História Isqueiro Azul - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Wonder Girls
Personagens Hyerim, Lee Sunmi
Tags Hyelim, Milim, Side, Sunmi, Wonder Girls, Yuri
Visualizações 36
Palavras 594
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Yuri

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~Tudo bem, amores? 💜💜💜
Tô revoltada porque o site obriga colocar uma classificação +18, só por causa do Yuri. Poxa, não tem demais aqui '-'
Mas, enfim... Espero que gostem da side. A musiquinha também tá nas notas finais, tá?

~Boa leitura! 💙

Capítulo 1 - Perdoe-me


De: Lee Sunmi| @misunlee.

Para: Woo Hyelim| @limwoo.

Assunto: A minha cura.

Se você não chegar até o final deste e-mail, saiba, minha amada, que eu sinto muito.

Ao contrário de você, eu não sei me expressar através de palavras. Desde já, lhe peço perdão por estar escrevendo um texto tão singelo; mas sobretudo, por estar lhe enviando uma resposta.

Acredito que você não irá lê-lo. É a sua cara correr os olhos pelos campos: Assunto e Usuário, e imediatamente deletar a mensagem.

E sabe... Eu não lhe culpo.

Eu sequer deveria estar me dirigindo à você, depois do mal que lhe causei.

Sei que além de lhe provocar dor, eu também lhe fiz chorar. E você não imagina o quanto eu luto para esquecer este fato torturante. 

Não existem maneiras para lhe explicar as razões pelas quais eu lhe deixei, pois creio que você jamais irá compreendê-las. Então, seria perda de tempo lista-las aqui.

Em momento algum, minha querida Lim, eu me escondi ou me camuflei. Você sempre soube o quanto eu era uma garota má e mesmo assim, insistiu neste ser torto e quebrado que sou.

Lembro-me perfeitamente de ter travado ao vê-la pela primeira vez. Era como se meu coração houvesse parado no instante em que seu doce sorriso foi direcionado à mim.

Infelizmente, a partir daquela tarde ensolarada, eu soube que minha vida mudaria, mas sobretudo, a sua também; e este, é um fardo pesaroso que irei carregar eternamente.

Lamento, por ter lhe negado friamente o amor que lhe prometi. Por ter sido ausente, rude e insensível. Me perdoe, querida, por ter lhe destruído.

Antes de você, eu era solitária, e em alguns dias podia jurar que chegaria ao fim do mundo, sem ser resgatada da tristeza. Você me ensinou sobre o amor, Lim. Sobre como ele é capaz de nos transformar e nos fazer enxergar novos horizontes. Você me apresentou à felicidade que eu não conhecia. Você me ajudou a entender o significado do termo incondicional.

Você foi a minha cura, Lim. A cura do meu próprio eu insano e imprudente.

Lhe agradeço imensamente por ter me mostrado o quanto a vida pode ser bela e pura. Obrigada por todos os dias que passei ao seu lado. Obrigada pelos abraços reconfortantes, pelas noites cálidas, pelas manhãs quentes e as juras infinitas.

Muitíssimo obrigada, Lim, mas eu preciso resistir. Nós duas sabemos que eu não sou o melhor para você.

Você não merece sofrer por alguém tão miserável e inconstante.

Me perdoe, minha amada, por ter lhe arruinado.

Provavelmente será irrelevante informar que finalmente estou vivendo em meu jardim e que ao olhar para ele, me recordo de suas feições delicadas.

O seu isqueiro azul está aqui, assim como a sua aliança e o número de seu telefone. Ás vezes, eu penso em disca-lo, mas o temor de ser ignorada, elimina minha coragem. Eu ainda guardo a nossa fotografia, juntamente ao colar com o qual você me presentou. 

Seu cheiro suave permanece em minhas roupas e em certos dias eu posso jurar, que os seus lábios ainda estão molhando os meus.

Lhe confesso, minha amada, que eu também choro. Á noite, quando tudo está escuro e silencioso, as lágrimas brotam em meus olhos e eu me dou conta do quanto sinto brutalmente a sua falta.

Você sempre será a lembrança mais esplêndida gravada em mim.

Termino lhe dizendo que apesar de sua relutância, eu gostaria de lhe ver uma última vez. E aliás, a sua chave também está aqui. Eu posso deixa-la aí, ou você virá busca-la?

De todo modo, você sabe aonde, e como me encontrar.

Obrigada novamente, Lim. Por ter me amado.

Da sempre, sempre sua, 

Lee Sunmi.



Deseja realmente enviar este e-mail? 

Sim                                               Não


Notas Finais


Eu sou suspeita pra falar, então ouçam e me digam o que acham: https://youtu.be/kuTFp_3JtlM

Vocês entenderam esse finalzinho de sim, não...? Fiquei com medo de ter ficado estranho 😐
Me desculpem se houver qualquer errinho, tá? Ou se o formato estiver estranho. Meu celular é mal :'(

~Beijos, Beijos e até logo! 💖💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...