História It just happens♡ - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~Kookie_and_Suga

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags 2won, Abo, Changkyun, Hyungwon, Jooheon, Kihyun, Minhyuk, Monsta X, Shownu, Wonho
Visualizações 149
Palavras 1.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii seus lindos, então como prometido tá aí o capítulo 12, perdoem qualquer erro, espero que gostem ❤💐

• Entrem no nosso grupinho no whatsapp, pra conversar, dar idéias, comentar sobre a fic e assuntos aleatórios: https://chat.whatsapp.com/GMa6PT2bdOUL6tUXd5rvCW

Capítulo 12 - Você trouxe a luz, mas eu não posso deixar a escuridão


Fanfic / Fanfiction It just happens♡ - Capítulo 12 - Você trouxe a luz, mas eu não posso deixar a escuridão


Capítulo 12- Você me trouxe a luz, mas eu não posso deixar a escuridão


[Narração on]

"Ele gosta de alguém?"

Wonho não conseguia se desfazer dessa pergunta que rodeava sua cabeça como uma música se repetindo sem parar. Era por volta das 16:00 da tarde, ele estava voltando do parque, suas costas estavam doendo muito, agora que seu sangue está frio, ele sente a dor.

Wonho- Ele realmente gosta de alguém? Mas... quem? Jiwon? Não pode ser

Ele falava sozinho enquanto caminhava de volta pra casa, ele estava disposto a perguntar, mas não quer magoar ou fazer HyungWon se sentir precionado, ele não sabia o que fazer, estava perdido... a pessoa que ele ama, pode amar outra?

Wonho- Não, não, jamais!

Wonho aperta os passos, e então já se via correndo para casa, aquela vontade de abraçar HyungWon e implorar para que não o deixasse... ele não podia negar não sentir. Enquanto corria, ele acaba por tropeçar e caí, suas costas estalam e ele não contém as lágrimas, por mais que não chorasse pela dor e sim o sentimento de ser verdade HyungWon gostar de outro, ele não pode.

O telefone toca, Minhyuk ligava desesperadamente para Wonho, tal que enxugou suas lágrimas e forçou a voz mais normal que conseguia.

[Ligação on]

Minhyuk- WONHO! ONDE VOCÊ TÁ? POR FAVOR VOLTE PRA CASA!

Wonho- Calma Minhyuk, me diga o que houve.

Minhyuk- HYUNGWON QUEBROU UMA XÍCARA, E TENTOU SE CORTAR COM O VIDRO ASSIM QUE ACORDOU! ELE ESTÁ COM UM OLHAR MEDONHO! NÃO PARA DE CHAMAR SEU NOME!

[Ligação off]

Wonho não pensou duas vezes antes de voltar a correr em direção a sua casa.

"Por que HyungWon fez isso? Por que está chamando a mim?"

Isso era o que se passava pela mente de Wonho enquanto corria, correu durante 20 minutos, com os joelhos rasgados, é a costa dolorida, ele superou a dor apenas para ver HyungWon, seu desespero era nítido. Assim que chega em casa, vê Shownu na porta do quarto de HyungWon, o olhando sem nenhuma expressão.

Wonho- WON! WON!

Gritava enquanto entrava no quarto, tendo a visão de HyungWon sentado na cama, com as pernas cobertas até a cintura, também sem expressão. Ele está morto. Sua alma está morta.

Wonho se aproxima e segura nos ombros do menor, ficando em sua frente, tendo o olhar do mais novo tomados para si.

Wonho- O que está fazendo? Por que fez Isso?

HyungWon- Eu só... quis...

Wonho- Isso não é uma coisa que você pode simplesmente querer HyungWon! Você quer me deixar? Você não pode...

Wonho se banhava em lágrimas, abraçando HyungWon em um abraço apertado, ele queria tanto acolher o pequeno... queria entender o que passava em seu coração, mais essa era uma missão quase impossível.

Wonho- Won... Por mais que você goste de alguém, não me deixe... por favor.

HyungWon ficou quieto, ele não conseguia dizer nada, apenas retribui o abraço.

HyungWon- Não me odeie hyung...

Wonho- Eu não vou, jamais Iria... Eu te amo muito HyungWon.

HyungWon de repente soltou o Abraço, ficando totalmente entregue a Wonho, como se tivesse desmaiado, ele estava chorando, Wonho olhou para Shownu que olhava os dois, agora com uma expressão triste, pedido para que se retirasse e assim o mais velho fez, em seguida fechando a porta.

Wonho- HyungWon... eu te amo de verdade...

HyungWon- Como irmão?

Wonho- E como homem.

Wonho levantou o rosto de HyungWon enxugando suas lágrimas, depositando um selar nos lábios do mais novo, que permaneceu calado, mas não negou e retribuiu o selinho, em seguida o abraçando forte.

Wonho- Você me ama assim?

Antes que HyungWon respondesse, Minhyuk entra no quarto, levando água e um comprimido para HyungWon.

HyungWon- eu não quero remédio...

Wonho- Toma, vai ser melhor.

HyungWon fita Wonho por um tempo, então aceita tomar, em seguida se deita novamente, ainda encarando Wonho, que o cobria e selava sua testa.

Wonho- Durma bem, Mini Won..

Diz, antes de ver HyungWon fechar os olhos. Então ele decidi tomar um banho, para limpar seus machucados. Assim que tirou sua camisa, ele se olha no espelho, vira de costas e vê a mesma totalmente roxa, estava machucado demais, seus joelhos sangravam, e sua melhor calça havia rasgado.

Wonho- Hoje não é o meu dia...

Murmura o mais velho, pegando uma peça de roupa de indo para o banheiro lavar seu corpo, e tirar o sangue seco do mesmo.

[Narração off]

Depois de tudo que aconteceu, eu realmente não sei o que pensar, eu realmente achei que se tentasse me cortar, a morte seria menos dolorosa do que as memórias. Mas eu não pensei em Wonho, muito menos imaginei que ele pudesse realmente me amar do mesmo jeito... De qualquer maneira, não posso começar algo com ele estando assim... ele não merece, o fiz chorar por minha causa novamente, eu sou humano?

"Ele me deu a luz, mas eu não posso deixar a escuridão"

Esse era meu pensamento, eu não podia simplesmente esquecer tudo que aconteceu e começar uma vida nova... isso não seria possível... não consigo, me sinto morto.

"Por que Jiwon fez isso? Por que eu não o denuncio?"

Eu não consigo nem sequer dizer a minha família, dizer isso para polícia e ter em mídia, seria realmente constrangedor e horrível... Já não aguento quando me perguntam se estou bem, imagina se me perguntarem "Ah como foi que aconteceu? O que você sentiu?" Eu realmente não aguentaria algo assim...

O que mais me deixou surpreso foi ter meu pai me olhando, ele chegou mais cedo, olhou meu corpo enquanto eu estava deitado em choque depois da tentativa e sua expressão foi estranha ao ver minha cicatriz. Kihyun não estava em casa e decidiram não dizer a ele, para que não surtasse.

Assim que ele chegou, não demorou muito para que começasse a ouvir seus gemidos, ele estava relaxando Shownu, isso sempre acontece quando ele chega mais cedo do trabalho.

HyungWon- Aiish...

Wonho saí do banho, sem camisa e não percebe que estou acordado,quando ele se vira de costas pra mim, pra pegar suas roupas no armário, eu pude ver um hematoma horrível nas suas costas, o que me fez sentar assustado na cama, onde ele conseguiu isso?

HyungWon- Onde você fez isso hyung ?

Wonho- A-ah, pensei que estivesse dormindo...

HyungWon- Você caiu?

Wonho- Sim, me desequilíbrei e caí em uma pedra no parque. Mas está tudo bem, logo sara.

HyungWon- Vem aqui, me deixe ver isso.

Wonho então se aproxima e se senta na cama de costas pra mim, enquanto eu tocava seu machucado.

HyungWon- isso deve doer...

Wonho- Aposto que as suas mãos doem mais

Ele diz, me fazendo olhar minhas próprias mãos enfaichadas. Sou um idiota por ter feito isso.

HyungWon- Não muito, só quando toca...

Os gemidos de Kihyun aumentam, era possível ouvir o som da cama batendo contra a parede, tão constrangedor. Senti meu rosto ruborizar, enquanto me afastava de Wonho, voltando a minha posição, o que fez o maior me encarar com um sorriso.

Wonho- Vergonha? Não sinta, eles estão apenas brincando.

HyungWon- Não gosto dessa brincadeira...

Murmurei encarando um ponto específico na parede, aquilo me fazia lembrar daquele dia.

Wonho- Você não é mais virgem Won?

A pergunta de Wonho me fez encara-lo espantado, por que está me perguntando isso? Merda... O que eu respondo?

HyungWon- O que é isso agora? Que constrangedor hyung!

Wonho- Ué... só quero saber, tenho o direito já que te amo.

HyungWon- É cl-claro que eu s-sou... concidero...

Disse a última palavra em um tom baixo, impossibilitando ele de escutar.

HyungWon- São que horas?

Wonho- Agora são 19:30, por que?

HyungWon- Tão cedo e já estão transando..

Wonho se aproxima, ficando na minha frente, me encarando de um jeito tentador.

HyungWon- O-o que está fazendo?

Wonho- Você me ama Won?

Eu não sabia o que dizer, estava totalmente paralisado, senti meu coração acelerar, seu cheiro muda, e ele me olha fixamente nos olhos.

HyungWon- A-amo, você é meu irmão mais próximo.

Ao dizer isso, Wonho se levanta irritado e simplismente veste sua camisa, em seguida saindo do quarto... O que eu disse? Eu sou um idiota...


[Continua..]


Notas Finais


Quem acha que o HyungWon devia dizer a verdade?

Gostaram? Espero que sim!

Até o próximo capítulo nenêns ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...