História It Will Rain - Capítulo 190


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Tags Romance
Visualizações 57
Palavras 1.346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Valorize quem consegui te ler sem precisar de legenda alguma.

Capítulo 190 - Família = Família


Fanfic / Fanfiction It Will Rain - Capítulo 190 - Família = Família

Parte Jack

Bruno; tem certeza cara ? É isso que você quer ?

Jack; Bruno !

Repreendo o Bruno duvidando do amor entre Ari e Keeh.

Ari; Sim cara , amo a Keeh e agora ela vai me dar um filho, não tenho dúvida nenhuma que amo ainda mais.

Jack; Tou tão feliz por vocês, imagino a reação dela. Vai pedir quando?

Ari; É aí que você entra cara.

Bruno suspira coçando a cabeça .

Bruno; Ok...o que tenho que fazer ?

Ari; Nada demais , só quero que comunique sua mãe, que quero pedir a Keeh em casamento hoje antes do jantar.

Bruno; certo vou fazer isso. Desculpa cara. Parabéns !

Eles se abraçaram depois dessa novidade descemos a escada, todos estavam espalhados pela casa , vejo Bernie e vou até ela.

Jack; ajuda ?

Pergunto que faz ela se virar ficando de frente pra mim.

Bernie; oi meu bem ! Não está tudo no conformes. Está gostando ?

Jack; sim...falando nisso quero pedir desculpas, por não comparecer na ajuda .

Bernie; Não precisa se preocupar, tive muita ajuda. E sei que estava ocupada.

Arregalo meus olhos e vejo Bernie rir da minha reação, olhando direito seu sorriso é igual do Bruno,as covinhas e sorriso largo.

Bernie; Não precisa ficar envergonhada menina. Eu sei muito bem quando meu filho está apaixonado. Um dia quando for mãe você saberá o que estou falando.

Jack; Bernie...

Bernie ; não precisar me dizer nada, ele ainda não falou que ama você ?

Jack; Nem pediu em namoro . Quer dizer técnica não pediu.... Amo ele , sinto falta quando estamos longe, sabe ?

Bernie ; tenha paciência tá ? A noite é uma criança ainda pode acontecer muitas coisas.

Ela me abraça e sai sorrindo, não sei o que realmente ela quis dizer com isso, mas também não me importa. Quando estava abraçada com Bernie lembrei imediatamente da minha mãe, que saudades tenho dela, do meu pai também. Desde que eles morreram naquele acidente , os natais não são mais os mesmos.

Resolvo ligar pra Ian, pra saber como ele está e onde está passando natal.

Jack; Estranho ! Desligado.

Vejo Deny se aproximar e comento com ela ,sobre o telefone do Ian está desligado, em seguida Ryan aparece segurando duas taças de champanhe , me dando uma e outra pra Deny.

Estávamos falando sobre o show de Las Vegas, entre outras coisas, também elogiamos a casa por está bem decorada desde a entrada , detalhes nos cantos da casa em todos os cômodos. Vejo Bruno sorrindo rodeado com os homens da família, aquele sorriso me encanta , me fascina me deixando de pernas bambas. Sou despertada dos meus pensamentos pervertido com a voz da Bernie.

Bernie; peço atenção de todos vocês !

Bernie dar um belo discurso , deixando todos se sentindo ainda mais em casa.

Bernie; Bom... primeiro vamos começar pelos presentes, espero ter acertado de todos vocês. Quem quer começar ?

Todos permaneceram calados então Bernie empurra para o Bruno.

Bernie; já que ninguém quer dar o primeiro passo, Peter começa por você.

Bruno; Mãe ! Bruno !

Bernie; Peter e pronto.

Todos começam a rir, Bruno se aproxima da sua mãe abraçando depositando um beijo em sua cabeça. Então Bruno começou a falar os nome de cada um e dando os presentes em nome da família Hernandez.

Bruno; Bom ! Quero chamar aqui a família Hernandez.

Então ele começou a chamar de um por um, e cada um que se aproximava dele, eram o que eu mais tinha contatos, por está sempre aqui Los Angeles e por último chamou Ryan. todos estavam um do lado do outro, Deny estava perto de mim, com seus braços entre o meu.

Bruno; Nós da família Hernandez, gostariamos de presentear Jack e Deny, com nosso presente . Esperamos que vocês gostem.

Eu e Deny trocavamos olhares " o que estava acontecendo "

Permaneci no mesmo lugar quando o Bruno pede pra nós virararmos.

Bruno; Nosso presente está atrás de vocês.

Quando nos viramos , não consigo acreditar na imagem que vejo, fico parada igual uma estátua, quando sinto Deny largar meu braço e sai correndo em direção à ele, meu irmão , ele está aqui. Não consigo acreditar.

Deny se joga no Ian chorando , abraçando, não consigo sentir meu corpo, não consigo mover nada a única coisa que sinto, são minhas lágrimas escorrendo na minha face.

Jack; Ian ?!

Minha voz sai tão baixa e com dificuldade. Deny se afasta do Ian e ele abre os braços.

Ian; Eu não ganho nenhum abraço maninha .

Sem pensar duas vezes saio correndo em seus braços, agarrando com muita força, meu irmão, minha vida está aqui comigo.

E começo a chorar , cada carícia , cada beijo na minha cabeça o choro vem mais forte.

Ian; Psiu! Calma ! Calma! Estou aqui, sempre vou está.

Não consigo parar de chorar...

Jack; Eu te amo ! Te amo muito!

Ian; Eu sei... Amo muito você.

Sinto outro abraço por trás, abro o olho e vejo que é a Deny, ficamos ali abraços um pouco.

Ian; os presentes precisam ser destribuidos.

Todos começam a rir, Tiara aparece com dois copos com água, entregando um pra mim e outro pra Deny.

Deny; graças a Deus, que nossa maquiagem é a prova d'água.

Todos riram de novo...

Jack; Obrigada por tudo, obrigada por nos aceitar, obrigada pelo presente incrível.

Falo passando a mão no rosto do meu irmão. Me levanto e vou em cada um agradecendo assim como a Deny, por último deixo o Bruno.

Jack; Obrigada ogro...

Ele dar uma gargalhada e me abraça colocando suas mãos na minha cintura, cheirando meu pescoço.

Bruno; Por nada Fiona .

Dou um beijo na sua bochecha próximo ao seus lábios.

Bruno; não estou esquecido da surpresa que você tem.

Jack; não é bem uma surpresa, é algo que fiz e quero te dizer.

Bruno; o que ?

Jack; Tem certeza ?

Bruno; Sim...

Me aproximo do seu ouvido e falo.

Jack; Estou sem calcinha !

Bruno: Caralho !

Ele fala alto que nem dar tempo de colocar a mão na sua boca.

Jack; psiu ! Tem crianças .

Bruno; você quer , que eu tenha um enfarto . Só poder ser.

Ele coça a cabeça...

Bruno; você me paga...

Jack; Eu sei disso...

Saio rindo da cara dele , voltando a ficar junto com meu irmão.

Depois de distribuir os presentes, por último ficando Cindin, Eric, Ari.

Cindin; Nosso presente pra todos vocês, assim como consideramos Jack e Deny e Ian, que aliás seja bem vindo dá família.

Eric; Aqui dentro desta cesta tem envelopes, e cada um vai pegar. Mais só podem abrir quando nós falamos já. Entendido ?

Todos concordam enquanto Eric passava com a cesta e cada um pegava o envelope, olho pra Bruno que está com seu olhar fixo em mim dando um gole de seu whisky, em seguida lambendo os lábios.

Cindin; Todos pegaram ?

Todos; Sim...

Cindin e Eric contam até três e todos abrem, em seguida ouço risos , choro, ohh meu Deus. Sim a família Hernandez ganhará mais um Herdeiro.

Todos parabenizam cindin e Eric, Bernie e Peter​ estão bobos como sempre por mais um neto, Lian grita que quer um irmão pra brincar de carrinhos assim como os primos.

Quando todos acharam que a surpresa tinha acabado, Ari se pronuncia, chamando a Keeh que está com um barriga saliente.

Ari; Que natal heim? A família Hernandez é cheia de surpresas como sempre.

Estou aqui pra pedir....

Ari fica de frente pra Keeh, tirando do seu bolso uma caixinha de veludo, ficando de joelho e abre a caixa.

Ari: Keeh Mayra aceita se casar comigo ?

Keeh; Lógico que aceito... Eu te amo seu louco.

Ari coloca o anel em seu dedo e beijando em seguida e depositando um beijo na sua barriga.

Ari; Ela aceitou baby ! Sua mamãe vai casar comigo.

Falou de uma forma como o bebê pode ouvir.

Todos vão até ele dando os parabéns, Bruno e Ryan não perde a oportunidade de tirar um sarro da cara dele.

Bruno; que noite !

Jack: Verdade...mas acho que acabou..

Bruno; Creio que não !

Me viro ficando de frente para ele, enquanto o restante do pessoal segui pra mesa , pra todos se acomodarem para o jantar.

Jack; o que quer dizer como isso?

Ele dar o último gole dá sua bebida, deixando o copo na mesinha que tinha do nosso lado.

Bruno; como dona Bernie fala, a noite é uma criança.

E sai me deixando com mil e umas​ perguntas , sobre o que ele queria dizer... Eu e minha curiosidade.


Notas Finais


Boa madrugada amores ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...