História Is-it Love? Drogo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Diabolik Lovers
Tags (seunome), Amor, Drogo, Romance, Sadomasoquismo, Vampiro, Vampiros, Violencia
Visualizações 406
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura❣
Agradeço pelos favoritos:
~GihLopes
~Mylaah-Mendes
~isa666
~Anonimos5

Capítulo 2 - One


                         ''Coisas boas irão acontecer com você,acredite''.

A sua aura é realemente misteriosa,um pouco opressiva,ele não diz uma palavra se quer e fica lá,olhando para mim com ar de tédio profundo(talvez ele esteja esperando que eu me apresente ou algo assim) de repente estou nervosa as minhas mãos estão molhadas,eu não estou acostumada a ver caras tão bonitos assim,seu ar insuportável não tira seu charme,e seu corpo parece ser esculpido em aço temperado,tudo nele cheira como perigo,depois de um longo silêncio,eu percebo que estou diante dele,com os olhos arregalados e a boca aberta(eu não tenho uma boa impressão precisamente no primeiro encontro!),vamos S//N comporte-se,eu agarro a alça de minha bolsa e tento colocar um sorriso no rosto.

S//N: Ehhh...Boa noite! me chamo S//N...Eu avisei que chegaria esta noite,eu sou a nova cuidadora...E...
???: Nunca paras de falar?
S//N: Não,quero dizer...Sim,mas...(eu pareço um idiota) ~Eu fico vermelha e o silêncio é feito,o estranho adota uma atitude indolente e espera silenciosamente,aparetemente,você não tem intenção de me ajudar a sair de problemas(ele realmente não dá a minima para o que eu digo,pelo menos tem o mérito de ser claro...),seu silêncio aumenta meu constragimento,ele ainda me encara com seus lindos olhos avelãs,eu me sinto estranha de repente,e realmente desconfortável.~ O Sr.Bartholy contratou-me..Para cuidar da pequena Lorie! ~Ainda sem reação,tenho uma vaga impressão de que ele não ouve nada do que eu estou dizendo,como se fosse invísivel,é muito humilhante! meu mal-estar atinge seu ponto culminante,eu sinto minhas bochechas ardentes,em alguns segundos,eu tenho certeza de que eu tenha ficado vermelha como um tomate,eu não sou uma daquelas garotas populares que se destacam imediatamente,mas bem,ninguém nunca me tratou com tão pouca consideração...Já que estou aqui para um trabalho,é melhor eu mesmo me controlar,ele nem se quer foi gentil o suficiente para me convidar para entrar...Eu tenho a impressão de que estou realmente chateada,talvez eu tenha o endereço errado,não sei o que fazer,parece que quanto mais desconfortável eu estou,mais decidido ele está para ficar parado ali olhando para mim. ~
S//N: Há algum problema com o trabalho? Ainda está livre? Ou talvez...~Sem me deixar terminar ele se vira e sai(Ehhh...E eu? O que devo fazer?),Em príncipio,ele não me deu a porta no nariz...Então acho que posso entrar. Vou ver o que acontece...Qual é o pior que pode acontecer: Uma contrariedade ou um momento de vergonha?(nada mortal!),inspiro fortemente e entro.
  O hall é imenso,estou muito impressionada,no entanto,um reinado frio quase insuportavel! eu tremo,e aperto meus braços contra meu peito para tentar ficar quente,ao mesmo tempo eu contemplo a decoração, a enorme escadaria de frente para mim corta a respiração. Tudo é admiravel: as escadarias cobertas com veludos de Bordeaux, e balaustrada de carvalho sólido,as cortinas,o piso de mármore,as pinturas das obras-primas(bem,bem!...Esta familia parece ser capaz de pagar qualquer coisa! Eu domino rapidamente,eles não precisam saber que eu nunca vi nada parecido),não quero parecer alguém sem educação!,eu cruzo mais uma vez o olhar daquele estranho,ele me olha com uma insistência pertubadora(Mas o que?),vou acabar acreditando que algo não está certo(tenho comida na minha cara? ou pior,entre os dentes?)oh legal!quando a minha confiança em mim está no solo...Esse tipo de pensamento não conserta nada,ainda sim,consegui manter a calma,os calafrios que recorrem minhas costas e minha respiração inquieta não jogam ao meu favor,um brilho estranho aparece em seu olhar,não sei como interpretar isso é desejo? Raiva? Desprezo? Não sei como me comportar,estou pertubada e preocupada ao mesmo tempo, de repente ele que até então tinha sido totalemente indiferente,parece vir á vida antes de mim,Seu olhar insistente me faz estremecer,meu instinto está alerta,como se eu estivesse ameaçada por algo...Não me deixarei impressionar por nada,espero que os outros membros da familia sejam menos arrepiantes,espero que eles sejam mais gentis do que esse ai(se ele queria causar uma boa impressão,ele não fez!),raramente conheci alguém tão desagradável á primeira vista,eu me pergunto se ele se comporta assim com todas as pessoas que conhece,ele ainda não faz o menor gesto,ali está ele,parado no meio do hall,a olhar para mim. Desta vez,estou começando a perder a paciência,mas que tipo de recepção é esta? Eu cruzo os braços e bato no chão com o meu pé.
S//N:Bem,ouça. Não vou ficar aqui até amanhã,eu tenho que ver o Sr.Bartholy para o trabalho de au pair. Realmente,eu gostaria de... ~Mais uma vez,deixa-me plantada sem qualquer explicação(mas que grosseria!) ao longe,consigo ouvir-lo falar com outra pessoa.
??!: Nicolae! A pequena coisa para Lorie está aqui...(coisa?mas está é a última gota!Quem ele pensa que é?o fato de que ele é parte de uma familia rica e viva em um castelo não lhe dá nenhum direito de tratar as pessoas assim!).~~Esse cara é realmente desagradavel! alguém merece um tapa nesta familia,e a garota que eu tenho que cuidar vai ser assim também? neste exato momento,eu uso minhas últimas reservas de paciência eu posso esperar mais alguns minutos...Mas se a situação não se resolver rapidamente,eu vou voltar para o hotel desprezivel...Estou tentanto evitar gesticular,Por um lado,eu me pergunto quem é ganho em termos de primeira impressão...Um homem jovem vem até mim finalmente,não é nada parecido como aquele que tem me dado ''boas-vindas''. Seu rosto é mais doce,seu cabelo comprido é mais escuro,e seus olhos avelãs,mas algo perverso emana dele. Não baixo a guarda,já que eu ainda não sei como ele vai se comportar,eu fico atordoada: ele se curva diante de mim com a cortesia de outro século.
??!: Boa noite. Perdoe meu atraso,era eu quem estava encarregado de te receber,mas quando estou com a Lorie,não vejo o tempo passar.(Que tipo de familia é esta? Eles são todos bonitinhos e assustadores aqui?)~Eu acho dificil fazer um grande esforço,mas,apesar de tudo,eu tenho boas maneiras. Ele sorri para mim e meu coração pula,em contato com sua mão,tenho a impressão de tomar outra pessoa,tenho que parar de agir assim,acho que é devido ao cansaço.
??!: Eu sou Nicolae,o filho mais velho dos Bartholy.~Mantive minha mão sobre a dele por um tempo,estava um pouco pertubada,o contacto com a sua mão preocupa-me.
S//N: Encantada,me chama {Seu Nome} ~Dou um sorriso mais aberto,Nicolae parece ser gentil.
Nicolae: Sinto muito pela total falta de cortesia de Drogo.
S//N: Drogo?
Nicolae: O meu irmão,aquele que acabaste de conhecer. ~Eu sabia que eles tinham uma relação de parentesco, embora eu ainda não tenha poupado a recepção,eu escolho os ombros~.
S//N: Já estava esquecida! Sua familia tem uma propiedade magnifica,eu gostei muito!
Nicolae: Sim,nós quase não percebemos,por força de viver aqui. E a mesma coisa vai acontecer com você,depois de algumas semanas entre nós...
S//N: Oh! então o cargo ainda está livre? ~Ele parece surpreso com minha resposta~
Nicolae: É claro,Nunca foi de outra forma. ~Apesar de tudo o que vivi,estou aliviada eu temi por um momento para perder esta oportunidade,ele teria me encontrado na caixa de seleção novamente,eu sei que preciso deste emprego,e não importa se essas pessoas são um pouco estranhas,só tenho que me acustumar, tenho certeza que em alguns dias estarei acostumada.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...