História Island - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais, The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes, Roan
Tags Alycia Debnam-carey, Clexa, Devon Bostyck, Eliza Taylor, Fanfiction, Originais, The 100
Exibições 33
Palavras 1.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Misticismo, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpe essa demora guys, estou com bloqueio de criatividade, como eu disse tenho a história na cabeça mas para fazer as cenas é preciso criatividade, espero que gostem do capitulo, ele não ficou como eu queria.

Capítulo 7 - Meeting in Trigeda


*Lexa in trigeda, 18:05*

Chegamos em trigeda depois de 1 dia e meio de viagem.

O povo olhava para Victória com medo e admiração. Ela é a chave porque quando temos um aliado forte os outros também se aliam.

Desço do meu cavalo enquanto o povo me recebia de volta. Acompanhada de Victoria eu mostro a ela seu local para descansar, era o quarto de visita de minha casa, tinha guardas o suficiente para protege-lá. Agora que ela está aqui eu protegerei ela,
Iroquios declararia guerra se algo acontecesse com ela.

A reunião era amanha então ambas fomos descansar.

* Victoria in meeting, 7:55*

Não demorou muito até que os liders dos clan chegassem. Todos quando me viam olhavam para a Lexa, não sabia distinguir se era olhares de orgulho ou admiração.

Chegou a ultima lider que faltava, Clarke Griffin dos tecnokru.
Eliza Taylor, sim antes de tudo isso acontecer eu assistia The 100, poderia estar super feliz de encontra-la se ainda tivéssemos nossas vidas normais.
- Começaremos a reunião - Diz Lexa. - Temos a presença da lider de Iroquios, ela tem uma proposta para a junção na aliança.

- Qual? - Todos dizem quase em sincronia.

Tomo ar e com um tom intimidador digo  - Querem Iroquios na aliança? Então em troca quero cinco áreas de caça.

- Mas as áreas de caça são dividas por todos. - Diz o lider da Windkru.

- Por isso mesmo, não dividiremos as áreas e exigimos mais cinco em troca do auxilio do meu exercito e Iroquios na aliança. Isso trará os outros clans na aliança. Mais áreas de caça pra vocês, isso se quiserem.

Todos se entre olharam e acenaram a cabeça positivamente olhando para Lexa.

A mesma suspira aliviada e diz - Aceitamos a condição.

- Otimo, vocês tem o apoio de Iroquios na aliança. - Todos pareciam felizes e aliviados.

- Hoje festejaremos a mais um clan unido. - Lexa diz levantando e dizendo em tom de Vitória.

* Clarke with Lexa after meeting, 10:30*

Estava andando no jardim com a Lexa.

- Bom - Digo olhando-a - Não tivemos nenhum avanço tecnológico mas você teve um avanço em tanto - Rio. - Como conseguiu convence-la?

- Mágica - Ela ri - Por incrível que pareça, ela é a mais gentil de Iroquios.

- Não brinca - Digo em deboche - Ela não tentou te decapitar?  - Rio.

- No começo talvez - Ela me olha com uma cara divertida - Mas depois foi flexível e gentil.

- A lider de Iroquios? Sendo gentil? Pagaria pra ver - Sorrio. - Onde ela está agora?

- Descansando - Ela me olha - Até a comemoração tem tempo, tem alguma ideia do que fazer?

Sorrio e falo - Não sei, andar um pouco? Colocar o papo em dia - Me aproximo dela e encaixo seu braço no meu - Vamos ser normais por um dia Alycia.

Ela parecia bem surpresa por te-la chamado de Alycia, a mesma sorri e diz - Claro, só não vamos tirar foto para postar no instagram - Ela pisca pra mim e ambos rimos.

* Victória, party, 19:30*

Literalmente tinha cadeiras mais altas para todos os líders, todos estavam bebendo e comendo.
Se divertindo diria eu, enquanto eu estava sentada observando o movimento. Não posso vacilar, os guardas estavam mais bêbados do que qualquer um.

Olho em direção a Lexa, ela estava dando gargalhadas, ela parecia entretida.

- Vamos Victória, você não bebeu nada. - Diz Lexa olhando para mim.

- Estou bem - Sorrio.

*Dante, 19:34*

"Eu só preciso que Victória abaixe a guarda" penso comigo mesmo enquanto a observava na mesa de longe, me levanto e vou até uma tenda, pego o facão e começo a andar pela floresta.

Vejo um guarda fazendo ronda, desacordo ele e amarro em um tronco.

Vou correndo até Victória e sussuro - Senhora, estava fazendo uma ronda e vi um guarda ser abatido, o uniforme é de Iroquios.

- Como? Onde?  - Ela se levanta.

- Siga-me senhora - Digo correndo em direção do guarda.

A mesma me seguiu correndo.

Chegando la ela olha o guarda de perto e logo virá - Não e um guarda do m... - Antes dela terminar de falar eu tento acerta-la com a espada e a mesma desvia, chuto a perna da tal que logo cai. A mesma se levanta e tenta tirar a sua espada mas é impedida por um corte meu que acertará a mão da tal.

Ela da alguns passos para trás e de novo acerto um chute em sua perna, em seguida desarmo a mesma.

Ela tenta rastejar sem perder o contato visual e acaba parando em um tronco de costas.

Eu vendo a reação da tal rio e em deboche e digo - E será eu que matará a tão temida Victória de Iroquios, mas não se preocupe querida, vou te matar lentamente.

- Um covarde só luta quando seu inimigo está indefeso - Aquilo me deixou puto, minha reação foi levar meu pé de encontro ao rosto dela fazendo o impacto virar o rosto da mesma.

Acerto um corte em seu braço e faço outro em seu rosto - Sabe, uma pessoa tão poderosa morrer assim?  Curve-se a mim e eu te darei uma morte rapida.

- Sonha - Ela diz em deboche, o que faz meu sangue ferver, pego em seus cabelos e levo seu rosto de encontro a meu joelho.

- Qual é querida, tortura nunca foi meu forte - Rio em deboche - Curve-se! - Digo com firmeza.

A tal me olha e ainda tem a audacia de cuspir em mim, isso foi a gota pra mim, pego a espada da tal e faço um corte lento por sua barriga, em seguida levo a espada até seu peito e afundo lentamente - Você será morta pela sua própria espada, sua espada e seu seguidor, causadores da sua morte, ambos de Iroquios.

Sinto uma espada envolver meu pescoço e um chute lançar a espada que eu segurava pra longe.

A garota em minha frente sorri em deboche e diz - Pensei que me deixaria morrer.

- Tenho que te manter viva, Melody parece que falou serio quando disse que me caçaria - Diz Lexa que estava com a espada sobre meu pescoço.


Notas Finais


Salvo pelo gongo, se tiver algum erro de português relevem, espero que tenham gostado, comentem o que acharam :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...