História It Will Rin - Capítulo 81


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Tags Romance
Exibições 25
Palavras 1.556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


" você é um idiota. E mesmo as é em você que eu penso, é de você que eu gosto e é pra você que eu volto."

Capítulo 81 - " Preciso dela"


Parte Bruno

Não consegui entender porra nenhuma que ela falou, tenho que aprender nem que seja o básico do português. Mas pelo jeito ela deve ter se assutado , levando uma das mãos até seu peito.

Noto que seus seios, como amo eles, estão bem suculentos nesse baby doll tão pequeno, e agora que está de pé observo que sua marca em seus quadris que sua calcinha é minúscula, ACHO QUE VOU TER PELA PRIMEIRA VEZ NA VIDA UMA EJACULAÇÃO PRECOCE!

Falo em meio sem fôlego e sem pensar...

Bruno; Não! S- sou apenas...( Engulo seco) Eu.

Finalmente término a frase. Ainda não consegui desviar o olhar da marca de sua calcinha.

Ela ergue uma sobrancelha e diz sarcástica...

Jack; Que foi? Nunca viu uma mulher numa roupa de dormir não?

Desvio o olhar pra seus seios agora e... MINHA NOSSA! tinha esquecido como eles são redondos,grandes, macios e doces, que comecei a lamber os lábios com pensamentos de chupar e lamber aqueles seios até seus mamilos doerem... Meu pau lateja novamente.

PORRA! Eu não consigo elaborar uma reposta coerente com aqueles seios na minha frente, nenhum homem conseguiria nem se fosse míope.

Ela nota meu desespero abre um sorrisinho e pergunta .

Jack; o que foi ? A gata comeu sua língua na sua saidinha ?

Balanço a cabeça negando , ainda sem conseguir formular uma resposta e ainda hipnotizado por seus fartos seios.

Colocando a melancia em cima do balcão onde estou e fixa no meus olhos falando satisfeita, como se estivesse acabado de ganhar na loteria.

Jack; vejo que não conseguiu botar em prática toda sua vasta experiência e repertório de sexo , já que parece que não ver uma mulher há dias!

DESGRAÇADA! ... Mas ainda não respondo...ainda estou olhando seus seios , mas agora enfiando meu pau bem ali no meio deles e enquanto estou fudendo aquela montes ela chupando a cabeça do meu pau com aquela boquinha pequena .

Então ela coloca mão na cintura e fala bem irritada...

Jack; se continuar a me olhar como um Pit Bull que há meses passa fome e como se eu fosse um pedaço suculenta de filé , eu juro que vou chamar a carrocinha.

Solta um ar com força e continua...

Jack; porque não olha no meu rosto e tenta se concentrar pra poder conseguir me responder hã?

Engulo a seco , e falo pausadamente ainda concentrado na foda imaginária dos seus seios.

Bruno; Não obrigada !... Prefiro continuar com seus seios.

Ela revira os olhos... Então ela vai até a mesa e pega um guardanapo e cobre seus seios e murmura..

Jack; será que pode olhar pra mim agora, seu tarado pervertido?!.

E cruza os braços.

Junto minhas sobrancelhas com a perda da visão e respondo agora olhando em seu rosto de mau humor.

Bruno; Não sou tarado pervertido! Se Não quer que te olhem então não ande pela casa nua senhorita Rudris!

Ela estreita seu olhos e devolve.

Jack; Não estou nua seu GROSSO ! Acaso está cego que não ver que estou com roupa de dormir? ... Eu tive sede e me deu vontade de comer uma fruta, sabia que não era uma boa idéia dormir aqui. Achei que você não ia se levantar pra fazer sei lá o que , então desci assim. Não imaginei que um pervertido estava me esgueirando aqui essa hora .

Me encarando raivosamente novamente.

Bruno; Eu venho na minha cozinha a hora que eu bem entender senhorita...

Embora entrar de surpresa me pareceu bem agradável, penso...

Bruno; E isso não justifica sua nudez ...

Jack: e o que isso tem haver com as vestes que uso pra dormir ?

Diz colocando um pedaço de melancia na boca.

Bruno; acaso é estúpida mesmo ou o que ?

Ela responde com a boca cheia.

Jack; Não sou estúpida seu babaca !

Agora termina de engolir e responde já enfiando outro pedaço enorme de melancia na boca.

Como diabos uma boca tão pequena cabe tanta coisa? Como posso me esquecer disso rsrsr.

Jack; só não sei o que tem uma coisa a ver com a outra.

Termina a frase com a boca entupida de melancia de novo.

Falo com todas as letras , furioso.

Bruno; Não me chame de babaca ou te demito ainda hoje sua insolente... Alguma vez já pensou que um homem ao te ver nua assim pode querer te estuprar ?

Ela fica branca feito papel e se engasga, falei merda e lembrei do ex de merda dela.

Eu rapidamente dou a volta no balcão e tento socorrê-la , ela puxa o ar com força , mas acaba tossindo ainda mais. Eu levanto seus braços por sobre sua cabeça , ela tenta se afastar.

Mas seguro firmes suas mãos e falo.

Bruno; Respira Jack..Respira!

Ela se acalma mais um pouco e relaxa as mãos e puxa forte o ar novamente, vejo seus olhos se encherem de lágrimas enquanto sua respiração acalma mais um pouco, e só então percebo que estou pressionando seu corpo contra o balcão, colocando suas mãos por trás de seu corpo ainda presas as minhas .

Solto a sua mão direita... Ela parece tão frágil, tão pequena ao meu lado , o topo de sua cabeça bate apenas no começo do meu ombro , e quando percebo a proximidade de sua boca.

Encaro sua boca, tenho vontade de beija_la , e senti novamente seu gosto, e de repente vejo uma lágrima molhar seus lábios, fito seus olhos e vejo que as lágrimas caem descontroladamente. Ela me olha nos olhos por um longo momento parecendo um animal ferido e vejo que a magoei mais uma vez . Porra! Me arrependo de ser tão idiota e te_la insultado e ameaçando despedi_la.

Ela soluça e fala com a voz trêmula.

Jack; Não é culpa minha que exista esse tipo de monstro por aí.

Eu me abaixo um pouco e inclino minha cabeça pra ficar mais ou menos de sua altura e limpo suas lágrimas que caem feito um rio acariciando seu lindo rosto e respondo gentilmente.

Bruno; claro que não é sua culpa Jack... Eu sou um babaca ! Nada justificaria uma coisa dessas, me desculpa por favor! .. é que você me provoca e... e quando penso já falei a merda... Eu sou um idiota mesmo! Por favor ,me desculpa!

Ela soluça de novo e agora eu continuo a acariciar seu lindo rosto e por instinto passo o polegar sobre seus lábios molhados por suas lágrimas, já estava esquecido como eles são macios e quando dou por mim já estou cobrindo sua boca Com a minha.

Tenho que confessar estava com saudades da sua boca , seus lábios quentes e macios que parecem terem sido feitos especialmente pra mim... Ela tenta se afastar, mas a seguro mais forte ainda, e tomo sua boca como se pertencesse a mim, ela tinha gosto de melancia, doce e saborosa!... Aos poucos ela deixa de me afastar e timidamente abre a boca dando espaço a minha língua que invade sua boca mais que rapidamente e aos poucos ela começa a chupar minha língua vorazmente também.

Alguns minutos se passaram respiração está irregular, e eu empolgado com nosso beijo ardente a coloco em cima do balcão, e me enfio entre suas pernas e começo a esfregar meu pau duro por sua boceta, em resposta ela geme na minha boca , eu também solto um gemido ao segurar suas coxas e a puxo mais pra mim a encaixando mais ainda fazendo_a sentir novamente todo meu comprimento, ela geme novamente. Nossos corpos parecem ter vontade própria. Uma coisa eu sei preciso dela urgente.

Ela alisa meu peito, apalpa minha bunda com a mão direita, enquanto sua mão esquerda segura firme meu pescoço , eu acaricio suas coxas e sua bunda e seus seios por cima da roupa , solto um grunido forte de adoração em sua boca e ela suspira.

MEUS DEUS ! Ela parecia o céu pra mim... SEU BEIJO GOSTOSO, como pude esquecer , saudades do seu corpo quente e cheiroso , preciso urgentemente está dentro dela, agora mesmo.

Mas quando abaixo um pouco do seu baby doll e coloco os dedos aos lados de sua calcinha ela me empurra forte como se eu a tivesse queimado, me afasto , então ela pula do balcão , me encara. Sabe aquele olhar ; OH ! VOCÊ NÃO DEVERIA TER FEITO ISSO !!! Pois foi esse mesmo olhar que ela estava me lançando agora...

Antes que eu tivesse uma chance de falar alguma coisa ela dá um tapa forte no rosto aponta um dedo pra mim e diz com os dentes cerrados.

Jack; Nunca mais ouse encostar um dedo em mim seu idiota, cansei de você me usar e depois sair falando o que fez.

Fico apenas olhando e ela sai da cozinha. Depois de uns minutos abro um enorme sorriso murmurando.

Bruno: Valeu muito a pena Jack... Se pensa que desistirei assim tão difícil está enganada , agora que tive mais um amostra sua , meu desejo aumentou ainda mais... Você vai ser minha senhorita Rudris, custe o que custar.

Tomo minha água, subo as escadas e vou para o Meu quarto e vou para o banheiro. Tiro minha roupa e lá está a evidência do meu desejo por ela: meu pau ainda muito duro! O seguro e falo.

Bruno; Não se preocupe amigo...logo, logo estará dentro dela de novo, e quando estiver lá irei saborear cada pedacinho daquela perfeição.

Sorrio lentamente, depois de bater duas punhetas imaginando o toque , ainda sentindo o cheiro e o gosto dela em mim, termino meu banho frio na ducha e vou para cama pelado. Amanhã será um longo dia! E mal posso esperar.


Notas Finais


Ops! Deu erro postei de novo
Boa tarde meninas !
😘😱


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...