História Is It Love? - Drogo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drogo, Is It Love, Mistério, Sobrenatural
Visualizações 39
Palavras 1.838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Saga, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


A história começa quendo Liz decide viajar para uma nova cidade depois de sair de uma empresa (Empresas Cárter), logo após a morte de seus pais.
Mas na frente Liz foi empregada pelos Bartholys, uma família misteriosa e rica na região. Como será seu primeiro encontro com eles? Quem são os Bartholys?
Descubra lendo Is It Love - Drogo. Boa leitura :3

D - Drogo
N - Nicolae
Liz -{Personagem Principal}
L - Lorie

Capítulo 1 - Despedida - Os Bartholys!


Fanfic / Fanfiction Is It Love? - Drogo - Capítulo 1 - Despedida - Os Bartholys!

Na Sacada Da Minha Casa

Essa história não é de amor, muito menos espiradas por anjos, o que está mais pra demônios. Vida de fantasia só existe no mundo de fadas, criança idiota que pensa que a vida é fácil. Onde está, minha fada madrinha quando eu mais precisei dela?Não fasso a mínima ideia! Atualmente sou uma dos Bartholys, Liz Bartholy, curioso pra saber como foi que isso aconteceu, descubra lendo.

Ponto de Partida

- Drogo não!... PARA... Está me machucado, por favor não faz isso - Gritei pedindo ajuda, mas antes que eu pudesse fazer algo, uma das mãos de Drogo me pressionar contra a cama enquanto a outra, tanpava minha boca com força. Lágrimas começam a cair, estou presa. {Porque... Porque comigo}

- Calma coitadinha, isso não vai mais acontecer quendo você morrer! - Drogo me mordeu no percoço, eu agunisei por alguns segundos de pura dor. Acabei desmanchando meu corpo não suporto tamanha dor. {Eu odeio Drogo}.

Era só mais um pesadelo daquela noite... 

Acordei totalmente assustada, pulei da cama caindo no chão, gritando e chorando bem alto, Alquem Abriu a porta com força, quebrando o trinco da porta.

?? - Liz...? - Era o Nicolae, que me olhou com espanto, ele venho em minha direção, agachado - se no chão ao meu lado.

Liz - Nicolae... - Falei chorando - Foi horrível em vi ele de novo, eu não quero mais isso...não quero.

- Calma Liz... Se acalma... Já passou! Foi só um pesadelo - Nicolae me pós em seu colo, fazendo fazendo carinho na minha cabeça, eu me encostei em seu ombro morrendo de chorar, vi a hora de sair sangue dos meus olhos.

Com um pouco de dificuldade tento me posicionar para levantar, em quando Nicolae me ajuda, segurando meu braço, ele me pós na minha cama. Ouvi a porta ranger, uma presença sombria vem de lá,{Eu só pesso que não seja o drogo} um alívio bate quando vejo a cabeleira rosa... era só a Lorie.

L - você sonhou com ele de novo Liz? - Ela se aproxima - Vai fica tudo bem isso ainda vai passar confia em mim ok?! - Ela sorrio e colocou a mãos sobre meu ombro, com um olhar tenso e um sorriso alegre ela diz com firmeza. - Vamos ele esta te esperando!

Oito Ano antes...

Você não deve estar entendendo nada não é mesmo? explicarei da melhor forma possível, tudo começou quando eu me mudei, a história acima que acabou de ler e daqui a oito anos vai entender porque isso aconteceu. E como me tornei o que sou hoje.

A espera de um milagre!

Vou falar um pouco sobre mim minha família toda morreu em um acidente, a casa pegou fogo em uma noite e eu consegui escapar. Realmente não me recordo como, mas lembro de ter visto alguém me puxar pra fora da casa. Todo mundo diz que era impossível alguém ter entrado lá para justamente me salvar. Me chamaram de louca até colacaram a culpa em mim pelo incêndio, quando a policia chegou no local juntamente com os bombeiros me acharam fora da casa inconsciente.

Fizeram várias perguntas sobre o que aconteceu, mas ... Eu só lembrava da pessoa que me salvou, eu lembro como me acarrou no seu colo, ainda posso sentir seus braços me levando rapidamente para fora da casa, seus olhos eram penetrantes, como as de um lobo, ou uivar para a lua. {Isso é loucura eu sei}.Pode me chamar de louca agora mais eu sei muito bem o que vi. 

Enquanto estou espero pelo o ônibus mexo no meu celular, fiquei vendo algumas fotos com meus pais.

Liz - Pra que fico me torturando? Nunca vou ver eles de novo mesmo!

?? - Acho que concordo com você princesa! - Olhei em direção da voz familiar que escutei, era o Matt, meu melhor amigo de infância e ex - colega de trabalho. Veio em minha direção todo sorridente. 

Liz - Nossa Matt eu pensei que não iria se despedir de mim - Ele correu em minha direção, deu um abraço bem forte nele.

Matt - Bom você me conhece né princesa... Odeia despidas principalmente quando tenho que dizer adeus pra uma pessoa que eu gosto - Seu rosto corou - Mais falando sério... Você tem que ir mesmo? - pus a mão no rosto de Matt

Liz - Não é um adeus, eu volto logo e só por alguns meses, tá? Premeto que não fasso besteira.

Matt - Coisa difícil de se prometer em? - eu e ele caímos na gargalhada - Estou falando... - Matt segurou minha mão firme fixaçando seus olhos em mim - Se precisar de alguma coisa eu vou estar aqui!

Liz - Sei muito bem disso! Vou sentir sua falta. - Fico na ponta dos pés e beijei a testa de Matt - Meu beijo de até logo.

Matt - É esse é o meu! - ele me agarrou firme na cintura, estávamos tão próximos um do outro que sinto seu abdômen contraindo em meu peito.

?? - Mais que beijão em! [Risos]  - uma voz masculina nos enterronpe, me fazendo se afastar um pouco de Matt, Nos olhamos ao mesmo tempo em direção a voz era só o Dary, juntamente com Colin, lisa e Adam.

Liz - Não vê que estamos nos despidindo? - todos riem.

Dary - Isso é se despedir?... Que tal eu e você se despedir lá na minha cama? - Olhei pra Matt só esperando a bronca de Dary por agir desta forma, mais ou invés disso ele sorrio.

Lisa - Que graça tem isso? Ela vai embora e o Matt só consegue um beijo, se fosse eu não estaria satisfeita só com isso. - Ela nos analisou com cara de cínica.

Pera um pouco... 

Estou deixando os leitores confusos, vou explicar!

Lisa: Era minha ex - colega de trabalho assim como Matt, melhor amiga, conselheira no amor. Uma loira sem iqual, sempre anda bem vertida, olhos azuis maravilhosos, a mulher perfeita. A vezes queria ser como ela.

Colin: Assim como Lisa e Matt, trabalhamos na mesma empresa, Colin toca, e é vocalista de um banda. Cabelos longos pretos, olhar sexy... Digo lindos de encantar qualquer uma a não ser lisa e claro.

Adam:  Ele é Baterista, na banda de Colin, eu o conheci quando Matt me convidou para um show da banda, foi no mesmo dia que também conheci Colin. Adam e do tipo surfista tarado, loiro, mulherengo e todo tatuado. Outro sonho de qualquer garota.

Dary: e por último mais não mesmo importante Dary, irmão gêmeo de Matt, Cabelos castanhos, está sempre arrumado como se fosse para uma farra todo santo dia.

Acho que já expliquei tudo! Mas... Aconselho você a jogar o jogo Is It Love.

Retomamdo o rumo da história...

Liz - Gente para com isso - Caio na gargalhada - Vocês não prestam.

Colin põe a mão sobre seu peito como se eu estivesse ó ofendido com que eu falei. 

Colin - Eu não presto? Quando a gente estava na cama não foi isso que você me disse! - fiquei vermelha, e colin rio da minha cara. Enquando todo mundo sorria da situação.

Lisa - Como é que ela gritava?... Há colin não não... KKKKKK. - Lisa é os outros caem na risada. 

Liz - COLIN... LISA?... Seus idiotas! - cruzei os braços, fazendo cara feia. - Isso nunca aconteceu.  - Todos riram e conversamos por uns trinta minutos, até que um carro parou na nossa frente, o motorista abaixou o vidro do carro e perguntou:

Motorista - Quem de você é a Senhorita Akino? - Eu me aproximei do carro e respondi :

Liz - Sou eu... Porque a algo de errado? - Fiz um a cara de preucupada porque nunca tinha visto aquele homem.

Motorista - Não a nada de errado, fui encarregado de lavar a senhorita para a mansão dos Bartholys. - Fiquei mais aliviada pensei que era outra coisa, o motorista desceu do carro e pegou minha bagagem.

Lisa - Mansão? - Ela me olha com espanto, arregalando os olhos. - Devem ter um bom motivo para te contratar Liz.- todos me olham se questionando.

Motorista - E pode acreditar que tem não é custumero os Bartholys, chamar pessoa de fora para cuidar da pequena Lorie. - O motorista entra no carro e abre a porta do passageiro, agachei e olhei o carro e direcionou o olha rapidamente para o motorista e perguntei:

Liz - Como assim? Tem mesmo um motivo especial? - Arregalei os olhos bem, esperam a reposta do homem. Com um sorriso no rosto ele responde :

Motorista - Entre no carro quando chegamos lá será tudo esclarecido.

Liz - Tudo bem, mais antes! - Olhei para trás, as expressões faciais de todos estavam tristes até mesmo Colin que é tão insensível estava triste. Fui na direção deles e abraçei bem forte cada um.

Lisa - Se cuida qualquer novidade me conta. - Lisa me abraçou forte e colocou algo em minha calça e sussurrou - Presentinho só abra no carro - Acenei com a cabeça. 

Dary - Me liga ok? Quando precisar sair para algum lugar lembra de mim. - Ele sorrio. 

Adam - Nunca desista dos seus sonhos, assim como os da música. - Adam bagunça meu cabelo. 

Matt - Não vai se meter em confusão. - Matt aperta minha bochecha. 

Colin - Vou sentir sua falta! Mesmo que não demostre... Vice estará no meu coração. - Colin me abraço bem forte me dando um beijo na bochecha.

Entrei no carro e fechei a porta, coloquei o cinto de segurança. Quendo o carro começou a se mover eu olhei para trás e vi todo mundo acenando com a mão isso me fez chorar. 

Acabo dormindo durante a viajem, nem mesmo deu tempo de ver o que foi que lisa pós em meu bolço. O carro parrou e alquem  está me acordando, quando eu abro os olhos era só o motorista do carro.

Motorista - Senhorita?... Chegamos! - Eu me lavando e saio do carro, pego minhas bagagem e vou em direção da porta principal.

Liz - Realmente essa é uma bala de uma mansão, bem maior do que a de Dary.

Fiquei de boca aberta, quando fui bater na porta ela se abriu em um passe de mágica. Quando olhei em direção a brecha, Alquem abril a porta, levei um susto mais tentei controlar minha emoção.

Liz - Olá... Eu sou Liz Akino. - estava um tanto escuro não enxergei direito, quem estava na porta estava um pouco escuro, eu só via uma sombra. Até que a pessoa se apaixoma. Era um rapaz! Eu paralisei.

Liz - Oi... - Eu quese não falei, enquanto ele me analisava. Seus olhos eram familiares como se tivessem o visto. Ele não me disse nada só ficou paredo me olhando, senti um sentimento estranho que vinha do rapaz que me olhava, seus olhos brilhantes como a lua que clareia a noite.

Sem dizer nada ele saio... {Que idiota},Ele pelo menos podia dizer um oi, que estranho enquendo ele me olhava pareceia que estava me devorando com os olhos. {Que sensação era aquela que me possuía quando ele estava aqui?},

?? - Senhorita Akino! Que bom que você chegou estava a sua espera.

Quem é esse? Será que ele resolvel responder?

Continua...


Notas Finais


Está gostando? Espera só pra ver o proximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...