História Is Broken ? (Yaoi) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Fantasia, Ficção, Gay, Homossexualidade, Mistério, Originais, Romance, Suspense, Yaoi
Exibições 87
Palavras 1.686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura :)

Capítulo 2 - Gato


Fanfic / Fanfiction Is Broken ? (Yaoi) - Capítulo 2 - Gato

Fui atender a porta me perguntando quem poderia ser.

Quando abri a porta dei de cara um senhor, velhinho.

__Como posso ajudar?__perguntei.

__Você poderia me emprestar o telefone? Fui assaltado e preciso que minha mulher venha me buscar de carro...por favor __ o velho implorava com os olhos marejados.

__Claro ! Entre... __falei dando passagem para que ele entrasse.

O que um velhinho como ele estaria fazendo a essa hora? Fora de casa...

Peguei o meu celular e entreguei para ele, o homem discou um número e começou a conversar com alguém.

Após terminar tudo ele me entregou o celular.

__Obrigado.... Posso esperar minha esposa aqui em sua casa?__

Eu não negaria algo assim, sou muito sentido a esse tipo de situação.

__Claro, vou pegar um copo de água pra você...sente-se ali __apontei para a cadeira da cozinha.

Fui na geladeira buscar água gelada, coloquei em um copo e entreguei para o senhor.

__Seu nome ?__ perguntei..

__ Sou Jony __ ele respondeu.

__ Sou Samuel __ estendi minha mão para ele e o mesmo a segurou.

__Então... Você mora aqui sozinho?__ o homem perguntou bebendo da água.

__Sim, acabei de me mudar __eu respondi olhando para a caixa que estava em cima da mesa.

__Entendo ... __ele respondeu colocando o copo na mesa.

Ficamos em silêncio por um tempo.

__ Nunca pensei que alguém construiria uma casa tão perto dessa floresta.  __ ele começou uma nova conversa.

__Por que? O que há de errado na floresta? __ perguntei curioso.

__Dizem que há algum animal vivendo lá, as lendas são muito fortes por aqui sabe... __

__Um animal? Tipo um urso? __ perguntei.

__Não... Um animal totalmente diferente...dizem ser a junção de uma aranha gigante  com um humano. Mas como eu disse... São lendas. __

__ Entendo...  Acredita nelas? __ perguntei.

__ Acredito __ele respondeu com um tom sério nas palavras.

__Por que acredita? __tornei a confronta-lo , sou uma pessoa que não é de acreditar nessas coisas.

__Por que eu já vi __ele disse.

Um carro buzinou na frente de casa e Jony se levantou.

__ Obrigado por tudo Samuel __disse ele saindo de casa.

Fui até a porta e vi Jony entrar no carro que conforme se afastava era engolido pela escuridão da noite.

Tranquei a porta de casa e subi para o andar de cima, enquanto andava até o quarto fiquei pensando no que aconteceu mais cedo.

Logo algo aleatório tomou minha mente...

Coloquei meu pijama e fiquei deitado olhando para o teto até pegar no sono.

______________________________________

Quando meu despertador apitou me levantei e fui tomar banho.

Eram 8 horas da manhã...

Após terminar de me vestir e fazer minha higiene matinal, desci para a cozinha.

Tomei café e decidi que iria caminhar um pouco, talvez isso ajude a amenizar minha tristeza.

Peguei um salgadinho e sai para caminhar enquanto comia...

O verde das árvores é encantador, juntamente com a luz que reflete nas folhas. A floresta que cerca a casa é cheia de trilhas, me lembro que quando pequeno eu costumava andar bastante por elas.

Respirei fundo e voltei minha atenção para o saco agora vazio de salgadinho.

"Triste " pensei.

Escutei um miado vindo de minhas costas , me virei para ver exatamente de onde vinha.

Havia um gato preto a me encarar, estava sentado bem próximo de mim.

__Apareceu do nada?__eu disse sorrindo e fazendo carinho em sua cabeça.

O gatinho me seguiu na volta pra casa, então eu dei comida pra ele quando cheguei.

Depois de terminar de  comer, o gato sumiu e eu resolvi que deveria ir ocupar minha mente.

Peguei meus pincéis e meu apoio de tela, passei o resto da tarde pintando coisas sem sentido.

Quando era de noite o gato apareceu miando na porta, então eu coloquei comida para ele de novo e o deixei ficar dentro de casa....mas não totalmente preso.

Deixei a janela da sala parcialmente aberta para que ele pudesse sair.

E então subi para o meu quarto, onde fiz a mesma coisa de ontem...

Deitei e tentei dormir.

Quando finalmente eu havia conseguido dormir...senti uma sensação estranha enquanto sonhava com bolinhos.

Tenho um problema pra sonhar, já que sempre que acontece eu não consigo desfrutar do sonho por que sei que estou dormindo e nada daquilo é real.

Enquanto eu tentava esquecer de tudo e dormir, acabei acordando.

Abri os olhos e vi o gato preto do meu lado, deitado na cama a me observar cauteloso.

Eu sorri pra ele e voltei a fechar os olhos, emfim consegui dormir novamente.

______________________________________

Senti algo acariciar meu rosto enquanto eu dormia,algo   como uma mão fria...

Enquanto isso acontecia eu continuava a fingir que estava dormindo, com medo de abrir os olhos e não ter uma visão  agradável. Eu estava a suar frio e sabia que aquilo não era um sonho e tinha algo fazendo isso.

O medo de abrir os olhos estava me torturando, então tudo aquilo parou e eu peguei no sono de novo.

Quando levantei era de manhã e eu sabia o que tinha acontecido.

Fiquei meio paranóico e tentei me convencer de que nada tinha acontecido, mas aquilo foi bizarro.

Então eu fiz a mesma rotina de ontem, tomei café e sai para caminhar.

Fiz o mesmo caminho de ontem...mas o gatinho não apareceu.

Então eu voltei para casa e fiquei escrevendo histórias aleatórias e as jogando fora.

Passei o dia entediado...então quando chegou a noite eu resolvi que iria cozinhar alguma coisa especial.

Acendi o fogo do fogão e coloquei água para esquentar.

Lavei as mãos e joguei o pano que as sequei em cima da pia.

Então um barulho veio do sótão...barulho do cadeado abrindo.

"Mas que poha, só por que odeio ir lá"

Fui até as escadas e as subi, quando cheguei na porta do sótão vi que ela foi arrombada por algo.

" O que..."

Havia uma marca estranha na porta.

Então eu tomei coragem e abri a porta, acendi a luz e o que vi me fez gelar na hora...

Respirei fundo.

Havia um bicho estranho revirando as caixas do sótão...Ele não parecia ter me visto ainda.

A janela do corredor estava aberta, então deduzi que o bicho havia entrado por lá....

Ele era preto e branco, estava de costas pra mim mas era perceptível o exagero de detalhes. Haviam listras em suas costas e ele tinha muitas patas ou tentáculos...seja o que for é assustador....suas costas são grandes e tem algo redondo dentro delas.

Quando me liguei do que estava há minha frente, corri descendo as escadas indo em direção a saída.

Quando passei pela cozinha escutei um barulho atrás de mim, parei de correr e olhei pra trás..

O monstro estava parado lá, me observando... Uma de suas patas que tinham dedos estranhos  bateu na jarra de água que estava no fogo e então ela caiu no chão, o monstro me parecia inteligente.

Ele tem olhos grandes e pretos, um rosto destorcido e sua boca é cheia de dentes horríveis.

Ele segurou o pano que deixei na pia e colocou no fogo aceso do fogão. Quando vi ele havia arremessado o pano com fogo no sofá da sala que fica do lado da cozinha.

Me toquei de que eu estava sendo burro em ficar ali parado esperando ele vir pra cima de mim, entao eu corri para a porta de saída da casa e senti que ele estava vindo logo atrás.

Eu estava sendo rápido o bastante, já estava em uma das entradas  das trilhas da floresta.

Quando olhei pra trás, vi a pela janela da casa o fogo alto.

Lágrimas escorriam pelo meu rosto, vi  também que o Bicho estava pulando em cima das árvores...me perseguindo.

Corri o mais rápido que pude, ele estava começando a chegar perto quando vi em meio das árvores uma luz estranha...

Tinha um tipo de caverna, com uma entrada pequena demais para o monstro passar.

Então deduzi que eu devia entrar ali, corri até lá e comecei a me arrastar pelo túnel pequeno...

Senti algo segurar minha perna então olhei pra trás e a luz da lua refletiu no rosto do meu perseguidor e seu longo braço.

Chutei sua cabeça com minha outra perna e então senti ele me soltar.

Corri para chegar logo no fim do túnel pequeno e estreito.

Quando finalmente consegui sair, eu estava realmente dentro de uma caverna que era iluminada pela luz que vinha de sua outra saída.

Fui me aproximando dela... Era outro túnel, só que maior.

Escutei um miado familiar e vi o gatinho de antes lá... Parado como se quisesse que eu o seguisse.

então assim eu fiz.

Entrei no túnel maior e fiquei andando durante um tempo nele, até que no seu fim tinha um grande e extenso buraco. Escutei um grito de dor vir das minhas costas e então me virei...

O monstro de antes....estava caído atrás de mim, sem se mexer.

__O que? __

Não estou entendendo o que acabou de acontecer... E onde está o gato?

Senti uma força me puxar pra baixo e então eu me vi caindo no buraco, eu gritava incessantemente e desesperado por ainda não ter morrido com a queda que já estava se estendendo demais.

Uma fenda brilhante se abriu logo a baixo de mim e eu fui engolido por ela, fechei os olhos devido a claridade.

Daí senti meu corpo flutuar um pouco e finalmente se chocar com a água gelada.

Espera....água?

Cai em algum tipo de poça?

Olhei pra cima e pros lados esperando estar ainda na caverna, mas eu estava em um lugar totalmente aleatório.

Eu estava em uma praia...de noite.

Não há nenhuma caverna por perto.

Senti a água do mar tocar meus pés descalços assim que levantei.

Olhei pro céu e vi duas luas, como assim???

O céu está repleto de estrelas.

Escutei um miado e lá estava ele, o gato de antes...parado perto de mim,
Longe da água e miando enquanto me olhava.

Ele começou a andar calmamente pra dentro da floresta que estava perto da praia, então eu fiz o que qualquer ser humano  em sã consciência faria.

Segui o gato...


Notas Finais


Deixe um comentário de apoio ou opinião.

Leias minhas outras histórias se tiver interesse :

Greenshade - yaoi
Galmeryl - yaoi

Obrigado por estar aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...