História It was to be an exchange of glases - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Aventura, Got7, Luta, Outras Dimensões, Romance
Exibições 13
Palavras 1.088
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Revivendo o passado


          03/05/2000 
               09:00

   - Mãe , mãe , mãe! - chamou um pequeno Yugyeom pulando na cama aonde se encontravam os seus pais, que soltaram risadas ao sentir o peso dele. - É hoje , não é ? É hoje o dia que você disse que a cidade se encheria de alegria e luzes ! Nós vamos , não é , mãe ? -perguntou o garoto com um brilho nos olhos.
   E neste exato momento um jovem e triste Youngjae entrou e encostou-se na parede , ele sabia a decepcionante resposta que seu meio-irmão menor ganharia...
   A boca de sua mãe se curvou em um sorriso tristonho.
   - Claro que vamos , querido. - disse a mulher , com calma , como se não quisesse assustar a criança.
  Os rostos de Youngjae e de Yugyeom se iluminaram , Youngjae parecia surpreso e feliz ao mesmo tempo.
  - Oras , por que ainda estão aqui ? - perguntou o pai de Yugyeom/ padrasto de Youngjae , brincalhão.- vão lá para baixo tomar café para irmos ver os preparativos andem , andem , andem!
      // Corta de tempo //
Já era noite , a viagem do bosque onde moravam para a cidade não foi tão longa como o esperado , os olhos dos meninos brilhavam mais a cada barraca , a cada decoração e a cada criatura nova que passada. A música tocava e três anjos estavam cuidando para que tudo fosse perfeito , e tudo estava realmente perfeito , seus pais riam e se divertiam como nunca mas , como sempre , usavam preto ao invés do colorido que os outros usavam , mas isso não era relevante , tudo estava tão maravilhoso que não poderia durar por tanto tempo , logo um grito estridente havia cortado a música ... A aura alegre do local foi assassinada quase tão rápido quanto a dona do tal grito.
  Não demorou e logo uma criatura humanoide com metade do rosto deformado horrivelmente se revelou , completamente ensanguentado , logo apareceram mais e um deles estava com uma cabeça , jorrando sangue de uma mulher.
  Mas Yugyeom não teve tempo para pensar , assim que tudo aquilo começou já se via sendo puxado pelo seu meio-irmão para devolta ao bosque. Uma vez que olhou para trás viu seu pai e sua mãe lutando contra aqueles monstros e quando olhou devoluta para seu meio-irmão , não conseguia ver seus olhos por causa de seus cabelos , porém , era mais que visível as lágrimas que corriam pelo seu rosto cansado , ao vê-lo assim começou a chorar desesperadamente mesmo sem saber o por quê.
  Foi quando sentiu um aperto no coração e olhou para trás... O monstro que lutava contra sua mãe a havia imobilizado , fincou suas suas garras na cabeça dela , que soltou sangue pela boca junto com os machucados que as garras do monstro fizeram. Seu pai tentou ajudar mas foi arremessado contra uma pedra que até Yugyeom pôde ouvir o estalo , e sem perder mais tempo , com apenas um movimento o monstro quebrou o pescoço de sua mãe , virando o rosto ensanguentado e sem vida da mulher para ele.
  Ainda em choque , uma mão cobriu seus olhos e puxou sua cabeça para junto ao peito , enquanto corria arfando.
  Não era a mão de Youngjae. Por uma fresta entre os dedos do garoto viu seu meio-irmão desmaiado sendo carregado pelo dono da mão , percebeu também que o garoto parecia ter mais ou menos a idade dele.
   Não havia mais intervalos entre suas lágrimas , chorava como um rio por debaixo da mão do garoto. Sua vida tinha desmoronado , seus pais mortos , seu irmão desmaiado ... Como um dia alegre virou um trauma para sua vida ?
   Depois de um tempo correndo o garoto tirou a mão de seus olhos e pode ver ele colocando seu meio-irmão em um colchão no chão no mesmo momento em que um rapaz entrou pela porta e olhou-o sentado no chão com pena então sentou-se à frente dele e colocou uma das grandes e cheia de calos mãos em seu pequeno e delicado ombro.
  - Olhe , garoto ... - começou a falar , suspirando.- Sei que pode ser muito difícil para você o que você acabou de ver acontecer mas ... Estamos aqui para ajudar você e seu irmão , a partir de agora não há mais pais ... Carinho ... Apenas amargura por aqui ... Mas ajudamos os outros lutando contra aqueles caras. Então... Se quando o seu irmão ali acordar você e ele deveriam pensar sobre minha proposta ... Ficar conosco. Pese nisso. E aliás eu sou Jason aquele garoto que carregou seu irmão e te trouxe para cá... O chamamos de BamBam.
   Ele saiu e foi ver o meio-irmão de Yugyeom.
   Após Youngjae acordar disse que sentia deveria ficar naquele lugar , no bosque com aqueles caras , Yugyeom teve que concordar não queria ficar longe do irmão... E aliás , ele sentia a mesma coisa que o irmão descreveu.
    ~ Presente - Dias atuais ~
         P. O. V. Youngjae
  Acordei em meu chalé com o despertador , não vejo Yugyeom  por perto " ele deve estar tomando café com os outros " penso. Levanto da cama e troco de roupa , e ando até o lado de fora do pequeno chalé e avisto Jason , Bambam , Yugyeom e Margaret sentados em uma mesa de piquenique mais á frente , me aproximo deles.
  - Bom dia , Jason , Bambam , Yugyeom e Margaret ! - digo me sentando ao lado de Bambam.
  Quando sentei , um sério Yugyeom bagunçou os cabelos de Margaret , o que a deixou corada.
  Margaret era uma garota que achamos perdida na floresta e decidimos treiná-la , desde então a menina vem se mostrado prodígio.
  Olho a face de Yugyeom e ele parecia meio sério... Talvez até triste ...
  - O que houve ? Por que você está assim , maninho ? - perguntei confuso.
  - Bem ... Youngjae... - disse Bambam , meio desconfortável , então pigarreou e continuou- É hoje ... O ...dia em que os anjos ... Sabe já faz 16 anos ... Que ...
Fiz um sinal para ele parar. Eu havia esquecido completamente... Derrepente um sentimento doloroso tomou conta do meu peito. " Por que ainda dói tanto? Depois de 16 anos ?! " pensei , quando percebi já estava correndo para longe dali , e eu sabia para onde  ia ...


Notas Finais


Acho que esse capítulo ficou mais longo que o primeiro ...
Mas mesmo assim obrigada por ler ! \^0^/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...