História Is that love? (Camren) - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Amor, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Faculdade, Fifth Harmony, Homossexual, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Ucla, Yuri
Exibições 932
Palavras 965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Inicio mais tenso... Espero que gostem, meus amores. E estou com um projeto de fic vindo...
Até amanhã/quinta. Amo vocês. ❤️😍😘

Capítulo 39 - Além disso


P.O.V. Camila

Eu comecei a chorar e sacudia Lauren tentando acorda-la. Mas ela continuava esticada, na mesma posição, totalmente inconsciente. Desesperada? Era pouco pra me descrever. Mas eu respirei fundo e lembrei que eu cursava faculdade de MEDICINA. "Como você é burra Camila" - dizia meu subconsciente.
Pensei em mil possibilidades. Quase todas elas envolviam a merda do álcool. Ela poderia ter bebido demais e estar entrando em coma alcoólico, ou ter caído de tão tonta e batido a cabeça, ou ter até mesmo se sentido depressiva e tentado suicídio.
Comecei uma checagem pelo seu corpo, olhei sua cabeça e sem ferimento aparante, desci pelo pescoço, braços, pulsos e BANG!! Como eu não notei o sangue antes? Lauren fez três cortes em seu pulso. Dois estavam superficiais, mas um era profundo e me machucou vê-la naquela situação.
"Por que deixou ela beber? Que merda, Camila!" - Continuava meu subconsciente. 
Eu não sabia o que fazer. Bom, na verdade sabia. Mas com o desespero e por ser com alguém que eu amava, a coisa muda e a gente nem raciocina. Tirei o casaco que eu usava e enrolei no seu pulso, estancando o sangue. Gritei Ally e ela veio correndo.

Ally: O que foi?? Tá tudo bem?? - ela disse preocupada vindo até nós
Camila: Não. O álcool deixou ela deprimida e fez com que tentasse suicídio.
Ally: O QUE? - ela falou alto - Ó céus... Lauren? - ela se abaixou do meu lado
Camila: Seguinte, preciso de ajuda. Enquanto eu procurava as velas, vi um kit de primeiros socorros na gaveta do meu quarto. Pega por favor. E também pega muita água e um balde. Leva tudo pro meu quarto
Ally: Tá - Ela correu pra dentro de casa

Peguei Lauren no colo, com dificuldade, já que eu sou bem menor que ela, e levei até nosso quarto. Subi devagar as escadas e coloquei-a com cuidado na cama. Ally correu com as coisas pra lá e eu estiquei o braço esquerdo de Lauren, que sangrava muito. Desamarrei o casaco e coloquei o balde em baixo, joguei água aos poucos, limpando o sangue. Após fazer isso, joguei um pouco de remédio para esterilizar e chequei a profundidade do ferimento. Graças à Deus não iria precisar de ponto. Fiz o melhor curativo que pude com gases e esparadrapo e olhei Ally.

Camila: E agora?
Ally: O que fazemos em coma alcoólico? Pensa Camz, você sabe - respiro e assinto
Camila: Mas eu preciso dar soro na veia dela. Preciso injetar glicose.
Ally: A ambulância demoraria mais de uma hora. Então improvisa
Camila: A Única coisa que posso fazer é dar muita água e doce, mas ela está desacordada. - coloquei-a de lado caso a mesma vomitasse
Ally: Vamos tentar acorda-la - Eu comecei a sacudir Lauren, eu abanava ela e cheguei a jogar um copo de água fria em seu rosto. Ally fez soro caseiro e trouxe pra mim. - Ela está acordando - apontou pro seu braço mexendo

Lauren acordou de uma vez e vomitou no balde. Imediatamente coloquei ela sentada e dei o soro pra que bebesse. Depois peguei um chocolate e entreguei-a.

Camila: Você está bem?
Lauren: Quero vomitar - Deixei o balde em cima da cama e ela vomitou mais
Camila: Tentou mesmo se matar?
Lauren: Se for dar lição, me deixa morrer - ignorei e resolvi tocar nesse assunto no dia seguinte, já que ela estava bêbada ainda

Ally desceu para cuidar das outras e eu fiquei dando bastante soro e doce pra ela. Lauren vomitou todo o restante da noite. E eu não preguei o olho. Fiquei apenas cuidando dela, monitorando e hidratando.

Sábado 5:00

Quando eram 5:00 da manhã, ela finalmente dormiu, mas eu continuei olhando-a.
Depois de uma hora e meia ela ainda dormia tranquila, então me permiti cochilar. Dormi de 6:30 até 9:00 e acordei com ela ainda apagada.
Levantei, fiz minha higiene e tomei um banho demorado. Desci e preparei a mesa pra todos. Peguei remédio para dor de cabeça, sabia que Lauren iria precisar. Peguei também café e bastante frutas. Pão com manteiga e umas torradas. Subi para o quarto com tudo e deixei na bancada.
Já eram 11:30 quando Lauren acordou. Corri até ela e como ela estava acabada!! Eu não devia te-la deixado beber. Errei feio nessa.

Lauren: Minha cabeça dói
Camila: Eu avisei...
Lauren: Lição de moral agora não. Por favor
Camila: Vamos! Vou te ajudar no banho - amarrei uma sacola em seu pulso e entrei no banheiro com ela

Tirei sua roupa e liguei a água caindo sobre aquela pele macia de Lauren. Ela conseguiu se lavar sozinha e quando saímos, vestiu uma calça moletom minha mesmo e uma regata qualquer. Deitei-a na cama e entreguei seu café

Lauren: Aprontei e ainda ganho?
Camila: Estou preocupada, mas muito chateada
Lauren: Por que?
Camila: Come! Depois te falo - ela comeu tudo o que preparei e tomou bastante água, como pedi. Depois tomou um remédio e eu me deitei do seu lado
Lauren: Agora fala
Camila: Olha seu pulso!
Lauren: O que é isso? - Uma lágrima escapou de seus olhos
Camila: A marca que carregará por tentar suicídio - ela levou um susto e sua boca abriu-se em um perfeito "O"
Lauren: Não! Não fiz isso
Camila: Apresento-lhes a parte merda de beber. Você fez! - Lauren começou a chorar
Lauren: Me perdoa, Camila?
Camila: Não tenho que perdoar. Você sempre cuidou de mim. Sempre me amou e me ajudou. Agora quem vai te ajudar sou eu.
Lauren: Obrigada, Camz. Sabe que eu te amo - Abracei-a de lado. Um abraço reconfortante. Era a melhor coisa do mundo saber que Lauren estava bem.
Camila: Mas isso tudo por causa dos seus pais?
Lauren: Camila, vai muito além dos meus pais.


Notas Finais


Comentem o que acharam💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...