História Isso não... (Jikook/Kookmin) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Yaoi
Visualizações 62
Palavras 1.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Oscilação



Olhavam-se em meio à mudez que havia por aquele cômodo. Jimin tentava dizer algo pelo olhar. Tentava comunicar algo, mas fora cortado por um "Desce. Tá doendo" de Jungkook. 

Deitou ao seu lado, lutando contra a desorganização em seus cabelos. Já haviam estabilizado seus pulmões, e retomaram à quietude que outrora reinava no lugar.

"Por que fez isso?" Jimin inclinava a cabeça para o lado, mas sem coragem de encará-lo. "Porque estava me machucando." respondeu, sem pensar muito. "Você me entendeu.", "Jimin... você sabe muito bem o porquê.", "Eu sei? Como isso? Eu não tô entendendo mais nada." Jimin ficou puto com aquilo. 

Achou que iriam, finalmente, fazer as pazes. As suas merecidas pazes.

Levantou-se da cama, dirigindo seu corpo até o banheiro da suíte. Aquilo tudo já o estava tirando do sério. "Ah, pra quê tanta demora? Que merda! Parece até que nunca fez isso!..." resmungava pra si, abaixando a calça e expondo o próprio membro. 

A verdade é essa que imaginas: ele estava louco pra foder. E tinha Jungkook ali.

 Afinal não era pra isso que servia essa porra toda?

Enquanto isso, urinava pelo banheiro. Não mirava certo quase nunca, errava pra esquerda. Meio que de propósito, gostava de rir da situação mais tarde. 

"Jimin-ssi?" chamava-o Jungkook, atrás da porta. "Que é? tô mijando, porra", "quero entrar...", "Agora?" Soava rude, e ninguém respondeu. Ignorou a conversa e saiu no seu tempo, sem qualquer pressa.

"Vai lá" disse assim que deixou o ambiente, com cheiro de mijo. "Não tô mais afim", "hm...você que sabe" não se importou. Sentou na cama, numa porção mais afastada, vendo algo no celular. 

Jungkook repensou o que fizera anteriormente. Não agiu por mal, só não estava preparado. Não podia ser assim, se tinha uma exigência a fazer, é que fosse um momento especial, com um preparo, com alguém que cuidasse dele, de tudo.

Infelizmente, achava ridículo esse seu desejo, mas não conseguia se desvencilhar, de qualquer forma. Impediu uma foda com a melhor das intenções. 

Para que não arruinasse seu relacionamento com Jimin, e, ao mesmo tempo, o seu ideal de primeira vez. 

Ficou tudo no lugar. Era só abrir o jogo com Jimin e as coisas iriam pra frente.

 Assim esperava.

Respirou fundo, retirou audácia de onde não saberia dizer e pronunciou "eu também quero, Jimin. Mas não assim." Foi isso o que falou, o bastante para inquietar a mente de Jimin de uma vez por todas.

 "Como você espera que isso aconteça? Com pétalas e vela?" Já soprava um muxoxo, jogando os braços para trás, desdenhando da situação. "Tem que crescer, Jungkook. Ninguém vai fazer isso por você. Para de se iludir com bobeira." anunciava com franqueza, como se derramasse um balde de água sobre ele. 

Ouvia a tudo com atenção. Por um momento, chegou a acreditar que fosse possível, mas já não acreditava na possibilidade. Ele não mudaria. Só pensava em si. E mesmo que pretendesse cuidar dele, no fim somente o agredia com as suas palavras perversas. E conseguia machucá-lo verdadeiramente quando o fazia.

"Não vai falar mais nada?" Jimin percebia o silêncio do maknae. "Jimin, isso já foi longe demais pra mim." se convenceu de que seria melhor desta maneira. "Hã? tá de brincadeira?" olhava-o com preocupação no olhar, voltando-se para Jungkook. "Baby?...Não brinca com uma coisa dessas,hm?" Trazia os pulsos do mais novo para si, protegendo suas mãos enquanto acariciava a parte superior delas. 

Jungkook não mais se direcionava para ele. Estava magoado demais pra isso. 

Logo Jimin o seguia com o rosto, tudo para conseguir sua atenção para o que viria depois.

"Você cobra muito, eu não sei se vou ser capaz de fazer tanto" argumentava como dava. "Então não, Jimin." retrucou o maknae. "Então sim, baby. Eu também quero que seja bom pra você, juro que quero. É só que eu sou um pouco impaciente. Sabe?", "Essa merda é nova pra mim", Jungkook não escondeu a confusão em seu semblante. 

Jimin também era virgem? 

"Não, moleque. Não tô falando disso. Tô falando do nosso relacionamento, porra" ria do susto do outro.

 "Relacionamento?" assim que ouviu aquela palavra, não sobrou tempo para questioná-lo. "É? Não é isso o que temos?" encarava-o com um sorriso travesso no rosto. Constrangido, respondeu "é, acho que sim." 

Um rubor tornava-o mais atraente ainda para Jimin, que já segurava em seu rosto com uma das mãos, trazendo-o para perto do seu.

 E de novo o morango aparecia por ali.

O beijou.

 No começo, um contato superficial de lábios, respirava sobre a pele de Jungkook, demorando para fechar os olhos. Não queria perder a oportunidade por aquele instante. Valorizava mais a finura dos lábios superiores no maknae, sobretudo o buço, quando pousava os seus por aquele lugar. 

Jungkook começava a revelar mais de si quando, no vão que deixara, preencheu com seu lábio inferior. Daria uma bela fotografia. Até o sorriso que deram no final ficaria romântico.

Final? Mas o que estou dizendo? Só deram uma pausa, que logo fora findada com a iniciativa de Jungkook, que elevou o tronco, despencando pra frente, enquanto carregava Jimin consigo para o tombo na cama, retomando o ósculo de antes.

Só foram necessárias algumas modificações. Concessões, línguas, salivas, e estaria melhor. Concordaram com isso, pois assim o fizeram. Mas desta vez Jungkook foi o invasor. Uma surpresa deliciosa para o hyung, depois de tanto esforço. 

Esforço, aliás, era o que fazia para aquietar o ânimo do maknae, que parecia agitado, ou ansioso por explorar mais da sua boca. 

Permitiu de tudo. 

E o mais novo mordeu, chupou com força o canto do seu lábio inferior, trazia-o possessivamente pra si, soprava desesperado dentro de sua boca e depois tentava terminar com selinhos, o que só o fazia retomar o beijo com mais energia e estalos.

No que percebeu isso, optou por dar um basta. 

Sua boca estava seca, um horror. Para tal, depositou três selinhos lentos, enquanto o observava, e sorriu logo após o ato, terminando com um beijo casto em sua bochecha. "Baby... Não sabia que gostava tanto disso" sorria pra ele, que se encontrava abobado e sem graça com a observação. "Eu também não sabia, hyung" devolvia o sorriso, num total acanhamento.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...