História Is this love? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Loki
Tags Drama, Loki, Revelaçoes, Romance
Exibições 44
Palavras 1.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sumida retornando... estou correndo contra o tempo e lutando contra a falta de coragem. Logo responderei as perguntas e darei mais atenção a todos.Estou quase em ferias \O/...quando isso acontecer retornarei a postar com fidelidade, (espero), por enquanto irei refazer muita coisa, quero melhorar minhas ideias.
aproveitem e me desculpem.

Capítulo 14 - O retorno inesperado


Com um suspiro ela acorda com um enorme sorriso, seus cabelos estão desalinhados cobrindo parte de seu rosto magnifico coberto, retirei os fios suavemente alisando aquele delicado rosto e depositando minha mão por um longo período aproveitando cada instante, gravando cada mínimo detalhe.

- Não sabia que acordava tão cedo, loki- disse ainda com os olhos fechados

-Ainda tem muito a descobrir sobre mim

-o.k... Mister mistério pode fazer o café da manhã? Quero ser mimada kkkkk

Não podia negar nada para aquele lindo sorriso, sem responder dei um beijo em sua testa e desci as escadas

Pov Helle

Morrendo de preguiça continuei por um tempo na cama, ate um barulho irritante me tirar de minha amada e carente cama. Somente com uma camisa branca folgada, pulei da cama me enganchando no lençol e caindo de cara no chão. Era o alarme de incêndio, corri tombaleante até aonde o cheiro estava forte

- Oh my god! ...- era a fritadeira pegando fogo. Agilmente, empurrei loki da frente, desliguei o gás e peguei o pano de pratos que estava por perto e molhei as pressas na pia ao lado e a seguir joguei por cima da minha panela novinha

Passado o perigo ficamos nos encarando, eu recuperando o folego e ele a cor que quase não tinha no rosto, inesperadamente ri da falta de reação dele, o riso aos poucos se transformou em gargalhadas da minha parte. Ele inicialmente ficou irritado mas logo depois começou a rir de minha risada desenfreada.

- kkkkk espera na mesa eu dou um jeito nisso, vê se aprende se não, não podemos nos casar kkkkk

Ca-Ca-sar ?- Ele com essa ficou pasmo e perdeu a cor do rosto, ri novamente virei abri a gaveta porta trecos e tirei uma máquina fotográfica antiga que eu possuía a anos, registrei aquela expressão antes dele pensar no que eu fazia.

- O que foi isso?- o peguei de jeito, enquanto sacudia a foto para ver o resultado ria comigo mesma

-é uma lembrancianha dessa sua cara de bunda

-O que? Não estou compreendendo

-kkkkkk calma Loki.- Arrumou a mesa e colocou o suco da geladeira e algumas frutas nela- Primeiro é um ditado que minha mãe vivia repetindo, ela dizia “Essa comida está tão boa que já pode casar”. Segundo: amo ver sua cara surpresa e Cara de bunda costumo dizer quando as pessoas ficam sem reação, sendo pegas no flagra.

-Que seja- falou colocando o suco

-Não vai pedir desculpas?- Disse procurando a vasilha entre a bagunça na parte baixa da cozinha, deixando praticamente todo seu bumbum desnudo a mostra para ser apreciado. O pior é que ela tinha noção de que estava a mostra mas quis desconcertar a mente do deus

-Pelo que?- disse distraído, olhando pela janela

- Ora, por queimar minha panela

-Não tenho culpa se esse seu planet...- helle sorriu satisfeita ao ouvi-lo travar, sinal que tinha conseguido o que queria

- Desculpe loki não estou ouvindo pode falar mais alto? ...Cadê aquela maldita vasilha? Será que está na parte de cima? - Fez sinal de que iria levantar porem parou ao ouvir a voz de loki enquanto caminhava

- Olhou direito por aí? Deve estar mais ...no fundo ou... embaixo de outras

-Quem sabe ?- olhou de lado para o trapaceiro fazendo biquinho continuando com as mãos nos joelhos e cabelos soltos jogados de lado.- você devia pedir desculpas, eu gostava daquela panela

Vendo-o olhar todo seu corpo com ar de incredulidade riu internamente

-Então? Vai ou não?

-O que? - Disse sem tirar os olhou de suas pernas

-Se desculpar, onde você está com a cabeça?- disse voltando o olhar para o armário, já visualizando a vasilha que por sorte dela estava numa parte quase inacessível. Abaixando se ainda mais deixou todo seu bumbum descoberto

-Helle...- falou com tom como estivesse sendo torturado

-O que, loki ?- Disse com um sorrido no rosto estava certa de que estava quase conseguindo o que queria, não demorou muito e logo sentiu um par de mãos deslizando pelo seu quadril, fingindo surpresa virou olhando para ele não deixando de avaliar o volume da calça moletom que ele havia pegado.

Sem dizer mais nada pegou praticamente todo o cabelo de helle com uma das mãos e com a outra abaixou as calças.

-Está gostando de me torturar midigarniana? Agora você terá um troco a altura

Colocando seu membro em cima do bumbum dela, agarrou os seios e puxando o cabelo expos o pescoço dela para dar mordidinhas. Helle que já estava molhada somente de provoca-lo logo começou a gemer baixinho e mover lentamente o quadril para também incita-lo. Ele gemeu baixo, mas não queria ceder. Ela não aguentava mais e logo olhando para ele pediu: - Por favor..

- Diga meu nome- Ele podia aguardar um pouco mais, aquilo iria alimentar a chama de poder que ele tanto desejava

-Loki- disse entre gemidos e baixinho

-Diga meu nome

-Loki...-Disse um pouco mais alto

-diga meu nome- Disse agora com seu membro posicionado aonde ela tanto queria que estivesse

-Loki...- Gritou ao senti-lo inteiramente dentro de si, logo seus corpos suados iniciaram um movimento mais frenético. Ainda bem que a casa dela produzia o conforto do silencio, os muros e quintais laterais fizeram com que os gritos e gemidos não fossem ouvidos, apenas o deus e a simples mortal escutavam o som do amor que faziam.

Depois de tomarem um banho juntos finalmente comeram o café da manhã e seguindo a sugestão de helle, foram fazer uma longa caminhada pelo caís que ficava próximo a sua casa, era perfeito, quase não se via movimento nas ruas.

Pararam em um parque Helle com receio de Loki ser reconhecido pediu para que ele usasse boné e óculos escuros. Sem aquela roupa Asgarniana ele parecia um simples mortal. Tiveram o resto do dia para viverem sem compromissos, esqueceram por algumas horas toda perturbação e clima de guerra e se concentraram um no outro

Não esperavam que ao chegarem as luzes da casa estivessem ligadas, cautelosamente Helle foi na frente, abrindo a porta devagar visualizou a mala preta familiar e os sapatos alinhados ao lado do tapete interno da casa.

-Querida, eu estava imaginando aonde você estava- disse Fury abraçando-a, desapercebido da companhia furiosa atrás deles

 


Notas Finais


Acho que a pausa na monografia para postar vlw, né?....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...