História Is It Love? Matt - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 55
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capítulo novoooo!
Espero que gostem, pois eu fiz com todo carinho e fofura que abriga em meu coraçãozinho. ❤

Capítulo 16 - Eu sempre irei te proteger.


É o Matt. Eu fiquei um pouco surpresa com a sua presença.

- Andando sozinha por aí, princesa? Já pensou no perigo?

- Eu não sou uma garotinha, Matt. Eu sei me proteger. - Falo sarcástica.

- Ah tá. Esqueci que você já é bem crescidinha... - Balbuciou revirando os olhos e dando um sorriso logo depois.

Exibi um sorriso erguendo a cabeça para o céu e continuando a andar.

- A lua tá linda hoje, né? - Questionou erguendo a cabeça para o céu.

- Está sim. - Respondi dando um pequeno sorriso ainda com os meus olhos fitados na lua.

De repente, o Matt encostou sua mão na minha devagar, entrelaçando nossos dedos. Desviei meu olhar do céu e olhei para nossas mãos, logo depois o encarei.

- Eu sempre irei te proteger. Mesmo que você fale que já é bem grandinha... - Falou exibindo um sorriso carinhoso para mim.

Ele não sabe o quanto é bom ouvir isso dele. Me dá uma calmaria no coração. Mesmo que eu já esteja bem grandinha, eu preciso dele.

- Eu também vou te proteger. Bom, eu nem sou tão forte... - Falo olhando para os meus braços. - Não tenho músculos igual ao seus, mas aprendi várias técnicas no Krav-Maga. - Acrescentei, dando socos no ar.

O Matt deu uma gargalhada, apertando forte a minha mão contra a dele. Quando chegamos no apartamento, me veio a dúvida se o convidava para entrar ou simplesmente me despedia.

- Você quer entrar? - Quando pergunto já posso ouvir os latidos do Romeu.

- Já que você insiste... - O Matt brinca. Eu reviro os olhos e depois dou um sorriso.

Quando abro a porta o Romeu vem correndo para os pés do Matt. Não deixo de sentir uma pontinha de ciúmes.

- Eu sei que você está com ciúmes... Mas eu não vou deixar o Romeu me roubar de você. - Fala erguendo os olhos para mim e logo depois acaricia o Romeu.

- Engraçadinho… - Falo e faço um sinal pra ele entrar.

- Faz tempo que não venho aqui, hein... - O Matt fala olhando ao seu redor.

- Espero que possa vir milhões de vezes aqui ainda. - Sussurro baixinho.

- O que você falou? - Pergunta, voltando seus olhos para mim.

- É... nada... Pode sentar! - Exclamo meio sem graça.

O Matt se senta no sofá e eu sento do seu lado.

- Eu estava precisando conversar com você. - Ele fala olhando para o chão.

- Eu também. - Olho para ele e já que não fala nada, eu inicio. - O Daryl me chamou pra participar de um clipe de rap. - O Matt olha pra mim e eu continuo. - Eu fiquei de falar com o seu amigo rapper na festa, mas acabei não o encontrando.

O Matt respira fundo e se levanta.

- E você aceitou? - Questiona andando de um lado para outro.

- Eu… ainda não dei minha resposta. - Respondo o vendo se movimentar pela sala. - Matt, você está bem?

- Sim... É que... - O Matt para se voltando pra mim e estendendo suas mãos. Eu as seguro levantando, um pouco insegura.

- Princesa, o Daryl não é tão confiável. Ele pode te colocar em perigo... - Ele fita seus olhos castanhos nos meus.

- Eu não entendo por que você fala isso. - Olho para o chão desviando do seu olhar.

- Não precisa me entender, apenas me escute. - Ele fala colocando sua mão em meu queixo, erguendo a minha cabeça.

- Bom, eu tenho que ir embora. Não quero chegar mollhado em casa. - Fala olhando pra janela. Eu acompanho o seu olhar e vejo que uma chuva se aproxima.

Antes que eu possa falar alguma coisa, o Matt me abraça carinhosamente. Eu me entrego fechando os olhos e apoiando meu queixo em seu ombro. Ficamos alguns segundos abraçados e quando me desvencilho dele, seus olhos encontram os meus. Eu não consigo explicar essa emoção. Eu preciso dele. Eu preciso loucamente dele. Não posso esperar mais.
Eu coloco minhas mãos em seu rosto e beijo sua boca apaixonadamente. Como eu esperava por isso... Como eu esperava estar em seus braços com nossos lábios selados.
O Matt parece um pouco surpreso de primeira, mas não recua, segura minha cintura e me pressiona contra seu corpo. Ele pega em minha nuca e um arrepio toma conta do meu corpo. Eu poderia ficar assim por horas.
Passo as mãos em seus cabelos o pressionando ainda mais para mim. Posiciono minhas mãos em sua jaqueta para tirá-la, mas o Romeu late estragando todo o clima. Se soltamos um do outro e o Matt arruma seus cabelos.

- Eu… vou indo. - O Matt sai como se tivesse feito algo de errado.

Eu respiro fundo relaxando meus ombros. Eu poderia ter ficado com você a noite toda, Matt...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...