História It's been a long time - Jazzpok vs Malepok - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~NerdBoy_Fran

Postado
Categorias Andrei Soares "Spok" Alves, Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Malena "Malena0202" Nunes, Marco Tulio "AuthenticGames", TazerCraft
Personagens Andrei Soares "Spok" Alves, Cauê Bueno, Malena0202, Marco Tulio "AuthenticGames", Mike, Pac, Personagens Originais
Tags Authenticmemória, Baixathentic, Jazzghost, Jazzpok, Lemon, Malena, Malepok, Mitw, Podem Me Matar, Slash, Spok, Tazercraft
Visualizações 188
Palavras 729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tô viciada nas imagens de Hyouka

Capítulo 10 - Juliano, você tem certeza?


Fanfic / Fanfiction It's been a long time - Jazzpok vs Malepok - Capítulo 10 - Juliano, você tem certeza?

P.O.V Juliano

JULIANO: Simón...

SIMÓN: Eu?

JULIANO: Podemos conversar sobre aquilo?

SIMÓN: Tá bom- Simón respondeu, com  um certo receio - Helena, vai pro quarto, sim? Pode mexer na minha Netflix

Simón nunca deixava Helena mexer em sua Netflix, apenas que precisasse conversar algo que ele não poderia falar perto dela.

HELENA: Ok! - ela disse desconfiada,deixando nós dois sozinhos na sala.

JULIANO: Eu estive pensando... Você ainda sabe fazer aquelas cirurgias?

Nessa hora, Simón ficou um pouco surpreso e nervoso. Essas cirurgias são muito arriscadas, então ele e eu começamos a cochichar.

SIMÓN: Juliano, você é louco? Acha mesmo que eu vou fazer isso com você? Tira isso da cabeça! 

JULIANO: Simón, me escuta!

SIMÓN: Não, não! Eu não vou! Acha que eu vou fazer isso?

JULIANO: Pelo amor de Deus! A culpa vai ser minha, não sua! Só faz isso, por favor!

SIMÓN: Juliano, você tem certeza? Saiba que não tem volta!

JULIANO: Simón, eu sei!

SIMÓN: Tá mas, por que você quer fazer isso?

Solto um suspiro desanimado e triste. Começo pensar nele e comecei a falar

JULIANO: Eu estou "morto por dentro". Essa cirurgia pode ser minha salvação, o começo da minha vingança!

P.O.V Autora

Quando ouviu a voz de Juliano dizer "vingança", Helena sentiu o corpo estremecer, seu coração acelerar e sua pressão ter uma leve queda. Vingança era uma coisa que ela já teve o desgosto de sentir daquela que ela chamava de mãe, que a mal-tratou, que a torturava, mas ela nunca teve se quer, um pensamento, em botar em prática. Ela abaixou o volume do filme que ela via, caminhou de ponta de pé até a porta, girou a maçaneta e se dirigiu até os dois.

HELENA: Primo Ju...

Juliano e Simón se assustaram ao vê-la ali, estática, com seu olhar triste e vazio, sem palavras e com lágrimas reflectindo sua tristeza. Ela sempre sentia aquela dor do jarro em suas costas quando ouvia "vingança"

JULIANO e SIMÓN: HELENA?!

HELENA: Por favor, não faz isso, eu te peço. Não faz isso comigo. Eu preciso de você.

P.O.V Simón (Autora:eu ouvi um amém? Co-Autor: Amém)

Aquelas palavras, cortaram o coração. A Helena estava muito diferente daquela Helena entusiasmada de ontem de manhã, agora ela estava triste, implorando para ele não cometer essa loucura. 

JULIANO: Helena, escuta... Um amigo do primo fez uma coisa muito feia e, eu preciso. Eu sei que eu deveria me espelhar em você e na sua história, mas não dá. Por favor, entenda...

As lágrimas despencaram de seus olhos (Co-autor: ela só sabe chorar? Autora: Cala boca que quem tá lendo quer entender a história, sem interrupções!) pelas "duras" palavras que ele disse. Ela nunca seria capaz de entender o que de fato ocorreu entre o Juliano e o Andrei, nem que eu explicasse ou ele, ela entenderia. Ele colocou suas mãos sobre seu rosto e ela segurou suas mãos, chorando sobre elas. 

HELENA: Ok, eu entendo você... Entendo que você precisa disto. Mas, por favor me promete que você vai ficar comigo até o fim.

JULIANO: Eu... Eu vou tentar! - ele respondeu, meio sem jeito.

P.O.V Autora

Juliano e Simón conversaram a tarde toda sobre a cirurgia, enquanto Helena passou o resto do dia quieta em frente a Netflix de Jean, assistindo a filmes e vendo algumas séries, como Aliados (Co-autor: Aquela que eu te indiquei, autora? Autora: Sim!). 

SIMÓN: Mas antes, eu preciso que você deixe uma carta, afirmando que é de sua conta e risco.

JULIANO: Mas porque?

SIMÓN: É que se você morrer, eu não quero ser incriminado.

JULIANO: Tá bom.

Juliano escreveu a carta, afirmando que a responsabilidade de sua morte é sua e que foi ideia dele, não um crime cometido por Simón. Após isso, eles almoçaram e já combinaram quando seria: dentro de 3 dias.

* QUEBRA DE TEMPO - 3 DIAS*

Eles conseguiram um quarto em um hospital e Juliano estava meio apavorado em saber o que aconteceria. 

SIMÓN: Tudo pronto?

JULIANO: Vai em frente!

Anestesia aplicada, começou a operação... Uma operação que mudaria sua vida e muito!

Primeiro corte...

P.O.V Spok

SPOK: AAAHHH!!!

MALENA: Meu Deus, que susto! O que foi?

SPOK: Eu senti algo me arranhando...

MALENA: Acho que foi de ontem.

SPOK: Também tô achando!

MALENA: pois bem... Vamos levantar? Temos que pegar o avião para voltar... A lua de mel acaba hoje!

SPOK: Ahn... Ok!


Notas Finais


Autores: Tiiinuuuuaaaa!! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...