História Isso não é amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Taeyeon, Tiffany
Tags Girls' Generation, Taeny
Visualizações 61
Palavras 315
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Fluffy

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Eu não amo ela!


 

Eu nunca notei as curvinhas que os olhos dela fazem quando ela sorri. E falando nisso, eu nunca notei o sorriso dela, tão radiante por conta do gloss. Posso afirmar que ela o faz com frequência, sempre que me vê, mas eu nunca notei.

Eu nunca notei o brilho dos fios sedosos dela, os mesmos fios que cheiram a maçã verde. Eu nunca reparei nisso.

Eu nunca notei os movimentos dela na aula de dança, na verdade, eu nem sabia que ela estava ali. Os quadris se movem com tamanha maestria, assim como os braços, que sempre pareciam estar nos lugares corretos. O suor que cola a franja em sua testa era chamativo, por mais estranho que pareça. A respiração pesada dela, assim que acabava alguma coreografia, a deixava sexy e pensamentos proibidos voavam na minha mente. Mas não confundam as coisas, pois eu nunca realmente prestei atenção nisso.

Eu nunca notei o som doce da sua voz, ainda mais quando me chama, com aquele apelido que faz meu coração bater forte. Tão forte, que me causa um desconforto. Mas eu não me importo, afinal, nunca percebi.
 

Eu não estou mentindo, eu realmente nunca notei. 

Mas quando ela se aproximou tão repentinamente, naquela noite de inverno, e depositou um beijo demorado no canto dos meus lábios, me fazendo sentir o gosto do gloss, me fazendo sentir o cheiro de maçã verde, me fazendo lembrar de todas as vezes que ela dançava, de um jeito tão quente, fazendo meu coração se aquecer da mesma maneira, e sussurrou o tal apelido de um jeito tão íntimo, posso afirmar que eu desmoronei, como um castelo de cartas. E tudo aquilo que eu negava para mim durante esse tempo todo resolveu cair no esquecimento, assim que me peguei distraída, parada na frente de casa, com uma das mãos tocando o local beijado e com um sorriso bobo no rosto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...