo travesseiro... - Ela disse, ainda chorando cada vez mais. Eu me sentei na cama e fiz carinho no rosto dela, secando as lágrimas que caiam.

- Pode ficar aqui quanto quiser... - Ela estava em silêncio, apenas seu choro eu conseguia ouvir.

Ela se levantou e colocou os braços em volta da minha cintura, apoiando a cabeça no meu peito, chorando e chorando. Eu beijei sua testa em seguida.

- Não chore... Ficará comigo o quanto for preciso, eu irei tomar providências com as minhas próprias mãos se ele tocar em você denovo... - Ela sorriu e me abraçou mais forte.

- Não precisa se preocupar comigo... - Ela disse secando as lágrimas com as mãos agora.

- Irei me preocupar sim... - Ela não me soltou, ainda me apertando, eu sorri ao olhar para ela.

- Já que irei dormir na cama... Pode dormir aqui... Comigo ? - Eu concordei com a cabeça. Eu não estava gostando de Spencer, nem a amando. Era algo diferente, talvez atração, desejo, vontade.

POV Spencer

Eu estava tão mal por conta do que havia acontecido entre mim e Alex. Eu não sei se o amo, estamos namorando a anos, mas, ele se tornou um monstro.

Eu estava abraçada com Toby, sentia seu coração. Ele passava os dedos pelo meu cabelo me deixando sonolenta. O que era para ser uma simples reunião, acabou se tornando nisso.

-Já que irei dormir na cama... Pode dormir aqui... Comigo ? - Eu perguntei insegura com sua resposta, Toby me fez eu me sentir segura pela primeira vez. Ele concordou.

Eu percebi que estava gostando de Toby, algo que não era normal.

O carinho dele era simplesmente encantador, e queria ele mais perto de mim, ele parecia gostar da minha presença, o que Alex já não gostava tanto...

- Está com sono ? - Toby me olhou fixamente. 

- Estou cansada... - Eu disse baixo e abaixei minha cabeça.

- Eu estarei aqui quando acordar... Fique tranquila. - Ele sussurrou no meu ouvido, me fazendo sentir mais confortável.

- Se eu dormir agora... Não irei conseguir dormir mais tarde. - Eu disse e olhei para ele com um sorriso.

- Vou até a empresa, daqui a pouco volto. Tente não dormir enquanto isso. - Ele beijou minha testa e saiu.

POV Toby

Eu havia deixado Spencer no apartamento enquanto eu ia para a empresa resolver algumas coisas.

Assim que cheguei havia um homem na recepção.

- Quero falar com o Sr. Cavanaugh ! - Ele insistia, o olhei torto assim que cheguei.

- Sou eu... - Ele me encarava.

- Podemos conversar na sua sala ? - Ele me perguntou eu logo concordei com a cabeça, mostrando o caminho.

- Sente-se ! - Eu sentei na minha cadeira e ele se sentou na minha frente.

- Sou Alex, Alex Santiago. - Então esse cretino é o namorado da Spencer ? 

- Do que se trata o assunto ? - Eu o encarei.

- Minha namorada veio hoje aqui... Spencer Hastings. - É esse mesmo. - Ela sofre com alguns problemas em casa, mora sozinha e eu tento ajudá-la, mas ela sempre nega. Liguei hoje para ela, ela disse que ia dormir na casa de uma amiga e eu disse que por mim tudo bem, mas ela tem mágoas de algumas coisas. Mas então, depois eu comentei algo sobre eu ir dormir na casa de um amigo, ela ssimplesmente gritou comigo, disse que iria fazer eu pagar se eu dormisse na casa de algum amigo meu... - Eu o interrompi.

- Olha ! Sou empresário, não psicólogo. - Eu disse, eu sabia que ele estava mentindo. Com um caras desses, ela deve ter medo mesmo.

- Eu sei... Mas quero que você não feche negócios com ela. - Ele falou, me encarando.

- Por que ? - Eu perguntei quase partindo para cima dele.

- Como eu disse, ela tem problemas... - Eu bati na mesa assim que escutei ele dizendo aquilo.

- Está de brincadeira ? Spencer chegou hoje aqui com marcas no braço que você fez nela. Você machuca ela e depois diz que ela que tem problemas ? Só se for problemas causados por você ! E se você quer saber onde ela está, ela está no meu apartamento ! E ficará lá o quanto precisar, eu soube que uma noite você bateu nela... Se eu descobrir que você encostou um dedo na Spencer novamente, não vai ser comigo que você vai se ver, e sim com a polícia ! 

- Ela te contou tudo isso ? - Eu cruzei meus braços.

- Sim, e um pouco mais. Se eu souber que você bateu nela novamente, não diga que eu não te avisei. Agora se retire da minha sala ! - Eu apontei para a saída, ele se retirou. Depois de cinco minutos resolvi sair.


- Spencer ! - Eu gritei assim que cheguei no meu apartamento. Fui até o quarto e encontrei a mesma chorando. - O que aconteceu ?

- Toby... - Ela chorava e dizia entre soluços.

- O que ?! - Eu disse me aproximando dela.

- Alex... Alex me ligou, disse para eu ir embora daqui... Falou que seria pior se eu não fosse... - Eu a segurei em meus braços. - Toby, melhor eu enfrentar esses problemas sozinha... Vou embora, amanhã conversamos.

Ela se levantou e foi até a porta, eu segurei seu braço antes dela sair.

- Não... Ele irá te machucar ! - Eu a olhei, e seus olhos estavam cheios de lágrimas.

- Toby... Vou ter que enfrentar esse problema sozinha... Tchau. - Ela se soltou e saiu.

POV Spencer

Eu saí do apartamento de Toby, eu tinha que enfrentar os problemas de Alex e de mim sozinha. Apenas nós dois.


Havia chegado no meu apartamento e assim que olhei na cozinha, ele estava sentado na mesa, quando ele me olhou e eu sorri, um sorriso forçado, com medo dele fazer algo. O que... Provavelmente iria fazer.

- Desistiu de passar a noite com o Sr. Cavanaugh ? - Ele me Perguntou e eu logo me sentei na mesa.

- Apenas queria vir pra casa... - Eu disse baixo.

- Fez o certo. - Ele se aproximou de mim.

- Eu sei... - Eu disse assim que ele passou na mão nos meus cabelos.

- Se me desobedecer denovo, irá piorar as coisas ! - Ele bateu na mesa, fazendo eu me assustar.

Eu me levantei e fui para o quarto, troquei a roupa e me deitei, apenas sabendo que eu teria que dormir com ele, já me assustava.

- Hoje não precisarei te derrubar na cama, não é mesmo ?! - Ele se deitou ao meu lado, colocando a mão na minha cintura. 

Eu logo me afastei,  não deixando ele me tocar.

- Não estou fazendo nada com você, Spencer ! Então pare de se afastar ! - Ele disse o mais alto possível.

- Não importa ! Você está tocando em mim ! Isso já é o suficiente ! - Eu me levantei ele segurou no meu braço, fazendo eu virar, e quando eu menos , senti um tapa sendo virado no meu rosto. Um tapa forte, um tapa Extremamente forte, seguido por outro.


Acordei no dia seguinte, e não Alex não estava lá, pelo menos isso... Depois dos tapas que ele me deu ontem a noite, foi o suficiente para eu ter me arrependido de ter saído do apartamento de Toby.

Escutei meu celular vibrando, me olhei no espelho e as marcas de seus dedos estavam todas, vermelhas e roxas. Eu desabei, olhando meu celular e vendo que Toby estava me ligando.

- Oi !

- Oi...

- Está chorando ? O que ele fez ?

- Toby... Venha pra cá, eu quero ficar com você...

- Estarei aí em menos de cinco minutos, já estou chegando no meu carro. Mas o que ele fez ?!

- Ele me bateu no rosto ontem, Toby... Está as marcas, está roxo Toby !

Escutei a campanhia e fui atender, Toby estava lá, me olhando. Eu logo o puxei e o abraçei.

- Seu rosto... - Estava explícito as marcas. - Ele fez isso ? 

- Sim... - Ele me puxou para fora de lá.

- Irie ligar para a polícia ! - Eu segurei seu celular antes dele ligar.

- Não... Por favor ! Alex não é uma má pessoa... 

- Não ? O seu rosto diz o contrário ! Spencer ! Entre no carro... - Ele me chamou, eu neguei, se ele ligasse para a polícia na iria entrar.

- Vai ligar para a polícia ? Então não entrarei ! - Eu cruzei meus braços.

- Está bem, fique com meu celular. Não vou ligar, agora entre ! - Eu entrei em silêncio, fomos até o apartamento e lá, ele tentou tirar as marcas do meu rosto.

- Isso está horrível. - Ele disse.

- Eu sei... - Eu abaixei minha cabeça.

- Como consegue defender um monstro desses ? - Ele me perguntou.

- Toby... Eu consigo porquê ele já me fez feliz. Então devo isso a ele... - Eu disse, e Toby apenas bufou.

- Você não deve nada a ele, ele merece ser preso ! - Eu neguei, cruzando meus braços e quando Toby cuidava dos "hematomas".

- Toby... Eu sei que é errado ele fazer isso, mas... Está certo, deve ligar para a polícia. - Eu disse, as marcas estavam piores, e isso fez com que eu sentisse raiva de Alex.

- Quer que eu ligue ? - Eu concordei com a cabeça e ele logo ligou, denunciando Alex.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 💕💕❤

Spencer como sempre, um amorzinho 😹💓

Até o próximo capítulo ❤❤💓💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...