História It has always been you (emison) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Bethany Young, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Carla Grunwald, Cece Drake, Courtney DiLaurentis, Darren Wilden, Dean Stavros, Dianne Fitzgerald, Dr. Rollins, Ella Montgomery, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Garrett Reynolds, Hanna Marin, Holden Strauss, Ian Thomas, Isabel Randall Marin, Jackie Molina, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Jessica DiLaurentis, Kate Randall, Lorenzo Calderon, Lucas Gottesman, Maya St. Germain, Melissa Hastings, Meredith Sorenson, Mike Montgomery, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Paige McCullers, Pam Fields, Personagens Originais, Peter Hastings, Samara Cook, Sara Harvey, Shana Fring, Spencer Hastings, Sydney Driscoll, Toby Cavanaugh, Tom Marin, Veronica Hastings, Wayne Fields, Wesley Fitzgerald, Wren Kingston
Tags Aria, Bebê Emison, Buttahbenzo, Caleb, Emison, Ezra, Ezria, Haleb, Hanna, Pll, Prety Litlle Liars, Sasha Pieterse, Sashay, Shay Mitchell, Spaleb, Spencer, Toby
Exibições 488
Palavras 2.572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Another day


Fanfic / Fanfiction It has always been you (emison) - Capítulo 9 - Another day

 

...

  __ se eu soubesse que transar com você fosse tão bom, eu já tinha transado faz tempo, eu te amo. - eu falo ainda sobre seu abraço.
                     ...

  Aquele momento estava perfeito, eu sonhei tanto com essa noite com a Em, que aconteceu do nada, foi a melhor noite da minha vida, eu nunca sentir todas essas sensações com ninguém, parece que aquela era minha primeira vez fazendo sexo tudo era tão novo.
__ Ali? - ela me chama enquanto eu permaneço com a cabeça em seu peito nu, acariciando seus braços com as pontas dos dedo, enquanto ela faz cafuné no meu cabelo.
  __ que foi? - eu pergunto depois de alguns segundos continuando na mesma posição, ela vira minha cabeça sai de baixo de mim e fica por cima me dando vários beijos causando um tesão em meu íntimo.
  __ Emmmmmm - digo com a voz totalmente carregada, vendo ela beijar meu corpo todo, meu sexo já estava completamente molhado com esse toque, ela gemia enquanto beijava minha barriga me deixando mais excitada, e ela cada vez ia descendo até chegar em meu íntimo, inclino o tronco um pouco pra cima e abro totalmente as pernas.
  __ você é perfeita de mais Ali!! - ela fala olhando para visão ampla do meu sexo aberto enquanto pega na minha bunda, apertando-as e erguendo mais meu tronco levando meu sexo até sua boca, eu já não respondia mais por mim, levei minhas mãos até meus seios e comecei a mecher neles logo, depois a Em ao me olhar ela colocou dois dedos e continua me chupando, enquanto a outra mão segurava minha bunda.
  __ aí que delícia em, continua desse jeito ah ah ah, vai desce jeito que eu quero gozar - não sei como saíram essas palavras pois o tesão tinha tomado conta de mim.
__ eu também Ali eu também - sua voz saia rouca cheia de desejo, segundos depois sinto minhas pernas trêmulas o segundo orgasmo, ela chupa tudo e engole meu gosto, eu ainda estava um pouco tímida para apreciar ela eu não sei porque e deixei ela tomar controle da situação. Após alguns minutos ela deita em meu lado ofegante, dez minutos se passam eu a olho e ela me encara eu subo em cima dela e fico sentada em seu sexo ao sentir esse contato, gememos juntas.
  __ aaaah - eu dizia enquanto de deliciava sentando e rebolando encima dela, enquanto uma mão dela ia na minha cintura a outra vai até meu seio direito quando Emily levantou seus olhos pôde ver meus mamilos tão dilatados que
pareciam pequenos botõezinhos esperando por ela, ao ver seu rosto completamente tomado pelo prazer meus gemidos aumentava mais, e eu aumentava a rebolada encima dela e ela se mechia por baixo.
  __ Eu....eu... Vai Ali desce jeito aaah.... Eu... Eu te amo Ali - sua voz saiu em meio soluços, mais rouca possível, me fazendo aumentar mais e mais, sinto que ela está em fraquejando seu ápice está perto e o meu também.
  __ Eu amo você! - depois de terminar de falar minhas pernas tremiam, e me joguei na cama ao lado da Em, que respirava ofegante, passará minutos, eu levantei um pouco, e peguei meu celular encima do criado mudo e marcava 5:29 a.m, passei a madrugada toda praticamente fazendo amor com a Em, eu tirei minha atenção do celular e passei observar a Em, que permanecia olhando para o teto como se estivesse dormindo acordada, eu me viro, e me cubro até o peito e passo observar cada detalhe dela, oque será oque está pensando? Eu me pergunto enquanto ela permanece na sua hipnose, será que ela gostou? Eu fiz algo errado? Eu precisava saber, então eu resolvi a chamar
  __ Em... - digo num tom mais doce possível, mais ela não parece escultar, então levanto um pouco, apoio meu cotovelo no lençol e me inclino dando um beijo em seu pescoço, fazendo ela perde a atenção totalmente e acariciar meus cabelos.
  __ eu te amo, você não sabe quanto sonhei com esse momento - ela responde enquanto beijava meu cabelos me abraçando pra perto dela, eu estava completamente corada comecei sentir vergonha, se fosse a Alison do passado concerteza não se sentiria assim.
   __ oque foi amor? - ela me pergunta, me fazendo perceber que eu não comentei nada sobre sua pergunta.
  __ é que faz tanto tempo que eu não faço nada, e nunca foi tão intenso como essa noite, foi perfeito Em -  respondo e ficando cada vez mais corada de vergonha, escondendo meu rosto em sua clavícula.
  __ foi intenso mesmo, nunca sentir nada assim por ninguém, você sabe que eu sempre te amei - ela completa levantando minha cabeça a selando nossos lábios com todo amor.
  __ eu te amo - digo a abraçando, sentindo o cansaço me vencendo, e fechando os olhos.

  POV EMILY

  Depois da noite perfeita ao lado da Ali, eu tinha certeza que ela me amava como eu a amava mais seu medo e insegurança sempre estragavam tudo, eu encarava o teto, me lembrando de tudo que havia acontecido minutos atrás, eu queria acreditar que agora popular   do ensino médio estava na minha cama, eu queria acreditar que essa garota no qual eu amei e contínuo amando e esse amor só cresce dentro de mim estava ao meu lado, depois de uma imensa noite fazendo amor, foi a melhor noite da minha vida, Ali me chama com um beijo em meu pescoço me fazendo acorda da minha transe.
 
  Algumas horas mais tarde, eu me levantei e peguei meu celular e vi diversas mensagens, era onze e vinte da manhã exato, hoje é domingo então estou de folga, olho para o lado e vejo que a Ali já havia levantado, provavelmente porque ela tem suas responsabilidades, continuo deitada enrolada no lençol com o celular na mão.
 
"Oi em que tal um almoço hoje e eu me desculpo pela noite anterior?  -Ps Paige"

  "Bom dia treinadora Fields, por onde se meteu ontem depois do bar? Você e a Ali mal aproveitou a noite - Ps Hanna"

  " Cadê você Fields? - Ps Spen"

  Eu dava risada com as mensagens, a da Hanna eu ri mais mal sabe ela como eu aproveitei e como foi a melhor noite da minha vida. Me levanto e coloco uma blusa azul toda xadrez, visto minha roupa e faço um coque desajeitado e desço.
  Ao descer as escadas,vou até a cozinha vejo Chloe na cadeirinha de comer, tentando comer sozinha a banana amassada num potinho, com a colherzinha de plástico rosa, eu fui até ela e depósito um beijo em sua testa, enquanto Ali, fritava bacon feliz da vida totalmente distraída, sem pensar fiquei atrás dela e dei um beijo em seu pescoço e segurei e sua cintura, vejo seus pelos dos braços eriçaren, enquanto ela continua com sua atenção no bacon fritando.
  __ Em, não começa não - ela diz com sua voz onde eu já podia sentir desejo em sua fala.
  __ você é tão gostosa não dá pra resistir - digo com a boca em seu ouvido, ela se virou e me deu um beijo, e voltou a atenção no bacon enquanto eu ainda estava atrás dela, beijando seu pescoço, eu gostava de ver o corpo dela responder meu toque.
  __ mamain - despertamos e vejo Chloe, chamar a Ali porque ela havia derrubado a banana que tava no potinho no chão, ela estava apenas batendo a colher na mesinha da cadeira, Ali e eu olhamos para ela rindo da situação, fui até ela e a tirei a cadeirinha, com as mãozinhas toda suja de banana e o rostinho também, seu bori não tinha mais cor.
  __ parece que alguém se distraiu demais e não percebeu que a bebê estava no ambiente também - uma voz surge atrás de mim e me viro com a Chloe em meu colo com a colher na mão balançando de um lado para o outro.
  __ Bom dia, Senhora Mary - digo em um tom assustado, e ali desliga o fogo do bacon e se aproxima da sua tia.
  __ não sei oque está dizendo tia -  Ali responde numa cara de sinica rindo.
  __ que saudade desse sorriso! - Mary vai até o abraço da sua sobrinha, a relação delas é tão bonita, afinal Mary dizia isso porque alison, estava tão apagada, havia engordado um pouco, estava coberta de olheiras, seus cabelos estavam sem brilho, mais pra mim ela continua perfeita, e eu também sentia falta da Alison saudável feliz, e vou fazer de tudo pra traze-la de volta.
  __ eu também sentir falta dele, mais pra que chorar se a vida é tão bela? - ela diz olhando pra mim rindo de lado, fazendo Mary cruza os braços e dar risada sem mostrar os dentes.
  __ tetê - Chloe diz, fazendo nossa atenção totalmente a ela olhávamos, enquanto ela ainda balança a colher e levando até a boca.
  __ Em você sabe dar banho? - Indaga Alison, indo até o armário pra pegar algo, enquanto Mary vai até a cafeteira por café.
  __ é eu acho que sim - digo sorrindo.
  __ olha- lá em - Alison diz em meio sorrisos.
  __ Depois você sobe pra separar a roupa dela Ali? - digo com receio de não saber oque vestir na pequena naquele tempo quente.
__ vai subindo que eu já subo - tentei tirar a colher da mão da Chloe mais ela começou a me ameaçar a chorar, então deixei que ela ficasse com a colher na mão..
  Tiro a roupa dela, e depois a fralda, e observei que na parte interna da coxa dela tem uma marca de nascimento igual a minha no mesmo lugar, ao ver eu comecei chorar, enquanto ela me olhava e ria brincando com a colher sem intender, eu a peguei e já havia preparado seu banho, na banheira.

POV ALISON

  O almoço já estava feito, todo mundo sabe minha paixão pela cozinha, porém a um tempo eu não cozinhava, minha tia mary resolveu ir ao mercado comprar alguns legumes e notei que já havia passado vinte minutos e a Em não havia descido ainda com a Chloe, então descido subir sem fazer barulho, a porta do banheiro do quarto da Chloe estava entre a aberta, eu a abro e vejo Em, toda molhada brincando com a Chloe as duas riam demais, eu as observava sem elas percebe, mais quando a Lolo joga água na camisa da Em
  __ Ual, uma criança de um ano e dois meses está dando banho em você Emily, está toda molhada! - digo rindo levando a mão na boca, fazendo ela se virar e me olhar com aquele olhar intenso, vou até a pia do banheiro e pego a toalha com orelhas da Chloe e a pego, no começo ela faz pirraça depois se rende porque já demonstrava cansaço, e a Em fica para arruma a bagunça do banheiro. Alguns minutos ela chega próximo ao trocador onde eu vestia a Lolo, e eu a observava ainda toda molhada, que deu para notar seu mamilo marcando sobre a camisa xadrez, eu olhava disfarçadamente.
  __ Teu tetê mamain - Chloe disse após eu vesti-la e pentear seu cabelo para o lado, eu a pego e tiro o seio para ela mamar, apesar de ter um ano ela só mama peito para dormir, em menos de dez minutos ela dorme e eu a coloco no berço, e observo que a Em sumiu do quarto, fecho a porta do quarto da Lô com cuidado e saio a procura da Em, olho em todos os cantos mais ela sumiu que diabos, ela foi embora e não se despediu, volto até a cozinha e faço minha refeição sozinha.
  __ Ali? - uma voz atrás de mim masculina me chamar me fazendo virar e olhar, era o Jason, ele ficou um tempo fora e voltou de novo ele sempre fazia isso, meu irmão era um mistério em pessoa fazendo algumas pessoas ter medo dele, por mais que nós brigassemos de vez em quando ele sempre me defendeu, mesmo eu estando errada ele insista pra me dizer a verdade, ele nunca quiz me ver prejudicada, isso fazia com que nós fôssemos unidos. Saio da minha transe e vou até, seu abraço.
  __ que saudade!! - digo sorrindo com a cabeça em seu ombro.
  __ cadê minha sobrinha? - ele indaga após se afastar um pouco de mim.
  __ acabou de dormir, você agora vem pra ficar né? - eu indago abrindo a geladeira enquanto ele se senta na cadeira.
  __ claro mana, não vou deixar mais minhas mulheres sozinhas - ele diz em meio riso, ficamos ali alguns minutos conversando, colocando o assunto em dia.
  __ então Ali, eu não trouxe a cenoura porque não estava madu.....  - vejo de onde sai a voz e vejo minha tia mary parada na porta da cozinha com a boca aberta, fazendo Jason virar o corpo e ficar de frente pra ela, então ele cruza os braços e solta um sorriso siníco a ela que eu pude notar, o ambiente fica alguns segundos em silêncio e o clima passa a pesar e eu tomo atitude de pegar as coisas da mão da minha tia, enquanto ela continua encarar Jason.
  __ você já pode ir embora, e pode deixar que eu cuido da minha irmã e da minha sobrinha - ele disse enquanto se levantava sorrindo ironicamente.
  __ eu só quero ajudar - ela o responde com a voz um pouco trêmula.
  __ eu sei muito bem sua ajuda agora dá o fora! - ele diz e sai batendo dando ombradas na minha tia, eu acabo ficando assentida pelo modo que Jason a tratou porquê da outra vez que ele voltou ele tinha tratado Mary mal mais superou mais agora parece que ele está com ódio, eu preciso conversa com meu irmão e saber oque está acontecendo.
__ desculpa tia - digo calmamente guardando alguns dos legumes na geladeira.
  __ não tem nada que eu não esteja acostumada Ali - ela me respondeu calma e saiu virando as costas, término de guardar o restante dos legumes e penso em ir atrás do Jason, me celular interrompe e o atendo.
    __ Alô? - pergunto curiosa
    __ só vou falar uma única vez! Cuida da sua filha e deixa minha namorada em paz! - a voz feminina exclama desligando na minha cara, eu encaro o celular e apita com uma mensagem.
  "Cuidado por querer oque é dos outros pois você pode acabar perdendo oque é seu"
  Olho para o celular e ignoro, deixo o meu celular sobre o balcão da cozinha com o pensamento em meu irmão, subo até o quarto de Jason dou umas batidas em seu quarto ele pede para entrar, eu sento em sua cama e ele senta ao meu lado, apoiei minhas maos sobre a dele é perguntei.
  __ qual seu problema com a tia mary Jason? Ela me ajudou muito nesse tempo que você foi para Los Angeles. - digo calmamente olhando em seus olhos azuis.
  __ ajudou você, porque ela não fez mais que obrigação depois de tudo que ela fez! - ele se levanta da cama e anda de um lado para o outro com uma das mãos na testa, fazendo meus olhos ficar maiores de curiosidade.
  __ oque ela fez? - digo o encarando.

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpa a demora gente 💓 ,comenta oque achou do capitulo sua opinião é importante *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...