História It's all coming back to me now - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Romance, Viagens
Exibições 4
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu quase morri de tanto rir com esse capítulo, boa leitura ❤

Capítulo 7 - I feel your whisper across the sea


Fanfic / Fanfiction It's all coming back to me now - Capítulo 7 - I feel your whisper across the sea

A viagem toda Nicky manteve seus olhos em mim, o mesmo olhar de anos atrás, já havíamos quase morrido de comer e Nicky insistia que aguentava mais uma taça de doce de morango.

-Seu filme preferido ainda é Footloose? -Encaro Nicky, apoiando meu rosto em meu queixo.

-Está tentando fazer eu esquecer o fato de você ter mentido pra mim de manhã? -Ele apontou a colher em direção ao meu rosto arrancando um riso escandaloso meu- e sim, eu ainda sei as danças!

-O que você tem com música country?

-Respeito! 

-Claro, vai mudar seu nome pra John Horse ou algo assim? 

-Você continua chata! -O garçom segurava o riso enquanto colocava a taça com o doce em frente a Nicky.

-Você não vai conseguir comer tudo! 

-Não duvide de John Horse espertinha, deixa eu adivinhar você quer um pouco?

-Eu não provei o de morango! 

Assim que saímos do táxi eu abracei o corpo de Nicky com tanta força que poderia ter matado ele sem ar. 

-Eu tenho uma surpresa pra você.

-Okay, mas antes eu preciso fazer algo.

Malia, no hotel.

-Eu vou buscar meu violão antes que eles cheguem -Cory se levanta saindo do meu lado e tapando a visão que eu tinha de Nicky e Fanny.

-Seu girafa saí daí! -Chris tentava não falar alto, mas seu chute na perna de Cory deixou bem claro a raiva que ele estava, assim que Cory saiu da frente à imagem de Fanny e Nicky se beijando fizeram eu e Chris pularem do sofá e soltamos alguns gritinhos felizes 

-Vejamos que não temos privacidade em lugar nenhum -Nicky puxou Fanny até a roda se sentando com a garota ao seu lado.

-O que vamos fazer? - Fanny perguntou, encostando seu rosto no peito de Nicky, Chris encarava tudo sorrindo de um jeito meigo.

-Cory vai buscar o violão e a gente vai curtir nossa penúltima noite no Havaí!

-Está esperando o que para buscar em Cory? 

-Não fala assim com meu bebêzinho, Chris! 

-Eu já volto, não saíam daqui.

Assim que Cory voltou com o violão e entregou a Nicky que tentava fazer uma voz de locutor enquanto falava:

-Fanny, como nos velhos tempos vai fazer um dueto comigo. -seus dedos tocaram o começo de Lucky

 

-Do you hear me? I'm talking to you, across the water, across the deep blue ocean under the open sky, oh my, baby i'm trying ( Você me ouve? Estou falando com você do outro lado da água, do outro lado do profundo oceano azul sob o céu aberto, oh meu amor, eu estou tentando) -Nicky começou fazendo sua voz grave invadir os ouvidos de Fanny a fazendo sorrir.

-Boy, i hear you in my dreams, i feel your whisper across the sea, i keep you with me in my heart, you make it easier when life gets hard. (Garoto eu escuto você em meus sonhos, eu sinto seu sussurro além do mar, eu guardo você comigo no meu coração, você torna mais fácil quando a vida fica difícil) -Fanny encarava Nicky como se apenas os dois existissem ali, era a primeira vez que eles se sentiam conectados dessa maneira.

-Lucky i'm in love with my best friend, lucky to have been where I have beenbeen, lucky to be coming home again. (Sorte que eu estou apaixonado pela minha melhor amiga, sortudo por ter estado onde eu estive, sortudo por estar voltando para casa.)

-Como vocês conheceram o Chris? -Nicky perguntou, largando o violão pela primeira vez naquele noite.

-Eu e Chris brigamos pela mesma jaqueta em uma loja. -Fanny riu ao lembrar da cena, fazendo Chris sorrir também.

-Quem ganhou? 

-Claro que fui eu! -Chris puxou o celular mostrando a foto com uma jaqueta azul marinho com o desenho de um tigre atrás.

-Da próxima vez consigo pra você, Fann.

-Eu sei, somos um ótimo time, Nicky.

-Sabe, olho todos vocês e me sinto tão sem namorado! 

-Vem aqui, Chris! - Fanny abriu os braços esperando o seu amigo vir para o abraço.

-Você acha? Vou atrás é de um latino! 

-Como no natal que você dormiu com um papai noel ladrão?

-QUE HISTÓRIA É ESSA? -Cory e Nicky falaram ao mesmo tempo rindo junto das duas meninas. 

-No primeiro Natal que passamos sem você amor -Malia sorriu para Cory enquanto falava- o Chris veio para nossa casa, a gente encontrou um papai Noel no shopping que trabalhos como gnomos do papai noel e chamamos para passar o Natal com a gente.

-Ele fez drinks para a gente e colocou um tipo de sonífero muito forte e dormimos depois da ceia enquanto Chris dava beijos nele.

-Na outra manhã eu acordei preso em uma pose nada agradável e não tínhamos mais nenhum móvel na casa.

-Assustador! 

-Vamos prometer que nosso próximo natal vamos passa juntos.

-Ao nosso próximo Natal! - Fanny se levantou e correu até a piscina, pulando na mesma de uma forma engraçada.

-Próximo Natal! -Cory pegou Malia no colo se jogando na água junto dela.

-Vamos lá garanhão! -Nicky correu para a piscina ao mesmo tempo que Chris.

-Sobe nas minhas costas, Fanny!

-O quê? -Ela gritou para Nicky enquanto jogava suas botas molhadas para fora da piscina.

-Guerra da galo contra o Chris!

-Vamos lá Cory, você tem que me aguentar! -Cory reclama do jeito desastrado que Chris tentava subir no seu pescoço, a mão de Malia empurrava a bunda de Chris que berrava alto.

-A gente vai ser preso!

-Vamos bebê cabra você consegue! -Nicky berrou segurando as pernas de Fanny 

-Se me deixar cair eu te mato!

-Duvido, Fannyzita.-Quando ia reclamar sentiu uma coisa gelada bater contra suas costas, ela queria que tivesse sido a água.

-MORCEGO - Cory gritou jogando Chris pra trás e tentando sair da piscina sem cair.
 
-O quê? -Malia que tirava fotos debaixo da água tentava entender o que estava acontecendo.

-Amor, saí daí você vai morrer! -Assim que Malia viu o animal ainda voando perto de Fanny que berrava e Nicky que gritava "MANTENHA A CALMA" tentou sair mas quando se esticou pra abraçar o noivo uma mão puxou seu pé.

-ME LARGA CHRIS.

-SE EU MORRER VOCÊ TAMBÉM.

-A ÚNICA QUE VAI MORRER AQUI SOU EU! -Fanny berrava enquanto Nicky desviava do morcego e Cory chorava dramaticamente.


Fanny, quarto de hotel, 03:30.

Depois do quinto banho, me sentei ao lado de Nicky que ria de algo no celular

-O que foi?

-O celular da Malia filmou tudo, tá muito bom.

-para de rir! -dou um tapa forte no seu braço e volto a pesquisar sobre morcegos no Havaí.- escuta essa! O morcego Lasiurus cinereus havaiano, o único mamífero nativo vivendo na ilha do Havaí. Esses morcegos são criaturas altamente elusivas e solitárias. Além disso, o Lasiurus cinereus havaiano, tal como os seus parentes, o ”‘ope’ape’a” que moram na América do Norte, somente dá à luz a gêmeos no verão. A sua população está ameaçada devido à perda de habitat, à pesticidas, e predadores.

-Você tem sorte pro resto da vida.

-Eu sinto aquele bicho nas minhas costas até agora.

-Quem sabe ele está aí, babe!

-PARA.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...