História It (Maybe) Can Be... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, VIXX
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Hyuk, J-hope, Ken, Leo, N, Personagens Originais, Rap Monster, Ravi, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang, V
Visualizações 6
Palavras 1.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeong, dps de tanto tempo , cá estou eu, com um novo capítulo!
Não reli, espero que gostem!
Só peço um favor, se puderem, divulguem essa fic!
2bj

Capítulo 4 - Chapter four


Fanfic / Fanfiction It (Maybe) Can Be... - Capítulo 4 - Chapter four

As vezes as coisas mais simples, pra algumas pessoas, podem nos satisfazer grandiosamente. 

As vezes as pessoas mais chatas, podem ser as que mais nos completam. 

As vezes sentimos saudades do que um dia desprezamos...


_____¤_____


Cómo previsto, Emma pôde dormir na casa de Any em seus últimos dias em Seattle. Em relação à Emma, a mais velha não hesitava em ceder sua cama praticamente todos os fins de semana - mesmo tendo quarto de hóspedes - afinal não deve ser nada a agradável ter medo de escuro. 

No outro dia as duas acordaram cedo com o celular da mais velha tocando One for the Road , assim Lee - com muito esforço - se levantou alcançando o aparelho no criado mudo; checando 5:23 AM no horário. Após atender a chamada de um número restrito, fica repetidas vezes dizendo dizendo "yoboseyo" não recebendo resposta; ao perceber que estava parecendo uma idiota falando sozinha a garota finaliza a ligação. 

- Quem era, unnie? - pergunta Emma coçando os olhos e bocejando devido ao sono.

- Com certeza um palhaço com problemas de fuso horário! - diz irritada, bocejando mas sabendo que não conseguiria voltar a dormir - Vou descer quer ir também? - perguntou pra mais nova, a qual assentiu já se levantando - mesmo que ainda com sono.

As jovens desceram pro primeiro andar da casa e se dirigiram para cozinha, assim pegando duas latas de Coca-Cola na geladeira, sanduíches e indo pra sala. Lee deixou o controle remoto aos comandos de sua dongsaeng. Péssima idéia. Emma mudava de canal a cada 5 minutos à procura de canais de desenho animado; a mais velha já começara a se irritar com aquela alternância frequente de canais, assim pegando o controle da mão da outra e deixando num noticiário, fazendo sua amiga bufar pela idéia de no telejornal não falarem sobre unicórnios. 

Any não estava nem prestando atenção na TV quando recebe uma cotovelada leve de Emm, que indicava, com a cabeça, o noticiário. 




"Escapou ontem da prisão, Lee Naymin, ex-marido da estilista Lee Yun-Ttae. Há boatos de que o fugitivo esteja em Seattle, portanto pedimos que qualquer um que tenha informações sobre o paradeiro do mesmo, entre imediatamente em contato com as autoridades! "




Sem ter ao menos terminado de ver a reportagem sobre o assunto, Lee desliga a TV e fica estática olhando para a parede. 

- Unnie... T-tá tudo bem?... - ditou Emma receosa, tirando a mais velha de seus devaneios. Lee se recompôs.

- Não quero um comentário sobre isso com minha omma! - num tom sério. 

- Joayo! - afirmou com a cabeça. Logo , ouvindo sons de passos nas escadas, ligam a TV novamente dando a sorte de mudar rápido e cair em My Little Pony. 

- Ownt... Que criancinhas mais lindas! - disse Yun-Ttae fazendo aegyo e recebendo almofadas no rosto como resposta - Correção : que criancinhas mais lindas e rebeldes - falou e saiu correndo pra cozinha, antes que recebesse tijoladas dessa vez. 


_____¤_____


- Bom garotas, vou sair por algumas horas pra tratar dos documentos de transferência da Any e saber direitinho sobre a empresa que me fez a proposta; essas coisas - ávida a mais velha pegando sua bolsa , parando na frente da porta aberta e encarando as duas jovens. 

- Joayo! - respondem as duas mais novas em uníssono. Quando Yun-Ttae estava prestes a sair se virou e ditou. 

- Não se matem, não quebrem nada, não rasguem nada, não coloquem fogo em nada, não abram a porta pra qualquer um, não...

- Omma! - Lee repreende a mãe, cortando sua fala - Não somos tão irresponsáveis assim, tá?! Pode ir! - a mais velha apenas assentiu com a cabeça e saiu dizendo um breve "annyeong".

Emma foi logo pra sala assistir O incrível mundo de Gumball. Any apenas se encostou na entrada da sala encarando a mais nova.

- Que foi, unnie? - pergunta sem graça. 

- Sério que você quer passar da tarde assistindo desenho? - diz Lee fingindo indignação. 

- Ahh, unnie, é uma boa coisa pra se fazer quando estamos no tédio , não?! - responde simples e com um sorriso torto. 

- Aff, né, Emm. Vamos sair, eu ligo pra minha omma , e eu juro não tentar arrumar ninguém pra você como da última vez! - afirma de seu modo mais convincente, recebendo como resposta um sorriso ingênuo e crédulo. 


_____¤_____


- Saeng, acredita em mim, aquele loirinho não tira os olhos de você... - sussurra a mais velha. 

- Pois o amigo dele não para de te olhar, unnie! - comenta a outra no mesmo tom.

- Aff, tá mais do que na cara que o menor tá caidinho por você ! - Any diz com um sorriso malicioso. 

- Cala boca, unnie mentira! - diz a menor logo se recompondo - Desculpa, saeng eu não quis...

- Agora vc passou dos limites, vou agora mesmo falar com o loirinho! - se levanta indo em direção aos dois garotos do outro lado do parque.

De canto de olho consegue ver o desespero de sua dongsaeng. Ri satisfeita. Enquanto anda o curto caminho até os meninos, recebe várias mensagens - desesperadas - da menor; dá um breve olhar pra trás em direção à mesma e manda um beijo - sarcástico - no ar. Chegando na frente dos dois, cumprimenta-os em sinal de respeito. 

- Annyeonghaseyo - diz fazendo reverência. 

- Annyeong - respondem em uníssono. 

- Bom , desculpa incomodar mas minha amiga - se põe ao lado do garoto de cabelos negros e aponta para amiga - Ela tá bem interessada em você - aponta pro menor cabelo claro; que pareceu ficar um tanto quanto envergonhado. 

- Aish... F-fala pra ela vir aqui... digo, se ela quiser... - responde sorrindo e passando a mão na nuca. Any sorri de volta e manda mensagem pra outra, que demora um pouco pra aceitar a idéia mas logo se levanta envergonhada indo em direção aos três. 

- Á propósito o nome dela é Emma! - diz rindo da expressão desesperada de Emm. 

- E você, como se chama? - pergunta o maior, quebrando o silêncio. 

- Lee Youn-Any, mas pode me chamar de Lee - responde simples. 

- Ok, Lee! - o garoto sorri - Sou Jung Hoseok, mas pode me chamar de Hope ou Hobi! 

- Ok, Hope ou Hobi - brinca Lee sem graça. Os dois riem. Emma chega até eles. 

- Annyeonghaseyo - diz tímida pros dois. Foi o começo de uma longa conversa. 


_____¤_____


Depois de já ter ficado de vela de sua dongsaeng, Any só queria voltar pra casa e desfrutar de uma cama quentinha e confortável. Até havia sido pedida pra ficar com o garoto dono do sorriso cativante e alegria contagiante, Jung Hoseok, mas como havia respondido ao próprio, não estava afim de nada naquela tarde, só tirar a mais nova dá seca já bastava pra si. Conseguiu. Emma Winthiks e Kim TaeHyung haviam até trocado telefone para um, talvez, possível, próximo encontro. Lee estava satisfeita , afinal dali em diante não teria que ouvir reclamações de uma dongsaeng carente. Como já dito, bastava pra ela.

As duas já haviam chamado um táxi, depois de terem se despedido dos garotos e estavam apenas esperando sua chegada; com Emm trocando mensagens com Taehyung e Lee ouvindo Heathens - Twenty One Pilots, porém a música fora interrompida com outra ligação de número restrito - assim como mais cedo em sua casa. Tirou os fones e se afastou um pouco da menor, que nem notou. Atendeu a ligação desta vez dizendo "yoboseyo" apenas uma vez pra não parecer tão patética como antes. Novamente não houve resposta. Idiotas pensou Any. Mas antes que pudesse encerrar a chamada, foi surpreendida com um grito alto seguido do encerramento da chamada. Haviam gritado seu nome. 


Notas Finais


Tchau pra vocês.
Tei adoro vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...