História Is this love? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls)
Personagens Docinho, Durão, Explosão, Florzinha, Fortão, Lindinha, Macaco Louco, Prefeito de Townsville, Princesa MaisGrana, Professor Utônio, Senhorita Bellow
Tags Ação, Ppg, Romance
Exibições 103
Palavras 1.537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem, eu demorei um pouco para postar, e peço desculpas...
Mas enfim, fim de ano, provas, várias coisas para resolver, então acabei ficando sem tempo para postar...
Mas agora tem um capítulo fresquinho para vocês! u.u

Boa leitura!

Capítulo 3 - O roubo


Fanfic / Fanfiction Is this love? - Capítulo 3 - O roubo

Buttercup estava sentada no final da sala, olhando para a janela, entediada. A aula de álgebra era uma das piores para a garota, e a cada cinco segundos olhava para os ponteiros do relógio, implorando mentalmente para que aquele “tormento” acabasse.

— Buttercup, está me ouvindo? — escuta a voz da professora de matemática, que parecia muito irritada.

— Estou sim professora. — respondeu com uma voz monótona, tentando soar convincente.

— Então me diga o que eu acabei de explicar... — desafiou, cerrando os olhos.

— Eu... — pigarreou, tentando arranjar alguma desculpa para aquilo.

A mulher pula de susto, quando um beep incessante começou a tocar logo ao seu lado. Buttercup suspira aliviada, foi salva pelo gongo, nunca havia ficado tão feliz em ver aquele antigo telefone de emergência tocar.

— Parece que temos um assunto importante a tratar, não vou poder lhe responder hoje, professora — riu convencida, observando o olhar de repreensão da mulher.

Blossom correu até o aparelho, atendendo prontamente.

— Sim prefeito, como podemos ajudar? — pergunta imponente, com sua pose típica de liderança. — Já estamos a caminho! — disse seriamente, colocando o telefone de volta no gancho.

Blossom sempre se mantinha calma em momentos como aquele, era conhecida por sua frieza e pensamento lógico, e era muito admirada por isso. Em momento algum se abalava, sempre pensando em uma solução ao invés de arrumar mais problemas. Buttercup e Bubbles admiravam muito isso na irmã, e mesmo que não desse o braço a torcer, a morena considerava-a uma ótima líder.

— O que foi Blossom? — indaga Bubbles, preocupada.

— Ocorreu um assalto ao Banco Central de Townsville — respondeu, dirigindo-se até a porta. — Vamos meninas, temos que impedir quem quer que seja!

As duas assentiram, seguindo a ruiva.

 

 

                        (...)

 

 

— E como vai ser? — pergunta Butch ao ruivo, enquanto bebia o resto da latinha de refrigerante.

O ruivo para por um segundo, encarando os dois com desdém. Brick tinha um ar de superioridade, se achava mais forte e inteligente que os irmãos, considerando-os inúteis.

— Simples seu idiota — respondeu friamente. — Nós vamos entrar lá e anunciar o assalto, e depois pegar todo o dinheiro.

— Chegar em grande estilo, gostei! — sorriu maliciosamente, se levantando. — E o que faremos quando as bocós chegarem para “salvar o dia”? — indaga com uma voz cômica, fazendo o loiro rir.

— O que fazemos de melhor, iremos acabar com as super maricas. — riu maleficamente, ajeitando o boné em sua cabeça. — Agora prestem bastante atenção: o cofre é dividido em três “repartições”, a primeira é a parte da frente, onde fica o dinheiro depositado e os caixas, e você Boomer, vai cuidar de esvaziar tudo.

— Mas eu tenho que cuidar dos caixas e dos reféns? — perguntou confuso, coçando a cabeça.

— Não seu panaca! — bateu na própria testa, frustrado. — Me diz por que você acha que vamos manter reféns? Nós só vamos pegar o dinheiro e vazar!

— Mas, é geralmente o que acontece nos filmes!

— Isso aqui não é ficção, loiro burro! — Butch disse brincalhão, dando um tapa na nuca de Boomer. — Continua Brick.

— Bem, as outras duas partes que tem dinheiro são: o terceiro andar e o subsolo. Butch, você cuida dos cofres de cima.

— Entendido!

— E eu... — sorriu diabolicamente — Cuido da parte mais difícil, o subsolo.

 

 

E assim, os três voaram em direção à cidade, deixando rastros nas cores vermelho, verde e azul no céu.

— Townsville que nos aguarde. Os Desordeiros estão de volta à ação!

 

 

 

                        (...)

 

 

 

O Banco de Townsville estava calmo naquele dia. As pessoas conversavam com os atendentes do caixa, pagando suas contas, recebendo seus pagamentos, conseguindo empréstimos, enfim, um dia comum para os cidadãos. O prédio era grande, lembrando até mesmo uma antiga construção grega. Tinha um piso e pilastras feitos de mármore, paredes brancas e plantas grandes em vasos ao lado de poltronas vermelhas, na área de espera.

— Senhora, me desculpe, mas esse cheque não tem fundo. — um dos atendentes disse pela milésima vez, tentando convencer a velha senhora à sua frente de que havia sido enganada.

— Mas meu jovem, eles me disseram que eu tinha ganhado esse prêmio e... — antes que pudesse terminar, escutam um grande estrondo vindo da entrada, seguido de muita poeira.

Algo, ou alguém, de uma força tremenda, acabou quebrando as paredes da frente, fazendo com que vários escombros voassem pelo local. Assim que a poeira abaixa, as pessoas ali presentes puderam ter um vislumbre de três silhuetas, uma ao lado da outra.

— Mas o que é que está acontecendo aqui?! — uma mulher gritou apavorada, por pouco não foi atingida por um pedaço de concreto que voou junto dos escombros.

— Todo mundo quieto! — uma voz amedrontadora soou, fazendo com que todos gelassem.

A silhueta do meio se aproximou, e pela primeira vez puderam ver de quem se tratava: um adolescente ruivo, trajando um moletom vermelho, calça jeans larga e um All Star da mesma cor do casaco, junto de seu inseparável boné. Antes que pudessem dizer alguma coisa, o mesmo se pronunciou.

— Isso aqui é um assalto, ninguém se mexe. — disse friamente, causando um calafrio em todos. Brick era realmente assustador.

— É isso aí! — o moreno se aproxima, ficando ao lado do ruivo. — Quem se mexer, morre.

— Nós não vamos machucar ninguém, se ficarem de boa! — o loiro deu um passo à frente, se juntando aos irmãos.

Mesmo tentando não despertar suspeitas – o que realmente não daria certo, já que chegaram destruindo uma parede – ambos os três tinham um vontade interna de encontrar com as Poderosas, e sabiam que elas viriam, com certeza alguém já havia lhes chamado. Brick era o que mais queria vê-las, em especial a ruivinha chata que não via há anos, para conseguir se vingar. Já Butch queria mesmo voltar ao habitual, causar discórdia na cidade e ser um verdadeiro Desordeiro, como nos velhos. Boomer por sua vez, além de querer voltar à carreira de delinquente, estava curioso, há tempos não as via, se perguntavam se as garotas haviam mudado muito, em especial, Bubbles. Ele não entendia o motivo de sentir algo por ela, e não sabia direito o que era. Mas tentava ignorar, tinha certeza de que foi criado apenas para odiá-las, qualquer outro sentimento era pura ilusão.

— Vocês já sabem o que fazer, né? — Brick perguntou, olhando para os dois, que acenaram, sorrindo. — Então vamos nessa.

 

 

 

Boomer pegava todo o dinheiro que conseguia, jogando tudo dentro de um grande saco que havia trazido consigo. Eram notas, moedas, barras de ouro, tudo. Não se importava com o que estava pegando, desde que tivesse um valor. A maioria das pessoas já tinha saído do local, e outros, com medo de que o Desordeiro fizesse alguma coisa, se esconderam debaixo de mesas e bancadas.

— Vamos lá! — disse nervoso, enquanto pegava mais um bolo de notas. — Daqui a pouco elas vão chegar...

Um pouco depois de falar isso, escutou o barulho de algo pousando no chão, e sabia muito bem de quem se tratava.

“As Super Poderosas!” pensou ansioso, direcionando seu olhar para a entrada.

Elas estavam muito diferentes do que se lembrava. Suas feições já eram mais maduras, e não tinham mais uns corpos de criança, agora estavam curvilíneas. Seu olhar foi direto em Bubbles, e ele paralisou na hora. Ela estava tão... bonita. Sentiu seu coração acelerar e sua respiração ficou descompassada. Os belos orbes azuis da loira estavam lhe encarando, sua feição era raivosa, mas mesmo assim continuava fofa.

— Espera aí... — Buttercup disse, com o cenho franzido. — Eu reconheço você!

— E-eu... — se recobrou do choque inicial, lembrando-se do seu objetivo principal: o roubo.

— Boomer?! — Bubbles se pronuncia, confusa. — O que você está fazendo aqui?

— Não é óbvio? — a morena diz raivosa, se colocando em posição de ataque. — Ele está assaltando o banco! E aposto que os outros dois idiotas estão junto dele! Responde agora seu imbecil, onde os outros estão?

— Por aí. — riu debochado, deixando a sacola de dinheiro no chão e se colocando em posição de ataque.

— Eu sabia que essa droga de trato não iria funcionar Blossom, eu te avisei, não foi?

— Você achou mesmo que nós iríamos ficar vivendo de doces para sempre? Até parece.

— Mas nós podemos fechar outro acordo, será que poderíamos... — a doce voz da loira foi interrompida pela mão de Blossom em seu ombro, acenando negativamente.

— Não tem como ser civilizada com pessoas assim Bubbles — disse friamente, encarando o loiro com desdém. Boomer se assustou com o tom de Blossom, ela soava tão... vazia. — Eu achei que poderíamos ter paz, mas pelo visto, estava enganada — suspirou, fechando os punhos. Odiava admitir que estava errada, mas pelo visto seu plano de fechar um acordo de paz nunca funcionaria, e no fundo sabia disso. — Já chega, não vou deixar que vocês atormentem a cidade novamente, os Desordeiros podem ter voltado, mas não por muito tempo. Isso acaba aqui.


Notas Finais


Agora que as tretas começam! Vish!!

Bem, espero que tenham gostado. Kissus!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...