História It Was Just a Dream... - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Tags Esquadrão Suicida
Exibições 30
Palavras 1.529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Casa nova


                          Harley

Acordo com uma insuportável dor de cabeça, abro meus olhos e então percebo que estava sendo observada por alguém, olho para o lado e vejo Coringa sentando em uma poltrona que havia no quarto.

Bom dia, Bela Adormecida - ele disse sorrindo.

No que de bom tem isso? - perguntei de mal humor.

Olha a boca, é melhor você não ficar fazendo muito gracinha.

Ah lógico você realmente acha que é só me trazer pra cá e eu vou começar a te obedecer?

É isso mesmo que eu acho, e é melhor você começar a me obedecer - Coringa disse se levantando e segurando meu queixo firmemente - tome um banho e desça vou estar te esperando lá em baixo - ele disse saindo me deixando sozinha no quarto.

Após Coringa sair do quarto, vou até a porta e a tranco, caminho até a janela e tento achar alguma maneira de escapar mais nada a janela era muito alta, só mesmo um maluco para pular, desisto da ideia de fugir e entro no banheiro, logo tiro minha roupa a deixando dobrada em cima da pia, entro no box e ligo o chuveiro iniciando um banho relaxante e calmo, depois de alguns minutos debaixo do chuveiro desligo o mesmo e pego uma toalha me secando, rapidamente visto minhas langerie e minha calça, saio do banheiro e entro no closet de Coringa procurando alguma blusa que pudesse me servir depois de muito custo acabo achando um blusa social vinho que encaixou muito bem em mim saio do closet e dou uma checada no espelho e então desço as escadas...

Joker

Sou atraído por um som de salto alto, olho para as escadas e vejo Harley descendo as escadas com uma blusa antiga minha.

Vejo que já se intrometeu nas minhas coisas né - disse tomando uma xícara de café enquanto lia o jornal.

Lógico né, eu não tenho roupas aqui como o senhor queria que eu fizesse? Que eu andasse de sutiã e calcinha pela casa? - disse pegando uma maçã que estava em cima da mesa.

Será que dá pra falar direito comigo?

Eu falo do jeito que eu quiser, você não é meu pai ou minha mãe pra me mandar em mim.

Em um piscar de olhos Coringa já estava me pressionando na parede, tentando me enforcar.

Olha aqui Harley você está com muita gracinha pro meu gosto, então é melhor você começar a melhorar esse comportamento se não...

Se não o que?

Se não eu vou ser obrigado a te machucar e sinceramente eu não estava com vontade disso - ele disse me soltando fazendo com que eu voltasse a respirar melhor.

Sentamos em nossos devidos lugares, não trocamos mais nenhuma palavra até terminarmos nosso café da manhã. Logo depois Coringa se levantou e subiu as escadas se trancando em alguns dos quarto deduzo que era seu escritório. Me levanto da cadeira e caminho até a sala pegando o controle e ligando a enorme TV. Enquanto tentava achar algum canal que prestasse, alguém abre a enorme porta da casa ou melhor mansão do Coringa revelando uma mulher com aparência de ter uns 50 anos segurando varias sacolas em sua mão, rapidamente me levanto do sofá pegando algumas sacolas de sua mão a ajudando.

Obrigada minha filha - ela disse me agradecendo o que me fez dar um sorriso em retribuição.

Fechei a porta enquanto caminhávamos até a cozinha deixando todas as sacolas em cima do balcão.

Qual o seu nome? - ela perguntou sorrindo.

Harleen Quizell mais se preferir pode me chamar de Harley.

Muito prazer Harley, meu nome é Dora - ela disse estendendo sua mão.

O prazer é todo meu.

Então Harley o que faz aqui?

Coringa trouxe ela pra cá - alguém respondeu por mim, olho para trás e vejo que era o mesmo cara que ajudou Coringa a me pegar se eu não me engano o nome dele é Jack acho que é isso mesmo.

Oi meu filho, então quer dizer que deu tudo certinho ontem? - ela perguntou enquanto Jack dava um beijo em sua testa.

Sim, deu sim - ele disse pegando uma banana e a comendo.

A sim e o que você fazia antes de vim pra cá Harley? Conte pra mim já que imagino que é bem difícil se abrir já que nessa casa só tem homem.

Eu era psicóloga do Coringa só que no meio disso tudo eu comecei a criar sentimentos por ele, achando que ele teria algum por mim mais pelo jeito eu não vou ser mais do que um brinquedinho pra ele - disse deixando uma lágrima escorrer do meu olho.

Oh minha querida - Dora disse me abraçando - eu não tenho certeza mais por mim eu acho que o Coringa está sentindo algo por você sim, pois ele não teria trago você pra cá atoa ainda mais uma moça tão bonita quanto você.

Você acha? - disse me separando do abraço e olhando em seus olhos que me traziam confiança.

Sim claro, mais tenha paciência com ele ok?

Ok, obrigada pela ajuda - disse sorrindo

Por nada meu anjo - ela disse me dando um beijo na testa - agora venha, vamos preparar o almoço, você me ajuda?

Sim, claro - disse enquanto pegava uma buchinha que tinha em minha mão e amarrando meu cabelo.

E nisso começamos a preparar o almoço, Dora pegou uma embalagem de macarrão e o colocou para ferver enquanto fazia preparava o molho. Depois de alguns minutos o macarrão ficou pronto, o coloquei em uma travessa onde joguei o molho branco por cima com alguns pedaços de frango desfiado com queijo ralado, coloquei no forno e começamos a fazer o suco de laranja.

Depois do suco pronto, arrumamos a mesa e tiramos a travessa de macarrão do forno a colocando em cima da mesa, arrumamos os pratos e logo em seguida Coringa desceu as escadas.

Iai Tia Dora? - o mesmo disse abraçando Dora, pra ser bem sincera achei atitude do Coringa bem estranha mais tudo bem vai entender os loucos... rsrsrs

Nós sentamos na mesa e então começamos a nos servir, enquanto colocava o macarrão em meu prato Coringa fala.

Que macarrão delicioso Tia - o mesmo disse dando outra garfado no prato começando a se lambuzar, o que me fez dar um pequeno sorriso.

Na verdade esse macarrão foi feito pela Harley - Dora disse olhando para mim.

Parabéns Harley, você é uma ótima cozinheira - Coringa disse tomando um gole de suco.

Obrigada - respondi sorrindo.

Quando fomos terminar de almoçar, Coringa se levantou e se trancou em seu escritório, Dora e eu juntamos os pratos e caminhamos até a cozinha deixando os mesmos em cima da pia.

Quer ajuda? - perguntei enquanto voltava para a mesa pegando os copos de sucos.

Não precisa querida, pode ver um pouco de TV.

Respondi com um sorriso e caminhei até a sala pegando o controle da TV e a ligando, depois de alguns minutinhos procurando algum canal achei um onde estava passando Jurassic Word deixe no mesmo e comecei a assistir. Não demorou muito e Dora se juntou a mim com uma bandeja de pipoca.

Passamos a tarde e um pouco da noite assistindo filmes, desligamos a TV e nos despedimos.

Boa noite Harley - Dora disse sorrindo.

Boa noite - respondi sorrindo.

Subi as escadas e entrei no quarto percebendo que Coringa já estava deitado na cama assistindo TV.

Desculpa não sabia que você estava aqui - disse meio sem jeito.

Não tem problema, pode tomar um banho se quiser a Dora deixou um pijama, e uma toalha no banheiro - ele disse continuando olhando para TV.

Sem demora entrei no banheiro e tomei um rápido banho, me sequei e vesti o pijama que Dora possivelmente avia me emprestado, ele ficou um pouquinho pequeno por conta dela ser menor do que eu mais tudo bem abri a porta do banheiro me deparando com Coringa me olhando.

Joker

Assim que Harley saiu do banheiro a olhei e não me contive ela estava com um pijama curtinho que desenhava todo o seu corpo o vontade de... Calma Sr. C se controla ah mais vai ser meio difícil se controlar...

Pode deitar aqui, eu não mordo não - disse sorrindo.

Aham sei - a mesma respondeu vindo até onde estava e deitando ao meu lado.

Percebi que Harley estava com um pouco de frio já que a mesma encontrava-se encolhida e de fato realmente estava fazendo frio, ainda mais com essa chuva que está caindo lá fora.

Me levantei da cama e peguei um lençol, voltei para a cama e nos tampamos, Harley olhou para mim e deu um sorriso lindo. ´´Ah nem vem com isso ah não Harley``.

Melhor agora? - perguntei enquanto a mesma me observava.

Ainda falta uma coisa - Harley disse começando a me beijar, sem pensar duas vezes correspondi ao beijo, mas depois de alguns minutos tivemos que nos separar por causa da bendita falta de ar.

Harley se tampou novamente e se aconchegou em meu peito um pouco tímida, a abracei por trás e pelo visto rapidinho ela dormiu, fechei meus olhos e adormeci...


Notas Finais


Espero que tenham gostado... Beijos até o próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...