História Is love worth killers too? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 46
Palavras 3.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente o capitulo q eu postei estava cheio de erros e acabou dando uma bugada Monstra...então eu apaguei ele e vou postar aqui novamente,só q com ele melhor e a foto das roupa...desculpa :3.

Capítulo 1 - O Jantar


Fanfic / Fanfiction Is love worth killers too? - Capítulo 1 - O Jantar

~Park Jimin~

Acordo com a maldita luz do sol batendo em meu rosto...tento abrir meus olhos tentando me acostumar com a claridade...me levanto contra minha vontade e vou até a janela,fecho as cortinas bruscamente e volto para a cama já me jogando na mesma...no exato momento em q já estava pegando no sono,meu maldito despertador vira o capiroto e começa a apitar...estico meu braço para cima da cômoda e bato no despertador na esperança de q ele parasse de apitar,mas foi inútil...me levanto nervoso e pego o despertador já o atacando contra a parede fazendo o mesmo quebrar...olho em volta meio desnorteado e vou até o guarda roupa,pego uma toalha e me dirijo em direção ao banheiro...entro no mesmo fechando a porta e tiro minhas roupas ficando totalmente nú...entro no box,ligando o chuveiro já sentindo a maldita água gelada caindo sobre minha pele me causando um pequeno espasmo mas logo me acostumei com a temperatura da mesma...tomo o banho rápido já desligando o chuveiro...me seco e enrolo a toalha em volta de minha cintura já abrindo a porta do banheiro e saindo...vou para me quarto até o guarda roupa...pego uma roupa qualquer (fotenha da capa :3) e me visto...calço um tênis e pego meu celular...vejo a hora e percebo q já estou atrasado para caralho para ir trabalhar...ponho o celular em meu bolso e vou correndo até a cozinha,pego um esqueiro e ponho em meu bolso já indo em direção a porta da sala...saio de meu apartamento o trancando e vou em direção ao elevador já descendo para a recepção vendo a recepcionista branquinha de cabelos negros... até q a mesma é atraente mas não me chama muito a atenção...sempre fica se jogando para cima de mim,mas não caio em seus encantos fajudos...vou em direção a saída do prédio mas antes q possa por um pé para fora,escuto a mesma me chamando

*Recepcionista*:senhor Park espere...eu queria saber se o senhor gostaria de sair para jantar hoje a noite comigo?-fala a mesma correndo devagar com dificuldade até mim,por estar usando um salto alto.

Olho para ela com uma cara seria de um jeito nada enteressado.

-desculpe mas não posso aceitar-falo fitando a mesma com um olhar seco.

*Recepcionista*:há...mas pq?minha companhia não lhe agrada?-ela fala se aproximando de mim apoiando suas mãos em meu peitoral,fazendo um biquinho.

-acertou em cheio-falo debochando e me afastando da mesma já saindo do prédio,a deixando sozinha...vou para o estacionamento do prédio e entro em meu carro já o ligando e começando a dirigir para fora do local...vou até uma cafeteria e paro na frente da mesma...saio do carro e entro na cafeteria indo em direção ao atendente

*Atendente*:boa tarde senhor...oq vai querer?-fala o mesmo sorrindo simpático.

-por favor,apenas um Maquiatto-falo me apoiando no balcão pegando o celular em meu bolso.

*Atendente*:okay...Jajá fica pronto-fala o mesmo sorrindo...e indo atender um outro freguês.

Fico mexendo em meu celular até sentir o mesmo vibrar,recebendo uma ligação...atendo a ligação colocando o celular em minha orelha direita.

(Ligação on)

- alô?

*Cliente*:alô é o senhor Park Jimin?

-sou eu mesmo...quem está falando?

*Cliente*:-um cliente...eu preciso q vc fassa um serviço amanhã.

-hã okay...vou ver se minha agenda está cheia e lhe digo hoje a noite.

*Cliente*:-okay ligarei para o senhor mais tarde...tenha um bom dia.

(Ligação off)

Encerro a ligação e guardo meu celular em meu bolso ao ver o atendente chegando com meu Maquiatto...pago e saio da cafeteria indo até meu carro...entro no mesmo e ligo ele começando a dirigir em direção a empresa onde trabalho.


[...]


Já terminando meu horário de trabalho,saio da empresa indo até o estacionamento,entro em meu carro e ligo ele já começando a dirigir em direção a meu prédio com um pouco de pressa.

Chego em meu prédio e estaciono meu carro...saio de dentro dele o trancando e entro no prédio já vendo q a recepção estava vazia,suspiro um pouco contente por não ter q aturar a maldita recepcionista oferecida...vou para o elevador já subindo para meu andar...entro em meu apartamento fechando a porta e vou até a cozinha,pego umas coisas na geladeira e no armário e começo a preparar algo para comer...termino de preparar e ponho em um prato para mim...vou até a sala e me sento no sofa,pegando o controle remoto e ligando a Tv,ligo na Netflix e ponho minhas série preferida, American Horror History...começo a comer enquanto assisto.


Termino de comer e desligo a Tv...vou até a cozinha e lavo meu prato já o colocando no escorredor...saio da cozinha e vou para meu quarto,tiro minha camisa por talvez não conseguir dormi com camisa,pego meu celular e coloco um alarme para acordar cedo,pois o despertador estava destruído,logo meu celular começa a tocar recebendo uma chamada...atendo ela é era  o mesmo cliente de hoje cedo...converso com o mesmo por um tempo e fazemos um acordo...aceito o serviço e encerro a ligação,me deito na cama e me ajeito na mesma fechando meus olhos,já adormecendo.


[...]


Acordo com o alarme de meu celular,desligo o alarme e me levanto da cama ainda com os olhos entre abertos...ando um pouco e acabo batendo meu dedo mindinho do pé,no pé da cama...me sento na cama já levantando meu pé e massageando meu dedinho,sentindo uma puta dor...grito de raiva e me levanto novamente já abrindo meus olhos por enteiro...vou até o guarda roupa e pego uma toalha já indo em direção ao banheiro,entro no mesmo e fecho a porta...me dispido e entro no box já ligando o chuveiro começando a tomar banho.


Termino o banho demorado e me seco, coloco a toalha em volta de minha cintura e saio do banheiro indo em direção ao quarto...entro no mesmo e vou até o guarda roupa,pego uma roupa qualquer (segunda foto da capa) e me visto...calço um tênis e vou até a cozinha...tomo um café rápido e pego em meu celular ja vendo q é sábado ou seja,nada de trampo...termino de tomar o café e vou para a sala...me sento em um banco ao lado da janela do meu apartamento e fico olhando para a rua pensativo...pego meus fones de ouvido e coloco em meu celular já começando a escutar música sem prestar mais atenção em nada.


[...]


Logo meu celular desliga por ter descarregado,me fazendo sair de minha brisa musical...me levanto do banco e olho para a janela já vendo q estava de noite,vou até o quarto e ponho meu celular no carregador...me abaixo ao lado da cama e puxo uma maleta debaixo da cama...ponho ela sobre a mesma(cama)e abro-a já tendo visão de meus magníficos instrumentos para serviço...começo a olhar para a mala a procura de algum q me agradasse para usar hoje em meu serviço q o cliente do dia anterior havia pedido...paro meu olhar em um taco de basebol com arame farpado em volta e pregos na ponta...pego ele é o analiso por um tempo

-acho q esse está bom,afinal não será uma grande coisa para usar algo maior-falo para mim mesmo fechando a mala e a colocando devolta aonde estava...vou até o guarda roupa e puxo uma gaveta tendo visões de várias máscaras diferentes...pego uma preta q cobre metade do rosto(terceira foto da capa)e a coloco em meu rosto...fecho a gaveta e pego o taco de basebol q estava sobre a cama...vou para a sala e coloco as chaves do meu carro sobre a mesinha de centro da sala,pois não gosto de usar meu carro quando estou nesse "serviço"...saio de meu apartamento já indo em direção ao elevador...desço para a recepção e vejo q não havia ninguém lá por incrível q pareça...vou em direção a porta de saída e paro olhando para as ruas q estava escuras.

-tenha uma ótima noite de diversão Park-falo para mim mesmo já cruzando a porta com um sorriso assustador,saindo do prédio...começo a andar pelas ruas indo em direção ao local q o cliente havia me passado o endereço...chego em uma casa q não parecia pertencer a alguém de condições ruins...me aproximo da porta e ponho minha mão na maçaneta,vejo q a porta está aberta então abro-a devagar entrando na casa sem causar algum barulho...ao cruzar a porta,chuto ela bruscamente com o pé,fazendo ela fechar causando um enorme estrondo...corro para uma das pilastras da casa já ouvindo barulhos de paços...vejo uma luz se acendendo no corredor q da para a porta e escuto passos...viro meu rosto devagar olhando de relance e vejo um cara andando com um vaso na mão(para se defender talvez)espero ele se aproximar mais da porta e passo rapidamente atrás dele,derrubando um quadro já me escondendo eu outra parede do corredor,chão...ele começa a andar em direção aonde havia vindo...espero ele andar um pouco já me dando total visão de seu corpo de costas...me aproximo dele e bato com o taco de basebol em sua nuca fazendo os pregos e o arame farpado entrar na mesma...o menor cai no chão gritando de dor...apoio meu pé nas costas dele é puxo o taco já o desprendendo de sua nuca,vendo sangue começar a escorrer da mesma...antes q ele possa se manifestar,começo a bater nele com força usando o taco já o deixando totalmente machucado...continuo a espaca-lo até o mesmo ter um poça enorme de sangue em sua volta,já morto...paro de bater no mesmo e me recomponho com a respiração um pouco ofegante...vou indo em direção a porta e saio da casa do mesmo como se nada tivesse acontecido...começo a andar pelas ruas com o taco apoiando em meu ombro...por mais q tivesse me divertido fazendo aquilo,ainda não tinha acabado com minha sede de tortura...continuo andando pelas ruas olhando em volta a procura de mais uma vítima...avisto alguém de costas com uma aparência de ser um garoto pelo formato de seu corpo...acelero meu passo andando na direção dele...quando estou perto o bastante do mesmo,o empurro contra a parede fazendo o mesmo ficar de costas para mim...colo meu corpo no dele aproximando minha boca do ouvido do mesmo.

-oq um garoto faz a rua a essa hora?não sabe q é perigoso?há muitos homens mals por ai-sussurro rouco no ouvido do mesmo prescionando mais meu corpo ao dele.


[...]


~Jungkook~

Acordo com meu celular tocando...me sento na cama pegando ele e desligo o despertador...me espreguiço e me levanto já indo até o guarda roupa...pego uma toalha e vou em direção ao banheiro, entro no mesmo e me despido já entrando no box...ligo o chuveiro já sentindo o água gelada cair sobre minha pele me fazendo relaxar os músculos.


Termino o banho e desligo o chuveiro...me seco e enrolo a toalha em minha cintura...saio do banheiro e vou para meu quarto,vou até o guarda roupa e pego uma roupa qualquer (quarta foto da capa)já a vestindo,calço um tênis e pego minha mochila ao lado de minha cama,vou até a cozinha e pego uma maçã...saio de minha casa já indo em direção ao meu colégio como faço todo dia...não aguentava mais estudar,mas tinha q aguentar afinal já estou no 3°ano do ensino médio...então esse será meu último ano estudando...ponho meus fones de ouvido e coloco uma música aleatória andando em direção a escola...logo chego na mesma e entro,vou em direção a minha sala de aula e me sento lá no fundo como de costume já vendo a aula começar.


[...]


Após a mais um dia chato na escola,saio da mesma e vou para casa de um amigo meu...passamos o dia enteiro jogando vídeo game e comendo.

Já vendo q estava tarde saio da casa dele e começo a andar em direção a minha casa pelas ruas escuras...logo sinto um par de mãos em minhas costas me empurrando contra uma parede com força fazendo com q eu solte minha mochila e fique entre a parede q a um corpo...sinto alguém prescionando seu corpo ao meu,me causando um leve arrepio...a pessoa aproxima sua boca de meu ouvido e sussurra já me fazendo perceber q és um homem...sinto novamente meu corpo ser apertando contra a parede com força fazendo com q eu fiquei assustado.

-por favor...me deixa em paz...por favor não faça nada comigo-falo já com a voz falha começando a suar frio.

Sinto um par de mãos em minha cintura a segurando com força fazendo com q eu arfe baixinho...sinto uma de suas mãos deslizar de minha cintura até o bolso de trás de minha calça já retirando algo de lá...minha carteira talvez.

*Jimin*:Jeon Jungkook...hum...q nome mais...um como posso dizer?...excitante.

Falou o homem colocando a carteira de volta em meu bolso,voltando a apertar minha cintura com as duas mãos.

-Quem é vc?me deixa por favor...eu não lhe fiz nada...por favor me deixe ir-imploro já sentindo lágrimas escorrerem pelo meu rosto.

*Jimin*:calma Jungkook...pq está assustado?eu não lhe fiz nada...ainda-falou o mesmo passando uma de suas mãos para frente de meu corpo a colocando por baixo da minha camisa já cravando as unhas em meu abs.

Mordo meu lábio inferior...mas talvez por estar gostando daquilo...apoio minha testa na parede sentindo minha respiração ficar ofegante...tento me soltar do mesmo mas logo sinto meu corpo se chocar contra a parede mas dessa vez de frente para o tal homem...vejo um cara alto com uma máscara preta,tampando metade de seu rosto o deixando com orbes negras,seu cabelo suado jogado em frente ao seus olhos dando um leve toque sexy...olho para baixo vendo suas mãos segurando em minha cintura com força e o corpo do mesmo colado ao meu,fazendo com q nossos rostos ficassem próximos.

- p-por que está fazendo isso?eu não lhe fiz nada...me deixe em paz-falo olhando para baixo por não conseguir encarar o mesmo.

Logo ele aproxima sua boca de meu ouvido me causando um leve arrepio.

*Jimin*:talvez pq vc me atraiu...e quando sou atraído é difícil de se livrar de mim-sussurrou o mesmo em meu ouvido com a voz rouca me fazendo fechar os olhos mordendo meu lábio inferior.

-eu não tenho culpa de ter te atraído...agora me deixe em paz...me solte-falei para o mesmo apoiando minhas mãos em seu peitoral tentando o empurra-lo mas foi inútil.

*Jimin*:ainda está tentando?desista...não irá se safar tão fácil assim...vc me atraiu...é isso foi um dos piores erros da sua vida,baby-sussurrou o mesmo em meu ouvido descendo sua boca para meu pescoço logo dando beijos molhados no mesmo...solto um gemido baixo com a ação do maior,já me sentindo quase dominado por ele.

- p-por favor me deixe ir...eu faço qualquer coisa...mas me solte-sussurrei tentando evitar a ceder seus toques.

*Jimin*:qualquer coisa?pois bem...vc irá jantar comigo-falo o mesmo me soltando e se afastando de mim pegando um tipo de taco com pregos e arames em volta,o segurando.

- j-jantar?okay...mas vamos logo pois não tenho todo o tempo do mundo-falo para ele sem me importar com a grosseria...me abaixo e pego minha mochila do chão e começo a andar,olho para trás e vejo o mesmo me olhando.

-vamos janta ou não caralho?-falo para ele vendo o mesmo começar a andar em minha direção...ele encosta a ponta do taco no chão e vem até mim arrastando o mesmo atrás de seu corpo,com um olhar super cinistro q me deixou bastante assustado...logo começamos a andar em direção a um restaurante q ficava aqui perto...chegamos no mesmo e entramos já vendo vários olhares sobre nós...talvez por eu estar com um cara q está usando uma máscara e segurando um taco macabro?pode ser q sim...nos sentamos em uma mesa e chamamos o garçom já fazendo nossos pedidos vendo o mesmo se afastar...apoio minha cabeça na janela um pouco sem jeito com o silêncio q estava entre nós...logo vejo ele tirando um tipo de estilete em seu bolso e pegando um guardanapo...ele começa a passar o guardanapo na lâmina do estilete limpando-o talvez...solto uma tosse falsa para ver se o mesmo criava um assunto...ele olha para mim destraido e acaba cortando seu dedo...olho para a mão vendo já ela começar a sangrar...ele crava o estilete na mesa de madeira com força,já mostrando seu ódio,ele coloca seu dedo em sua boca e chupa o sangue q saia do corte...antes q eu possa falar algo somos interrompidos pelo garçom entregando nossos pedidos...começamos a comer e logo decido quebrar o silêncio constrangedor q estava entre nós.

-posso saber seu nome?-falo fitando o mesmo

*Jimin*:claro...me chamo Park Jimin-falou seco voltando a comer.

-e então Park Jimin...encochar pessoas e fazerem elas jatarem com vc é um dos seu hobbies?-falo o encarando.

*Jimin*:e se eu dissesse q sim...oq vc diria?-falou o mesmo me encarando devolta com um puta olhar profundo.

-hã...eu...eu diria q vc é um louco-falo desviando meu olhar dele um pouco sem jeito.

*Jimin*:apenas coma de boca fechada okay?-falou o mesmo tirando seu olhar de mim,voltando a comer.

-e se eu não quiser?oq vc vai fazer?-falo o provocando.

*Jimin*:se vc não ficar quieto eu terei q pegar a faca q está na mão da mulher da mesa atrás de vc e passar ela lentamente em sua garganta,fazendo sangue espirrar para todo o lado...e vc não quer q eu faça isso...ou quer?-falou o mesmo me olhando.

-ata q vc faria isso-falo com deboche.

O mesmo se levanta rápido e puxa a faca da mão da mulher da mesma atrás de mim...ele chega perto de mim e segura em meu rosto o puxando fazendo eu tombar minha cabeça sobre seu ombro lhe dando total visão de meu pescoço...o mesmo põe a faca em minha garganta sem a cortar.

*Jimin*:não me provoque Jungkook...eu estou morrendo de vontade de fazer isso...-sussurro o mesmo subindo a faca até uma de minhas bochechas e passando a lâmina de leve fazendo um mini corte deixando uma gota de sangue escorrer pela minha bochecha-mas não irei fazer agora-falou o mesmo soltando minha cabeça e se sentando em minha frente novamente voltando a comer.

Olho para ele com uma cara de "WTF" mas logo volto a comer fingindo q aquilo não havia acontecido...olho para ele vendo q o mesmo está com um pouco de dificuldade para comer pois está usando a mão q ele cortou com o estilete.

-aigo...deixa eu lhe ajudar-falo tirando o garfo da mão dele é começando a lhe dar comida na boca...o mesmo me olha de um jeito confuso mas logo aceita meu ato começando a comer com minha ajuda...logo terminamos de comer e pagamos a conta..olho para ele q estava com uma manchinhas de molho no canto de seus lábios...inclino meu corpo para frente me aproximando dele é passo o meu polegar no local sujo limpando o mesmo...vejo ele me olhar fixamente mas logo ele se levanta arrumando sua roupa

*Jimin*:e-eu já volto,vou ao banheiro -falou o mesmo saindo de perto da mesa indo em direção ao banheiro...percebi q aquela era uma ótima hora para fugir desse estranho maluco...me levanto da mesa e quando estava prestes a sair sinto alguma coisa estranha,tipo como se fosse me dizendo para ficar...volto para a mesma e pego um guardanapo...pego uma caneta em minha mochila e escrevo no guardanapo{obrigada pelo jantar Jimin...tirando o jeito q nos conhecemos,essa noite foi bem legal...espero lhe encontrar novamente}escrevo no papel e o deixo sobre a mesa...saio do restaurante e vou correndo para minha casa.

Chego na mesma e entro nela já indo para meu quarto...me jogo na cama jogando a mochila para o lado e fico olhando para o teto pensando no q havia acontecido...me viro para o lado da janela e fecho meus olhos tentando espantar meus pensamento e dormir...depois de muito tempo acabo pegando no sono.


[...]


~Park Jimin~

Após ver o mesmo limpando meu lábio,fico sem reação alguma olhando para o mesmo fixamente...me levanto e vou para o banheiro...entro no local e apoio minhas mãos na pia do banheiro olhando para o enorme espelho em minha frente sentindo algo estranho...eu sabia q não deveria o deixar lá pois com certeza ele iria fugir mas senti q tinha q sair de lá...jogo uma agua em meu rosto e me recomponho...saio do banheiro e volto para a mesa vendo q o mesmo não estava la,vejo um papel sobre a mesa e o pego já lendo...sorrio de lado e o guardo em meu bolso...saio do restaurante apoiando o taco de basebol em meu ombro e vou em direção a minha casa.

Logo chego no prédio e entro no mesmo já indo pra o elevador...subo para meu andar e entro em meu apartamento já avisando uma entrega no chão perto da porta...me agaicho e abro o envelope já tendo visão de muito dinheiro...procuro o nome de quem mandou mas não tinha,então provavelmente era meu pagamento pelo serviço para aquele cliente...coloco o envelope da mesa de centro da sala e vou para meu quarto...jogo o taco de basebol no chão e a máscara em cima da cama....me deito e fico relembrando do garoto...não sei o pq mas ele ficou gravado na minha cabeça...balanço a cabeça espantado meus pensamentos e me ajeito na cama fechando meus olhos e logo adormecendo.


Continua.... 


Notas Finais


Espero ter arrumado todos os erros ksksk...bom vou postar o segundo capitulo logo,logo...bjs de unicórnios :3💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...