História I.s.k. - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kabuto, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konan, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Pain, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yahiko, Yamato
Tags Ação, Gaara, Inosai, Itachi, Konoha, Naruhina, Naruto, Nejiten, Ninja, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Sexo, Shikatema
Visualizações 98
Palavras 3.149
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi oi oi
Como o proprio nome diz, esta bem no finalzinho heim pessoal...
Capitulo um pouco triste, mas ne...
Espero que gostem ><
Obrigado por todo esse carinho e apoio q vcs deram a mim e a i.s.k <3

Até o proximo, e ultimo ;-;

Capítulo 39 - Rumo ao desfecho


Fanfic / Fanfiction I.s.k. - Capítulo 39 - Rumo ao desfecho

      O olhar de todos ali refletiam a mesma coisa; Naruto havia perdido o controle.

   O manto da nove caudas já estava envolta de um Naruto completamente demoníaco. Os ventos fortes sacudiam a todos, e um calor imenso emanava naquele lugar. Até mesmo Orochimaru parecia assustado.

-SASUKE – Alguem gritou.

-HINATA

-SOCORRO

-ONDE ESTA O GAARA?

-NARUTO

-NARUTO

-NARUTO

-PARA NARUTO.

     Somente os gritos eram escutados em meio a todos os urros de ódio que o loiro, agora possuído, emitia.

    Mas em meio aqueles olhos azuis que agora estavam sangrando perante a imagem de Hinata caída com ferros inseridos em seu corpo, era demais para que ele aguentasse.

      Mais um grito ecoou, e logo Naruto estava atacando diretamente Yahiko. A força de luta dos dois era absurda, ainda mais quando Nagato inseriu pinos de controle no corpo do amigo.

      Sakura continuava a gritar ao fundo, e até mesmo Sasuke se atreveu a soltar gritos.

  Toda a paisagem era mudada naquele momento, uma só palavra podia definir tudo aquilo; destruição.

     Konan se envolveu na briga, e até mesmo Mei, a luta era pesada demais. A areia de Gaara não era capaz de conter toda aquela fúria emanando de todos os envolvidos. Sakura correu para tentar tirar Hinata no meio do fogo cruzado já que Naruto provocava sem ao menos ter a lucidez de que poderia arruinar qualquer possível chance de Hinata sair viva no final daquilo tudo, mas nem Sakura tinha certeza de que aquilo realmente teria um final.

     A luta se tornava pior a cada momento, ninjas ANBU chegaram, dimensões foram abetas, criaturas invocadas. E sem que Sakura percebesse, estava abrindo uma imensa cratera com suas mãos.

       Shikamaru tentou arrastar Hinata para fora do perigo, mas foi a areia que conseguiu tal ato. Itachi e Shisui ajudavam como podiam. Genjustus eram aplicados incontáveis vezes. Até Itachi cair gritando pondo a mão nos dois olhos. Sangue pingava e Sasuke gritou.

      Mei o segurou. Sakura observava tudo e assim que viu Kakashi cair mais uma vez, correu até o jounin. Segurou-o nos braços e o afastou.

      Sakura achou que seria atingida por uma grande quantidade de papeis que vinham na sua direção, e quando achou que seu fim estava bem diante de seus olhos esverdeados. A figura loiro com o manto do Quartp Hokage apareceu a sua frente.

    O Quarto não fez questão de olhara para ela, apenas avançou para onde Itachi e agora Mei estava.

-Onde está Orochimaru? – Perguntou sério, sentindo o corpo arrepiar em meios aos gritos, explosões e urros do próprio.

-Sumiu no meio da confusão. – Mei respondeu sem encarar o Quarto. – Kushina te contou tudo, Minato? – A forma desrespeitosa que usou com o homem a sua frente o fez encara-la por alguns segundos e se perguntar; quem diabos era ela?

-Não tudo porque tenho a impressão de que nem ela sabia tudo... – Falou rude.

-Só eu sei tudo. – Falou e se levantou. Abriu os olhos de Itachi, que já sangravam bem menos. Olhou nos olhos dele, e Minato olhou toda a cena até se surpreender quando Mei beijou o Uchiha a sua frente. Um beijo apressado e desleixado, que deixou Itachi atônito, mas querendo retribuir, e quando ele ia fazer, a pequena Uchiha simplesmente se afastou. – Cuide dele.

       Falou seus olhos já eram um Sharigan que o Quarto mal conseguia identificar.

-Susano’o. – Falou baixo e a pequena Uchiha foi coberta por um Susano’o imenso preto. Caminhou lentamente enquanto qualquer ataque que era direcionado a ela, simplesmente não surtia efeito.

      Foi até Sasuke e o pegou, levou até Naruto que ainda persistia na luta com Yahiko. Olhou para Shikamaru, e o moreno assentiu, olhou para Gaara que assentiu também. E logo, uma quantidade de areia tão grande quanto à de uma imensa praia, foi usada para pegar Yahiko e Nagato. A sombra de Shikamaru prendeu a areia enquanto Shisui apareceu como um animal e pôs os dois em um genjutsu e Mei fazia selos tão rápido quanto os movimentos do Quarto.

- Estilo Secreto da Folha; abominação das almas, profundeza oculta; regresso imediato. – Gritou lançando algo como uma fumaça negra que entrou no corpo dos dois.

       O corpo dos dois foi amolecendo gradualmente e Sasuke olhava em choque para tudo.

- Cuidem de konan. –Mei falou e se afastou junto com Sasuke indo em direção a Naruto se controle destruindo tudo que estivesse perto dele. – NARUTO! – Gritou. – Tenha sua vingança para com Sasuke!

       Sasuke a olhou assustado.

- Que porra é essa? – Não conseguiu gritar, então apenas perguntou tremulante.

      Naruto virou-se raivoso em direção a eles. Quando atacou, os braços do Susano’o o seguraram apenas por 3 segundos. Segundos esses, que Mei usou para entrar na mente de Naruto.

-Kurama. – Falou baixo para a grande raposa solta.

-Mei... – Urrou. – Que petulância...

      Mei sorriu.

-Demorei? – Perguntou séria.

-Um pouco. – Respondeu sério.

-Você deixou Naruto perder o controle... – Mei cruzou os braços.

-E como você esperava que ele ficasse páreo a páreo com Yahiko e Nagato juntos? – Kurama respondeu rude, como se Mei estivesse o subestimando.

     Mei sorriu mais uma vez.

-Está na hora? – Kurama perguntou ao percebe os olhos de Mei banhados em cansaço, satisfação, tristeza, e o vazio.

      A Uchiha apenas balançou a cabeça confirmando.

-Achei que não tivesse mais sentimentos depois daquela noite, mas vejo seus olhos criança. – Kuarama falou seca.

- Milagres podem ocorrer. – Respondeu sem muita emoção.

-Se despediu de Itachi? – Kurama perguntou mais uma vez, cruzou os braços e encarou a Uchiha confirmar com a cabeça mais uma vez. – Valeu tudo a pena? – Perguntou e dessa vez, a cabeça de Mei se virou para cima e seus possuíam dor.

         

             (Anos no passado)

~~~~Lembrança~~~

      Mei nasceu em uma primavera, cresceu ouvindo que era magra e frágil demais. Apanhava do pai que a cada dia exigia mais ainda da única filha.

     Cresceu olhando Itachi evoluir monstruosamente, e desesperada, quis aquilo, então matou seu pai quando em mais uma noite, quando havia errado o selo de mão, o homem tentou abusar dela.

     Mei não possuía o porte para uma ninja forte, mas sua mente era avançada. E logo, a noticia de que seu pai havia morrido em um acidente no lago, recorreu à aldeia.

       Quando fez 8 anos, entrou para a academia. Logo se tornou a melhor da turma, e junto com Itachi e Shisui, foram premiados varias vezes.

     Como somente algumas bestas de cauda eram livres, Mei começou a caça-las, dando de cara com Kyuubi. Mei era esperta, curvou-se diante da grande raposa. E contou sua historia. Serviu a raposa por anos a fim de criar amizade e por fim, usa-la.

     Em meio aos duros treinamentos que submetia a si mesma, a construção da amizade com Kurama e os estudos.

      Mei sonhava no dia de servir o Hokage. E para ser ANBU, devia sempre ser atenta a tudo, então foi ai que começou seu mais adorado hobbie; cada mania, nome e nível de ninjutsus, taijutsu ou genjutsu, das pessoas da aldeia, Mei gravou.

        Cresceu mais ainda e se tornou muito intima dos outros dois “prodígios” dos Uchiha. Viu o titulo de Hokage ser passado para Minato. E sua vontade de servir completamente ao Hokage aumentou ainda mais, já era jounin, e ia fazer 14 anos. Seus sempre companheiros de equipe também eram jounis, e a cada missão que lhes era dada, o sucesso era 100% certo.

     Logo, as outras vilas começaram a temê-los. Planos de assassina-los foram feitos, mas Mei sempre sujava as mãos ao descobrir os planos e os matava antes mesmo que Itachi, Shisui ou até a vila descobrisse.

     Mas o que mais despertava o interesse de Mei era observar, e nas folgas, era só isso que fazia, se negou a treinar novos shinobis, e passava os dias vendo Itachi e Orochimaru.

      E meio a mente perturbada e avançada de Mei, logo tudo se desenrolou.

     Os conflitos com os Uchiha cresciam, mas ela já estava realizando seu sonho de servir ao Hokage como ANBU, ao lado do homem que amava. Nenhum pio sobre seu sentimento foi revelado, nunca.

       Kurama sabia de tais sentimentos, e quando Mei contou tudo que sua mente perturbada abrigava, Kurama já sabendo dos verdadeiros interesses da garota, apenas a guiou para um rumo que daria o fim que ela merecia.

     A relação dos dois era completamente movida à base do interesse. Mei se aproveitava de Kurama, e a grande raposa fazia a mesma coisa.

     Já com todos os planos traçados, Mei contou tudo para Kurama, que a ajudou no desfecho de tudo. E Mei sorriu quando a grande raposa proferiu as palavras “deve morrer” para ela.

      Quando a revolta do Uchiha aconteceu, Mei já se sentia confiante. Sabia que ninguém seria capaz de matar Kurama, e antes disso, implorou para que a raposa aceitasse ser posta dentro de Naruto. Iria demorar para que ela saisse de lá, mas Kurama pareceu aceitar facilmente.

      Tudo foi acertado, e Mei sentia-se firme. Mas não esperava que surtaria no fim de ter matado seus parentes.

     Ver Kushina se entregar ao seu genjutsu e faze-lo parecer imperceptível para todos, foi fácil para a pequena Uchiha.

      Mas após retornar com Shisui e Itachi, colocou para fora toda a dor que sentiu, sentia e sentiria no futuro. Cortando para sempre suas emoções.

      Sabia que os amigos se afastariam, e sabia que se reencontrariam. Parte do plano ela os deixou saber, e eles não concordavam muito, mas era para o bem de Konoha. Era para o bem do mundo.

      Viu Naruto crescer, e às vezes, no meio da noite, invadia o quarto do loiro e entrava em sua mente para conversar com Kurama.

     Os anos foram passando, e sem que ninguém percebesse, Mei controlou a todos pelas sombras. Era como se ela fosse uma outra Hokage. Ninguém ousava discordar dela, ou desobedece-la.

      O plano se desenrolava muito bem, cada acontecimento do Instituto ocorria com a permissão de Mei. Viu Naruto ficar com Hinata, viu o Hyuuga se aproximar da morena Mitsashi. O Nara ficar com Temari, viu Gaara, Sai, Sakura, Naruto e Sasuke...

     Tudo era visto por ela, e tudo era como ela queria.

    Resolveu revelar parte do plano para o Uchiha mais novo, e libertou suas memórias assim que ela soube que o jovem havia voltado para seu próprio corpo.

      Viu Sasuke partir e se despedir de Sakura. Viu Sakura cair e o Uchiha sumir.

      Encontrou-se com kurama mais uma vez para avisa-lo que tudo estava prestes a acontecer.

    Atuou com perfeição ao longo dos anos, e até Hinata querer ser incluída, foi aceito por Mei para que acontecesse. A pequena Hyuuga lembrava a ela mesma mais jovem. E ficava feliz que a menina permanecia com sua pureza e inocência, diferente dela.

       Acordou Kushina.

      Quando encontrou Itachi e Shisui para irem atrás de Sasuke. Seu coração foi preenchido de orgulho, de si mesma, e satisfação. Ela não havia errado em nada.

        Havia agido certo, da melhor maneira que conseguiu.

~~~~~Fim da Lembrança~~~~~

- Sim, tudo valeu a pena. – Sorriu sentindo uma fina e única lagrima escorrer nos seus olhos.

          (Do lado de fora da mente de Naruto)

       Mei apenas viu Kurama reduzir seu poder, e viu o loiro ficar fraco e enfim despertar do ódio que o consumia. O moreno ao seu lado parecia incrédulo demais para se mexer.

 - O que... - O Uchiha mais novo tentou faze uma pergunta, mas não conseguiu.

      Quando Naruto e Sasuke estavam dentro do Susano’o preto, Mei apenas se abaixou ficando de frente para os dois. Esperou Naruto despertar, e quando viu o loiro já fazendo perguntas, começou a falar.

-Agora, meu papel acaba, e tudo deve ficar nas mãos de vocês. – Mei falou baixo atraindo a atenção dos dois confusos. – Orochimaru foi em direção ao sul. Vocês devem segui-lo, e se unir para que ele seja morto, e só vocês podem fazer isso.

- O que? – Os dois perguntaram juntos. Estavam confusos.

-Naruto, e Sasuke, eu os vi crescer... -  - Murmurou. – E dediquei toda a minha vida para a conclusão disso. E você dois vão se unir para derrotar Orochimaru, a combinação dos dois é a única capaz de acabar com tudo isso.

       Mei reparou no brilho dos olhos deles mudarem, estavam confiantes, e ainda confusos sobre tudo.

      Mei chegou próximo de Sasuke e passou as mãos sobre seus próprios olhos, depois passou a mãos no rosto do mais novo dos Uchiha. Ele estranhou o ato, mas sabia que aquilo era uma despedida. Mas não esperava que Mei fosse, em um único movimento, arrancar seus dois olhos.

       Um grito alto, e um urro de dor ecoou. Sasuke, sem enxergar tentou bater os braços para afastar Mei, mas apenas conseguiu manter as mãos no lugar que ficava seus olhos. Mei pediu para que Naruto o segurasse, e morrendo de medo e enjoado, o loiro segurou Sasuke, e foi o único a ver Mei arrancar os próprios olhos e como se ainda enxergasse coloca-los em Sasuke.

      O corpo de Mei cambaleava para trás e uma quantidade absurda de sangue escorria pelo seu rosto.

-Eu confio em vocês. – Se jogou para trás.

         Naruto gritou ao ver o corpo de Mei despencando daquela altura e se assustou ao ver que o Susano’o não havia desaparecido. E demorou a entender que agora, ele pertencia a Sasuke.

       Esperou quase duas horas para que o Uchiha acordasse e se debatesse, olhando confuso para tudo, sangue ainda estava em seu rosto, e ele piscava muitas e muitas vezes tentando se habituar a aqueles olhos.

- Onde ela está? – Perguntou com ódio.

- Ela estava com você... – Naruto falou baixo e explicou baixo tudo que ocorrera, vendo as expressões de Sasuke mudarem a cada segundo.

- Eu não acredito... – Sasuke murmurou e foi à única coisa que conseguiu dizer ao terminar de ouvir Naruto falar.

       No fim, nem Sasuke, O Hokage, Itachi, Shisui, Kushina, Kurama ou qualquer outro exceto Mei, sabia de todos os detalhes do plano. E mesmo que eles se juntassem e juntassem todas as partes, havia coisas que Me guardou só para si. E coisas que fez em silencio, coisas que só ela viu e agiu.

     Por fim, morreu sendo desde o começo uma incógnita coberta por segredos e mistérios que perpetuariam até o fim dos tempos. Morreu como merecia... 

         Quando o choque enfim passou, e os dois resolveram não pensar sobre aquilo, pelo menos não naquele momento, eles partiram atrás de Orochimaru.

     Encontra-lo foi fácil, e a luta, foi fácil também. Por fim, Orochimaru estava escondido atrás de seus muito subordinados mudados geneticamente devido as grandes experiências que o Sennin os submeteu. Os jutsus altamente bem executados foram repelidos com sucesso pelos dois.

        Ambos invocaram poderes desconhecidos e que faria todos perceberam que realmente, aquele nível de luta era surreal o bastante para que ninguém nunca chegasse a aquele nível.

      Sasuke e Naruto fizeram exatamente como Mei previu, se uniram perfeitamente e lutaram como se tivessem sido preparados para aquilo desde o nascimento. O que não deixa de ter uma parcela de verdade já que Mei controlou tudo para que aquilo ocorresse.

     No fim, o grito dos dois foi forte ao sentirem a carne de seus braços atrofiarem ao lançar um ultimo ninjutsus em direção ao já fraco Sennin.

      Cairam inconscientes devido ao esforço que fizeram em todo aquele momento e ao longo de todas as horas anteriores.

      Somente com parte dos olhos abertos, um olhou para o outro. Sasuke tentou dizer que sentia muito, e Naruto tentou falar o mesmo, mas a exaustão foi demais e tudo ficou preto depois daquele momento.

      

~~ Um tempo depois~~

 

      Sakura estava ao lado de sai. Em um grande quarto branco, a rosada observava Sai pintando. Ela ainda tinha alguns ferimentos, e todos os traumas em sua memoria. Andava revezando, hora passava o tempo no quarto de Naruto e Sasuke no hospital, hora no quarto de Hinata. Mas ela nunca ficava no próprio quarto.

     No quarto de Hinata, Neji não saia para nada. Gaara também se mantinha sempre presente e Tenten os acompanhava.

      Sai as vezes recebia visitas de Ino, a loira ficava por algumas horas, mas logo partia.

  Kushina e o Quarto também estavam sempre ali, saiam somente para continuara as buscas pelo corpo de Mei, Itachi aparecia algumas vezes, junto com Shisui, mas ambos sumiram nos últimos dois dias.

      Sakura temia que nenhum dos dois fosse acordar, já que Tsunade já havia falado que os danos eram muito severos. Mas aquilo de fato, não aconteceu.

      Sakura sorriu ao ver os dois abrindo os olhos, ao mesmo tempo. Estavam confusos, e atordoados. Fizeram perguntas que Sakura não entendeu. Chamou Tsunade e mesma chamou os pais de Naruto. Eles apareceram na mesma hora e Naruto chorou incontrolavelmente quando a mãe o abraçou. Sakura quis sair para dar privacidade, mas não queria deixar Sasuke sozinho ali.

     Quando Itachi apareceu, Sakura e Sai se retiraram. Voltaram depois de várias horas, depois dos dois terem sido interrogados e medicados mais uma vez.

      Sakura chorou ao ver os dois apesar de tudo sorrindo, Naruto não parava de perguntar de Hinata, e pedia para ir vê-la, no entanto, aquilo ainda não era permitido.

     Sasuke parecia diferente, fazia piadas e os dois contaram a Sakura e Sai o que havia acontecido, e por alguns momentos, Sakura se perguntou se tudo aquilo que eles estavam revelando, eles de fato falaram para os ANBU que os interrogaram.

     Naruto perguntou dos três lideres da Akatsuki e de Kakashi. Sakura explicou bem sobre também tudo que ocorreu. Como com ajuda do Hokage e dos outros dois SENNIN que chegaram, eles contiveram Konan e todos os subordinados de Orochimaru. Como o nível de baixas havia sido absurdamente grande. Como quando todos carregavam corpos e por fim Itachi e Shisui se encolhiam no canto ao saber da morte de Mei, e como os dois sumiram depois daquilo, assim como o corpo de Mei, que antes deixado imóvel, agora estava desaparecido.

     Suspeitas caiam sobre os dois, mas mesmo depois de cansativos interrogatórios, nenhum dos dois admitiu nada. Todos sabiam que eles haviam pegado o corpo e guardado ou enterrado em algum lugar, mas ainda mantinham as aparências fingindo procurar o corpo.

       Afinal, era o corpo de Mei.

     Vários enterros foram feitos. E todos trabalhavam arduamente para reconstruir todo o lugar que foi cenário daquela grande tragédia. A culpa de Sasuke por ter fugido e causado todo o problema foi retirado.

      Muitos ainda estavam internados, e o clima era sempre pesado. Orochimaru foi levado pelo ANBU. E ninguém mais teve noticia.

      Os dois haviam perdido o braços e varias lesões e fraturas estavam espalhadas pelo corpo dos dois, parte do rosto e corpo enfaixados e engessados, e ainda assim, sorriam.

      No fim, o calado Sai apenas olhava para tudo ainda com seu pincel na mão. E antes de sair junto com Sakura para que Sasuke e Naruto voltassem a descansar, Sai deixou a pequena pintura perto da cama dos dois.

        E a porta foi fechada, deixando os dois adormecerem mais uma vez.

 

    


Notas Finais


Várias perguntas foram respondias, e algumas ainda n, tudo no seu tempo.
Mas se voces tiverem qualquer duvida, podem me dizer que eu explicarei tudo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...