História Isso não... (Jikook/Kookmin) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Yaoi
Visualizações 57
Palavras 655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Versão



"Não é que ficou bom? porra..." Olhavam-se no espelho, logo após esperar três horas pra pintar os cabelos de rosa. A satisfação até conseguiu anular o martírio que fora a espera.

Jimin movia o cabelo de um lado para o outro, jogava-o pra trás, descia-o como uma franja lateral, decidindo pelo melhor visual. "Isso ficou bom mesmo hein?" Agradeceu aos funcionários, e se retirou do local.

Um dia para finalmente iniciarem o trabalho pesado do retorno à divulgação de uma música do album. Estava ansioso, como era de se esperar, seguindo uma dieta rigorosa, junto de uma rotina extenuante de retomada da coreografia. 

E quanto a Jungkook? 

Na mesma, é claro. Descoloriu, antes deste, algumas mechas. Detestava excesso de mudança, optando por algo fácil de cobrir depois. Dormia menos, comia pouco, estava um inferno. Decididamente retornos só são divertidos para quem assiste. Por este período, trabalham feito loucos.

É certo que, ainda assim, escapam quando podem para um momento de relaxamento. Na maioria dos casos isso inclui álcool e madrugada. Não que todos concordassem, até porque aguentar ressaca também não é pra qualquer um, mas acabavam indo para renovar o estoque de energia.

Procuravam por casas noturnas cheias de primas. Era a hora certa para transar, ou relaxar, como eles mesmos diziam. Dois para uma. Saía mais em conta.

Só não preciso dizer que o maknae dificilmente estava incluído nestes passeios noturnos. Tirava esse tempo para repousar o corpo na cama, cuidava da pele, ligava para omma e assistia doramas. Às vezes jantava, mas era coisa rara.

Jimin, por outro lado, era presença garantida. Já era cliente fixo. Derramava sem dó, esperava o efeito bater, e fodia junto de Taehyung alguma priminha. Normalmente ficavam com a peituda, ou, de acordo com Hoseok, a menos bonita. Mal sabia ele que ela fazia de tudo. Os dois adoravam.

E dessa vez, fez mesmo. Pediram absurdos, principalmente Jimin, que parecia inspirado pelo espírito de Vatsyayana. Em quarenta minutos, metade pra cada, recarregaram até a energia que não tinham. Daquela vez valeu a pena.

A tempo de não serem vistos, retornaram ao hotel. Discrição e velocidade eram as palavras que descreveriam bem a volta. Era chegar no quarto, tomar um banho e cair no sono. Ninguém ousou desrespeitar esta rotina, que era seguida religiosamente pelos integrantes.

Jimin, como dividia o quarto com um membro mais velho, esperava pela sua vez. 

E em pouco tempo dormiam todos.

 No dia seguinte, como imaginado, somente Jungkook tomou café da manhã. Exalava ânimo, disposição. Tanto que foi correr um pouco. Oito quilômetros. 

Enquanto o fazia, pensava em Jimin, em tudo o que tinham vivido, nas promessas do hyung. Retomava algumas cenas, trazendo um sorriso que só percebeu ao se deparar com o espelho, à frente da esteira. Naquele dia correr até que não o entediou tanto.

"Sei lá, será que ele ficaria puto de ser acordado?"

Jungkook estava com saudades do hyung. Fazia muito tempo que não ficavam juntos. Jimin anda meio disperso, quase não se comunica com o maknae. Há pouco pagou um almoço, mas nem próximo a ele ficou.

 Quando batia no quarto deste, estava acompanhado de outros membros, o que cortava a possibilidade de curtir a sua presença propriamente. Ficavam nos olhares e na mão boba, escondido, é claro. Mas era só nisso.

E tanto tempo significava problema. Jungkook sentia uma falta dos beijos, do tempo no quarto com Jimin, mas era isso. Não tinha, e conformava-se no fim.

Mas com Jimin, a coisa era bem diferente. Punheta, para ele, só enquanto adolescente. Até gostava de passar as horas com o menino, mas precisava foder. E caso não o fizesse, o mau humor era garantido. "Até porque isso é necessidade, é diferente de traição." pensava.

E quando as vontades não se encontram, barreiras acabam por serem inevitáveis. E uma hora incomodariam alguma das partes. Naquele caso, as duas não chegavam a um denominador comum. Tinham visões e interesses completamente distintos para aquele "relacionamento", que da parte de Jimin, nem sério, ou fechado, mostrava ser.









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...