História Is Broken ? (Yaoi) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Fantasia, Ficção, Gay, Homossexualidade, Mistério, Originais, Romance, Suspense, Yaoi
Exibições 91
Palavras 672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esta história é uma das que eu estou escrevendo... Se tiver interesse de uma olhada nas outras também. Eu logo voltarei a postar os capítulos diários..

Outras fics:

Greenshade - fantasia yaoi.
Galmeryl - fantasia yaoi.

Capítulo 1 - Prólogo: sozinho


Segurando as chaves da casa, eu estava parado em frente à porta de madeira.

Eu segurava novas lágrimas desde a hora em que meu amigo veio me trazer de carro até aqui... Mas não consegui mais segurar toda essa tristeza acumulada.

Entrei dentro da casa sentindo minhas bochechas esquentarem com as lágrimas quentes escorrendo pelo meu rosto, o cheiro de móveis velhos invadiu minhas narinas. Eu andei pelo corredor de entrada procurando minhas malas que eu trouxe ums dias antes de vir. Achei as malas em cima da mesa junto com várias caixas de compras do mercado, peguei a mala de cor vermelha onde lembro que coloquei minhas roupas e subi as escadas que ficam na sala, indo em direção ao meu novo quarto.

A casa tem o jeito dela.

Essa casa pertencia a minha mãe, ela passou seus últimos dias de vida morando aqui... Ela morreu a alguns dias atrás e então me mudei pra cá para que meu padastro não vende-se a casa que minha mãe tanto amava.

Nesses últimos dias eu tenho tentado me recuperar da perda me afundando no trabalho....mas nem isso eu venho conseguindo fazer, sou um jovem escritor  e além disso também sou um pintor que tem seu lugar na indústria.

Não vou negar que eu vivia num lugar muito bom antes, mas algo me fez querer vir pra cá....talvez a saudade? Por que não me lembro de me importar tanto assim com a venda da casa, isto é....antes eu não me importava mas agora repentinamente resolvi que eu deveria vir morar aqui.

Estou agindo estranho nos últimos dias, assim como muitos dos meus amigos me falaram. Mas eu tenho motivos....

Sai de meus pensamentos quando resolvi começar a arrumar as minhas coisas na casa, eu paguei para que limpassem o lugar e o deixassem quase novo.

Então assim poderei me ocupar organizando as roupas e me acostumando com a casa.

_______________________________________

Quando terminei de arrumar tudo já era de madrugada, eu me encontrava sentado à mesa da cozinha me enchendo de bebida e comendo dos bolinhos que Eliza uma velha amiga me deu de presente antes que eu resolvesse vir pra cá.....

Quando escuto um barulho vir do andar de cima da casa, onde fica o sótão...

Era fraco mas perceptível, eu bebi mais um pouco e resolvi ignorar o barulho e continuar a comer os bolinhos de chocolate enquanto sentia meus olhos se encherem de lágrimas.

O barulho persistia....

__Não posso chorar em paz ?__ eu disse para mim mesmo encarando o último bolinho da caixa.

Escutei um barulho mais alto, estrondoso.... Algo deve ter caído lá em cima.

Limpei os olhos com a manga da blusa preta, e segui de volta para a escada da sala. Passei pelos quartos do andar de cima e segui até a outra escada de madeira que leva para o sótão.

Quando eu já estava subindo as escadas...senti um frio na barriga.

" O que foi? Por que o medo?" Pensei.

Está tudo bem, só vou ver se não quebrou nada...

Peguei a chave do cadeado que tranca a porta do sótão, e após abrir o cadeado...empurrei devagar a porta.

" Por que estou suando frio? Não é como se um monstro fosse pular em mim..."

Acendi a luz do cômodo e vizualizei bem o lugar.

Havia uma pilha de caixas no canto, e uma delas caiu aberta no chão...isso foi aquele barulho que eu escutei no andar de baixo.

O lugar está lotado de tralha, brinquedos velhos que me pertenciam quando criança e vários quadros que pintei para meu pai enquanto ele estava vivo.

Caminhei até a caixa caída e comecei a ver o que havia dentro, muitas e muitas fotos antigas...

Peguei a caixa e desci de volta para a cozinha, onde sentei a mesa  e voltei a chorar durante o resto da noite...

A caixa se encontrava em cima da mesa, onde eu estava terminando com o champagne.

A campainha da casa ecoou alta pelo lugar....e me assustou.

Quem resolveu vir aqui a essa hora?


Notas Finais


Obrigado por ler.

Deixe um comentário de apoio... ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...